História A Menina Do Vestido Azul - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Magia, Misterios, Revelaçoes, Sonhos
Visualizações 6
Palavras 556
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 18 - Vendo mais além


Fanfic / Fanfiction A Menina Do Vestido Azul - Capítulo 18 - Vendo mais além

Capítulo 18 - Vendo mais além

O que é esquecer? É nunca se lembrar ou querer que um certo momento seja deletado? Alguns anos atrás, quando este mundo ainda era um lugar maravilhoso, muitos sonhadores criavam seus próprios mundos mágicos. Quem criou esse lugar para pessoas que sonhavam chamava - se o Sonhador. Ninguém nunca o viu, mas diziam que era alguém que queria que todos aqueles que sonham, pudessem ter a chance de expandir seus sonhos e levar esperança para aqueles que acham que sonhos são só sonhos e não acreditam. Tudo estava indo bem por vários anos, até que chegou uma terrível escuridão e destruiu tudo. Mas por quê? Quem destruiria um lugar onde os sonhos se tornam realidade? E qual o motivo? Será que um dia saberemos que maldição destruiu este mundo? Vamos descobrir!

Hoje contarei um capítulo desta história que está associado ao surgimento dessa realidade.

Tudo começa numa cidade chamada Nova York. De um lado perigoso da cidade, morava um menino pobre que não tinha quase nada, além de uma pequena cabana caindo aos pedaços. Esse menino vivia com sua mãe e seu tio. Porém, em um enorme hotel de luxo, viviam um menino e uma menina que eram irmãos. Eles não se davam bem e viviam brigando desde muito pequenos. O nome da menina era Lúcia, e o nome do menino era Jorge. Certa noite, algo incrível aconteceu. Essas três crianças fizeram um mesmo pedido a uma pequena estrela que lhes chamou a atenção. Qual será esse pedido? E por que pediram a mesma coisa? Seria coincidência ou destino? Isso será concluído em outro capítulo.

Enquanto isso, Hanna e Rishiter continuavam sua busca. Passaram - se horas e Hanna estava ficando muito cansada. Ela estava tão exausta que quase desmaiou. Rishter insistiu que ela parasse um pouco para descansar, mas ela era tão teimosa que quis usar todas as suas forças para seguir em frente.

- Hanna, você precisa parar e descansar. - disse Rishter muito preocupado.

- Estou bem, Rishter. Não se preocupe, vou conseguir. - ela disse com uma voz muito baixinha e cansada.

Ela estava tão cansada que desmaiou pra valer desta vez. Rishter a segurou antes que caísse no chão e a enrolou com sua capa para não sentir frio durante a noite. Eles estavam na Floresta Sonâmbula, onde almas e pessoas que resolvessem dormir naquela floresta andassem por aí e se perdessem no meio de tantas árvores, arbustos e encruzilhadas. Rishter não queria dormir para o caso de que algum animal selvagem aparecesse e atacasse Hanna. Então, ele começou a falar sozinho:

- Eu nunca senti algo tão bom e especial desde que Hanna apareceu. Será que foi coincidência ou destino termos nos encontrado? Seja lá o que for, quero proteger essa garota como a minha própria vida.

Rishter começou a sentir sono e, como não tinha nenhuma caverna por perto, lançou um feitiço de proteção ao seu redor e ao redor de Hanna. Depois de algumas horas quando ainda estava escuro, ele percebeu que Hanna tinha desaparecido e saiu a sua procura totalmente desesperado. O que será que aconteceu? Será que Hanna foi sequestrada? Onde será que ela está? Ela corre perigo? Será que Rishter irá encontrar Hanna? O que irá acontecer? Haverá uma resposta para o que está acontecendo? Descubra no próximo capítulo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...