História A New Story Of Tsukiuta - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 17
Palavras 2.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigada @RaposinhaGamer pela ideia ;)
Este Cap é sobre Rui e Saku
Apenas sobre eles..

Presença especial:
Rui, o Príncipe Tímido (nem tanto xD)

Capítulo 13 - 💚Te Amo Ontem, Hoje e Sempre 💙


Fanfic / Fanfiction A New Story Of Tsukiuta - Capítulo 13 - 💚Te Amo Ontem, Hoje e Sempre 💙

Pov's Autora On

A sessão correu bem e depois de umas semanas saiu a revista com o anúncio. Foi muito popular, eles venderam 300 mil exemplares apenas naquela zona. Estavam todos muito feliz, mas Sakura ainda estava mais.
Rui iria levá-lá para sair. Realmente ela amava todos mas parecia que por ele o amor era mais forte. O sentimento crescia cada vez mais e começava a sufocar a jovem menina.
Rui tinha preparada um fim-de-semana especial para os dois. Ele se levantou bem cedo e se preparou. Ele preparou um café-da-manhã e foi levar a cama de Sakura. Ela ficou bastante contente. Ela partilhou seu café-da-manhã com Rui, como agradecimento de ele ter feito para ela. Quando acabaram Sakura se preparou o mais rápido que conseguiu.

Pov's Autora Off

Pov's Sakura On

Saímos e fomos apanhar o comboio para Mito (sim é uma cidade do Japão). Rui planeou tudo até ao último promenor. Eu realmente amo ele muito, mas não sabia nenhuma maneira de mostrar para ele. Ele pensa que gosto de todos da mesma forma, mas não é verdade. Meu coração bate mais por ele.
Entramos no trem e nos sentamos lado a lado. Eu agarrei a mão dele e me encostei a seu ombro. Ele me olhou e sorriu. Quando chegamos ele me levou a um Jardim cheio de flores, já tinha ouvido falar. Era o Jardim mais famoso de Mito, o Jardim Kairakuen . Nunca tinha visto lugar mais bonito.

-Sakura-sama. -disse Rui me encarando. -O que você acha?

-É lindo. Eu nem tenho palavras para descrever. Obrigado Rui-sama. -disse o abraçando.

Ele sorriu e me beijou.
Nos sentamos num Banco em baixo das cerejeiras. Ficamos encarando o Lago. Eu decidi de quebrar o silêncio.

-Rui-sama... Eu... -disse um pouco envergonhada.

-Hm? O que se passa Sakura-sama? -perguntou me encarando.

-Bem... Ce sabe que eu namoro com todos vocês, né?

-Sim.

-Bem... Eu posso estar namorando com vocês, mas quem eu amo mais é você. Desde o dia em que te conheci meu coração acelera bastante quando estou perto de você. No dia em que você me rejeitou meu coração se partiu e pensei que minha felicidade tinha acabado, mas agora que estou com você sinto que posso fazer tudo. Você é a razão da minha vida. Todas as vezes que sorrio é quando penso em você. Ce lembra quando o Syunpei me chamou louca por estar me rindo sozinha? Estava vendo fotos nossas. Eu nunca consegui mostrar para você o quanto eu te amo. Eu queria te provar que você é meu tesouro agora é quero proteger você muito bem, para ninguém te separar de mim. Me desculpe se não tenho sido a namorada que você quer que eu seja, mas eu prometo que serei melhor se vice quiser... Eu farei de tudo para ser a namorada perfei----

Ele não me deixou acabar pois me beijou. Não um beijo como costuma dar, mas sim um beijo intenso de língua. Nossas línguas brigavam por falta de espaço, mas aquilo dava prazer a nós dois. Ele parou o beijo por falta de ar, mas me olhou com desejo. Desejo de mais. Eu estava corada mas isso não me impediu de o beijar novamente. Paramos mais uma vez por falta de ar. Estávamos os dois ofegantes depois de dois beijos intensivos de seguida.

-Sakura-sama... Você é perfeita como é. Eu não quero que você mude. Eu te amo tal como você é. Eu também não tenho sido o melhor namorado. Tenho estado muito ausente.

-Rui-sama. Você nunca está ausente. Você está sempre comigo, mesmo quando está trabalhando. -digo mostrando o meu colar. -Eu nunca o tiro, pois é como se você estivesse sempre comigo.

Ele sorriu e me deu um beijo, desta vez calmo e doce. Nos separamos e ele me abraçou.

-Sakura-sama. Eu te amo. -disse acariciando meu cabelo.

-Eu também amo você Rui-sama.

Ficamos abraçados por um longo tempo. Rui-sama tirou do saco um bento feito por ele. Quando acabamos Rui-sama me agarrou na mão e fomos dar uma volta pelo Jardim. A noite caiu e comecei ficando com sono. Eu e Rui-sama fomos para um motel que estava ali perto. Quando entramos no nosso quarto me deitei logo na cama. Rui ficou em pé em frente da cama.

-Rui-sama? -Disse ficando sentada na cama.

-Hm?

-Podemos tentar outra vez? -disse corando.

-Tentar fazer sexo? Mas eu não tenho camisinha.

-Ce não precisa. Eu quero ter um bebê seu. Podemos tentar mais uma vez por favor? -perguntei um pouco corada.

Ele corou levemente e sorriu.

-Claro.

Ele me beijou e me botou a cama. Passou sua mão pelos meus cabelos e foi descendo até meu seio passando por meu pescoço. Ele apertou delicadamente meu peito direito enquanto me beijava. Eu comecei a tirar seu casaco lentamente. Ele tirou minha blusa e minha saia. Em acabei por lhe tirar a camisola e suas calças. Ele tirou meu sutiã e começou lembendo meu pescoço e descendo até meus seios. Ele abocanhou meu peito esquerdo enquanto apertava delicadamente o direito. Eu deixei escapar um gemido o que me deixou corada. Ele me encarou e sorriu de leve.

-Não se preocupe Sakura-sama. Eu adoro ouvir você gemer.

Eu fiquei ainda mais corada e ele deu um leve riso.

-Você é muito fofa Sakura-sama. -disse me beijando.

Eu lhe tirei sua cueca box e ele tirou minha calcinha. Ele posicionou seu membro na entrada de minha intimidade.

-Se te machucar ce diga. -disse colocando seu membro lentamente dentro de minha intimidade.

Doeu um pouco no início mas depois me habituei. Ele começou a fazer movimentos de vai e vem. Eu comecei a gemer loucamente.

-Ahh... Ah...Isso... Sabe.... Ahh... Bem... Rui-sama... -disse no meio de gemidos.

Ele começou a fazer movimentos mais rápidos e fortes. Eu coloquei minhas pernas em sua cintura. Mais umas estocadas e ele gozou dentro de mim.
Ele caiu em cima de mim ofegante.

-Rui-sama... Quero provar... Seu leitinho. -disse ofegante.

Ele corou e me encarou. Eu corei ainda mais e tapei a cara.

-M-m-me desculpe.... E-Eu disse sem pensar.... -disse.

-Eu deixo. -disse sorrindo.

Ele se sentou na cama e eu me pus de joelhos em sua frente. Eu engoli seco e comecei por lamber seu membro todos e abocanhei ele logo em seguida, fazendo Rui-sama soltar um grande gemido. Comecei a fazer movimentos de vai e vem. Ele gemia loucamente. Ele colocou sua mão sobre minha cabeça e eu comecei fazendo mais rápido.

-S-s-sakura-sama...Ahh Ah.... Eu... -disse em gemidos.

Ele não conseguiu acabar e gozou em minha boca. Eu engoli e lambi o resto que tinha ficado em seu membro. Ele estava muito vermelho, e eu estava pior. Sentia meu rosto a queimar.

-Sakura-sama... -disse.

Eu olhei para ele e mais rápido que meus olhos fecharam e abriram, ele me botou a cama. Ele colocou minhas pernas em seus ombros e começou lembendo minha intimidade. Eu fiquei ainda mais corada e comecei a gemer.

-Rui-sama... Ahh Ah.... Isso... Ahhah.... -disse gemendo.

Fechei meus olhos e coloquei minha mão em sua cabeça. Ele subiu um pouco até ao meu clitóris começando a fazer movimentos circulares com a língua. Eu tremia por causa do prazer.
Não demorei muito em gozar. Ele se levantou lembendo seu lábios. Eu fechei os olhos novamente quando ele me encarou.

-Sakura-sama... Você é muito deliciosa. -disse.

-Isso foi muito humilhante. -disse tapando a cara com as mãos.

Ele se aproximou de mim e se colocou a meu lado.

-Sakura-sama... -disse tirando meus braços e me beijando.

Eu me agarrei a ele é acabamos por adormecer.
Acordei no dia seguinte e Rui-sama já não estava na cama. Procurei por ele no quarto e no banheiro, mas não o encontrava. Suas coisas também já não estavam no quarto.

-Deve ter ido a algum lado. -disse para mim própria.

Fui para o banheiro e tomei um duche rápido. Quando ia pegar minha escova de cabelo reparei que estava um teste de gravidez dentro da gaveta do móvel do banheiro. Decidi fazer o teste só para verificar. Fiz o teste, mas como na caixa dizia que tinha de esperar uns minutos eu coloquei o teste em cima na mesa e fui me arrumar. Quando acabei fui ver o teste e... Oh Meu Deus... Deu positivo. Fiquei muito feliz e eu comecei saltando pelo quarto inteiro. Ouvi a porta do quarto e fui a correr.

-Rui-sama... -disse saltando para cima dele.

-Sakura-sama. Que se passa?

Eu lhe mostrei o teste e ele deu um grande sorriso me beijou ferozmente. Eu estava tão feliz que deixei escapar algumas lágrimas. Ele limpou minhas lágrimas e me entregou um saco. Eu o abri e era... um anel. Não um anel qualquer. Ele era de Prata e tinha o nome Rui lá.

-Rui-sama... Eu... Eu não sei que dizer... -disse olhando o anel.

-Este é o sinal que você é minha. E eu sou seu. -disse mostrando seu dedo.

Ele também tinha um anel, mas o dele tinha escrito Sakura nele. Eu coloquei o anel e o beijei.
Nos saímos do quarto e fomos Dar uma volta. Fomos a vários sítios, mas nenhum de nos ligou muito para onde fomos. Nos estávamos abraçados um ao outro e não ligamos para as pessoas que estavam olhando para nos. Era um momento perfeito. Paramos numa florista e ele me comprou um buquê de Rosas de várias cores. Ele ia para pagar mas a mulher da loja não aceitou.

-Não posso aceitar o seu dinheiro. Nunca ninguém comora esses buquês pois são muito caros, mas você foi o primeiro a comprar. Você não ligou para o peço, mas sim para a felicidade de sua namorada. Isso é amor. Por isso considerem um presente. Felicidades. -disse sorrindo.

-Obrigado. -dissemos sorrindo.

Saímos da loja e fomos para um parque. Ficamos no meio de uma ponte do Lago e me sentei no gradeamento. Ele pega uma rosa branca e coloca em meu cabelo. Eu pegou outra e faço o mesmo. Ele me beija e é o abraço forte.
Mas tal como todos os momentos bons, eles acabam. Nos voltamos para casa ao anoitecer, mas antes enquanto Rui-sama foi comprar os bilhetes eu fui a uma loja de brinquedos sexuais. Queria fazer uma surpresa a ele. Acabei por comprar uma fantasia de polícia, uns brinquedos para ele usar comigo e um lubrificante. Paguei e voltei para ao pé dele. Pegamos os bilhetes e apanhamos o primeiro comboio aí é houve. Quando voltamos para casa todos nós perguntaram onde estivemos e nos não respondemos.
Depois do jantar quando todos já estavam dormindo eu chamei Rui-sama para outro quarto.

-O que se passa Sakura-sama?

-Espere um pouco aqui... Tenho uma surpresa para você. -disse entrando no banheiro.

Vesti minha fantasia e peguei o resto e voltei para o quarto. Rui-sama estava deitado na cama e quando me viu assim vestida ele corou.

-Rui-sama. Você me quer punir por eu ter sido uma má polícia? -disse lhe dando o saco.

Ele abriu o saco e corou ainda mais.

-Onde você arranjou isto? -disse.

-Comprei. Para fazer uma surpresa para você. -disse subindo para cima dele.

Como eu comprei a talha baixa que havia nas fantasias ela me ficava muito apertada, então quando me sentei em cima de Rui-sama fiquei com a calcinha a mostra. Eu não me importei.
Comecei a movimentar me em cima de seu membro e ele agarrou o lençol com força tentando não gemer.

-Rui-sama... Eu amo sua voz... Por favor gema para mim. -disse fazendo movimentos mais rápidos.

Ele começou a gemer baixinho, mas eu conseguia ouvir. Comecei a sentir seu membro duro e sai de cima dele.

-Ce tem de me punir por ter feito seu membro ficar assim. -disse.

-Pois. -disse tirando um vibrador pequeno e abrindo minha fantasia na parte de cima.

Ele ligou o vibrador e colocou ele em meu mamilo direito. Comecei a gemer. Ele acabou despindo o resto de minha fantasia incluindo minha calcinha. Pegou no vibrador Grande e colocou ele dentro de minha intimidade. Eu gemia loucamente e ele tirou o lubrificante de dentro do saco.

-Sakura-sama. Ce me ama tanto que ce deixa eu utilizar seu rabo? -disse tentando parecer o mais inocente possível.

Acenei com a cabeça e corei bastante. Ele sorriu de lado e se despiu. Enquanto eu tinha o vibrador dentro de mim ele colocou lubrificante em se membro e em minha entrada. Ele me colocou de quatro e colocou se membro na minha entrada.

-Você sabe que vai doer? -disse.

-Sei...M-mas mesmo assim...Eu deixo... você fazer...

Ele começou a enfiar devagar. A sensação era horrível. Era muito dolorosa. Ele acabou enfiando tudo e senti algo escorrendo. Era sangue. Ele ficou preocupado e parou o que estava a fazer.

-Sakura-sama... Você está bem? Machuquei você muito? Me desculpe.

-N-não faz mal... Continue. -disse.

-Ce tem certeza?

Acenei com a cabeça e ele.começou a fazer movimentos de vai e vem lentos.

-A-apertada... -disse ele. -Pode... Descontrair um pouco Sakura-sama.

-N-não consigo... -disse.

Ele agarrou minha cintura e começou a aumentar a velocidade dos movimentos.
Eu comecei a gemer, mas não só de prazer. Eu gemia de dor também. Ele também gemia. As únicas coisas que ecoavam no quarto era nossas vozes. Mas eu conseguia ouvir o barulho de nossos corpos se tocarem quando ele fazia os movimentos. Ele aumentou ainda mais a velocidade e a força. Eu acabei por perder a força nos braços e cai com a cara no colçao.
Mais umas estocadas e ele gozou dentro de mim, mas mesmo assim ele não parou. Ele continuou.
Nos só paramos ao quinto gozo dele. E só o fizemos porque estávamos ofegantes e sem forças. Quando ele retirou seu membro um monte de gozo misturado com sangue escorreu pela minha perna. Eu cai a cama e Rui-sama caiu em cima de mim. Eu amava sentir sua pele.suave tocar na minha, ainda mais quando estava molhada.
Ele me virou e se deitou em cima de mim encostando meus seios a seu peito. Ele retirou o vibrador e me beijou.

-Eu te amo Sakura-sama. -disse.

-Eu também amo você Rui-sama. -disse.

Acabamos por adormecer assim.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ;)
Até ao próximo Cap

Ah verdade... duas coisinhas...

1° - estou fazendo outra fic, parecida a esta só que sobre B Project. Quem tiver interessado de uma olhada ok?

2°- Amanhã começam as férias de Halloween aqui em França por isso tenho mais tempo para me dedicar as minhas outras fics, por isso talvez não poste tanta vez aqui.

É tudo ;)

Obrigado fofas ㅇㅅㅇ
😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...