História Confusões do Destino - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Konan, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shin Uchiha, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Anime, Boruto, Itachi, Itachi Uchiha, Itasaku, Naruhina, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Susuke Uchiha, Uchiha
Visualizações 52
Palavras 1.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HAYYYYY PESSOASSSSSS DOOOO MEU CORAÇÃO
Tudo bem com vcs???
BEM, ESSA NÃO É MINHA PRIMEIRA FANFIC AKII, JÁ CRIEI OUTRAS FIC DE OUTROS CASAIS COMO "KLAROLINE " DE THE VAMPIRE DIARES E THE ORIGINALS. RESUMINDO ESSA É MINHA PRIMEIRA FIC DE SASUSAKU E ITASAKU (BEM AINDA NÃO SEI QUEM É O CASAL PRINCIPAL ( ADORO FAZER UM SUSPENSE)) MAIS ESPERO QUE GOSTEM DE LER ESSA MINHA HISTÓRIA KKKKKK
VOU PARAR DE ENROLAÇÃO PARA VCS LEREM, OKEY?
FAVORITEM E COMENTEM, ISSO VAI SER SUPER IMPORTE PARA O ANDAMENTO DA FANFIC....
BOA LEITURA
**** PLÁGIO É CLIME

Capítulo 1 - Piloto


Fanfic / Fanfiction Confusões do Destino - Capítulo 1 - Piloto

Piloto – 1° Capítulo 

POV SAKURA

15:45

- Eu não acredito que realmente estou fazendo isso. – Falei para loira que estava à minha frente, como deixei ela fazer minha cabeça?

- Não faz essa cara, testuda – revirei os olhos.

Antes de levar você a essa amarga história, vamos esclarecer umas coisinhas.

Me chamo Sakura Hurano, tenho 22 aninhos, tenho cabelos rosas e olhos verdinhos, moro em um apartamento sozinha, consegui me formar em Medicina a dois meses atrás e trabalho como médica – Não Sakura se você se formou em Medicina, trabalha como Gari -_- - Voltando ao que estava dizendo, trabalho no hospital de Kohana e um característica minha é, não levo desaforo para casa ou seja, sou um pouco bipolar.

Nesse exato momento estou me amaldiçoado por ter aceitado a ideia da Ino – Ino minha Best Friend Forever – Ino ou como gosto de chamar Porca ou Porquinha, ela me escreveu em Site de namoros “AlmasGemeas.Com.br”, tudo por causa que não estou namorado. A verdade é que nunca namorei, bem triste para uma garota da minha idade, ela colocou na cabeça que preciso arrumar um Boyfriend (namorado), e ela está certa.

Como eu estava falando, ela me escreveu nesse Site e consegui-o marca um encontro com um Tal de U.S isso mesmo “U.S” aí você se pergunta quem é U.S, não faço a menor ideia de quem seja.

Mas pelo amor de padrinho Cicinho estou torcendo para não ser um estuprador. Por isso marcamos para nos encontrar em local público, em um restaurante no meio da cidade. É isso mesmo, meu encontro é HOJE.

Estou no meio da minha sala quase distinto de ir.

- Deixa disso Sakura - Disse a Ino – Vai logo se não vai se atrasar.

Dei dois passo em direção a porta e parei com tudo, ao lembra de um filme que assistir.

Que a garota vai para um encontro e descobre que o rapaz é um ladrão de órgãos.

Já pensou se isso acontece comigo? 

- Eu não vou Ino, e se esse cara for alguém querendo levar meus órgãos- Vi uma gota cair da cabeça dela.

-Deixa disso Sakura, o máximo que pode acontece é que seja um velho de cinquenta anos.

Misericórdia.

Então esperou que seja um ladrão de órgãos, mas que seja lindão.

-Tá, eu vou indo – Murmurei e acenei. - Quando sair tranque a porta.

-Lembre-se que ele vai estar de blusa branca.

Fui em direção a porta do meu apartamento, abri e fui embora para meu “encontro”. Que loucura estou fazendo, indo para um encontro onde eu não conheço o cara.

Caminhei até o ponto dos táxis – Sou pobre, não tenho carro, fazer o que?– e para a minha sorte, não tinha nenhum táxi e a única coisa que posso fazer é espera passa algum disponível.

Cinco minutos...

Dez minutos ...

Quinze minutos ...

Demoraaa

Que merda, que demora, será que é um aviso de Deus para eu não ir? Quando estava a um passo de desistir de ir. Um táxi está vindo e óbvio que gesticulei para ele parar.

Assim que ele parou, dei um passo para abrir a porta, para poder entrar, quando surgiu do nada um indivíduo que foi mas rápido que eu e abriu a porta do carro para ele entra. Antes dele entrar segurei o seu braço.

Quem esse idiota pessoa que é!?

- O que pensa que está fazendo? Esse táxi é meu – O homem de cabelos longos e olhos escuros, na verdade bem bonitão.  UOU, PONHE BONITO NISSO, Mas nenhuma beleza vai fazer eu esquecer que ele quer roubar meu táxi.

- Foi mal, estou com pressa. – Disse ele.

- Eu também estou com pressa, já faz horas que estou esperando – Só que não, só faz minutos – Eu cheguei primeiro – falei igual criança.

Ele se desvio da minha mão que estava lhe segurando e puxou meu braço para entrar no automóvel.

- Não é para tanto, dividimos o táxi então.

-Eu tenho escolha? – falei baixinho e quando vi já estava dentro do táxi.

O motorista do carro perguntou para onde queríamos ir.

- Restaurante Bom Paladar, no centro da cidade. - Falei

- E você rapaz? – moço do táxi perguntou.

- Deixe a garota primeiro, o ponto dela é mais perto- Falou o homem, que ainda não sei o nome.

O motorista concordo e começou a dirigir.

Ai que medo mim deu agora, meu encontro está cada minuto mais próximo, espero que não seja um Ladrão de órgãos, nem estuprador e muito menos um velho de cinquenta anos, ja pensou que seja um travestir?

Deus o livre!

- Me desculpe por rouba o táxi que iria pegar – O homem de cabelos logos falou me tirando dos meus devaneios – Meu carro quebrou e estou atrasando para uma reunião de negócios - Continuou ele todo gentil.

- Há, está tudo bem – Falei sorrindo, acho que a raiva passou “Como disse sou bipolar”

- Meu nome é Itachi – Disse ele, esticando a mão para um aperto.

- Prazer Itachi, sou Sakura – apertei sua mão e ele sorriu.

Que sorriso, em? Acho que me derreti todinha.

Depois disso ficamos em silêncio e logo o táxi parou de frente ao restante. Paguei ao motorista.

- Tchau, Itachi - acenei com mão, saindo do táxi.

-Tchau Rosada, até logo – fechei a porta e depois o carro partiu.

Adeus Bonitão, espero lhe ver nova mente.

Olhei para a grande placa do restaurante.

É agora ou nunca.

Fui em direção para dentro do local e me dirigir meus olhos a procura do homem com blusa branca, mas o ambiente estava um pouco vazio então procurei um mesa para sentar e espera-lo.

Mais cada segundo que passava ficava bastante nervosa, só espero que ele não der o bolo.

- Vai querer algo? – Falou o garçom que tinha se aproximado e  eu não tinha percebido.

- Estou esperando uma pessoa chegar, quando ele chegar, faço meu pedido- O garçom afirmou – Mas, pode trazer um garapa?

-Garapa? – Disse ele confuso

-Água com açúcar- Sorri amarelo

Água com açúcar me acalma...

Ele saio e voltou com a minha garapa, para ficar calma.

- Hey, faz um favor pra mim – Disse ao garçom, ele fez um gesto para eu continuar a falar. – Fica de olho nessa mesa, marquei um encontro pela a internet, na verdade foi minha amiga, e estou com medo do cara ser estuprador. – O garoto olho para minha cara como se dissesse “Sério que você esta me pedido isso?” então ele fez uma careta e se retirou de perto de mim, deixando minha água com açúcar.

Levei o copo e bebi um gole e escorei minha cabeça sob a mesa. Logo senti a presença de alguém perto, muito perto de mim e levantei a minha cabeça devagar para ver quem era, e tive uma surpresa. Era o homem com a blusa branca, ele tinha olhos onix pretos e cabelos espetado emo, também da cor preta. Bem ele parece bem famíliar, será que não vi ele em algum lugar?  

Ele era tão lindooo, bonitão, MARAVILHOSO!

- Oi – Murmurei. Sou dificil.

-Hum – Disse ele, sentado na cadeira a minha frente.

Fazendo encara-lo, ele era tão bonito, tão gostosão com esse olhar marcante.

- Você é o U.S?

-Sim – Falou seco.

- Ele não tem cara de estuprador e nem travesti. – Murmurei pra mim mesma, mas acho que ele escutou porque ergueu um das sobrancelhas.

-Em?

- Nada não – Sorri amarelo

Como você puxa uma conversa agradável, com alguém que você não conhece?

- Qual seu nome?

- Uchiha Sasuke

-Por isso a sigla U.S – Agora entedi

-Isso não é óbvio – Que grosso

- Por que você se escreveu no site de casais? – Ele fez um cara esquisita e depois voltou para um semblante sério.

-Passa tempo, Para pegar as mulheres – reverei o olhos

Não acredito que esse gostosão falou isso, que idiota.

Então ele só quer pegar mulher.

Idiota, hipócrita, Babaca.

- Para pegar mulher? Então você acha que vim aqui para você me leva para cama e depois me deletar, como se fosse lixo?

- E não é isso que todos as melhores querem?

-NÃO- Gritei, e algumas pessoas olharam para nossa mesa, especifica mente para minha cara.

- Para de gritar irritante.

-Irritante é tua mãe, babaca.

- Não envolva minha mãe. Só falei o que é verdade.

- Eu sou o Uchiha Sasuke o Deus da verdade – tentei emitar sua voz -Então acha que eu sou um vadia que vim aqui para ser usada como idiota feito você?

- Hum

Vou leva esse “Hum” como um sim. Pra mim, isso foi a gota d'água. Me levantei com toda á  brutalidade, para ir embora. Quando sinto uma mão me segurando.

- Me solta- Falei para Sasuke.

- Eu não chamei você de vadia, mas se você se sentiu doida o poblema não é meu. – Disse ele, preste a se irritar.

Agora pra mim chega.

Sim, ELE ME CHAMOU DE VADIA SEM ME CONHECER.

- Seu hipócrita. – Olhei para meu copo de água com açúcar e com a mão que estava livre, joguei o conteúdo em seu rosto. Ele abriu a boca e fechou e apertou meu braço.

Parece que ele se zangou.

Ai por Kami.

- Quem você acha que é? - Disse ele, com a voz alterada.

- Hurano Sakura- Retruquei –

- Você não sabe com quem está lidando – Trincou os dentes.- Eu sou Sasuke Uch... – o interrompe

- Não tenho medo de você e não me interessa se você é o papa.

Uma beleza dessas em um homem tão cruel. Vi o garçom que me atendeu se aproximar da gente.

- Algum problema, mocinha?

- Sim, ele está me machucando - fiz um sinal com a cabeça, para a mão que o Uchiha estava segurando o meu braço, e o garçom entendeu.

- Solta ela – Sasuke me soltou, agoora ele quer paga de bom moço? 

Ele murmurou algo, que não entedi direito.

Sair o mais rápido possível, para voltar para casa.

Uma coisa está certa, eu nunca mais marcarei um encontro pela a internet na minha vida e espero nunca mais encontrar esse Uchiha.


Notas Finais


VOMOS LÁ?
COMO FUI NO PRIMEIRO CAPÍTULO?
ESPERO QUE TENHA GOSTANDOOO
VOCÊS ACHAM MESMO QUE ELA NÃO VAI ENCONTRAR O SASUKE OU ITACHI DE NOVO? HAHAEEE
SE TIVEREM ALGUMA DÚVIDA É SÓ PERGUNTA, FICAREI FELIZ EM RESPONDER ❤
BJSSSSS
ATÉ A PRÓXIMA, AGUARDEM O PRÓXIMO CAPÍTULO.
Sorry, perdão se encontrarem algum errinho de português no cap.

~EVY


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...