História A New I - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Justin Bieber, Madison Beer, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Madison Beer, Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 3
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá galera, meu nome é Bianca, e sendo óbvio este é o primeiro capítulo, espero que gostem.
xoxo :)

Capítulo 1 - Cansei.


P.O.V. Madison Beer 

O despertador tocou, anunciando que eu deveria me levantar. Só me levantar mesmo, pois acordada já estava fazia tempo, pensando nela novamente. Minha mãe sempre fez falta, mas hoje completa 15 anos que ela se foi, por mais que faça tanto tempo, ainda dói como se fosse ontem. Levanto de má vontade cambaleando até meu enorme banheiro. Tiro meu pijama e coloco a banheira para encher. Prendo meu cabelo em um coque alto e entro na banheira. Deixo as lágrimas virem, provavelmente este seria um dos meus poucos momentos sozinha hoje. Na escola, todos meus amigos vão fingir que realmente se importam com a data de hoje. Para eles é só mais um dia, não sabem de claramente, nada do que estou passando. 

Meu banho não demora muito, por mais que queira, não posso faltar á aula hoje. Último ano do Ensino Médio e último trimestre, não quero reprovar agora que estou tão no final. Visto uma calça de moletom cinza e colada, e uma regata solta no ombro. Prendo meu cabelo em um rabo de cavalo, e passo um corretivo e rímel no rosto, somente para esconder as olheiras, colocando por último meu tênis da Nike. 

Desço as escadas silenciosamente, sem querer chamar atenção do idiota do meu pai em seu escritório. Não que eu precisasse fazer isso pra ele não falar comigo, está sempre ocupado e raramente, está em casa, garanto que nem ao menos se lembra que dia é hoje. Assim que chego na cozinha encontro Jane, nossa cozinheira.

- Bom dia Jane. 

-Ah olá menina, bom dia! Não terminei seu café ainda, pode esperar um minutinho?

-Ah não não, não vou tomar café, obrigada. E aliás já tenho que ir pra escola, sabe, agora que estou indo de bicicleta e tal. 

E antes que ela pudesse responder eu saio pegando minha mochila e a trazendo nas costas. Minha bicicleta esperava do outro lado do jardim. Subo nela e peço que um dos guardas abra o enorme portão. O dia estava bonito hoje, o que é irônico, quero dizer, é engraçado como o que pra mim significa um dos dias mais tristes do ano, para os outros é só mais um dia normal de outubro. Paro em frente á minha cafeteria preferida da cidade : Cakes and Coffe's. Entro no estabelecimento e peço o mesmo de sempre : café e um cupcake de maçã para a viagem. O mesmo garoto de sempre me dá o mesmo sorriso de sempre no qual eu retribuo com falsidade. Ele me entrega o pedido e eu pago. Subo em minha bicicleta novamente e coloco o pedido na cestinha. Vou até o parque e sento no banco mais próximo. Tiro um livro do Harry Potter da mochila e começo a ler tomando meu café e comendo meu cupcake. Assim que termino, guardo meu livro na mochila novamente e jogo o plástico na lixeira. Coloco meus fones de ouvido que tocam "Hold On - Chord Overstreet" . Logo chego na conhecida escola. Deixo minha bicicleta no estacionamento para bicicletas e vou ao encontro de minha melhor amiga Gaby e meu melhor amigo Rick, avistando-os de longe. 

-E aí, de boa Mad? 

-Ah...claro, e com você Rick?

-Ah, sim sim.

-Credo, parem de ser formais vocês dois. Até parece que não se conhecem há 7 anos.- Disse Gaby

-Bom, só estou sendo formal com ela, porque ela me deixou no vácuo ontem. 

-Ah, sério? Desculpa Rick, não tive tempo de olhar o celular, so dei umas olhadinhas nas mensagens, nem tive tempo de responder, você sabe...estava estudando para as provas, desculpa. 

-Ok, eu entendo. 

-Hey, Mad qual sua primeira aula mesmo? 

-Ah..é Ciências eu acho, por que?

-ótimo, nós vamos ter que gasear aula, a primeira. 

-O quê? Por quê?

-Ah vai ter uma festa sábado á noite e eu não tenho nenhuma roupa, e creio que você também não.

-Olha, valeu Gaby, mas acho melhor não. E eu nem sei se vu nessa tal festa. 

-Como não Madison? Todo mundo vai, vamos..vai ser legal. Faz tempo que não curtimos um pouco. 

-Ah..não sei.

-Vai Mad, você é a Regina George do nosso grupo, você tem que ir. - Disse Rick me fazendo soltar uma risada abafada.

-AH! Ok, eu vou, eu vou. 

-Uhuuuul! É assim que se fala mana! 

Assim que bateu o sinal, nós três entramos na picape velha de Rick e fomos ao shopping. Assim que chegamos lá, Gaby decidiu ir em umas 20 lojas para achar o vestido perfeito. Embora eu, ainda não tenha achado nenhum que ficasse realmente bom e mim. 

-Olha Mad, você tem que escolher logo, daqui a pouco temos que voltar para a aula. 

-Mas eu não sei qual escolher! Sou indecisa demais!

-Olha que tal esse vermelho aqui? - Disse Rick segurando um vestido vermelho curto e com um decote em V. 

-Ah..não sei não. Muito decotado. 

-E este?- Disse Gaby, mostrando um lindo vestido preto curto, e com uma renda nos braços e cintura.

-Ah, eu amei esse. Por mim tudo bem então, vou levar este. 

Assim que pagamos, corremos até a picape de Rick, no qual ele acelerou o máximo que a velha picape conseguia. 

...

 

Assim que chego em casa, percebo que meu pai está na cozinha almoçando. Tento passar despercebida, falhando miseravelmente.

-Ah, Madison minha filha. Como foi a escola?

-Não finja que se importa.

-O que você falou?

-NÃO.FINJA.QUE.SE.IMPORTA!

-SUA PIRRALHA! Quem acha que é para falar assim comigo? Eu que pago suas compras caras, eu que te dou alimento, Eu que te dei um abrigo quando a miserável da sua mãe morreu!

-COMO OUSA FALAR ASSIM DELA? 

-Eu falo dela como quiser! Sua mãe nunca teve capacidade de te dar o que eu te dou! Você deveria se ajoelhar aos meus pés!

Meu rosto estava quente, as lágrimas de raiva caíam sem parar e minhas mãos tremiam de raiva. Queria gritar, fugir, socar a cara dele. Mas a raiva era tanta que não tinha capacidade nem para me mexer. 

-POIS EU PREFIRIA MIL VEZES VIVER COM ELA LEVANDO UMA VIDA SIMPLES DO QUE COM VOCÊ! VOCÊ É APENAS UM COVARDE QUE MATA PESSOAS INOCENTES E ROUBA! NÃO TEM CAPACIDADE DE FAZER ALGO JUSTO! EU QUERO QUE VOCÊ MORRA! 

E dizendo isso me retirei da cozinha á passos apressados e pesados. Minha raiva era tanta, que assim que cheguei em meu quarto quebrei tudo, perfumes, maquiagem, espelho. Eu estava cansada, não queria nada que viesse daquele traste, aquela era a gota d'água. A partir de hoje, eu moraria na rua, mas nunca mais iria pôr os pés nesta casa!


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Acho que o primeiro cap foi bem pesadão né, mas blz. Desculpem algum erro ortográfico, estava escrevendo com pressa. XOXO :) amo vcs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...