História A mudança Vhope, Jikook e Namjin - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Exid, Exo, Hyuna, Jay Park, Suran
Exibições 129
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, obrigada pelo favoritos ❤️

Eu queria saber, com quem vocês shippam o Jay Park.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction A mudança Vhope, Jikook e Namjin - Capítulo 10 - Capítulo 10

~Suran

- Suran se você veio brigar comigo...

- Calma, eu estou sabendo que você conversou com o meu irmão e que vocês se acertaram, ele me contou os seus motivos e tudo que você sofreu, eu sinto que tenho que lhe pedir desculpas por não ter entendido seu ponto de vista sobre mim e ter me afastado, isso piorou tudo e você acabou descontando sua raiva no meu irmão. - Vejo uma lágrima cair dos olhos de Jay Park.

- Eu que lhe devo pedir desculpas, eu não deveria ter agido daquela forma, eu agi como meu pai, como um babaca.

- Eu não lhe culpo, sei que os filhos muitas vezes são influenciados pelos pais pelo menos grande parte, isso não foi diferente.

- Mas eu pretendo mudar.

- Isso é bom, Tae também me contou sobre a carta, e vou lhe contar tudo que eu sei. Meus pais se amavam muito mas quando eu era bem novinha ele morreu em uma viagem a trabalho, minha mãe ficou um bom tempo triste então as amigas dela se preocuparam, elas decidiram levá-la a uma festa pra vê se assim ela melhoraria foi nessa festa que ela conheceu seu pai que ficou olhando minha mãe até que ele resolveu falar com ela, ele a embebedou é a levou pra cama, foi assim que eles geraram o Tae, seu pai era compromissado com uma mulher muito rica que é a sua mãe, então ele desapareceu, antes dele descobrir que minha mãe estava grávida seu pai sempre a procurava mas com apenas a intenção de levá-la pra cama, Tae nasceu seu pai sumiu de vez e minha mãe não ligou muito mas fez questão de mandar essa carta pra ele, sempre que Tae perguntava sobre o pai para nossa omma ela falava sobre o meu pai para não falar do traste que era o verdadeiro pai dele.

- Meu Deus! Meu pai realmente me enoja, eu sabia da pessoa que ele era mas nunca pensei que ele seria capaz de tudo isso.

- Pois é... Jay Park posso te dar um abraço?

- Pode, mas por quê?

- Para te mostrar que não guardo mais nenhum rancor de você é que ainda podemos ser amigos. - Disse o abraçando e ele retribui o abraço.

- Que bom que ainda podemos ser amigos, e eu prometo nunca mais fazer nada com seu irmão.

- Toma. -Disse lhe entregando um papel com o meu número. - Assim podemos conversar, me mande alguma mensagem para que eu possa salvar seu número.

- Okay, obrigado.

- Agora eu tenho que ir para casa, minha mãe deve estar ficando preocupada, tchau.

- Tchau.

Tinha acabado de sair da padaria até que sinto alguém me puxar e tentar me agarrar, eu não reconheço a pessoa, tento fazê-lo me soltar até que sinto uma faca me espetar e paro de tentar me soltar, já estava esperando o pior quando alguém acerta a cara do sujeito, olho e era Jay Park.

- Vamos Suran, te levo até sua casa.

- O-Obrigada. - Digo e dou um abraço em Jay Park eu estava tremula.

- De nada, eu suspeitei que você não conhecia aquele cara, você o olhou com uma cara de medo, agora vamos logo antes que ele se recupere.
 Fomos correndo até minha casa, cheguei lá exausta por ter corrido até ali, digamos que não é tão perto.

- Jay Park, você não quer ficar, Taehyung vai conversar hoje com minha omma e seria legal se você estivesse.

- Pode ser mas sua mãe me conhece não ficaria brava em me ver.

- A gente explica tudo para ela, ela é bem compreensiva creio que ela vai entender. - Digo e abro a porta da casa dando passagem para que 
Jay Park entre, minha omma estava no sofá até perceber nossa presença.

- O QUE ESTE GAROTO ESTÁ FAZENDO AQUI SURAN? - Disse minha omma.

- Calma eu vou lhe explica e temos que conversar mas precisamos de Taehyung para ter essa conversa.

~Taehyung 

Chego em casa antes de Suran que demoraria um pouco, cumprimento minha omma e vou tomar um banho precisava estar descansado e organizar minhas idéias, termino o banho colo um short preto largo até o joelho e uma camisa branca, estava tudo bem até que escuto minha mãe gritar e levo um susto, como percebi que ela estava falando com Suran só tentei acalmar meus batimentos cardíacos e depois descer, chegando lá vejo Suran e Jay Park, nesse momento eu já havia entendido o que havia acontecendo.

- Oi Jay Park. - Digo sorrindo e minha mãe me olha com uma bela cara de ???

- Oi Tae. 

- "Oi Jay Park"??? Vocês bateram a cabeça e se esqueceram de quem é ele? 

- Omma já falei para se acalmar, eu vou lhe explicar. - Disse e começou a explicar tudo que havia acontecido o por que das atitudes de Jay Park, também falou sobre Jay Park querer corrigir o que fez, no fim da explicação minha mãe estava olhando Jay Park com uma cara de surpresa.

- Aida bem que você que mudar eu sei que você é um bom menino te conheci antes da sua mudança drástica de comportamento, você era um menino muito doce, eu não imaginava o que seu pai fazia você passar.

- O-omma não é só isso. - Eu disse. - Eu estou sabendo sobre meu pai...

- C-como? - Disse minha omma com uma cara de preocupada.

- Mãe não se preocupe eu te entendo só quero que você me explique tudo, e foi graças a Jay Park ele é filho do meu pai.

- Está bem eu vou lhe contar, e Jay Park eu não sabia que seu pai tinha filho e que fazia você passar por tudo isso. - Minha mãe disse e começou a explicar, eu comecei a chorar por imaginar por tudo que minha mãe passou. - É isso, Tae não chore, seu pai me abandonou por não ser fica ele depois me contou que tinha uma esposa antes de me abandonar o que fez eu me sentir muito mal mas não me disse que tinha um filho, eu fiquei com nojo dele depois de saber que ele era casado, e ele só se casou com sua mãe por ela ser rica ele deixou isso bem claro pra mim. 

- É eu sei. 

- Certo... Vocês querem lanchar.

- Sim! - Disse eu Suran e Jay Park.

~Park Jimin

Jungkook é meu senpai dês de que entrei no colégio, ele me ajudou bastante no começo pois eu não conseguia me socializar com o resto do colégio, não é só por isso que ele é meu senpai ele também é lindo e fofo, hoje ele viria até minha casa e eu estava ansioso para quando ele chegasse, eu tinha tomado um banho para me acalmar e vestido um short jeans escuro que ficava a um palmo do meu joelho e uma blusa cinza, eu estava na cozinha até que escuto a campainha tocar e vou atende-la MEU DEUS É O SENPAI, abro a porta vejo Kookie sorrindo.

- Oi Jiminie. - Diz ele com um sorriso lindo no rosto.

- Oi Kookie. - Digo e ele me da um abraço e em seguida um beijo na bochecha, o beijo me fez corar, eu dei espaço para que ele entrasse ele estava muito lindo estava com uma calça preta com rasgos no joelho, uma blusa branca com mangas e um coturno preto.

- Kookie eu vou preparar alguma coisa para comer. - Ele concordou.

Eu estava preparando alguma coisa para comer quando sinto alguém me abraçando por trás, olho era Jungkook que estava com os olhinhos fechados.

- Jiminie deixa eu te ajuda. - Disse ele falando com uma voz manhosa.

- Não precisa.

- Por favor Chim Chim eu quero ajudar. - Disse ele fazendo um bico.

- Está bem, faça o suco. - Diz ele que me solta e vai procurar as coisas para fazer o suco.

- Chim Chim alguém já te disse como você fica atraente fazendo comida. - Ele diz e eu acabo dando um sorriso bobo e corando.

- Não.

Nós comemos o lanche, eu esperava que saísse tudo errado mas a cozinha colaborou comigo uma vez na vida graças aos deuses.

- Kookie vamos dançar?

- Vamos. - Coloquei a primeira música que apareceu era Hot Pink das EXID. - Jimin você é sexy! - Disse Kookie e eu corei de novo.

Estávamos dançando Hot Pink, Jungkook dança muito bem, começou uma música mais calma era Stay do BLACKPINK, Kookie me abraçou e ficamos dançando abraçadinhos até o fim da música.

- Jiminie tenho que falar com você.

- Tá, o que é? - Digo desligando o som.

- Eu estou gostando de um garoto do colégio faz um tempo, ele é um pouco mais velho que eu o que eu faço. - Quando ele disse isso me deu uma enorme vontade de chorar mas eu me contive.

- Acho que você deve tentar falar com ele, ver se ele sente o mesmo por você, você deve se declara, e-essa pessoa deve ser muito sortida você é uma amorzinho. - Digo e acidentalmente cai uma lágrima do meu rosto eu tento fingir que isso não aconteceu, ele não deve ter visto mesmo, eu estava pensando até que Jungkook me da um beijo, não um beijo na bochecha um beijo de verdade, sinto meu rosto esquentar.

- Jiminie eu te amo, esse garoto é você, eu não tinha certeza se você gostava de mim mas tive certeza de que eu era quando vi uma lágrima escorrer pelo seu rosto agora, não quero que chore nunca mais. - Eu sorriu, eu estava muito feliz.

- Eu também te amo Kookie.

Ficamos assistindo desenho abraçados e embrulhados em um cobertor a tarde inteira por estar frio, Jungkook havia avisado que passaria a noite aqui, anoiteceu já estava tarde.

- Jungkook estou com sono, vamos dormir?

- Vamos, também estou com sono.

- Vou pegar um colchão para vo...

- Posso dormir com você Chim Chim? 

- Sim.

Eu me deitei e Kookie deitou de costas do meu lado, eu estava quase pegando no sono quando Jungkook se vira para o meu lado e fica me observando.

- O que foi Jungkook?

- Nada, só queria ficar te observando, você é muito fofo Chim Chim. - Diz ele e logo depois me puxa me abraçando e me fazendo um cafuné até que eu pego no sono.
 
 

 
 
 


Notas Finais


Obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...