História A New life in London - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles
Tags Harry Styles, Londres, Los Angeles, One Direction, Romance
Exibições 9
Palavras 1.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi galerinha, aqui vai mais um capitulo...


Bjos!!

Boa Leitura!!!

Capítulo 10 - Apaixonada, eu?


Fanfic / Fanfiction A New life in London - Capítulo 10 - Apaixonada, eu?

E o chamava, mas em vão, apenas podia sentir seus beijos cada vez mais intensos, sentia suas mãos grandes e macias em minhas coxas, ao mesmo tempo que tinha que pará-lo, eu queria mais e mais, e então ele começou a descer para meu pescoço, depositando beijos que davam arrepios, e continuava a descer  até que senti seus lábios no meu seio e então o afastei e falei:

- Melhor parar por aqui né?

- Me perdoa, ele fala.

- Tudo bem Harry. Vamos. Ele me olhou meio sem jeito, e eu lhe dei um sorriso.

Ele deu partida no carro, e fomos, depois do beijo ficamos em silêncio, apenas ouvia o som que vinha do seu carro. Senti que ele estava pensativo, e pensei: será se fui muito grossa com ele? e então falei:

- Ei, está tudo bem? Porque ficou tão calado?.

- Me desculpas mesmo Karen, não quero forçar você a fazer nada que não queira, acho que me descontrolei. E logo respondo:

- Está tudo bem Harry, não precisa ficar assim ou se sentir culpado. Vou te confessar, eu nunca fico com um homem logo no primeiro encontro, apenas saio para conversar e conhecer a pessoa, mas contigo foi diferente, não sei explicar.

- Ah, que bom, fico contente em saber disso. Ele diz.

Ele pega minha mão e a beija, eu passo a mão em seu cabelo.

Logo chegamos ao meu prédio, me despeço dele e agradeço.

- Obrigada Harry, foi tudo maravilhoso, amei.

- Eu também Karen. Podemos no ver novamente?

- Com certeza.Vamos nos falando e no meio da semana marcamos alguma coisa, digo.

Pedi que não era preciso ele descer para abrir a porta pra mim, até mesmo para evitar algum paparazzi, ou tumulto caso o olhem. Quando abri a porta, ele me puxa me dar um beijo calmo e longo, até faltar o ar. Olho para ele e digo:

- Tenho quer ir agora. E ele fala:

- Não vai, fica comigo?

- Não faz assim Harry, se não sou capaz de ir contigo para onde você quiser me levar. Brincadeirinha. Falo.

- Poxa já estava animado. Foi perfeito, adorei tua companhia.

- Foi mesmo, a tarde foi maravilhosa ao teu lado. E lhe dei um selinho e saí do carro, dando tchau a ele, e logo partiu.

Entrei no prédio, passei pela recepção dei uma boa noite, pois já estava escuro e subi para o apartamento. Encontro Olivia no sofá conversando com alguém no celular, acho que já imagino quem seja, fiz um sinal que ia para o quarto tomar um banho, e depois conversaríamos, sabia que ela ia me fazer um interrogatório.

Entro no meu quarto e me jogo na cama, com um sorriso estampado no rosto, rindo sozinha como uma boba, pego o ursinho que o Harry me deu e o abraço, nunca mais tinha me sentido assim, parecia uma adolescente apaixonada. Foi maravilhoso sentir seus beijos, suas caricias, carinhos. É tão bom sentir isso, mas ao mesmo tempo, tenho medo de me apegar, de criar expectativas além do que devo, e logo meus pensamentos são interropidos pela Olivia que bate na porta do quarto e diz:

- Karen posso entrar?

- Sim amiga!

- Me conta tudo e não me esconda nada, e logo começo a rir e falo:

- Foi maravilhoso, tão esplendor ao ponto de não deixá-lo ir, aquele homem é um pedaço de mal caminho, sinto-me como uma adolescente.

Olivia me olha sem acreditar no que eu digo e fala:

- Karen você e o Harry..  Olho para ela e digo:

- Não Olivia, nada disso, só rolou beijos e algumas carícias, nada além disso. Não me chamo Olivia e comecei a rir.

- Mas você gostou dele ? E logo a respondo:

- Gostei, ele é perfeito, romântico, tudo que uma mulher deseja. E ela me olha e fala:

- Mas que bom que você gostou dele, dizem que a primeira impressão é a que fica.

E contei todos os detalhes do encontro que tive com o Harry, até mesmo os seus romances. Quando terminei de contar a Olivia, eu a olhei e perguntei:

- E o que você acha? Será se ele está falando a verdade em relação a Kendall? Não quero me envolver com alguém comprometido.

- Na minha opinião ele está te falando a verdade sim.

- Espero, digo.

Olivia saiu do quarto, e eu fui tomar meu banho, mas escuto meu celular vibrar, e quando olho era uma mensagem do Harry.

Mensagem....

- Oi linda, como você está ? Espero que bem, pois estou morrendo de saudades de você, me deixou com gosto de quero mais. Um beijo nessa boca maravilhosa. Olho aquela mensagem e começo a rir, e respondo:

- Você realmente não existe, mas te prometo que vamos nos ver na semana, vou dar um jeito. Outro beijo bem gostoso nessa boca rosada e quente.

E corri para o banheiro para tomar banho, quando terminei, coloquei meu pijama, fui na cozinha tomar um copo de suco, dei boa noite para Olivia e fui dormir.

No dia seguinte.....

Correria na empresa, muito trabalho, as horas vão se passando e pedi para Olivia não falar nada do Harry para ninguém, queria descrição por ele ser quem era. Ouço alguém bater na minha porta, e falo:

- Entra.

- Oi senhorita?

Olho e era o Ryan.

- Oi Ryan, como foi seu domingo?

- Antes de falar, não vai me dizer quem era o bonitão com quem estava?

Eu o olhei e disse:

- Curioso você? Era só um rapaz que conheci, e até falei pra ti que ele era lindo, só dei uns beijinhos e depois ele me levou pra casa, só isso que aconteceu.

- Está certo, vou tentar acreditar, depois conversamos mais, vou deixar você trabalhar.

E ele saiu, não vou contar pra ninguém, vou sempre preservar a imagem do Harry, vai ser melhor assim.

E as horas se passam....

Quando vi já estava na hora de ir embora, a Olivia já me esperava na recepção, terminei de arrumar alguns papéis e sai da sala, olho para o celular e nenhuma mensagem do Harry.

Encontrei com a Olivia na recepção e fomos em direção ao carro da empresa, o motorista já nos esperava para levarmos, quando a Olivia fala:

- Aconteceu alguma coisa Karen?

- Nada amiga, só muita canseira, hoje achei puxado o trabalho. E ela diz:

- Não é só isso que está te deixando assim, já até imagino o que seja, um ser de olhos bem verdes, acertei?

Olhei pra ela, dei um sorrisinho e disse:

- Tá bom, é ele mesmo, senti falta das suas mensagens, hoje ele ainda não mandou nenhuma.

-Calma Karen, talvez esteja ocupado. Porque não manda você?

- De jeito nenhum. Eu que não estou me reconhecendo agindo assim, só ficamos e nada mais. A Olivia olha para mim e diz:

 - Amiga sei que é cedo para falar isso, mas você está apaixonada pelo Harry. Viro para ele e respondo:

- Apaixonada, eu? Não Olivia, coisas da tua cabeça, eu só gostei da companhia dele. Ela diz:

- Tá bom, vou tentar acreditar.

Eu olhei para ela e dei um sorrisinho e fomos conversando ao longo do caminho.


Notas Finais


Obrigada por vc Ler,

Continue aqui....

Espero ter gostado!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...