História A mil e uma noites atrás — Kim Taehyung - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Auto-mutilação, Depressão, Drama, Kim Taehyung, Sexo, Taehyung, Tragedia
Exibições 36
Palavras 675
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello monamus :3
Tudo bem?
Oque estão achando da fanfic?
Eu gosto de perguntar isso,as vezes acho que preciso melhorar
Se acharem que preciso,podem me mandar críticas construtivas
Eu aceito :3

Capítulo 3 - Meus pulsos


Fanfic / Fanfiction A mil e uma noites atrás — Kim Taehyung - Capítulo 3 - Meus pulsos

Kim Solar

Meu quarto, 23:00 da noite

“Somos adolescentes Suicidas tentando convencer outros adolescentes Suicidas de que suicido é errado”

Meu nome é Kim Solar,tenho 18 anos e minha vida é uma..Droga? podemos se dizer assim?

Bem nao é completamente uma droga...Bem,na minha escola, Quando estávamos na sétima série,eu estava gostando de um menininho,eu era a pessoa que nunca se relacionou muito bem com os outros,e eu estava sofrendo por isso

Mas ai nos começamos a nos aproximar,eu estava tão animada de ter conseguido conquistar a amizade dele,isso realmente parecia um tanto verdadeiro,e eu adorava isso

Mas um dia,quando eu cheguei na escola,eu percebi que todo mundo estava me olhando torto. E ru nao entendi muito bem o porquê e Continuei meu dia normal. Chaelin era a minha única amiga na sala de aula,ela veio correndo pro meu lado apoiando a mão em meu ombro dizendo algo como: "ei,isso é mentira né?"

Eu nao entendi na hora,mas logo depois de Chaelin me explicar tudo,eu consegui entender

Min Yoongi,ou Suga como era conhecido na escola,o garoto que eu gostava,tinha espalhado para escola toda que tinha me comido

Eu estava sendo vista como uma vadia agora,e oque eu poderia fazer? Eu era so a garota quietinha do fundo da sala que nunca falava com ninguém a não ser Chaelin,ninguem nunca iria acreditar em mim

Então por favor,nao me chame de fraca,voce nao imagina quantas vezes eu ja pedi pra mim parar de chorar e sai por aí com um sorriso que não era meu

Os boatos foram se espalhando e cada vez estavam mais absurdos,Chaelin tinha mudado de escola

E eu

Estava sozinha,de novo,como antes totalmente sozinha. Eu nao sabia oque era pior,se chamada de "putinha básica" na escola,ou voltar para casa e receber agressões de minha mãe,tanto verbalmente quanto fisicamente,para ser sincera,a a pior agressão era a verbalmente,eu nao conseguia sentir dor física mas sim emocional,e isso me machucava muito mais do que um soco ou um pontapé

O futuro me assusta e o passado na verdade me assombra

Agarrei a gilete que tinha escondida debaixo de meu travesseiro e a posicione em meu pulso. Comecei a arrastar ela em minha pele fazendo cortes e vejo o sangue começar a sair

As lágrimas transparente nao saiam mais,mas as lágrimas de sangue sim. Eu via meu sangue pingar numa toalha que tinha colocado para ter certeza de que nao iria manchar a cama

Eu devo ter dito "Esta tudo bem" hoje umas 37 vezes,e ninguém percebeu algo diferente em mim. Como sempre na verdade

Este mundo onde está apenas eu e minha gilete,foi o mundo mágico que criei pois o meu real era trágico

Voces já pararam pra pensar que as boas garotas,estao em casa de coração partido?

Pare de chorar

Pare

por favor

Porque se voce derrubar uma lágrima nao vai mais conseguir parar de chorar

E nao,nao consegui,eu estava certa

agarrei em meu travesseiro gritando nele igual uma desesperada enquanto desabava em lágrimas,e aquilo me machucava muito

Meus pulsos continuavam com o sangramento e quanto mais eu chorava mais sangue saia por causa da pressao,eu so quero morrer

Por favor,deus me leve

Mas dizem que suicidas nao vao para o ceu né?

Então por favor,Diabo,me leve...

Meu quarto, 3:00 da manhã 

Peguei minha mochila de ir para escola em minha cama,coloquei algumas roupas e a mesada que ganhará todo mês de meu pai,eu nunca a gastei então eu devia ter bastante dinheiro felizmente. Juntei mais algumas coisas como meu celular,um pouco do kit de primeiros socorros,giletes caso precisasse me defender de algo ou alguém e alguns biscoitos também

A noite mais escura e mais fria do ano,deverua estar uns -10° Negativos,e sim eu estava querendo fugir de casa

você deve estae pensando "a mais que coisa de criança"

Talvez seja mesmo,mas quando você é agredida pela sua mae e toda a sua escola voce as vezes tem que tomar decisões drásticas,entende?

Eu fico imaginando,porque todas as pessoas me abandonam?

me diz

Porque elas sempre me deixam?

" Quando toco a vela acesa eu não sinto dor

Se me corto com uma faca

Nao a dor

É verdade que ela vive

E que a morte em mim estar

E não deixo de sofrer

Numa hora pra se render

A morte em mim estar...

Mas ainda tenho lágrimas,pra dar..."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...