História A morte - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 60
Palavras 756
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Harem, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem
Desculpem me os erros

Musiquinha

Impossible cover James Arthur

Capítulo 12 - Amor de mãe


Fanfic / Fanfiction A morte - Capítulo 12 - Amor de mãe

(S/n) on

Nos separamos e Jin veio em minha direção e me deu um selinho longo 

- Xau boa sorte- falou Jin

- Xau- falei lhe dando um selinho rapido, ele saiu da sala e eu olhei para Taehyung que contia um sorriso cínico em seus labios

- Vamos, estou esperando explicações- falei ja o matando com os olhos.

- O que você quer saber ?- falou me olhando com um sorrisinho.

- Primeiro como o jungkook foi parar aqui ?

- O seu anjinho da guarda me vendeu ele, pois a morte era muito doce para um estrupado, não é mesmo ?, o engraçado e que a morte foi quem acabou te estrupando - falou ele com um sorriso nos lábios, sem querer deixei uma lágrima cair, derepente ele apareceu atrás de mim e sussurrou.

- Owww, ela ainda sofre com isso-falou com o mesmo sorriso sínico de sempre 

- Seria legal ter você na minha coleção, so que esse bicho que você carrega seria um problema - Falou nessa hora não aguentei e me transformei por completo 

- Você chamou o meu filho de que ?

- HAHAHAHAHHA, que estúpida, olha como fala comigo- falou me fazendo ficar de joelho e segurando meu queixo.

- Você está fraca agora por causa desse bicho, então não me desafie.- falou ele passando suas mãos por minhas asas.

- Quem é você ? - perguntei tentando me levantar 

- Prazer o rei do inferno mais conhecido como Lúcifer- falou me dando um beijo na bochecha.

- Adoro garotas marrentas- disse passando sua mão em meu rosto

- NÃO ME TOQUE- disse e o mordi 

- AIII - depois disso ele me deu um tapa na cara.

- Me respeite sua vadia

- Tem alguém que quer te ver- falou ele mudando de assunto.

Derepente apareceu o jungkook ao lado de Taehyung, o mesmo tinha uma coleira em seu pescoço onde Taehyung estava segurando.

- Olha se não é (s/n) - falou jungkook com um sorriso misterioso.

- O que você fez com jungkook ?- perguntei ao Taehyung.

- Ele é uma das minhas putas- me explicou com um olhar natural, olhei  para o jungkook assustada e ele deixou uma lágrima cair.

- Depois do seu anjo me visitar eu nunca fui o mesmo.- falou jungkook deixando varias lágrimas escaparem.

- Deixa de ser dramático- falou Taehyung, com um olhar simplista e depois de um tapa na bunda de jungkook, mas derepente ficou sério.

- Ele está aqui- falou Taehyung 

- Cheguei- falou um homem com um sorriso de dar medo, ele carregava uma espada muito linda toda de ouro , o estranho era que a mesma tinha meu nome gravado em sua lâmina.

O mesmo voou bem rapido em direção do jungkook, e enfiou a espada no estômago do mesmo, na hora senti a dor da espada.

- AHHHHHHHH- gritei de dor 

Logo o jungkook caiu no chão morto, e o homem o qual o matou continha um sorriso em seus lábios.

- OHHHH, ele era o meu preferido ,seu filho da puta- falou Taehyung.

- Arrume outro- disse o homem com o mesmo sorriso

-Ashi, ohh não vai se apresentar para a (s/n) ? , então eu faço isso, (s/n) esse é o Zico, seu anjo que da mais pra demonio da guarda- disse me Taehyung 

- Deixe a (s/n) em paz Taehyung ou eu cortarei o seu pau- falou o zico e logo Taehyung levantou suas mãos em sinal de rendiço

- Ta agora vou embora, ja fiz meu trabalho-  disse Zico abrindo suas asas e pulando da janela.

Fiz meu trabalho e logo fui para casa, pois Jin havia me buscado, assim que cheguei preparei o jantar e dei um banho no Sungjoo, depois do banho o vesti e descemos para jantar.

- Como foi o trabalho? - falou Jin de boca aberta o que me fez rir.

- Foi pesado, o Sungjoo deu trabalho ?- o questionei

- Ele ficou chorando querendo você, depois de muito tempo chorando ele acabou pegando no sono, graças a Deus- disse e eu ri e logo Sungjoo fez bico, eu não aguentei tanta fofura e dei vários selares em seu rostinho, o fazendo rir

- A mamãe ama muito você sábia ?-  disse dando um beijo em sua testa.

- Vamos dormi? - perguntei ao Jin que logo me deu um lindo sorriso.

- Vamos- disse Jin e pegou o sungjoo no colo, fomos os três para o banheiro e eu escovamos os dentinhos do Sungjoo e depois os nossos, fomos para o nosso quarto e Jin colocou o Sungjoo para dormi , o colocou no berço e eu e o Jin fomos dormi de conchinha 

" O dia se aproxima"










Notas Finais


Iae ?
Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...