História A namorada de Jungkook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 24
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Um mês longe, um mês conturbado e cheio das coisas da faculdade! Vou tentar não atrasar mais, desculpem. sz

Capítulo 8 - You are so dumb


Fanfic / Fanfiction A namorada de Jungkook - Capítulo 8 - You are so dumb

Jungkook pov’s

Já era tarde da noite. Eu havia cochilado e despertei batendo a mão na cama, procurando pelo corpo qual costumava sempre estar ao meu lado. Peguei o celular e era 1 da manhã. Me levantei e fui direto pro quarto mais próximo, o do Suga. Bati algumas vezes na porta e não demorou até que Hoseok a abrisse – Suga tinha sono muito pesado.
- Jungkook? O que foi?
- O Taehyung ta por ai?
- Ele não apareceu ainda?
Meu nervosismo só aumentou. Me encostei na parede e respirei fundo, Hoseok também estava nervoso. Ele levou uma das mãos até meu ombro e então disse:
 - Temos que avisar o Namjoon, temos que fazer alguma coisa.
- Acorda o Suga e o Jimin, eu vou la chamar o Namjoon. Se o Taehyung estiver com eles me avisa, por favor.
Hoseok assentiu e então eu caminhei com pressa até o fim do corredor, esmurrando a porta de tão nervoso, eu não conseguia me conter. Quando estava por quase gritar, Jin abriu a porta.
- Jungkook?
- Tae não voltou ainda... tem alguma noticia?
- Já tentou o celular?
- Ainda não, Jin eu to preocupado. Onde ele pode ter ido, melhor onde ele pode estar até essa hora?
Jin abriu a porta do quarto por completo e disse pra mim entrar. Ele foi até a cama de Namjoon e então o acordou:
- Levanta, temos problemas.
Após mais algum tempo estávamos os 6 reunidos em uma das salas. Namjoon estava com uma expressão muito séria, todos estavam pra falar a verdade.
- Quando viram ele pela ultima vez?
Os garotos falaram que foi quando ele voltou e trouxe a Ailee, e de fato eu fui o ultimo a vê-lo, antes dele sair sabe-se la pra onde.
- Ele estava bem?
Namjoon me questionou e eu apenas assenti:
- Estava, nos esbarramos no corredor e demos risada, depois não o vi mais.
Peguei meu celular e disquei o numero, mas apenas caia na caixa postal.
Abaixei a cabeça e coloquei as mãos no rosto. Estava me sentindo muito mal. Meu coração estava acelerado, eu estava com uma sensação ruim.
- O que a gente faz? Informa a Staff?
Jimin perguntou e então se fez silêncio por mais algum tempo, até que Namjoon voltou a falar:
- Vocês não tem mesmo ideia de algum lugar onde ele pode ter ido?
Todos negaram e então Jin se levantou:
- Não vamos informar nada ainda, vamos esperar até amanhã, ok? Ele pode ter ido se divertir, e esqueceu de avisar. Taehyung.. sabem, o Taehyung é distraído.
- Não Jin, ele não foi se divertir. Ele teria me contado, me chamado!
- Jungkook, se acalma. Ele ta bem! Fica calmo.
- Você não sabe, ninguém sabe. Eu to com um pressentimento muito ruim sobre isso, eu quero ir atrás dele.
- Mas aonde Jungkook? Ninguém vai sair, pode só agravar tudo, vamos esperar.
Rap Mon decretou e então cada um voltou pro seu quarto. Eu me sentei no corredor, na porta do meu. Eu me sentia tonto, como se fosse desmaiar. Meu corpo todo começou a doer e então Hoseok se sentou ao meu lado e me abraçou:
- Jungkook, você está bem? Jungkook?
Eu o respondi na minha cabeça, mas apenas conseguia o olhar. As palavras não saiam.

xx Taehyung pov’s

Abri os olhos devagar e a claridade daquele local fez meus olhos arderem. Meu primeiro impulso foi me levantar, mas não consegui. Meu corpo inteiro doía. O que aconteceu? O que eu fiz? Não me lembro. Tentei pensar mas até isso doía. Olhei a minha volta e aos poucos me dei conta de que estava em um hospital. Uma moça passou pelo corredor com uma prancheta e assim que me viu acordado, ela parou na porta:
- Ah então você acordou, senhor Taehyung.
Senhor? Eu não sou tão velho assim, mas tudo bem. Quando abri a boca pra falar eu só senti que precisava vomitar, então voltei a fechar a boca, me impedindo de lavar o chão. Me recostei no travesseiro e ela se aproximou:
- Me deixe adivinhar, primeiro porre?
Fechei os olhos e respirei fundo. Eu tava completamente fodido.
- Na verdade não, eu que exagerei mesmo.
- Ah ele fala, olha só. Achei que só cantasse.
Dei um riso bobo e então finalmente consegui me sentar sobre aquela minúscula cama:
- Vou poder sair daqui logo?
- Não posso te liberar ainda, você sofreu um acidente grave, eu não sei como acordou tão rápido.
- Quantos minutos?
- 4 horas.
- Eu nunca dormi 4 horas seguidas depois que comecei a cantar.
Fiz uma pequena piada, mas a moça não achou graça.
- Algum parente para chamarmos?
Meus parentes não estavam por aqui e é até bom que não saibam por enquanto. Suspirei fundo e passei o único telefone que sabia de cabeça, o do Jungkook. Enquanto a moça anotava na prancheta, me recostei no travesseiro. Fechei os olhos e lembrar de Jungkook me dava raiva. Não sabia o porquê, mas simplesmente não queria vê-lo. Não queria que ele me visse, não queria ter acordado. Olhei para o soro que estava ao meu lado e senti gosto de sangue na boca. Quando finalmente parei para me olhar eu vi os machucados nos braços, não queria nem ver o resto. A dor que sentia já me deixava saber que talvez eu estivesse vivo por sorte.
A moça saiu do quarto, mas me deu o controle da tv que estava no canto da sala. Liguei a mesma e deixei em um desenho, queria me preocupar o mínimo já que depois eu teria muitas coisas para lidar, e olha que nem to pensando na repercussão disso na mídia ainda.
Comecei a ver o desenho pensando em que horas deveriam ser e deveria ser de manhã, já eu havia saído um pouco tarde. A moça voltou com o telefone e eu iria ouvir bronca, com toda certeza da vida.
- Taehyung, os seus amigos estão a caminho, mas teve um deles que insistiu muito em falar com você.
Rap Monster não aguenta, ele tem sempre que brigar comigo. Suspirei e assenti, peguei o telefone e ela saiu da sala. Com certo receio, encarei a bronca.
- A.. Alô?
- Taehyung você é um desgraçado. Tá tentando me matar ou o que?
A voz do outro lado era de choro, mas não era do Namjoon.


 


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...