História A Nefilim e o Guardião - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dominic Sherwood, Taylor Momsen
Personagens Dominic Sherwood, Joseph Morgan, Sabrina Carpenter, Taylor Momsen
Tags Horror, Sobrenatural, Suspense, Terror
Exibições 11
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Super Sentai, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura Amoraas

Capítulo 4 - Powerful


Fanfic / Fanfiction A Nefilim e o Guardião - Capítulo 4 - Powerful

 

Dominic até que não era tão metido quanto eu pensava, hoje vi outro lado dele, depois de chegar em casa, tomei um banho, fiz minhas higienes, coloquei um pijama confortável e desmaiei.

Quando acordei a luz do sol batia levemente sobre meu rosto, fiquei um pouco na cama, depois levantei , fiz minhas higienes matinais e desci pra tomar café da manha, fiquei assistindo um programa que estava passando até receber uma mensagem de Sherwood, depois dele insistir muito, dei meu numero pra ele...

“Vai ter uma festa na republicado meu primo, Tyler, aparece lá mais tarde”.

Fiquei olhando aquela mensagem e respondi que não, Dominic mandou uma de volta.

“Para vai, é sábado, vem se divertir um pouco, se você não vier vou descobrir onde é sua casa e ir te buscar apulso”

Ai mereço, não mandei mais mensagem pra ele, depois ele me mandou o endereço, talvez eu apareça nessa festa, não tenho nada a perder mesmo... Passei o resto do dia assistindo filmes e comendo besteiras...

~Mais Tarde~

Decidi ir nessa festa que Dominic me falou, comecei a me arrumar, tomei um banho, coloquei um vestido de mangas longas branco com fendas que iam até mais ou menos minhas coxas, não costumo usar vestidos, mas esse era especial, a única lembrança feliz que tenho da vadia, ela usava esse vestido... Coloquei meu coturno preto, fiz um coque frouxo no cabelo, a mesma maquiagem de sempre, olhos bem pretos, rímel e delineador, batom vermelho matte, coloquei brincos, um colar e perfume, estava pronta...

 Peguei o endereço no meu celular e fui com meu carro, chegando lá, vi varias pessoas se comendo, dançando e bebendo no gramado, a casa dessa republica era enorme, estacionei o carro e esperei um pouco pra sair, quando o fiz, achei que estava com algo no vestido ou no rosto, por que por onde passava as pessoas paravam e ficavam observando... Quando entrei na casa, não parecia tão diferente do lado de fora, passei meu olhos pela sala e achei Dominic conversando numa rodinha de garotos, ele estava lindo, quando percebeu que eu estava ali, saiu correndo em minha direção e me puxou pra rodinha...

-Pessoal essa é Faith Campbell! Todos ficaram olhando pra mim, apenas dei um sorriso.

-Esse é Tyler Sherwood, meu primo, o rosto você deve conhecer! Meu Deus, o primo de Dominic é muito gato, olhos castanhos, cabelo curto, barba e sorriso perfeito, ele estendeu sua mão e eu a peguei, demos um aperto de mãos, um beijo no rosto e ele falou.

-É um prazer! Ele deu um sorriso

-Igualmente! Retribui o sorriso, Dominic se mexia desconfortável do meu lado, o resto dos garotos eu conhecia da faculdade, depois começaram a conversar sobre futebol e outros esportes e eu fiquei dando minha opinião, acho que estava me enturmando...

Depois de um tempo, alguns foram jogar jogos que estavam rolando na festa, beber, dançar ou pegar alguma mina, ficando apenas eu e Dominic...

-Cadê sua namorada Sherwood? O encarei esperando a resposta

-Carrie esta viajando com seus pais... –Vamos dançar Campbell? Ele tinha um sorriso divertido nos lábios

-Não sei dançar! Respondi entortando os lábios

-Eu também não, vem! Dominic me puxou pro meio da multidão e começou a dançar a musica que estava tocando, eu apenas tentava não pagar mico, de repente a musica que estava tocando para e o DJ fala que vai colocar uma romântica para os casais dançarem... Que vergonha...

Sherwood me puxa mais pra perto dele e coloca sua mão nas minhas costas, arrepiei e acho que ele percebeu, pois deu um sorrisinho nasalado, a outra mão dele ficou sobre a minha e a minha em seu ombro...


Ah minha nossa, o que você faz comigo?

Como um trovão enquanto estou nadando no mar

Desde a primeira vez que nos amamos

Desde a primeira vez que nos tocamos


 

Andando sobre cabos e linhas de energia

Você coloca seu corpo sobre o meu

Todas as vezes que você me levanta

Até o céu, e as estrelas lá em cima


 

Oh Senhor de misericórdia, estou te implorando

Estou me sentindo esgotado, preciso de amor

Você me desperta como eletricidade

Acelera meu coração com seu amor

 

Dominic me levantou no ar, e eu sorri pra ele, parecia que estávamos somente os dois ali, aquilo estava muito bom...

 

Há uma energia

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

Eu posso sentir

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

 

Há uma energia

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

Eu posso sentir

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

 

Eu não poderia ir embora, nem se quisesse

Pois algo continua me empurrando em sua direção

Desde a primeira vez que nos amamos

Desde a primeira vez que nos tocamos

 

Coloquei minha cabeça em seu ombro e seu perfume invadiu meu nariz... Acho que só aquilo conseguiria me deixar bêbeda nessa noite.

 

O toque de seus dedos

O perfume de seu corpo

Minha mente acelerada

Com a lembrança de seu sorriso

 

Oh, você tem que me dar algo

Você poderia me dar tudo, não seria suficiente, não

 

Há uma energia

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

Eu posso sentir

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

 

Quando tirei minha cabeça do ombro de Sherwood, ele me girou depois me puxou de volta pra ele...

 

Eu posso sentir

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

Há uma energia

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

 

Eu posso sentir

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

Eu posso sentir

Quando você me abraça, quando você me toca

É tão poderoso

 

Paramos por um instante, ficamos nos encarando, Dominic passou seu polegar pelo contorno da minha bochecha, depois boca, então fomos nos aproximando, as respirações aceleradas, fechei meus olhos, então nos beijamos... Minhas mãos envolveram seu pescoço e ele colocou as dele na minha cintura...

 

Me coloque entre seus braços

Queimo como fogo, eletricidade

Quando você está por perto, eu sinto as faíscas

Me eleva além do infinito

 

Quando me dei conta do que estava fazendo, me afastei de Sherwood e sai correndo, fui passando pelas pessoas até chegar na saída, quando cheguei na frente da casa, vi Carrie, parecia que ela estava me esperando... Minha cabeça estava tão confusa, explodindo de sentimentos...

-Está ai a vadia que beija o namorado dos outros! Carrie gritou muito algo, só vi quando se formou uma roda ao redor de nos duas não deixando eu sai dali.

-Não vai falar nada? Ladra de namorado. Ela pegou o que parecia uma tinta preta e jogou em cima de mim, aquilo pra mim foi o cumulo.  

 

 


Notas Finais


Link da musica do cap. : https://youtu.be/o6b9JpBFjd4 (amo essa musica)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...