História A nerd e o Popular - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Lutteo, Simbar
Exibições 165
Palavras 1.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Parque de diversões


Fanfic / Fanfiction A nerd e o Popular - Capítulo 6 - Parque de diversões

Capitulo 04  

Depois da nossa pequena conversa, entrei na sala e fui pro meu lugar e me sentei. 

-Onde estava? 

-Cumprindo a minha parte da aposta Luninha 

-Nossa! Eu esqueci completamente da aposta. 

-Nossa nem percebi – digo sendo irônico 

-Então como foi a conversa com a nerd?- perguntou Gastón  

-Não trocamos nem vinte palavras e ela já não aguentou aos meus encantos –digo me gabando 

-Mas já deu seu número ou já a chamou para sair? -Perguntou meu irmão 

-Tenho que ir devagar senão ela desconfiará. 

-Está bem eu tive uma ideia  

-Olha o que você vai fazer Gastón .Da ultima vez que você disse isso e nós fizemos uma aposta. - disse Luna 

-Verdade! -concordo 

-Relaxem essa ideia e boa..pelo menos eu acho. 

-Se prepara Simon, porque a gente vai se ferrar nessa. 

Quando olhei, o Gastón estava na mesa da âmbar entregando algo para ela.Lá vem bomba. 

-Prontinho! 

-O que você fez? E o que entregou a ela?- perguntei 

-Dei o seu numero e a convidei para a nossa festa. 

-Vocês iam fazer uma festa e não ia me convidar? Que tipo de amigos são vocês? 

-Do tipo Luna que nem sabia que ia fazer uma festa! Garoto você tem problema? Onde vamos fazer essa festa? 

-Na nossa casa-falou ele tranquilo 

-Gaston você não bate bem da cabeça só pode! Esqueceu o tipo de pai que nós temos? Ele nunca vai deixar a gente dar uma festa e além do mais, provavelmente ele estará em casa. 

-Putz! Verdade! 

-Parabéns cabeção -disse Luna- Eu acho que pode ser na minha casa.No final de semana minha mãe ira viajar. 

- Ta já resolvemos o problema ambar.Agora como esta você e o Matteo Luna? - perguntei curioso 

-Não pensei em nada para falar com ele, provavelmente ele me odeia por causa da ambar.Como vou me aproximar dele assim? 

-Temos que trazer ele para o nosso grupo.Fingir que somos seus amigos, porque ele e mais esperto do que a ambar.Ela é toda doce então e mais fácil de a enganar! 

-Como quer fazer isso irmãozinho? 

-Será que o Matteo joga basquete? 

-Quer colocar ele no time? Você endoidou cabeção -disse Luna 

-Tem uma ideia melhor? 

-Aff você sabe que não -falou emburrada 

-Então na aula de educação física Matteo entrará no time! -digo nem um pouco confiante que essa ideia vai dar certa. 

-Mas não esquece temos que ir com calma se não ele ira desconfiar e talvez descobrir –falou Luna 

-Está bem. Então assunto matteo encerado.  

 

[..] 

Chegamos na escola e como sou muito desastrada esbarrei no simon.E ele me pediu desculpas e me ajudou.Quando que eu ia imaginar que um dia Simon Alvarez ia ajudar Âmbar Smith. 

-Âmbar acorda! 

-O que foi? Que susto Nina! 

-Está em que mundo dona âmbar? 

-Na terra do Simon –disse baixo- Em lugar nenhum só estava pensando em algo. 

-Em que dona? 

-Em algo que aconteceu hoje! Eu esbarrei no Simon e ele me pediu desculpas e me ajudou. 

-O Simon? O Simon Alvarez? -perguntou surpresa 

-Ele mesmo - comecei a rir – Por isso estava pensativa. Será que ele vai aprontar? 

-Você tem todo direito de esta pensando nisso.Isso e raro de acontecer –rimos –Mas eu concordo com você e acho bom a senhorita ficar esperta! 

-Ah cadê o Matteo quero conversar com ele sobre isso? - perguntei 

-Ele disse que ia ao banheiro – o sinal bateu- Vamos ele deve estar na sala. 

Entrei na sala e o lugar dele estava vazio.Estou começando a ficar preocupada porque ele veio comigo pra escola.Fiquei distraída até sentir alguém me cutucando. 

-Ai ainda b.. - não era o Matteo –Ah é você! -digo desanimada. 

-Nossa e bom saber que você gosta de mim –disse brincando 

-Me desculpa Gastón! E que estava esperando o Matteo. 

-Tudo bem! Eu estava brincando –rimos –Vim te entregar isso meu irmão que pediu. 

-O que isso? -quando percebi ele já tinha ido pra sua mesa. 

-Amiga o que o Gastón queria? Não conseguir ouvir direito. 

-Você e bem curiosa dona Nina! - ri – Ele me entregou isso e disse que e do Simon! 

-E o que esta escrito? 

-Ele me deu seu numero de telefone e pediu para eu ligar pra ele –digo resumindo a carta – E também convidou a gente para uma festa! 

-Serio? -ela arrancou acarta da minha mão –Meu deus! E verdade.Voce vai? 

-Não sei...Se o Matteo for. 

-Amiga onde ele esta? -perguntou preocupada 

Quando eu ia falar algo ,o professor entrou.E nada do Matteo.Espero que esteja tudo bem. 

... 

Meu deus! Não estou aguentando essa aula.E português eu simplesmente odeio regras gramaticais. 

-Amiga qual e a próxima aula? 

-Educação Física –disse sussurrando 

Quando ia a responder alguém bate na porta.Era o Matteo.Ele estava com os olhos vermelhos,provavelmente estava chorrando.Meu deus! O que aconteceu com meu amigo? 

-Posso entrar professora? 

-Atrasado de novo Matteo? Onde o senhor estava? Se continuar desse jeito ira para a diretoria. 

-Eu estava lá professora ela me chamou e fiquei conversando com ela ate agora. 

- Está bem entra! 

-O que aconteceu? Você esta bem? -perguntei depois que ele sentou. 

 -Âmbar! Quer contar pra turma? -quando ia responder bateu o sinal –A senhorita foi salva pelo sinal mas sem conversas na minha aula. 

Concordei e esperei todos saírem porque era aula de educação fisica.Todos saíram deixando eu e o  Matteo sozinhos na sala. 

-Ei o que houve? 

-Nada que você deva se preocupar âmbar- disse grosso – Além do mais isso não e da sua conta. 

-Eu só estou tentando conversar e te ajudar.Nao precisava ser grosso.Sou muito trouxa fiquei preocupada e você nem ai. 

-Âmbar me de – o interrompi  

-Não quero suas desculpas Matteo.Entendo que você tem problema mas não os  desconta em mim. 

Sai daquela maldita sala furiosa ,eu tenho problemas também, que talvez seja pior que os dele e não desconto em ninguem.Estava muito distraída e só ouvi alguém gritando cuidado.Minutos depois recebi uma bolada na cabeça.  

-Você esta bem?-perguntou preocupado- De novo no chão? Isso daqui a pouco vira rotina 

-Super engraçado Simon - disse brava 

- O que aconteceu? Porque esta brava? E onde esta seu amiguinho? 

-Perguntas de mais.Me desculpa e que eu briguei com o Mattteo – coloquei a mão na cabeça - Ai! Simon tem algo na minha testa? Ela esta doendo   

-Tem um machucado e esta roxo ,provavelmente e um galo.Vem vou te levar a enfermara -me pegou no colo. 

-Eu sei andar e machuquei a testa não as pernas. 

-Eu sei !Só que te levar assim e mais divertido. - ele riu e eu bufei. 

 

[..] 

Eu sou muito troxa.Briguei com a minha loira.Ela não tinha nada a ver.Mas a culpa e do meu pai ele e alcoólatra ,a âmbar sabia ,o problema e que  ele me prometeu que ia parar. E hoje a diretora me disse que minha mãe ligou pra escola falando que ele estava no hospital.Agora tenho dois problemas mas a âmbar e mais importante.Eu sei que ele é meu pai mas não estou com cabeça para ir no hospital.E também  quero ir com a âmbar. 

-Já sei porque eu não pensei nisso. -sai correndo da sala atrás da âmbar-Nina, sabe aonde a âmbar esta? 

-Ela esta na enfermaria, mas calma ela esta bem –ele percebeu minha cara de espanto. 

-Muito obrigado –sai correndo ate a enfermaria e quando entro. Vejo a âmbar rindo com o Simon. 

-Âmbar acho que você tem visita –disse Simon –Eu vou deixar vocês a sos.Beijos loira –dei beijos na sua bochecha 

-E impressão minha ou ele te chamou de loira? Só eu te chamo assim – disse bravo  

-Agora ele também me chama assim e prefiro ele me chamando – disse brava- Sai daqui Matteo. 

-Eu sei que esta brava comigo e tem todo direito.Mas eu descontei em você porque..meu pai ele esta no hospital, porque ele bebeu – ela me abraçou 

-Me desculpa Matteo.Me sinto muito mal você com problemas e eu aqui brava com você por besteira 

-Esta tudo bem.Vamos que eu tenho uma surpresa para você ,como pedido de desculpas. 

-Mas e seu pai não quer vê-lo? 

-Depois! Agora nos vamos nos divertir e esquecer os problemas. 

Saímos da escola, e pegamos um ônibus já que era um pouco longe e não podíamos ir com motorista dela.Porque ainda e horário de aula e provavelmente o motorista contaria pro pai dela. 

-Pronto chegamos! Posso te vendar? 

-Mas pra que? -perguntou 

-Quero que seja surpresa.Anda logo âmbar - a vende e fomos de frente pro parque 

-Pronto pode tirar! 

-Meu Deus Matteo! Um parque de diversões. Voce e incrível – me abraçou- Muito obrigada mesmo


Notas Finais


Muito obrigada pelos comentarios


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...