História A Menor Possibilidade - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 79
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ai gente eu to muito feliz pelo rumo que a historia esta tomando ^^
Espero que estejam gostando tanto quando eu.

Capítulo 34 - Capitulo 34


"Baby, baby, você é macchiato de caramelo
Ainda assim, perto dos meus lábios, seu cheiro é doce"

(Coffe)

 

A mão do menor foi solta junto com todo o ar que SeokJin guardou dentro dos pulmões fitando o sorriso belo da garota que tanto amou. Ela continuava linda... Talvez estivesse um pouco mais dessa vez. E Namjoon tornou a aperta-lhe a cintura querendo o dizer que estava ali.

- Min-Chan? – Alice soltou baixo demais para ser audível e apenas Kook e Yoongi puderam receber a voz da garota, o mais velho dos dois tomou uma de suas mãos entre as suas enquanto a garota na porta achava tudo aquilo engraçado. Ela achava ate bonito de se ver, a sala exalava paixão e alegria com toda aquela desordem e os garotos ali em volta da menina como se quisesse a proteger sabe-se la de que a trazia as boas lembranças de SeokJin e Namjoon que pelo que ela via aparentavam estar mais próximos que tudo.

- Eu fiz algo de errado? Porque parecem ter medo de mim? – Perguntou confusa mostrando as presinhas pontiagudas.

- Da ultima vez que vimos esse rosto na nossa porta, o TaeHyung quase foi pro hospital. – Fora Jimin que se pronunciou surpreendendo os outros. A garota sorriu sapeca.

- Ah! Parece então que já conhecem minha irmã... Ela falou bastante de vocês. – Sorriu doce e Alice rosnou... Se sentia acuada com a presença daquela garota, estava confusa sobre oque aquela menina queria ali, ela parecia ameaçar mas ao mesmo tempo acolher, ela era cortante e perigosa e ela não fora a única a perceber isso, TaeHyung se sentia ofendido so de olhar o rosto da garota.

- Oque faz aqui? – A voz de Namjoon saiu forte e rouca com um pingo de medo reconhecido por Jin que apertou a mão do menino em cima de sua cintura.

- Ah! – Ela deixou solto como se tivesse sendo acertada por algo, ela era de fato uma ótima atriz. – Achei que iriam querer me ver... – Sorriu fraco e aparentemente triste... Ah! Ela era tão bela, tão pura aos olhos do mais velho que ele mal conseguia se lembrar de tudo que ela fez para si e para Namjoon.

- Te... ver? – Namjoon estava de fato indignado com a atitude sínica dela, ele sabia que aquele sorriso era falso, ele conhecia todos os sorrisos dela assim como os de Alice, e sabia que aquele estava longe de ser verdadeiramente triste. – Porque diabos iriamos querer a ver Min-Chan? Que eu me lembre fora você quem disse que não queria nos ver nunca mais.

- Oh! Nunca mais e muito tempo. – Alice bufou apertando a mão do loiro ao seu lado.

- E... tem razão, e muito tempo. – Jin sorriu de lado. Min-Chan fitou o rosto bonito do menino pegando no ar toda a afeição que o garoto sentia por ela... E ela viu ali uma fraqueza dele... Ele ainda pertencia a ela de alguma forma.

- Jinnie... E-eu senti saudades.

- E eu tenho vontade de vomitar. – Yoongi riu com a fala da garota que parecia realmente repugnar aquilo, mas eles sabiam que era assunto de Jin e Namjoon, e não iriam interferir já que não era necessário.

Jin suspirou sentindo o corpo tremer, e se amaldiçoou por aquilo tudo, por conseguir pensar em ir la e abraça-la, em querer ir ate ela e tomar em seus braços... E tremeu mais ainda quando seu passo para fazer isso foi impedido... Namjoon não iria permitir deixa-lo se quebrar, e ele dizia tudo isso com os olhos, ele levou anos, longos belos anos para juntar os pedacinhos de Seokjin ignorando totalmente sua bagunça e seus cortes feitos pelos próprios cacos... Ele não ia deixar tudo aquilo se despedaçar de novo, não por ela...

- Você não vai! – A garota bufou da porta se pondo a andar pela primeira vez desde que aparecera ali.

- Se ele não vem ate mim, eu vou ate ele Namjoon... Você não vai me impedir. – Jin soluçou alto fazendo Yoongi ter que segurar Alice para que ela não avançasse sobre a menina e ele so fez isso por causa de Namjoon, ele via nos olhos do amigo vestígios seus...

O platinado segurou os ombros do mais velho deixando um sorriso brotar no canto de seus lábios bem moldados que se encaixaram com suma perfeição os fofos e avermelhados de Jin que não soube como reagir... Fazia tempo... Era tanto tempo que nem se lembrava mais de como era sentir os lábios dele sobre o seu, Namjoon tinha prometido nunca mais fazer aquilo, mas naquele momento em que seu coração falhou ele admitiu sentir saudades, ele permitiu que o moreno invadisse sua boca brincando consigo como se estivesse necessitado daquele contato por muito tempo, e tudo aquilo visto de fora não passava de um beijo extremamente apaixonado.

Talvez ninguém esperasse por aquilo, Alice chegou a se perguntar como nunca pensara naquela hipótese. Talvez assim como ninguém conseguisse esconder deles, eles podiam se esconder muito bem, mesmo que a quase um ano não tivesse nada a esconder, SeokJin se recusou a continuar com aquilo quando viu que estava ficando perigoso... Quando viu que Namjoon estava se apaixonando, e o pior quando viu que ele estava na mesma situação... Ele tinha medo de querer alguém mais uma vez, ele tinha medo de muita coisa.

-Acho que eu já vi beijos alheios demais hoje. – Hope pronunciou com aquele sorriso de orelha a orelha estampando sua alegria na cara.

A essa hora os dois garotos já encontravam sem folego, e Namjoon não queria soltar Jin nem que o mesmo o pedisse.

- Ai JungKook você podia aproveitar o momento e me beijar também ne. – Yoongi riu alto do repentino atrevimento do baixinho enquanto Kook tomava alguns tons de vermelho.

E Mim-Chan se viu excluída e esquecida naquele momento... Ela pode sentir a alegria que emanava daquele lugar, e isso a irritava, eles tiraram tudo dela, e ainda se sentiam sem direito de ser felizes?

- Ah! Mas oque e isso? – Talvez a repulsa de Alice tenha sido real dessa vez e Yoongi voltou a rir pondo o queixo no ombro da menina que se recusava a parar de fitar a outra. – Achei que gostassem de mim.

A menina arqueou a sobrancelha com aquela falsa magoa idêntica a da irmã. E logo após a gargalhada de Namjoon preencheu o local, foi fofo de se ver quando ele abraçou o mais velho com os dois braços fazendo o garoto não tão menor quase sumir em seus braços com o rosto corado contra seu pescoço.

- Ele e meu! – Largou de maneira infantil e com um sorriso esplendido que mostrava as covinhas fundas em cada lado da bochechas. Ele sorria de verdade, e um sorriso feliz, ele viu que SeokJin pela primeira vez aceitara seu beijo, seu abraço, o aceitara... E aquela garota que ele não conhecia mais não iria lhe tirar sua princesa.


Notas Finais


Espero que gostem ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...