História A new love (Taegi) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Taegi, Vkook
Exibições 784
Palavras 1.494
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, mas estava cheia de trabalhos e provas, ainda to para falar a verdade, mas consegui um tempinho para escrever

Ahhhhhh vcs são uns amores 30 favoritos, sério, obrigada < 3 AMO VOCÊS
Nesse capítulo vcs vão saber mais do Suga
Espero q gostem

Capítulo 7 - Talvez...


- O que vocês estão fazendo? - Namjoon perguntou quando entrou na cozinha e viu os dois, que, por algum milagre, não estavam brigando.

- Eu vim ver se o Jin tem algum remédio para dor de cabeça, acho que a minha vai explodir. - Falou indo em direção a geladeira, já que normalmente os remédios ficam em uma caixa em cima dela, ficou nas pontas dos pés e esticou as mãos ao máximo, mas mesmo assim não conseguiu alcançar o topo do eletrodoméstico.

- Baixinho. - Taehyung riu um pouco e pegou a caixa de remédios, a entregando para Yoongi, que tinha uma expressão nada amigável.

- Ingrato. - Bufou e puxou a caixa das mãos do outro, o fazendo rir. Namjoon assistia tudo completamente estupefato, eles estavam se provocando, mas parecia diferente de algum modo.

- Ok, o que aconteceu dentro daquele quarto? - A boca dos dois ficaram abertas, não eram nem um pouco discretos. - Aconteceu alguma coisa, certo? Vocês saíram do quarto completamente de boas, não brigaram depois e eu sei que o que o Suga disse foi apenas para fazer o Jin parar de brigar com o Tae e agora vocês parecem amiguinhos. - Suspiraram -realmente não eram discretos-, Namjoon era um ótimo observador, não precisava de muitas dicas para adivinhar as coisas.

- Não aconteceu nada. - Yoongi falou e pegou um copo, enchendo com água para tomar o remédio.

- Do jeito que estão agindo, parece que aconteceu. - Insistiu.

- Tá eu conto o que aconteceu. - Tae falou e viu que Yoongi quase derrubou o copo, se perguntava o que o outro tinha na cabeça, merda era uma das possibilidades. - Nós ficamos sentados na cama, sem falar nada ou fazer qualquer coisa, pelos cinco minutos do desafio.

- Vou fingir que acredito pelo simples fato de não ter cabeça para discutir agora. - Desistiu e se sentou na cadeira, pegando ma maçã que estava em cima da mesa junto de outras frutas.

- Eu vou para casa, não quero estar aqui quando o Jin acordar. - Taehyung amava o hyung mais velho, mas não estava com o psicológico muito bom para ouvir o amigo falar coisas que já escutou e odiava quando os seus amigos o insistiam a fazer alguma coisa ou desistir delas, como era no caso.

Se despediu dos amigos que estavam acordados e foi para casa, a distância não era consideravelmente grande, mas também não era tão pequena, então passou um pouco mais de dez minutos andando até chegar em sua casa e assim que entrou, se deparou com Jungkook sentado no sofá da sala.

- Kookie? - Chamou, vendo que o outro estava meio aéreo.

- Oi Tae. - O cumprimentou.

- O está fazendo aqui?

- Eu precisava falar com você, a sua mãe estava saindo e deixou que eu ficasse aqui, esperando você.

- O quê você quer falar? - Se sentou ao lado do moreno, descansando a cabeça no sofá.

- É sobre o Jimin... - Falou com receio.

- O beijo? Ele já me contou.

- Contou? - Perguntou um pouco surpreso.

- Sim, ele disse que não queria acabar com a nossa amizade. Muito fofo, né? - Não estava mentindo, ficou triste ao descobrir, mas gostou de saber que os dois se importavam com ele, já que Jungkook estava ali para contar a mesma coisa.

- Sim... bom, é... e você? - Não sabia muito bem como perguntar, mas Taehyung entendeu o que queria dizer, ele queria saber como estava.

- Kookie, eu já te falei, não precisa se preocupar comigo, nós não estamos mais namorando para ficar me dando explicações ou não ficar com quem você quer por minha causa, vou ficar mais triste se você fizer isso. - Explicou ignorando a pontada que sentiu no estômago.

- Obrigado Tae. - Agradeceu dando um abraço no amigo.

- Não precisa agradecer. - Apertou mais o abraço antes de o soltar. - Agora me diz, como foi? - Percebeu o olhar que Jungkook o lançou e revirou os olhos. - Você já esqueceu o que eu acabei de falar?

- Foi bom... mesmo que eu estava bêbado, consigo lembrar. - Admitiu, mesmo que fosse seu ex ali, precisava contar isso para alguém, porém sabia que não poderia contar para os amigos, ainda implicavam consigo por ter terminado com o outro, chegava até ser um pouco engraçado pra si o fato de Taehyung ter sido o mais compreensível. - Aish, não sei o que fazer agora, como eu vou falar com ele?

- Bom, você sabe que eu gosto de pessoas diretas, então, pra mim, acho que seria melhor explicar tudo para ele, mas talvez ele pode pensar que você está indo rápido. Você pode falar que gosta dele ou que foi mais por uma atração por ele.

- Você continua sendo a melhor pessoa para conselhos. - Agradecia muito por Taehyung ainda ser seu amigo, ficou com medo de o perder por causa do término, mas sabia que seria pior continuar com o namoro sendo que não gostava mais do garoto desse jeito.

                         ~*~

Yoongi poderia dizer que estava mais feliz naquele domingo, estava com ressaca? Sim, mas mesmo assim não podia negar a alegria que sentia. O de cabelos rosa claro sempre gostou de Taehyung, mas após descobrir que o mesmo namorava Jungkook, tentou ao máximo tirar o garoto de seus pensamentos, até porque Kookie era seu amigo, e fez com que Taehyung o "odiasse" para não precisar se preocupar com isso, mas mesmo assim não deu certo, ainda gostava dele. Não via o término dos dois como uma oportunidade para si, porém, depois do episódio no quarto, acreditava que poderia se aproximar do mais novo, ter um pouco de sua amizade e isso o deixava feliz.

Nenhum de seus amigos sabia de seus sentimentos, nem mesmo Namjoon, que era seu melhor amigo, não gostava de imaginar como iriam reagir se contasse que gostava do, agora antigo, namorado de um amigo. Aquilo martelava sua cabeça todo dia, não se sentia bem, mas não era como se pudesse controlar e Taehyung também não ajudava, achava o garoto lindo e agora, com a nova cor de cabelo, era difícil não o admirar, acrescentando a personalidade estranha e completamente diferente da sua, mas que adorava, pronto, ele era o garoto mais incrível que conhecia.

Agora, estava sentado na cama, havia acabado de tomar banho e tinha o notebook apoiado em seu colo, nele estava aberto um editor de áudio, e ao seu lado, em cima de um travesseiro, estava um caderno que mostrava palavras escritas com uma letra não muito bonita, a pressa era uma grande culpada disso, as frases se transformavam em uma música que ele mesmo criara. Tinha criado a música há menos de uma semana e a letra havia acabado de terminar, mais uma vez tinha escrito sobre o garoto, não era algo estranho, na verdade, era bem normal, mas aquela era um pouco diferente, já que na maioria das vezes suas músicas eram rap, a melodia era mais lenta e sabia que não poderia grava-la, pois sabia que sua voz servia apenas para rap.

Estava triste que não poderia escutá-la, mas não podia negar que tinha ficado feliz com o resultado da música, provavelmente iria guarda-la junto ás outras que não foram gravadas. Continuava pensando na música, quando recebeu uma mensagem.

RapMon:
O pessoal ta querendo sair

Suga:
Cara
To de ressaca
C acha q eu vou sair da minha cama???

RapMon:
Vamos pro karaoke
Deixa de ser chato e aceita
Antes q o Jin te ligue

Suga:
Ok
Q hr?

RapMon:
Se arruma q daqui a pouco agente passa aí

Suga:
Agente do FBI?

Rapmon:
Foi erro de digitação
Retardado
Vc entendeu

Nem respondeu, tirou o aparelho de cima de si e foi procurar uma roupa. Não queria ir, mas Jin conseguia o irritar sempre que queria, então apenas se trocou, colocando uma calça preta rasgada, uma blusa simples da mesma cor e um tênis cinza, e saiu do seu quarto, descendo para o terrio da casa para esperar os amigos.

- Vai sair? - Ji Hye, sua madrasta, perguntou, recebendo um balançar de cabeça como resposta. - Mas amanhã tem aula.

- Nós vamos no karaokê, não vou chegar tarde. - Respondeu e logo depois escutou a buzina do carro do amigo. - Já vou indo. - Falou e deu um beijo na bochecha da mulher, sua vida não era um clichê onde a madrasta o odiava, os dois se gostavam e a mulher era mesmo uma mãe para si, já que a biológica o abandonou quando tinha cinco anos de idade.

- Jin já levou os outros, a gente só vai passar na casa do V e do Hoseok. - Explicou Namjoon depois de Yoongi entrar no carro e se cumprimentarem.

- Ótimo. - Fingiu ser irônico, mas era realmente como pensava.

Talvez devesse parar de fingir esse "ódio".


Notas Finais


Agora vcs sabem os sentimentos do Suga, ele é fofo né?
Bye Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...