História A Ninfa. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 12
Palavras 977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Na capa, Demon e Angel (amo cavalos, como gatos)
Então, espero que curtem, e desculpem o capítulo pequeno, mas meu PC barreou.
Amo essas leitoras fantasmas, mas apareçam, please!
Kisses da Niah ^-^
Boa leitura

Capítulo 5 - Conhecendo o amor


Fanfic / Fanfiction A Ninfa. - Capítulo 5 - Conhecendo o amor

Estava do lado de fora, vendo a Angel e o Demon correndo em volta do lago. Eles pareciam felizes. Observava o Sol quente descendo aos poucos, mudando os tons do céu. Eu lembrei da cena no quarto, e meu coração se apertou para saber o que havia acontecido  para ele ter a cicatriz. 

- Tudo bem? - me assustei e vi Jonathan sentar ao meu lado. - Está distraída.

- Estou. Só queria saber da sua cicatriz.. Foi alguma cirurgia?

- Não. Foi minha ex mulher.

Me sobressalto.

- Como assim?

- Bem - seus olhos se tornam opacos e sua voz carregada. - Eu e ela fomos casados por quatro anos. E eu a amava por dois anos, até que depois de uma crise idiota de ciúmes, todo aquele afeto que sentia por ela se esvaiu E por mais dois anos, dormi ao lado dela, a desprezando. Ela sentiu o quanto que eu estava infeliz, e então discutimos feio. Quando falei que queria o divórcio, ela quebrou todos os objetos de vidro da casa. Me revoltei e corri para cima, afim de arrumar minhas coisas e ir embora. Na escada, discutimos de novo, e então desequilibrei e cai escada abaixo, me chocando com os vidros.

- Nossa - só consigo dizer isso. Ao longe, Demon relincha forte enquanto Angel recua, com medo.

- Fui pro hospital, e fiz a remoção do caco, mas fiquei com essa cicatriz - ele alisa o local. - Fiquei debilitado, então ela passou a cuidar de mim, mesmo com a papelada do divórcio sendo preparada. Por problemas financeiros, ela ficou em minha casa até hoje. Mas ela é muito controladora, ainda pensa que sou dela.

- Isso é um problema - Angel se aproxima de Demon, e o acalma. 

- É. 

Ficamos em silêncio, apenas observando os cavalos. Eles haviam deitado na margem, e um fazia carinho no outro. 

- E depois disso tudo? Nunca ficou com outra mulher? - disse, me levantando, indo em direção aos cavalos.

- Não. Eu tinha conhecido uma mulher interessante, mas quando eu a levei em casa, Victoria fez de tudo para ela ter uma visão errada de mim. Então evitei sair com outras, para não acontecer nada.

- Sua ex é perturbada da cabeça, com todo o respeito - ele ri.

- Concordo com você - guiamos os cavalos ao estábulo, e ele me ajuda a escovar suas crinas.

(...)

Essa era a terceira garrafa de vinho que se acaba. Em meio as risadas, conheci um pouco do Jonathan Storff que até de manhã, era um completo desconhecido. Permiti abrir um pouco de mim, e em poucas taças, viramos amigos íntimos. Fazia dois meses inteiros que ele estava em minha casa, e toda noite tomamos um bom vinho, e falamos sobre nosso dia. 

Muitos homens vieram a procura de Ninfa, mas essa já não morava aqui. Tive a confirmação de estar amando John, sim, em pouco tempo. E eu sabia que ele correspondia, pois seu olhar para mim não era de desejo, era de amor. É estranho eu falar desse jeito, nunca pensei que soubesse diferenciar esse olhar.

- Esta noite, você vai dormir comigo - ele disse, se levantando com as taças e a garrafa, Senti meu rosto esquentar quando ele disse isso.

- M-mas por que?

- Você tem mostrado que não é mais a mesma. E, pelas minhas lições, com certeza você vai saber o que fazer. 

Será? Se ele me chamou para deitar em sua cama, significa que algo vai acontecer? Ele sobe pro quarto, sem mais nada a dizer. Corro pro meu quarto, e tomo um banho rápido, abro o guarda-roupa e procuro pela minha lingerie preta. Se ele me ver com ela, com certeza vai me desejar.

Assim que a encontro, deixo a toalha cair e me olho no espelho, vestida com ela. E quando enxergo meu reflexo, me sinto outra pessoa, mas infeliz. Minha aparência parece forçada, e por um momento, me sinto feia. Tiro e provo todas as lingeries, e sinto o mesmo resultado. Jogo todas pro alto, e me debruço na cama.

- Não estou atraente nessas roupas - choramingo. Olho para o armário, e suas lições passam como flashback em minha mente. Não tenho que mostrar em aparência, e sim em essência. No guarda-roupa, pego uma calcinha de algodão, um short preto de malha fina, e uma camisa de algodão branca e azul. E ao me olhar no espelho, me sinto bela, bonita. Me sinto Verena, e não Ninfa.

Arrumo tudo e vou pro seu quarto. Bato na porta, e escuto um entre. Ele está sentado, apenas de calça moletom e sem camisa. Fecho a porta, e fico com vergonha de seu olhar preso em mim.

- Passou no teste - ele diz, sorrindo.

- Que teste?

- Eu queria saber se você viria com Ninfa, mas vejo que veio como Verena. Estou orgulhoso - sorrio envergonhada. - E, você fica muito bonita desse jeito.

- Obrigada. E estou feliz, você me ensinou a amar, e estou amando essa nova pessoa.

- Não - ele nega com a cabeça. - Não é uma nova pessoa, é você. Só não sabia onde estava.

Rimos e nos sentamos na cama. Ele pega em minhas mãos, e seus olhos se tornam mais claro.

- Agora, esse é o ultimo teste.

- Como assim? - pergunto confusa.

- Você sempre fez sexo como Ninfa. Agora, fará como Verena.

Paraliso, e meus lábios tremem. Tento focar em seus olhos, mas o instinto me faz abaixar a cabeça. 

- Q-quer dizer que... - ele levanta meu rosto, e então vejo aquele olhar, o olhar de desejo.

- Eu te desejo, Verena.

Seus lábios se aproxima, e então ele me beija. Sua boca é macia, e sua língua é gostosa. Suas mãos me fazem aproximar, e então nosso beijo se aprofunda.


Notas Finais


Já sabem, né? Próximo capítulo, vem hentai ^^
Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...