História A mudança Vhope, Jikook e Namjin - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Exid, Exo, Hyuna, Jay Park, Suran
Exibições 142
Palavras 2.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá 🐼
Boa leitura!

Capítulo 11 - Capítulo 11


Fanfic / Fanfiction A mudança Vhope, Jikook e Namjin - Capítulo 11 - Capítulo 11

~Taehyung

Eu nunca pensei que ia gostar tanto da presença de Jay Park, a pessoa que me agredia na verdade era uma pessoa muito legal quando não estava sendo um babaca (e creio que nunca mais será), ele havia passado seu número para mim antes de ir embora.

*WhatsApp on*

Taehyung: Oi Jay Park, aqui é o Taehyung, vc me pediu para te madar uma mensagem pra vc salvar meu número - 20:45

Jay Park: Oi Tae, tenho novidades - 20:50

Taehyung: O que??? - 20:50

Jay Park: Eu consegui um emprego e vou me mudar para Seul, ficarei na casa de um amigo até ter dinheiro suficiente para conseguir comprar uma casa, vou estudar no mesmo colégio que vc - 20:51

Taehyung: QUE LEGAL! Eu conheço o seu amigo? - 20:52

Jay Park: Acho que sim, ele é do seu colégio, eu sei que vc está estudando lá a pouco tempo mas acho q já tenha ouvido falar, sabe o Kai? - 20:52

Taehyung: Acho que sei qm é, é um garoto de cabelo loiro platinado quase branco? - 20:53

Jay Park: Ss - 20:53

Taehyung: Como vc conheceu ele? - 20:53

Jay Park: Internet - 20:54

Taehyung: Ata, quando começa as suas aulas? - 20:54

Jay Park: No dia seguinte que eu fizer a minha matricula acho que já posso ir para o colégio isso é se eu já pagar a primeira mensalidade, minha mãe me deu um pouco de dinheiro, ela me apoiou e ficou feliz, disse que acha que eu ficaria melhor longe do meu pai. - 20:55

Taehyung: Ela tem razão. - 20:55
 *WhatsApp off*

~Jay Park 

Eu já havia trazido minhas coisas que eu achava importante para o apartamento de Kai, o apartamento era bem grande e tinha dois quartos, ele já havia me dito que o apartamento era grande e tinha três quartos mas eu não imaginava que eram tão grandes, ele morava sozinho não entendia a necessidade de três quartos, Kai me levou até meu quarto e me surpreendo com o tamanho dele, esse quarto é do tamanho da minha antiga casa, tem um banheiro, ar condicionado, tv, sofá e várias outras coisas, eu poderia morar nesse quarto sem precisar do resto da casa perfeitamente.

*Quebra de tempo*

Era o primeiro dia de aula e por algum motivo eu estava muito inquieto e nervoso, eu estava com algum pressentimento de que ia ter algo não sei se bom ou ruim, não sei exatamente o que eu to sentindo SOCORRO! 

- Jay Park fica calmo, até parece que nunca foi pro colégio. - Disse Kai.

- Eu não sei o motivo pra mim estar assim.

- Vamos logo, se você pirar na rua e morrer pelo menos tem testemunha pra falar que eu não fiz nada.

- Nossa, tá né vamos.

Estava indo pro colégio e não se Kai jogou praga mas eu realmente estava sentindo que ia pirar e morrer, QUE TÁ CONTESSENO? Chegando no colégio Kai me levou até sua sala, nós ficaríamos na mesma sala, quando entrei realmente senti que tava morrendo quando vi uma moça de cabelos longos e negros em um grupinho de pessoas que estava usando um short claro um pouco curto, uma blusa longa que acabava cobrindo quase todo o short e um tênis branco, me senti provocado.

- Quem é aquela garota? - Eu perguntei.

- AQUELA ALI? A DE CABELO PRETO, LONGO? 

- Cala a boca em nome de Jesus, só me responde em um tom normal por favor.

- O nome dela é Hyuna, não mexa com ela, vá arranjar outra crush.

- Por quê?

- Ela é meio difícil, tem muitos caras atrás dela e ela gosta de provocar.

- Eu percebi.

- Esquece dela tem várias meninas legais aqui e atraentes, elas não me atraem mas tenho que admitir que são atraentes, e a Hyuna é uma ridícula.

- Por quê?

- Nós éramos amigos, ela se apaixonou por mim, eu não correspondi e disse que era gay e ela se afastou.

- ELA GOSTA DE VOCÊ?

- Não, ela já gostou, ela já tentou me pedir desculpas e disse que não deveria ter feito isso mas eu sei que ela faria de novo e ainda tentaria me humilhar de novo mas ela sabe que eu não aceito humilhação desse tipo de gentinha, quando se trata de sambar na cara das pessoas eu domino mas da primeira vez eu fiquei calado porque eu não falo bostanes e parei de escutar as bostas que ela estava falando e deixei ela falando sozinha.

- NOSSA, QUE BIXA VENENOSA.

- Cale a boca, ela vem mudado de uns tempos pra cá... Até quem sabe possa ter se tornado uma pessoa melhor se você quiser tentar.

- Acho melhor eu realmente deixá-la de lado e tentar me envolver com outras garotas ou garotos, aliás olha os garotos que estão em volta dela são bem mais bonitos do que eu.

- Man se já se olhou no espelho? Você é lindo, suas tatuagens são muito sexy e nem vamos falar do seu corpo. - Disse Kai passando a mão pelo meu abdômen.

- Pervertido! - Nós dois rimos.

- Sou mesmo e não sou obrigado a fingir que não... Não queria falar nada mas a Hyuna está te encarando sem parar.

- SOCORRO... Acho que falei um pouco alto, mas socorro que que eu faço.

- Fingi que não tá vendo, vamos jogar o joguinho dela e dar uma de difícil.

- Não sei se consigo.

- Se você não conseguir e ficar encarando feito trouxa minha mão vai fazer contato com a tua cara.

- Acho melhor eu tentar, percebi que seus tapas doem bastante dês do dia que eu tentei comer a lasanha que estava na geladeira, e você me dando um murro e comendo a lasanha inteira na minha frente... Man aquela lasanha era enorme não dava para dividir.

- O que eu posso dizer... Era uma lasanha, eu estava morrendo de fome... MAN ERA UMA LASANHA EU AMO LASANHA.

~Kai 

Bateu o sinal para aula que como sempre não passava, quando acho que não poderia piorar sinto cheiro de vadia se aproximando de mim.

- Kai... - Disse Hyuna e eu me assusto ao ver ela atrás de mim, des de quanto essa demônio tá atrás de mim? - Kaizinho lindo não me ignore.

- JESUS CRISTO DE ONDE VOCÊ SAIU? - Digo assustado.

- Kai faça silêncio! - Disse a professora.

- Eu troquei de lugar com a Solji. 

- Solji eu te adoro mas você me paga! - murmurei - Bitch o que foi?

- Kai por que você me trata assim? Eu já te pedi desculpas e eu mudei bastante.

- Tá bom eu sei, me desculpa é só pra não perder o costume e você realmente me assustou... O que foi?

- Qual o nome do seu amigo? - Agora que eu percebi não pediram para Jay Park se apresentar isso me deixou surpreso.

- Jay Park, mas por que você que sabe?

- Por nada, Kai é sério me desculpe na época que eu fiz tudo aquilo eu era muito infantil, quero ser sua amiga de novo.

- Está bem, mas posso te dar um conselho de amigo?

- Pode.

- Para de se sentar igual puta, você está quase encima de mim e sua bunda deve estar quase na cara da pessoa de trás.

- Há... Está bem. - disse ela se sentando direito na cadeira.

- Sério colega, não tem necessidade disso, não estou falando por maldade.

- Tem razão não adianta nada eu ter me tornado uma pessoa melhor e continuar me comportando assim.

- Exatamente.

- Kai, eu quero mesmo que a gente volte a ser amigo, tenho saudade até do seu veneno diário.

- Está bem, podemos tentar.

- Me conta mais sobre seu amigo por favor.

- Aí deus, para! Eu te conheço sei que só achou ele bonitinho vai tentar algo e depois machuca-lo não quero que você machuque meu amigo como você machucou todos os meninos que você achou que estava gostando.

- Como eu disse eu mudei.

- Nesse caso não é o que eu vejo ainda.

- Mas eu só quero saber, prometo que não vou machuca-lo e não estou dizendo que vou tentar algo com ele é só que eu senti alguma coisa quando vi ele, provavelmente AÍ EU NÃO SEI. - Hyuna disse dando um murro na mesa esquecendo que estava na sala de aula.

- HYUNA! - disse a professora - Faça silêncio.

- Meu deus Hyuna! Nunca achei que ia te ouvir falar algo do tipo, me deu até vontade de te ajudar mas não sei o que falar, parece que você mudou mesmo, apareça para lanchar com a gente no intervalo e não estrague essa chance que estou te dando se você fizer isso eu estrago a tua cara.

- Certo. - ela diz dando um largo sorriso.

~Hyuna 

Que merda é essa que eu to sentindo, essa aula poderia tanto acabar logo mas parece que não vai acabar nunca mais, bate o sinal finalmente, eu segui Kai e Jay Park até a mesa que estava com uma bela cara de ???? Que eu não entendi e fiquei um pouco triste pois ele não me olhava e também não disse nada para mim nem mesmo me cumprimentou pelo menos não disse nada até agora.

- Kai podemos conversar? - Ele disse o puxando para um canto.

~Jay Park 

Eu não estava entendendo nada Kai disse tudo aquilo sobre Hyuna e agora estava agindo como amigo dela, resolvo falar com ele e puxo ele para um canto deixando Hyuna com uma cara triste que eu realmente não entendi.

- Kai, o que está acontecendo? Você não tinha dito tudo aquilo da Hyuna?

- Parece que ela realmente mudou pelo o que ela falou na aula, resolvi dar uma chance.

- Então tá e o que eu devo fazer quanto a ela?

- Seja você mesmo, se for pra alguém gostar de você tem que ser como você realmente é.

~Hyuna

Não sei porque me deu uma enorme vontade de chorar mas tentei me conter, isso não deu muito certo escorreram algumas lágrimas do meu rosto eu tentei contê-las, comecei a olhar pro e tentar me esconder com o cabelo, estava desesperada tentando me conter até que sinto alguém segurando meu rosto e limpar minhas lágrimas.

- Por que você está chorando? - levanto o rosto e vejo Jay Park no mesmo momento senti meu rosto esquentar, eu não podia falar o motivo pra ele nem eu exatamente sei explica o porque.

- É... Só me deu uma tristeza de repente, não é nada de demais.

- É normal esse tipo de coisa acontecer com você? - Ele me olhou preocupado com o rosto ainda no meu rosto.

- Na verdade não.

- Ei vamos parar com a viadagem, eu to com fome! - Disse Kai, eu é Jay Park coramos.

Eu estava lanchando e malditas borboletas fazedoras de festa no meu estômago, Kai ainda não ajudava fazia comentários desnecessários sobre nós dois e dava risada da minha cara de trouxa encarando Jay Park.

Eu achava que não podia piorar até que um garoto que havia entrado no colégio esses dias aparece gritando "JAY PARK" e em seguida abraçando ele, eu pensei comigo mesma "Calma" mas não deu certo.

- QUEM É ESSE? - perguntei sem querer e ele me olhou confuso.

- É meu amigo Taehyung, não estou entendendo nada.

- Desculpe só fiquei curiosa. 

- HUUUUM - Taehyung fez isso e me deu vontade de matá-lo - Já shippo.

- Hyuna na aula você me perguntou para falar sobre Jay Park e eu não sabia o que falar agora me lembrei de uma coisa, - eu realmente queria matar Taehyung e Kai, também queria sair correndo - ele tem essa voz doce e esse rostinho de anjo gentil mas é um pervertido.

- Cala a boca ninguém te perguntou nada Kai. - Jay Park me disse enfurecido.

- Na verdade a Hyuna perguntou.

- É melhor você se calar mesmo. - Eu disse ficando também brava.

O intervalo tirando esses comentários desagradáveis foi bem divertido Tae levou seus outros amigos, um garoto que era meio que namorado dele e sua irmã para mesa em que estávamos, estávamos conversando até que Solji aparece.

- Oi gente, eu vou fazer uma festa na minha casa e queria chamá-los. - disse ela com um sorriso simpático no rosto nos entregando um papel com o endereço.

Bateu o sinal para voltarmos para sala, Taehyng e Jay Park sumirão e isso me incomodou um pouco mas lembrei que Tae tinha um namorado e Jay Park não demonstrou entendesse.

~Taehyung 

- Jay Park não pense que eu não reparei que tá rolando algo entre você e a Hyuna.

- Não está rolando nada, eu acho que eu gosto da Hyuna mas acho que ela não.

- Eu acho que ela sim, você vai na festa da Solji?

- Não, eu não conheço quase ninguém.

- Agora você vai, assim você pode conhecer as pessoas do colégio e eu no pouco tempo que estou aqui já percebi que a Solji é bem legal ela vive conversando comigo ela é meio seria mas é divertida, essa festa também é uma oportunidade para você descobrir se Hyuna gosta de você.

- TAE! Você tem razão.
 
 
 


Notas Finais


Obrigada por ler ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...