História A Menina Que Queria Ter Asas - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão, Desabafo, Jovens
Visualizações 11
Palavras 299
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


//Personagens Originais. \\
Não copie, se inspire.

Capítulo 16 - Mar de Rosas


Fanfic / Fanfiction A Menina Que Queria Ter Asas - Capítulo 16 - Mar de Rosas

Ele não conversa mais comigo. Ela parou de se importar comigo. Me tornei previsível, me tornei invisível. Sem novidades, notícias de minha morte, onde os menores de idade geralmente são muita gente. Cheguei a acreditar que é frescura, que estou querendo atenção. Realmente! Estou carente.

Esses dias, eu estava no hospital, passando mal. Parecia que o doutor queria me internar e tal. Acredito que vou morrer, desejei isso. (In)felizmente, quero desaparecer. Me culpo por tudo o que eu fiz. Mas nunca vou ser realmente feliz, então por que insistir? Chegou a hora de desistir. E enfim, percebi que nunca estiveram aqui. Foi o fim. A gota d'agua. Não sinto mais nada, sabe? Além disso, por que está dizendo que ama, quando você tem muito mais de três? Quatro, talvez? Nunca foi um conto de " era uma vez ".

Ouvindo Lund, Eden, Gnash, BlackBear, Cage the Elephant; músicas deles me ajudam muito em situações assim, escrevendo desse modo, nunca tem fim. Broken quando não chorei por um machucado físico. Eden, quando me identifiquei. Gnash, quando me apaixonei. Cage the Elephant, quando me machuquei. BlackBear, quando tentei me curar. Enfim, nunca mais se apaixonar.

Sabe quando já está em excesso? Então, não importa. Quem não conhece, sequer tenta. Seja bonzinho e espalhe mentiras. Seja " mau " e espalhe verdades. É assim que as pessoas vão ver, não importa o que faça. Ouça. Nunca, na sua vida, seja pouco na vida das pessoas; quando você partir, sentirão sua falta, pois não sabem o que estão perdendo não te ouvindo.

Vou escrever. Reescrever. Editar. Odiar. Rir. Gostar. Até finalmente, chegar no ponto. Leva tempo, pode ser chato, mas leva muuuuito tempo. Eu sei, vou morrer, mas não vou desaparecer. Vou estar por aí, vadiando. Nem tudo é um mar de rosas.


Notas Finais


Desculpem-me pela demora. Estava no médico, mal, sem tempo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...