História A new change (imagine Monsta X) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boyfriend, Monsta X, Sistar, UNIQ
Personagens Bora, Cho Seung Yeon, Dasom, Donghyun, Hyoryn, Hyung Won, Hyunseong, I'M, Jeongmin, Joo Heon, Ki Hyun, Kim Sun Joo, Kwangmin, Li Wen Han, Min Hyuk, Minwoo, Personagens Originais, Show Nu, Soyou, Wang Yibo, Won Ho, Youngmin, Zhou Yi Xuan
Tags Best Friend, Boyfriend, Hyungwon, Imagine Monsta X, Inocence Love, Jooheon, Kihyun, Minhyuk, Shownu, Sistar, Uniq, Wonho
Visualizações 199
Palavras 1.941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


CHEGUEIIIII!! Agora não vou sumir por tanto tempo assim e os capítulos sairao mais rápidos! Estavam com saudades?? Eu estava!

OBRIGADA PELOS 215 FAVORITOS ❤❤


Aproveitem o capítulo❤

Capítulo 17 - "Jooana"


Fanfic / Fanfiction A new change (imagine Monsta X) - Capítulo 17 - "Jooana"

  Jooheon por um instante para os beijos em meu pescoço e olha para mim meio receoso

Joo- Isso não é certo - Ainda sentada em seu colo, empurro ele e subo em cima do mesmo, chegando bem perto de seu ouvido

- Por enquanto eu decido o que é certo e o que é errado por aqui - Sussurrei o provocando e dessa vez fui eu quem espalhei beijos e chupoēs pelo seu pescoço

Joo- Vai se arrepender por ter dito isso......você não tem ideia

- Pode vir - Ri enquanto ele invertia nossas posições

Joo- Okay

Ele começou outro beijo feroz, como se não fosse mais se segurar e como se já esperasse por isso. Eu, não satisfeita com apenas isso, comecei a levantar sua camisa ate a tirar por completo. Ele fez o mesmo com minha camiseta e shorts. Mordi meu lábio inferior quando percebi o maior sorrir ao ter a visão do meu corpo quase nu.

Dessa vez, ele atacou meu pescoço com chupões e apenas com isso meu corpo já havia esquentado e eu estava domada pelo desejo.

Ele ia descendo beijos quentes até chegar em meus seios que finalmente ficaram livres do sutiã. Ao mesmo tempo que ele chupava um, o outro ele massageava, o que me fez arfar e soltar pequenos gemidos.

- Já está assim? Eu nem comecei - Rio ele debochando de mim, e por vingança troquei nossas posições ficando por cima.

Comecei a rebolar em cima de seu membro preso pela calca jeans e pela cueca, logo escutei seus gemidos. Quando segurou em minha cintura, apertei com forca seu pênis completamente duro, o fazendo gemer de dor.

- Não lembro de ter deixado você fazer isso - sorri percersa

- Então você que manda?

- Claro que sim...

- Por enquanto

- O que quer dizer com isso?

- Continuemos e voce saberá - Ele diz com um sorriso malicioso me olhando. Quando voltou a me beijar o empurrei novamente fazendo um sinal de negação para o mesmo

- Você não pode me tocar até eu deixar

RI e continuei a rebolar em seu colo, distribuindo beijos desde seu pescoço ate o começo de sua calça, tirando-a junto a cueca. Ao ver seu "amigo" solto, dei mais uns de meus sorrisos e comecei lentamente meu trabalho.

Lambi toda a sua extensão provocando-o e sem delongas enfiei tudo na boca. O que estava na minha eu chupava e o resto que não cabia, eu masturbava. Ele jogou a cabeca para trás gemendo.

- Já está assim? Eu mal comecei - Repeti sua fala, que agora servia para o mesmo.

Na tentativa de guiar os movimentos para se satisfazer, ele agarrou meus cabelos, e assim parei o que estava fazendo, enquanto o garoto me encarava com indignação.

- Por que parou?!

- Eu disse que não podia me tocar

-Você está sendo muito má, vai acabar se arrependendo disso - ele sussurrou a ultima parte no meu ouvido, com uma voz seduzente.

Rapidamente ele arrancou minha calcinha e me penetrou dois dedos fazendo movimentos circulares, meus gemidos foram abafados belo beijo sorridente de Jooheon. Isso estava me deixando louca! A muito tempo eu não tinha uma noite como essa! Estava prestes a gozar quando Jooheon retirou seus dedos sem aviso nenhum, tirou uma camisinha da gaveta do quarto e vestiu.

Agora os dois estavam gemendo e falando palavras horríveis. Nossas respirações estavam ofegantes, ele começou a estocar em uma velocidade que ia de lento a rápido, mas não o suficiente.

-Joo....m-mais rápido

E assim ....suas estocadas foram mais fundas e rápida. Eu estava quase no meu ápice. Inverti nossas posições novamente e comecei a "cavalgar" em seu pênis. Logo cheguei ao meu limite e o Joo também. Cai na cama com a respiração desregulada.

- Isso foi muito bom. Obrigada. -Olhei para Jooheon confusa

- Obrigada pelo o que?

- Por duas coisas

-Quais?

- Primeiro por ter feito isso comigo. Você não sabe o quão difícil é viver apenas com meninos - Dei risada de sua expressão

- Ok, e qual é a segunda?

- Por ter feito eu tomar coragem pra te perguntar algo

-Que seria??- Ele parou de falar e me olhou bem nos olhos

- Quer namorar comigo? - Eu simplesmente congelei e comecei a cair na real, pensar em tudo que estava acontecendo. Eu acabei de tranzar com meu bias e o mesmo me pediu em namoro. Isso só pode ser um sonho.

-Sim!!! - O beijei totalmente feliz

Depois disso tomamos um banho, e ficamos na cama lendo e ouvindo músicas deles e de outros artistas. Arrumamos o quarto para os meninos não desconfiarem do que fizemos aqui hoje, quando a campainha tocou.

-Fica ai que eu vou atender

Concordei e fiquei sentada na cama mexendo no celular até que Jooheon voltou rindo.

-O que foi?Quem era?

- Era o Kihyun e sua irmã. Ela já foi para casa e o Kihyun foi tomar banho.

- E por que você ta rindo?

- Sua irma esta achando que o Kihyun está doente, porque ele ficou vermelho e quente durante o trajeto- Já tinha entendido do que se tratava então ri junto com Joo.

- Ela não percebeu ??

- Não - Continuei rindo.

[...]

Comecei a assistir um programa de entretenimento coreano que eu amo, até que recebi uma mensagem da S/N perguntando onde eu estava. Avisei ela que estava na casa dos meninos e ia ficar aqui por um tempo.

-Quem era? -Jooheon me perguntou curioso

- A S/N. Ela estava preocupada

-Normal, você é a irmã dela e ela se preocupa com você

- Sim....é por isso que amo ela! - Sorri - E só para avisar, o Wonho vai passar a noite lá

- Lá onde?

- Na casa da minha mãe - Ambos pensaram a mesma coisa e nós rimos na hora

- Ótimo! Assim o Minhyuk dorme no quarto junto com o Hyungwon e você dorme aqui.

- OK

E assim fizemos. O resto dos meninos chegaram e Jooheon explicou tudo para eles, e os mesmo concordaram com a ideia de eu ficar lá por um tempo

   Jooheon por um instante para os beijos em meu pescoço e olha para mim meio receoso

Joo- Isso não é certo - Ainda sentada em seu colo, empurro ele e subo em cima do mesmo, chegando bem perto de seu ouvido

- Por enquanto eu decido o que é certo e o que é errado por aqui - Sussurrei o provocando e dessa vez fui eu quem espalhei beijos e chupoēs pelo seu pescoço

Joo- Vai se arrepender por ter dito isso......você não tem ideia

- Pode vir - Ri enquanto ele invertia nossas posições

Joo- Okay

Ele começou outro beijo feroz, como se não fosse mais se segurar e como se já esperasse por isso. Eu, não satisfeita com apenas isso, comecei a levantar sua camisa ate a tirar por completo. Ele fez o mesmo com minha camiseta e shorts. Mordi meu lábio inferior quando percebi o maior sorrir ao ter a visão do meu corpo quase nu.

Dessa vez, ele atacou meu pescoço com chupões e apenas com isso meu corpo já havia esquentado e eu estava domada pelo desejo.

Ele ia descendo beijos quentes até chegar em meus seios que finalmente ficaram livres do sutiã. Ao mesmo tempo que ele chupava um, o outro ele massageava, o que me fez arfar e soltar pequenos gemidos.

- Já está assim? Eu nem comecei - Rio ele debochando de mim, e por vingança troquei nossas posições ficando por cima.

Comecei a rebolar em cima de seu membro preso pela calca jeans e pela cueca, logo escutei seus gemidos. Quando segurou em minha cintura, apertei com forca seu pênis completamente duro, o fazendo gemer de dor.

- Não lembro de ter deixado você fazer isso - sorri percersa

- Então você que manda?

- Claro que sim...

- Por enquanto

- O que quer dizer com isso?

- Continuemos e voce saberá - Ele diz com um sorriso malicioso me olhando. Quando voltou a me beijar o empurrei novamente fazendo um sinal de negação para o mesmo

- Você não pode me tocar até eu deixar

RI e continuei a rebolar em seu colo, distribuindo beijos desde seu pescoço ate o começo de sua calça, tirando-a junto a cueca. Ao ver seu "amigo" solto, dei mais uns de meus sorrisos e comecei lentamente meu trabalho.

Lambi toda a sua extensão provocando-o e sem delongas enfiei tudo na boca. O que estava na minha eu chupava e o resto que não cabia, eu masturbava. Ele jogou a cabeca para trás gemendo.

- Já está assim? Eu mal comecei - Repeti sua fala, que agora servia para o mesmo.

Na tentativa de guiar os movimentos para se satisfazer, ele agarrou meus cabelos, e assim parei o que estava fazendo, enquanto o garoto me encarava com indignação.

- Por que parou?!

- Eu disse que não podia me tocar

-Você está sendo muito má, vai acabar se arrependendo disso - ele sussurrou a ultima parte no meu ouvido, com uma voz seduzente.

Rapidamente ele arrancou minha calcinha e me penetrou dois dedos fazendo movimentos circulares, meus gemidos foram abafados belo beijo sorridente de Jooheon. Isso estava me deixando louca! A muito tempo eu não tinha uma noite como essa! Estava prestes a gozar quando Jooheon retirou seus dedos sem aviso nenhum, tirou uma camisinha da gaveta do quarto e vestiu.

Agora os dois estavam gemendo e falando palavras horríveis. Nossas respirações estavam ofegantes, ele começou a estocar em uma velocidade que ia de lento a rápido, mas não o suficiente.

-Joo....m-mais rápido

E assim ....suas estocadas foram mais fundas e rápida. Eu estava quase no meu ápice. Inverti nossas posições novamente e comecei a "cavalgar" em seu pênis. Logo cheguei ao meu limite e o Joo também. Cai na cama com a respiração desregulada.

- Isso foi muito bom. Obrigada. -Olhei para Jooheon confusa

- Obrigada pelo o que?

- Por duas coisas

-Quais?

- Primeiro por ter feito isso comigo. Você não sabe o quão difícil é viver apenas com meninos - Dei risada de sua expressão

- Ok, e qual é a segunda?

- Por ter feito eu tomar coragem pra te perguntar algo

-Que seria??- Ele parou de falar e me olhou bem nos olhos

- Quer namorar comigo? - Eu simplesmente congelei e comecei a cair na real, pensar em tudo que estava acontecendo. Eu acabei de tranzar com meu bias e o mesmo me pediu em namoro. Isso só pode ser um sonho.

-Sim!!! - O beijei totalmente feliz

Depois disso tomamos um banho, e ficamos na cama lendo e ouvindo músicas deles e de outros artistas. Arrumamos o quarto para os meninos não desconfiarem do que fizemos aqui hoje, quando a campainha tocou.

-Fica ai que eu vou atender

Concordei e fiquei sentada na cama mexendo no celular até que Jooheon voltou rindo.

-O que foi?Quem era?

- Era o Kihyun e sua irmã. Ela já foi para casa e o Kihyun foi tomar banho.

- E por que você ta rindo?

- Sua irma esta achando que o Kihyun está doente, porque ele ficou vermelho e quente durante o trajeto- Já tinha entendido do que se tratava então ri junto com Joo.

- Ela não percebeu ??

- Não - Continuei rindo.

[...]

Comecei a assistir um programa de entretenimento coreano que eu amo, até que recebi uma mensagem da S/N perguntando onde eu estava. Avisei ela que estava na casa dos meninos e ia ficar aqui por um tempo.

-Quem era? -Jooheon me perguntou curioso

- A S/N. Ela estava preocupada

-Normal, você é a irmã dela e ela se preocupa com você

- Sim....é por isso que amo ela! - Sorri - E só para avisar, o Wonho vai passar a noite lá

- Lá onde?

- Na casa da minha mãe - Ambos pensaram a mesma coisa e nós rimos na hora

- Ótimo! Assim o Minhyuk dorme no quarto junto com o Hyungwon e você dorme aqui.

- OK

E assim fizemos. O resto dos meninos chegaram e Jooheon explicou tudo para eles, e os mesmo concordaram com a ideia de eu ficar lá por um tempo

"Parece que isso não foi tao ruim assim"


Notas Finais


Obrigada por lerem ❤ Amo muito vcs e por favor não abandonem a fic.....eu me esforço muito para escreve-la 😢😢😢


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...