História A NERD (Aguslina) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Gaston, Nina, Personagens Originais
Tags Aguslina, Gastina, Lutteo, Michaetina, Ruggarol, Simbar, Sou Luna
Visualizações 363
Palavras 1.418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ai gente eu tô muito bipolar, eu tô triste, alegre e também estou com raiva tudo "culpa" de sou Luna

Alegre: por Lutteo que tá mais fofo que nunca, e aquele beijo, nossa, melhor beijo, e ontem a Luna toda confusa depois do beijo, ri muito

Triste: pelo meu OPT está separado, sério porqueeeeee 😭😭😭, vcs viram ontem a conversa gastina, sério aquilo me deixou para baixo, acho que a única cena Gastina que me deixou feliz foi a do Gaston com ciúmes, sério amei

E raiva: pelo Gaston tirar conclusões antes de ouvir a história, sério ele não sabe chegar e conversar, tem logo que pensar que a Nina tá com outro? Agrrr (eu te amo Gaston não se esqueça disso)

Espero que gostem
Boa leitura amores
🖤🖤🖤

Capítulo 18 - Oi amor...


Fanfic / Fanfiction A NERD (Aguslina) - Capítulo 18 - Oi amor...

Agus: ok - chamou o garçom e fez nosso pedido, continuamos conversando alegrimente, depois de um tempo o jantar chega

Garçom: aqui senhorita - colocou o prato na minha frente

Caro: obrigada - sorriu

Garçom: de nada - colocou um prato para o Agus e saiu, começamos a comer

Agus: gostou?

Caro: sim está muito bom - comi mais um pouco e olhei para entrada, e vi uma pessoa conhecida entrar, era ela, a Valena - adivinha quem chegou? - encarei ele

Agus: quem? 

Caro: ora quem, a Valena

Agus: quem? - ele perguntou confuso, claro né Carolina ele não sabe do apelido "carinhoso" que vc deu para a Malena

Caro: a Malena, Valena é o apelido "carinhoso" meu para ela - fiz aspas com os dedos quando disse carinhoso

Agus: ok - ele seguiu meu olhar, que estava direcionado a mesa dela - parece que ela tá acompanhanda - ele falou assim que percebeu um homem (adolescente) se aproximar da mesa dela, ele era um pouco alto, tinha cabelos negros e ele também era muito bonito, mas não era tanto como Agustín

Caro: ele é bonito - ele me encarou com o olhar mortal, e só então percebi o que eu tinha falado, Droga, praguegei mentalmente

Agus: como é que é? - falou um pouco alterado, ele estava com ciúmes? Nunca pensei que iria viver o suficiente para ver isso

Caro: está com ciúmes Agustín? - o respondi com outra pergunta

Agus: cla-claro que não - gaguejou - eu não sinto ciúmes - o encarei 

Caro: tem certeza disso - perguntei, me inclinando um pouco para frente

Agus: não! - falou baixo e voltou a me encarar - mas também vc complica, como vc se sentiria se eu chama-se outra menina de bonita

Caro: ela não viveria tempo suficiente para vc falar isso - fingi um tom sério

Agus: ok, ok - voltamos a encarar a mesa da Valena - eles parecem felizes

Caro: e vc se encomoda com isso - falei com um pouco de preucupaçao, será que ele gosta dela?

Agus: não, eu não me encomodo, na verdade nunca senti nada por ela - ele me encara - eu só ficaria encomodando se fosse vc alí, por que eu te adoro - sorri

Caro: owmmm, o que foi que vc comeu para ficar tão fofo assim - falei encantada

Agus: ah eu comi vc - sussurrou maliciosamente e eu arregalei os olhos

Caro: claro! O Agustín safado não sai daí - falei sussurrando para só ele ouvir

Agus: fazer o que? Faz parte dos meus encantos - falou convencido e se encostou na cadeira

Caro: me diz como eu aceitei namorar com vc? - perguntei divertida

Agus: porque eu sou bonito, engraçado, gostoso, sexy... - tudo isso era verdade, mas eu não podia aumentar o ego dele, que já era grande o suficiente então o imterropi

Caro: ai meus Deus eu tô namorando um convencido

Agus: um convencido que vc gosta

Caro: oh se gosto - falei num tom um pouco malicioso, voltamos a comer, depois de terminar o jantar ele pagou, bem que eu tentei ajudar na conta, mas quem disse que ele deixou...

Agus: vamos pra sua casa? - perguntou assim que saímos do restaurante

Caro: pode ser - falei sem me importar

Agus: minha sogra tá lá? - ri fraco percebendo onde ele queria chegar

Caro: sim ela vai estar

Agus: Ah então vamos para a minha

Caro: porque não podemos ir para a minha? - perguntei me fazendo de desentendida

Agus: porque talvez iremos fazer coisas inapropriadas

Caro: se são inapropriadas porquê iremos fazer? (N/A: tá começando a parecer a Jasmin) - continuei "sem entender"

Agus: não se faça de inocente Carolina, não dar certo com vc

Caro: por que?

Agus: prefiro vc safada - chegou mais perto - combina mais comigo

Caro: mas vc é fogo

Agus: e vc é a gasolina - é o pior é que era verdade, nos beijamos, mas não era um beijo fofo e apaixonado como estávamos dando, era um beijo quente muito quente, mas era sempre assim, quando eu chegava perto dele o meu corpo esquentava, não sabia o que acontecia comigo - iai vamos para a minha casa? - ri e deitei minha cabeça em seu peito

Caro: vou para casa Agustín

Agus: ah não é a segunda vez que vc faz isso comigo

Caro: assim vou pensar que só estar comigo por causa de sexo - me fiz de ofendinda

Agus: não estou com vc por causa de sexo, eu adoro o seu jeito, mas seco é uma parte muito importante

Caro: coloca importante nisso, mas hj eu vou para casa, quem sabe amanhã - falei e entrei no carro, logo ele entrou também é deu partida no carro, fomos o caminho inteiro conversando animadamente, chegando na minha casa ele abriu a porta para mim sair

Agus: senhorita Kopelioff - falou divertido e eu ri saindo do carro - está entregue

Caro: que bom - dei um selinho nele - nos vemos amanhã

Agus: está me espulsando Lina?

Caro: eu? Nunca! Mas vc tem que ir, já está tarde

Agus: nisso vc tem razão, sem contar que amanhã tem aula

Caro: pois é, nos vemos lá

Agus: amanhã tem minha aula favorita

Caro: e qual é? - pergunta teu corioaa e confusa

Agus: Filosofia! - me deu um selinho e foi embora, lembrei do que ele quis dizer com "filosofia" ou "aula do prazer" mordi meu lábio inferior e entrei em casa

Ana: pensei que iria voltar amanhã

Caro: preferi agora

Ana: vc tá com um brilho diferente, o que aconteceu?

Caro: Agus me pediu em namoro

Ana: sério?

Caro: seríssimo - falei sorrindo

Ana: me conta tudo - me sentei do lado dela e comecei a contar tudo o que aconteceu hj, depois de contar conversamos um pouco, e eu subi para o meu quarto, lá tirei minha make e troquei de roupa, me deitei na cama e logo peguei no sono

DIA SEGUINTE

Acordei no mesmo horário, fui ao banheiro, escovei os dentes e tomei um banho gelado para acordar, vesti o uniforme, desci merendei e foi para o Blake

NO BLAKE

Entrei e vi o Agus conversando com o Rugg, fiquei meio sem saber o que fazer, não sabia se ele queria que todos soubessem ou se só ficaria entre a gente, nessa dúvida decidir e até a Kah que estava conversando com a Valu

Kah: oi amiga

Caro: oi Kah, oi Valu

Valu: oi amiga, vc tá diferente

Kah: é verdade vc tá mais, como posso dizer... Tá mais alegre

Caro: eu tô muito feliz

Valu: por que algo me diz que tem a ver com o Agus, Kah?

Kah: eu sinto a mesma coisa Valu

Caro: bobas

Kalu (Karol e Valentina) : que vc gosta

Kalu: ei!

Kalu: para de me imitar... Agrrr

Caro: tá, tá agora deixa eu falar

Kah: vai fala o motivo de tanta alegria

Caro: é que o Agustín me pediu em namoro

Kalu: eu sabia - elas se encararam - da pra parar... Agrrr

Caro: chega né?!

Valu: tá bom, parei

Kah: eu também

Caro: que bom

Valu: se liga quem tá chegando aí - olhei para trás e vi Agus se aproximar com o Rugg

Agus: oi amor - antes que eu podesse responder ele me agarra e me beija vorazmente, confesso que fiquei envergonhada não era acustumada a ser beijada assim, retribui o beijo e coloquei minha mão em sua nuca o puxando mais pra mim, eu conseguia ouvir vários mumurrinhos, com certeza ninguém estava entendendo nada até porque, que popular iria beijar uma nerd qualquer, nos separamos pela a maldita falta de ar, por mim passaria a eternidade o beijando, adorava senti aqueles lábios macios contra os meus, ele me deu um selinho e me encarou -  senti saudades do seu beijo

Caro: a gente se viu ontem

Agus: mas não nós vimos hoje de manhã 

Caro: vc me surpreendeu

Agus: com o que?

Caro: ora com o que, com o beijo

Agus: desculpa, eu pensei que vc era a minha namorada - falou brincando

Caro: e sou! É porque eu pensei que vc iria querer quardar segredo

Agus: pra que? Prós outros ficarem dando em cima do que é meu? De jeito nenhum! AH E SO PRA DEIXAR CLARO ELA É MINHA - gritou a última parte e eu confesso que fiquei envergonhada

Caro: Agus!

Agus: o que foi amor? Eu sou ciumento!

Rugg: olha não é querendo quebrar o clima... - Agus o imterrope

Agus: vc já estragou Ruggero!

Kah: é porque o sinal já bateu

Caro: sério nem percebi

Valu: pois é, agora tem aula de... - eu e Agustín completamos a frase

Aguslina: Filosofia - olhamos cúmplices um para o outro

Valu: para mim é geografia

Agus: mas agora é a nossa matéria favorita: filosofia

Rugg: pensei que vc odiasse filosofia Agustín

Agus: as coisas mudam

Kah: é só eu ou eles parecem que aprotam alguma coisa nessa aula

Caro: que mente mais poluída Karol, nós não somos vc não!

Kah: são pior! - rimos e eu e Agus vamos para a aula...


Continua...,


Notas Finais


Espero que tenham gostado
E essa aula em? Não devem nem prestar atenção!

Bom bjos e tchau...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...