História A minha melhor amiga é uma sereia - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Alexy, Amor Doce, Armin, Castiel, Lysandre, Nathaniel
Exibições 15
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 1


"Bem-vindos à Sweet Amoris"

-- Li com os olhos o que estava escrito na placa do portão da escola --

(Aah! É hoje e agora! Vou poder finalmente reencontrar o amor da minha!! *Saltei de alegria* Estou tão feliz! Esperei 6 anos até este momento! Com mil caranguejos! Estou tão feliz! )

*Comecei a caminhar até ao portão da escola e parei um passo antes de entrar pelo o portão*

- Os humanos sempre dizem para entrarmos com o pé direito num local novo, certo? Yoush! Assim o farei! *Saltei com o pé direito para dentro do portão da escola.

- Ugh, patética... - Olhem para quem me dissera tal coisa.

Era uma menina vestida de menino com cabelos vermelhos até aos ombros. Os seus olhos eram negros e estava de braços cruzados a olhar para mim.

- Olá! Tudo bem! - Respondi com um sorriso nos lábios ignorando o que ela tinha dito. Estava demasiado feliz para algo me rebaixar.

- Puff.. *bufou* Sim, sim.

- O meu nome é Krystal! *Agarrei nas mãos dela* E o teu? Qual é? Vamos ser grandes amigas!

- O-O quê?! *Ela largou-me bruscamente* O meu nome é Castiel, sua boba, eu sou um menino!

- Ai... *dei passos para trás* Eu peço imensa desculpa! Com essa cor do cabelo, jura, eu nunca pensei.

- E tu tens alguma coisa contra as pessoas que gostam do cabelo um pouco grande e pintado?

- Nada, nada. Mas és muito fofo, pensava que eras menina.

- EU NÃO SOU FOFO! - Ele gritou.

- E EU NÃO SOU SURDA! - Gritei.

-- Assim que parei de falar, haviam pessoas nos observando principalmente, uma loira com o rosto vermelho. Estes humanos são muito esquisitos. -- 

- Bom, foi um prazer conhecer-te, Castiela. Até já!

- O MEU NOME É CASTIEL! 

*Eu fui correndo para dentro da escola, ignorando as suas palavras*

(O meu Cassy deve estar por aqui... Mas onde?)

*Abri a porta de uma sala e vi um menino loiro*

- Oi!

*Ele parou de mexer na papelada e olhou para mim*

- Olá.

- Ah, você é um estudante como eu? *aproximei-me dele*

*Ele riu*

- Sim, sou, e você, é uma humana como eu?

- O-O QUE VOCÊ ESTÁ DIZENDO? 

*Ele ficou surpreendido*

(Ah, era só a brincar, não devia ter levado a sério...)

- Estava a brincar. *riu um pouco forçado* O meu nome é Nathaniel, sou o representante da turma. Da sua turma.

- Ah, isso significa que você sabe o registo de todos os alunos?

- Sim, mas não os posso disponibilizar a ninguém.

- Ooh, isso é uma pena...

- E o seu nome, qual é?

- O meu nome é Krystal! *Dei um grande sorriso e ele sorriu de volta*

- Aah, é bom ter meninas animadas por esta escola. Se não se importa, eu agora estou um pouco ocupado. Vemo-nos nas aulas.

- Tudo bem, bom trabalho! *fechei a porta*

(Vamos continuar a busca! Será que ele vai reconhecer-me? Se sim, onde estará? Ooh, Cassy, eu sinto tanto a tua falta!)

*Bati contra alguém*

- Ooh, desculpe.

- Nã-Não tem mal. *levantei-me do chão e limpei o meu vestido*

- Deixe-me apresentar adequadamente. O meu nome é Lysandre, e o seu?

- Eu chamo-me Krystal.

- Prazer em conhecer-te Krystal. Desculpe por este acontecimento.

- Não tem mal, eu no mar, batia sempre com os peixes mais pequenos.

- O quê..?

- N-Nada não! A-Até já! *sorri forçadamente*

(Aah, não é possível, sou uma desbocada!)

*Vi uma porta da sala aberta e entrei*

- Então tu és a miúda que se estava a meter com o meu namorado lá fora.

*Eu olhei e era aquela loira vermelha de à pouca. Agora, está com o rosto roxo e com as sobrancelhas a fazerem rugas na cara*

- Oi, amiga! *sorri* Não fiques assim com o rosto! Faz-te umas rugas...

- O quê? Amiga? *ela riu* Achas mesmo que algum dia te irei considerar amiga?

- Se não me consideras, porque estás a perder o teu tempo comigo? *sorri*

- Tu irritas-me. *Ela saíu batendo no meu ombro*

- Foi um prazer conhecer-te, loira! *acenei* (Acho que ela não me ouviu)

*Continuei a andar pelo corredor*

(A escola é tão grande... Sinto a falta do cheiro do mar.)

Game Over

*ouvi um som estranho e decidi ver o que era*

*Abri a porta da sala devagar*

- E-Encontrei! O-O meu Cassy! Finalmente! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...