História À namorada do meu irmão (Camally) - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello
Tags Ally Brooke, Camally, Camila Cabello
Exibições 144
Palavras 1.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - Ela vai ter que se casar comigo


Camila P.O.V

- Oi - falo encostada na porta do quarto 

- o que você quer? - Ally 

- não quero brigar com você, você não é insuportável, falei sem pensar - falo me sentado ao seu lado

- eu estou uma chata, não estou? - Ally pergunta e começa a chorar

- que? Não, você não é chata e nunca será, eu te amo do jeitinho que você é e se você for chata, eu vou continuar do seu lado - falo e me aproximo dela pra beija-lá 

- Camila? - Troy fala e eu me afasto de Ally

- Troy? O que você está fazendo aqui? - pergunto me levantando e Ariana aparece com minha mãe 

- vim levar Ally embora - Troy

- você não vai - falo e Ally fica atrás de mim

- Camila eu não sei o que aconteceu mas parou, eles vão se casar a poucos dias - Sinu

- exato você não sabe o que aconteceu - falo olhando pro Troy e antes de continuar olho pra minha mãe - não vai ter casamento nenhum - 

- como? - Sinu

- Foi o que eu disse, não vai ter casamento - falo e Troy tira um teste de gravidez do bolso 

- ela está grávida, vai ter casamento sim Camila, vou levar a Ally comigo - Troy fala com um sorrisinho no rosto e Ally se espreme atrás de mim, eu o pego pela gola da camisa e coloco o contra a parede.

- Vai ter que passar por mim se quiser pega-lá - 

- Camila pare - Sinu fala e me puxa pra longe dele

- se te resta um pingo de dignidade, você não vai querer brigar comigo, sou sua irmã, não me faça ter que lutar com você - falo e ele tira o casaco

- quer saber? Não me resta dignidade - Troy

- vai embora, ou quer que eu conte pra mamãe o que você fez? - pergunto e ele me dá um soco na cara e eu caio no chão 

- Cammmm - Ally fala e se ajoelha ao meu lado

- desculpa Ally - 

- por que? - Ally pergunta mas eu não respondo, apenas me levanto e dou um soco na cara do Troy, ele voa  pra parede do corredor e eu tento dar mais um soco nele, só que ele desvia e eu bato na parede, droga, ele se joga em cima de mim e caímos no chão da sala, ele dá um soco na minha cara e eu coloco minhas mãos em sua garganta.

- PAREM AGORA, NÃO CRIEI VOCÊS PRA ISSO - Sinu fala e por um momento Troy olha pra ela, aproveito que ele se distraiu e eu dou um soco nele, ele cai no chão ao meu lado e eu me levanto, passo a mão no rosto e estava sangrando. 

- Eu falei pra você ir embora, não foi por bem, então vai por mau - Falo e arrasto ele pela camisa pra fora da casa e solto sua camisa - por favor, apenas pare, não quero machuca-lo - falo me ajoelhando ao seu lado e começo a falar em seu ouvido - já passou um mico, apanhou na frente da Ally e da nossa mãe, se eu fosse você me levantava e ia embora e começaria a entender que perdi a Ally, porque você perdeu, por favor não quero bater em você, Troy você é meu irmão e eu te amo - falo e ele joga sua saliva em meu rosto, limpo com a mão e me levanto.

- tira ele daqui mãe - falo e ela vai até ele, ajuda ele a se levantar e ele vem até mim 

- esquece tudo que tínhamos, você não é minha irmã e Ally está grávida, ela vai fazer um teste de gravidez e quando der positivo, ela vai ter que se casar comigo - Troy

- você quer fazer um teste? - pergunto  de braços cruzados - então tá bom, vamos fazer um teste, se der negativo você esquece a Ally, fechado? - 

- Camil- Corto Ally

- Deixa comigo e aí, topa? - ele não responde nada apenas entra no seu carro e minha mãe entra junto

- você está bem Karla? - Ariana pergunta e põem a mão no meu machucado 

- aiiii - 

- desculpa - Ariana

- tudo bem, só vai pra casa, depois eu falo com você - 

- okay - Ariana fala e entra no carro

- O que aconteceu? - Alex 

- Nada - 

- Nada? Seu rosto está cheio de sangue, vou fazer um curativo - Alex

- Não precisa, eu faço, vem Camila - Ally fala juntando nossas mãos e me leva até o sofá 

- eu estou bem Ally, sério -

- é feio mentir - Ally fala e pega o kit de primeiros socorros - não falaria isso se você estivesse vendo seu rosto - Ally fala e eu ponho a mão no meu nariz

- Espero que não tenha quebrado - falo vendo minha mão cheia de sangue 

- Também - Ally fala e pega um pano e me dá, pego ele e coloco na minha boca

- eu me viro Ally - falo indo pro banheiro e fechando a porta, olho no espelho e minha sobrancelha, boca e nariz estavam sangrando - merda - falo e dou um soco na parede, se o meu eu do passado fosse avisado de que eu e meu loirinho íamos brigar, eu não acreditaria e na verdade eu ainda não acredito. Tiro minha camisa e minha barriga estava roxa no lado direito, deve ter machucado quando ele me derrubou no chão e ficou em cima de mim. Depois de limpar e por um band-aid nos machucados eu saio do banheiro e vou pro quarto.

- Você topou fazer um teste pra saber se eu estou gravida - Ally fala deitada na cama e eu me deito do lado dela

- Pense, esse teste que ele tinha é velho, você perdeu o bebê, quando você fizer o outro teste vai dar negativo e aí ele vai ter que te deixar em paz - 

- tá - Ally

- Allyson vai dar tudo certo, okay? - pergunto virando seu rosto pra mim - vai dar negativo e Troy não vai nos atrapalhar mais -

- okay, eu confio em você  - Ally

- bom, eu vou sempre estar aqui do seu lado, agora descansa um pouco, vou ligar pro meu pai, preciso falar com ele - 

- você não vai falar sobre..... - Ally

- Ally relaxa, apenas descanse - falo saindo do quarto

Ligação On

- pai? -

- Karla eu já fiquei sabendo, pode me explicar o que está acontecendo? - Alejandro 

- claro, vamos jantar e eu falo o que aconteceu, eu preciso falar uma coisa pra você, eu sei que pra você eu posso contar - 

- certo - Alejandro 

Ligação Off

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...