História A New Story Of Tsukiuta - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 12
Palavras 1.135
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi Oi lindas
Novo Cap aqui ;)
Presença especial:
Iku, o Príncipe Inocente

Capítulo 9 - Eu amo você com o seu jeitinho


Fanfic / Fanfiction A New Story Of Tsukiuta - Capítulo 9 - Eu amo você com o seu jeitinho

Pov's Autora On

Quando acabaram o café-da-manhã todos se arrumaram pois tinham seus planos. Iku se estava preparando para ir correr. Sakura foi ter com ele.

Pov's Autora Off

Pov's Sakura On

-Iku-kun? Onde você vai? -perguntei.

-Correr. -disse.

-Posso ir com você? -perguntei.

-Claro. Se você quiser. -diz sorrindo.

-Me vou arrumar. Não demoro. -digo subindo as escadas a correr.

Vesti uns calções e uma t-shirt. Calcei umas sapatilhas e coloquei um casaco comprido que parecia um vestido para mim. Atei o cabelo e fui la para baixo.

-Estou pronta. -disse parando ao lado de Iku.

-Onde você vai assim vestida? -perguntou You.

-Correr com o Iku-kun. Porque? -perguntei.

-Essa roupa é muito ousada. CE gosta mesmo de provocar. -Disse You levantando a parte de trás do meu casaco.

-N-nada disso. -digo corando e puxando o casaco.

-Hey. Iku. -Disse metendo algo dentro do bolso dele. -Nunca esqueça isto. -disse sorrindo malicioso.

Iku viu o que era e ficou bastante vermelho.

-Para que é que eu preciso disto? -perguntou vermelho.

-Confie em mim, vai precisar. -disse You.

-Iku-kun... Vamos? -perguntei puxando a manga de seu casaco.

-S-sim. -Disse.

Saímos de casa e corremos lado a lado durante 13 quarteirões, mas depois comecei a ficar cansada e abrandei . Iku decidiu fazer uma pausa. Fomos a uma lanchonete e ele comprou dois batidos.

-Iku-kun? -Perguntei o encarando.

-Hm? -falou bebendo.

-Porque é que o You-kun te deu uma camisinha? -perguntei.

Ele se engasgou.

-C-como sabes isso? -perguntou corado.

-Eu vi ele colocando em seu bolso. -disse.

-Eita... Eu não porque ele me deu. -disse olhando para o lado.

-Você também quer fazer sexo comigo? -perguntei.

-Eh?!?! N-n-nada disso. -disse gaguejando.

-Mas você não me ama? -perguntei.

-Sim... Mas isso não significa que queira fazer isso com você. E para além disso você disse que só gostava daqueles quatro. Isso não me inclui. -disse um pouco triste.

Eu fiquei um pouco triste com a sua expressão e me levantei e lhe dei um beijo na bochecha.

-Não fique assim, por favor. -disse.

-Você deixa eu te beijar? -perguntou.

Acenei com a cabeça e ele me beijou. Quando nos separamos eu baixei a cabeça envergonhada. Ele riu e me abraçou.

-Você é muito fofa. -disse

-O-obrigado. Você também é muito fofo Iku-kun. -Digo abraçando.

Depois de um tempo.nos levantamos e Iku pagou a conta. Quando íamos sair um monte de menina fã dos Procellarum apareceu na lanchonete.

-Oh merda... -disse Iku enquanto me agarrava na mão.

-IKU-SAMA!!!! -todas gritaram e começaram a correr atrás do Iku.

Iku começou a correr e me pegou ao colo como uma princesa. Depois de uma hora acabamos por despistar as garotas. Paramos num parque e ficamos lá.

-Deve ser difícil andar com essas pessoas todas atrás. Principalmente meninas... Bonitas... com peito e bunda grande. -digo com ciúmes e olhando para o meu peito.

Ele riu e se ajoelhou a minha frente.

-Não tenha ciúmes. Eu só tenho olhos para você. E para além disso aposto que seus seios são mais fáceis de chupar que aqueles.  -Disse.

Eu corei. Quando ele se apercebeu do que disse corou igual a tomate.

-N-n-n-não era i-isso que e-e-eu quero d-dizer... -disse gaguejando.

-E-Eu entendi. Obrigada. -disse lhe dando um selinho.

Vi um Flash no canto do meu olho e quando olhei vi alguém a fugir com uma câmera na mão.

-O que se passa? -perguntou Iku.

-Aquele homem nos tirou fotografia e foi embora a correr. -disse apontando para o homem.

-Ah, merda... Foi um Paparazzi. Grrr... Como os detesto. -disse.

-Foi minha culpa?

-Claro que não fofa. -disse sorrindo.

-IKUUUU... NÃO FUJA DE NÓS!!!!-disseram correndo em nossa direção.

-Outra vez não. -disse Iku me pegando ao colo.

Começamos a correr outra vez. Paramos desta vez num beco escuro para que não nos vissem. Sentamos num banco que la estava.

-Aff... Já tive 3 treinos num só dia. -disse Iku.

Ele se esticou para trás. Eu fiquei em pé a sua frente.

-Você não se quer sentar? -perguntou.

-Hm. -olhei para o banco e vi que ele estava sujo e acenei negativamente.

-Você quer sentar no meu colo? -perguntou se endireitando.

Acenei com a cabeça e me sentei em seu colo com as pernas para o lado direito e me encostei em seu peito.

-Você é mesmo fofa. -disse acariciando meu cabelo.

-Iku-kun...

-Hm?

Peguei sua mão e coloquei em meu seio. Ele corou bastante.

-O-o q-que e-estas a f-fazer? -perguntou.

-Você disse que meus seios era mais fáceis de chupar que daquelas meninas. Você quis dizer que meus seios eram pequenos? Ou queria dizer que você queria experimentar eles?

-Eh?! Eita... Acho que nenhuma... Queria apenas dizer que são perfeitos como são. -disse corando um pouco e tirando sua mão de meu seio.

-E você não quer experimentar? -digo abrindo meu casaco.

-O que deu em você? -disse corando.

Me sentei em seu colo virada para ele e despindo meu casaco. Ele engoliu seco.

-Eu deixei meu sutiã em casa, para ser mais fácil para você. -disse afastando um pouco a blusa de meu corpo.

-Você já tinha ideia na cabeça quando saiu de casa?

-Sim. Bem... Não propriamente. Não importa. Você quer? -disse despindo minha blusa.

Sua cabeça deitava fumo de tão corado que estava. Ele chegou até a bloquear. Comecei a sentir algo duro em minha intimidade. Reparei que era o membro de Iku.

-Iku. Você precisa de ajuda? -disse começando a mexer em cima de seu membro.

Ele gemia baixinho e tremia muito. Ele me abraçou tentando me parar.

-O que se passa? Não estou fazendo direito? -perguntei.

-Porque você está fazendo isto? Isto é errado.

-Errado? Porque?

-Você é muito nova. Se eu estiver fazendo isto serei um pedofilo.

-O You-kun diz que é uma coisa normal. E para além disso você tem a mesma idade do Rui-sama e ele já o fez comigo.

-Eh? Ele já fez? Q-quando?

-Hoje de manhã. No banheiro.

-N-no banheiro?

-Sim...

-Não pensei que ele fosse capaz. Pensava que ele era inocente. Mas acho que nenhum dos dois é.

Ele suspirou e vestiu a minha blusa.

-Eu te amo, mas não quero fazer nada com você, pelo menos, não agora. Talvez mais para a frente.

Ele me beijou e nos levantamos. Fomos para casa e eu me sentei no sofá.

Pov's Sakura Off

Pov's Iku On

-Então como correu? -perguntou You.

-Como correu o que?

-O sexo.

Eu corei e me virei para ele.

-Não houve isso. Vocês abusam da inocência da Sakura. Ela ainda é nova. Ela pensa que fazer isso é normal. -pego a camisinha e devolvo para ele. -Não vou fazer isso com ela.

Digo e vou embora. Vejo Sakura a brincar com o cão. Mitsuri se sentou ao pé dela a conversar. Fui para cima e tomei um duche rápido.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Desculpem se ficou meio bosta... acabei a pressa para postar hoje
E sim, já era meu plano não haver nada...
Me desculpem pela desilusão
Prometo que vou compensar ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...