História A Morte Ama - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inu no Taishou, Inuyasha, Izayoi, Kagome, Kagura, Kikyou, Kohaku, Kouga, Miroku, Myouga, Rin, Sango, Sesshoumaru, Toutousai, Youkai Satori
Tags Rin, Sesshoumaru
Exibições 18
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Magia, Orange, Policial, Romance e Novela, Survival, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi desculpa o capitulo pequeno, estou sem ideia😓
Desculpa os erros.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction A Morte Ama - Capítulo 2 - Capítulo 2

A Morte Ama. Capitulo 2

__Senhorita Rin, para a senhora pode ser só uma revisão, mais isto é muito importante, então pare de ficar olhando para a janela e preste atenção na aula._fala uma professora morena, alta de olhos pretos.

"Pare de ficar dando pro professor de Educação Física então"pensa a morena enquanto olhava mortalmente os colegas que pararam de rir assim que a viram.

Antes de responder algo para aquela professora o sinal bate indicando que o recreio já havia iniciado.

_Rinnn! Espera!.- grita uma morena correndo na direção da outra.

_Que foi Kagome?.- pergunta fria quando a outra a abraçou.

_Vamos lanchar.- fala Kagome a puxando pela mão em direção as escadas que davam para o terraço._Eu trouxe bolo de chocolate.- diz sorrindo lambendo os lábios vermelhos._E você trouxe o que?

_Sanduíche.- responde se soltando da outra e correndo a escada acima passando por uma porta de ferro vendo 4 outras meninas.

_Rinnn!.-gritaram as 4 ao mesmo tempo indo correndo para abraça-lá, a fazendo revirar os olhos.

_Olha, Rukia-san, Hinata-San, Yuuky-san e Erza-san.-fala forçando um sorriso se sentando perto da borda da construção.

Rukia era baixinha, tinha 1,45 de altura, cabelos negros na altura dos ombros e olhos roxos.

Hinata era a mais alta entre elas,tinha 1,68 de altura, cabelos longos em um preto meio azul e seus olhos eram azuis bem fracos quase brancos. Ela e Rin já haviam ficado juntas, Hinata era uma lésbica assumida por isso todos achavam que Rin também, de certa forma sim, mas Rin não havia sentido nada com ela, as duas não haviam passado de beijos, tanto que o primeiro beijo das duas foram juntas.

Yuuki tinha 1,64 de altura, tinha os cabelos rosados longos onde sempre os deixavam presos em uma Maria-Chiquinha baixa e seus olhos eram igualmente rosas.

Erza tinha 1,62 de altura, cabelos ruivos bem longos e olhos verdes.

_Vocês viram que a Yuri sumiu.-fala Rukia pegando um sanduíche na bolsa.

_Fiquei sabendo que ela não chegou à chegar em casa._comenta Yuuky.

_Que esteja tudo bem com ela.-fala Kagome como uma oração.

_Mais Kagome vocês não se odiavam?.-pergunta Rin parando de comer.

_Claro que não Rin! De onde você tirou isso? Nós duas não nos dávamos bem admito mas não desejo nada de mal a ela.-responde brava.

_Bem eu trouxe sanduíches para todas vocês, quem quiser pode pegar.-fala mudando de assunto.

_Eu quero um!.-falam as 5 ao mesmo tempo, que logo se olham e caem na gargalhada.

_Do que é?.-pergunta Hinata.

_De coração!.-fala com um olhar sombrio.

_Coração!.-fala Erza abrindo o sanduíche e olhando para o recheio.__É bem gostoso.-fala sorrindo.

Logo a atenção das 6 é desfiada para a porta onde uma morena de aproximadamente 1,69 entrou a passos duros, com os olhos, o nariz e as bochechas vermelhas.

__O que aconteceu Sango? Pergunta Kagome, correndo até a mais alta.

_O...o..o Miroku... .-fala entre soluços.

_O que ele fez?-pergunta Rin sem interesse.

_Ele me traiu!.- grita voltando a chorar.__Eu fui no trabalho dele antes que vir para o colégio e o vi aos beijos com uma peituda.-fala abraçando Rin.

_Não chore por ele Sango, você sabia que isso podia acontecer.- fala fria sendo empurrada para trás.

_O QUE VOCÊ SABE RIN? NUNCA NAMOROU.-grita apontando o dedo para a cara de Rin.

"Essa menina esta pedindo para morrer e se é isso que ela quer sera isso que terá"-pensa Rin andando na direção da outra.

_Pare com isso agora Sango! Rin não tem culpa de nada, não desconte sua raiva nela, ela só fez um comentário chato.-defende Kagome com voz fofa.

"Que menina mais insuportável é Kagome, as vezes tenho vontade de mata-la mas lembro que não posso fazer. Eu, Kagome e Sango nos conhecemos quanto tínhamos 7,8 e 9 anos. Sango tinha 9 anos e eu 8 quando nos conhecemos no clube onde seus pais e os meus tios eram sócios, brincavamos na borda da piscina quando eu a empurrei na água, mesmo sabendo que ela não sabia nadar, meu tia quando viu pulou na agua e a salvou, depois disso fiquei um mês de castigo e desejei que ela tivesse morrido. Kagome e eu nos conhecemos quando andávamos de bicicleta num parque. Ela me ajudou quando cai, correu em minha direção e me ajudando a levantar. Não chore foi o que ela disse e não chorei, não porque ela disse mais porque não tinha lágrimas. Elas já haviam secado fazia tempo. Mas esse jeito dela me irrita, sempre boazinha de mais,queridinha de mais protegendo todas as pessoas,só não a matei pois sei que isso nunca seria esquecido."

__Deixa eu nem ligo.-fala dando as costas deixando as outras para trás, conversando sobre Sango e Yuri.

"Porque sou tão diferente? O que elas diriam se soubessem que matei Yuri? Que a torturei e a fiz sofrer muito antes de morrer. O que diriam ao saber que o que estão comendo é o coração dela."

                      ❇

_Achamos isso senhor!.-informou o policial.

_E o que seria isso?.- pergunta o prateado olhando o galpão incinerado.

_Parece restos humanos.

_Isso quer dizer que tem mesmo um assassino a solta.-sussurra.__Quero que façam DNA com tudo de humano que acharem e quero os resultados para amanhã.

__Sim detetive Sesshoumaru!.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...