História A mulher dos sonhos - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ana Carolina
Personagens Ana Carolina, Personagens Originais
Tags ana carolina, Musica, Romance, Show
Exibições 19
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não é o que eu esperava, após um longo bloqueio criativo, mas espero que o próximo saia bem melhor.

Capítulo 30 - Um breve adeus



O dia amanheceu e ali estávamos nos, outra vez nós, somente eu e ela no nosso mundo quase perfeito, exceto pelo fato de logo ela ter que voltar embora, não via a hora disso tudo acabar, ter Ana novamente só para mim. Finalmente viver o amor que um dia tanto sonhei. 

- Bom dia meu amor. Acordar com aquela voz rouca pelas manhãs sempre foi meu sonho, não acredito que estamos aqui.

 - Bom dia amor! Disse sorrindo para Ana, que logo depositou um beijo em minha testa. 

- Amor, espere aqui! Ana me lançou um olhar sério, pegou seu roupão ao lado, e então seguiu para a porta. O que ela estaria fazendo? Não tinha a menor ideia, provavelmente foi falar com alguém, ou pegar algo. 

Escutei sua voz, ela conversava bem baixinho, e a outra era a voz de uma mulher, não consegui ver seu rosto, pois Ana deixou apenas uma fresta da porta aberta em quanto falava com a mulher misteriosa ao lado de fora. 

Logo Ana entrou, e arrastava um pequeno carrinho com frutas, pães, sucos, café dentre outras coisas. 

- Pronto! Agora sim um bom dia! Disse abrindo um largo sorriso. 

- Boba, não precisava de tudo isso. Poderíamos ter ido ao bistrô como de costume. Sorri fraco e sem jeito. 

- É, poderíamos, mas a minha noiva merece! Então, sem mais! Se sentou ao meu lado e então começamos a nossa refeição. Não conversamos muito dessa vez, estava devorando tudo, Ana tinha me sugado todas as energias na noite anterior. 

Combinamos de passar esses dois últimos dias junto, sem sair, só aproveitar, afinal ficarei três meses sem ver minha amada, e isso me parte o coração. 

Passamos o dia assistindo algumas séries e filmes, comendo algumas porcarias e fazendo amor, amava cada segundo ao lado de Ana, e todo o tempo em que passamos junto foi precioso para nós .

 Infelizmente o dia de sua partida chegou mais rápido do que nunca, e a despedida foi o pior de tudo, odeio o fato de ter que dizer adeus e ela, mas amo o fato de saber que não permanente, logo estaremos de volta, logo poderei voltar para seus braços.  

Me despedir de Ana me partiu o coração, rendeu várias lágrimas, as quais duraram dias, não tinha um dia se quer que não pensasse nela e no que vivemos. Ana me ligava todas as tardes e noites após seus shows, me contava como foram, cada detalhe ela me dizia por mensagem, e eu fazia o mesmo, contava a ela sobre a faculdade, possibilidades de trabalho que acabaram surgindo. 

Era bom falar com ela todos os dias, mas era ruim ser alvo de alguns paparazzi, ou alvo de olhares dos seus fãs, mas algumas situações eram até engraçadas. Cada dia era algo diferente, Ana contava as façanhas de algumas fãs, e isso me fez lembrar do dia em que fiquei hospedada no mesmo hotel que ela, só para tentar ver nem que fosse sua sombra, sorria sempre ao lembrar de tudo, a saudade só aumentava a cada segundo, queria muito pode ter Ana comigo, não aguentava mais de saudades do meu amor. 

Os dias de choro se acabaram,as a saudade só aumentava, não sabia mais o que fazer, nem como conter tudo isso. 

Tinha vontade de ir até o local de cada show dela nesses meses, fazer novamente a loucura de me hospedar nos mesmos hotéis que ela, somente para sentir seu calor de volta, poder te tocar, sentir seus beijos e carícias, só queria poder amar Ana por mais uma vez, a acabar de vez com essa saudade que estava me matando. Se dá primeira vez já foi horrível deixar tudo para trás, e partir sem ao menos dizer adeus de verdade a ela, imagine agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...