História A new way - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars, Personagens Originais
Tags Amor, Banda, Bruno, Brunomars, Famosos, Hernandez, Hooligan, Mars, Novela, Peter, Peterhernandez, Romance
Exibições 21
Palavras 749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bruno e Carol estão se aproximando...

Capítulo 4 - Acabou?


O rosto inchado de tanto chorar contrastava com a serenidade do sono de Carol. O sono era leve e ela despertava com qualquer coisa, pois só isso explica o seu despertar assim que a chave virou na porta. Ela corre e pega o celular: 3:22am. Não podia acreditar. Deixou Carl fazer o que queria: tomou banho, mudou de roupa, comeu algo e bebeu água. Assim que pôs a mão no cobertor, ela soltou, assustando-o.

- Não ouse entrar aqui. - Sua voz era séria e não fraquejava. - Pega suas coisas e dorme na sala. E saia antes de eu acordar, não quero mais te ver. - Apenas nesse momento ela olhou para Carl - Nunca mais.

Seu pedido foi atendido. Carol acordou, preparou seu café e pôs sua roupa sem mais problemas. Sentia que precisava esquecer tudo o que aconteceu. Ao sair reparou num bilhete colado na grande porta de madeira.

"Me liga, babe. C"

"Cara de pau", pensou.

No caminho mandou uma mensagem de texto para Bruno:

C: Bom dia, Brunz. Vou passar no Starbucks. Quer algo?

B: Bom dia, pitbullzinha. Traz um café expresso grande. Ah, e um muffin de queijo! 

C: De queijo? Meu favorito! Xo

 

Pitbulzinha, vê se pode... Carol estava impressionada com a sintonia que criara com Bruno em apenas um dia. No entanto, quando chegou, a expressão dele estava diferente do dia anterior, diferente do que ela via nos corredores.

Hey, Brunz - Bruno não respondeu - Mr. Mars? Bruno, hello!

Oi, Carol - ele respondeu com uma voz embargada - Desculpa me distraí.

Tá tudo bem? 

Não. Mas não vou te encher com meus problemas. 

Então... eu posso te encher com os meus? - Carol não sabia da onde aquilo tinha saído mas precisava parar de fingir para si que estava bem. Precisava desabafar.

Claro! O que houve? - Bruno mudou seu olhar e agora parecia preocupado.

Meu namorado. Ex namorado, eu acho. Ele me traiu ontem. De novo. E usou a mesma desculpa de quando eu o flagrei, pra isso. - Seus olhos marejaram - Não aguento mais. 

Ele te... traiu? Como? Você é... - nesse momento ele engasgou - uma ótima pessoa.

Você nunca traiu a Jessica? - no momento em que terminou a frase, se arrependeu - Desculpa, eu não tenho nada a ver com isso, que bobagem a min...

Já. Várias vezes. - Ele a segura pela mão e a leva pro sofá - Mas isso é porque... eu nunca gostei dela de verdade. Mas quando eu vi, ja estávamos morando juntos e eu... Não conseguia dar um fim naquilo. Mas acho que ontem foi o fim. De vez.

- Então vocês terminaram?

- Mais ou menos. Acho que sim. Eu sai de casa. 3 da manha e eu batendo na porta do Phil - ele sorri, triste

- Podia ter batido lá em casa, foi mais ou menos nesse horário que eu expulsei o Carl.

- Não seria má ideia, pitbullzinha. - Agora sim, ele tinha jogado seu sorriso mais maroto. Carol derreteu.

- Bobo! - disse envergonhada - Vai, come seu muffin!

- Entre uma mordida e outra, Bruno disse: "Tive uma ideia, gatinha!"

- Carol pensou no óbvio: - Hmmm, letra nova!

- Nãaaao! Nada disso! Vamos sair! Hoje a noite! Preciso te apresentar aos meninos da banda. 

Carol pensou em recusar, mas o que tinha a perder? - Quer saber? Vou mesmo! Tô é precisando dar um beijos na boca!

Bruno ria e se mostrou chocado - E quem será o felizardo?

Carol jogou o verde mas foi sem querer - Ué, você não vai me apresentar aos meninos?

Bruno ficou chocado.

A noite, Bruno deixou seu carro na Atlantic e foi no carro Carol até a casa dela. Todos os meninos os encontrariam lá. Ela tratou de deixar uma mensagem bem clara para Carl não ir até a casa pois teria visitas. 

Ao chegar, Carol mostrou-lhe a casa e subiu para se arrumar. Bruno estava se arrumando no quarto de hospedes. 

"A quanto tempo eu não me arrumo assim", pensou a se olhar no espelho, maquiada e pronta.

- Bruno! - gritou - Pode entrar!

Bruno entrou timidamente e seu queixo foi ao chão. - Pitbullzinha você... Que gata!

Os olhos de Carol brilharam - Mereço uma selfie com o Mr Mars, o mais novo solteiro do pedaço?

- Deve!

Muitas fotos depois, a campainha toca.

Carol desceu tentando não cair no salto. Quando olhou pelo olho mágico qual foi sua surpresa.

 


Notas Finais


Hummmm, quem será que foi fazer uma visitinha pra Carol, hein? E essa baladinha também tá prometendo! 2 novos solteiros não vai dar certo haha
Comentem!
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...