História A nossa História - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sorriso Maroto
Personagens Bruno Cardoso, Cris Oliveira, Fred Araújo, Sérgio Jr., Vinícius Augusto
Tags Brunocardoso, Sorrisomaroto
Exibições 14
Palavras 1.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ai vai um capítulo breve e aguçante pra vocês.
Depois me contem o que estão achando! beijokas

Capítulo 10 - Sou só dele


Fanfic / Fanfiction A nossa História - Capítulo 10 - Sou só dele


      O Médico tinha realmente razão o Leandro em poucos dias tinha saído hospital, e estava se recuperando bem, isso fazia com que Bruno se sentisse menos preocupado, D. Nilza havia me agradecido pelo apoio e em umas das visitas que fui fazer ao Léo tivemos a oportunidade de conversar a sós, ela era mesmo como o Bruno havia descrito, cheia de vida e fé, falamos de tudo um pouco, ela havia me pedido pra não desistir do Bruno, porque ela sabia o quão difícil era manter um relacionamento com uma pessoa pública, disse que sabia que eu era uma mulher do bem, e que o que me motivava ficar perto do Bruno era somente o amor e mais nada, naquela tarde ela também me falou sobre o que o Bruno pensava em relação a mim, disse que ele vivia falando de mim, que ele sorria quando falava, mas que ele tinha medo de me machucar, medo de eu não saber lidar com a fama dele, confesso que fiquei meio surpresa afinal tínhamos quase dois meses ficando e em nenhum momento eu dei a entender que não saberia lidar com a fama dele, acho que a D.Nilza entendeu meu semblante de indignação, ela me contou que o Bruno havia namorado uma outra moça por um longo período, mas que não havia dava certo pelo fato dela ser ciumenta ao extremo, de achar que a todo instante o Bruno a traia, eu entendia o medo dele de me machucar e de se machucar também, mas era diferente eu era madura o suficiente pra saber lidar com aquela situação, aliás eu era madura até demais pra ficar fazendo o papel de ficante, já estava na hora de decidirmos nosso futuro, mas eu não iria força-lo a nada eu só respeitaria o meu limite.
Depois daquela conversa com D. Nilza eu passei por uma remodulação, deixei de colocar o Bruno como centro das minhas atenções, é claro que sem deixar de ser presente, aquela fase de paixonite de verão tinha passado, eu já o amava e meu coração e meu corpo ansiavam por algo mais sério e eu tinha que mostrar pra ele de alguma forma, apesar de ainda ser jovem eu já era uma mulher, e mulheres não vivem só de aventuras.
Era uma segunda- feira chuvosa e fria, eu tinha passado o final de semana sozinha, Bruno estava na estrada e optei por não acompanha-lo eu precisa de um final de semana de tranquilidade pra organizar algumas coisas, Yamin estava na casa dos pais dela como de costume, ela havia tirado férias do trabalho naquela semana, 30 dias sem minha amiga, e eu odiava ficar sozinha por longo período, eu estava morta de cansaço, tinha tido um dia produtivo na empresa, e tudo o que eu queria era uma boa massagem, por falar nisso pela manhã havia recebido um sms do Bruno um tanto que curioso...
Bom dia flor do dia, cheguei agora de manhã em casa...Vou descansar um pouco, e peço a gentileza que a Senhorita não marque nada pra hoje a noite, eu estou morrendo de saudades do seu perfume de jasmim com um toque apimentado, hoje a noite vai ser especial.  Nos vemos a noite, beijos mil!
Assim que entrei no meu apartamento D. Maria  veio ao meu encontro, ela trabalha comigo desde que cheguei no Rio, minha mãe e ela eram unha e carne e eu tinha que praticamente implorar pra ela não falar sobre o Bruno com meus pais, antes de eu ter certeza de que viraria algo sério, a aprovação dela eu já tinha, ela adorava o Bruno...
-Minha filha estou preparando um jantar, o Bruno ligou e disse que viria pra cá ai resolvi preparar algo pra vocês. (Ela tinha um jeitinho todo doce especial de falar)
-Obrigada Maria, o Bruno vai ficar mal acostumado
-Eu gosto dele minha filha, ele disse pra você subir pro quarto que tem um presente lá pra você.
-Ai meu Deus, Ele veio aqui Maria?
-Não sei de mais nada
(Ela riu e foi pra cozinha)
Entendi, eles estavam de tramoia, segui correndo em direção ao quarto, aliás que quarto lindo, todo perfumado e com rosas vermelhas pelo chão e sobre a cama, meu Deus o que estava acontecendo, o Bruno queria me matar de amor?! Sobre a cama havia uma caixa grande vermelha, um buquê de flores e um cartão com os seguintes dizeres:
Bruna,
Eu pensei em inúmeras maneiras de te agradar, pensei de tudo mesmo eu ate pedi ajuda aos universitários! rs
Mas cheguei a conclusão que a maneira mas perfeita seria a mais singela e aquela que brotou exclusivamente do meu coração. Dentro dessa caixa tem, uma roupa especial pra nosso jantar, e uma outra mais especial ainda pra Depois do jantar, você já é linda, esse agrado é só pra deixar tudo nessa noite especial.
Eu mesmo preparei o seu banho, é só ligar a Hidro, te espero lá em baixo pro jantar, não tenha pressa, faça tudo no seu tempo.
beijos, seu Bruno

Eu nem havia terminado de ler e já estava chorando litros, estava tudo lindo até na minha banheira tinha rosas e mais um bilhete:
Não esvazie a banheira, iremos precisar dela depois ;)
Ele era realmente o que eu havia sonhado ter, tudo preparado com carinho, o vestido para o jantar era magnifico, as joias, o par de sapatos, em tudo tinha o jeito e o cheiro dele, no final das contas eu estava linda, me sentia maravilhosa, já desci na expectativa de subir logo pra vestir aquela camisola vermelha, assim que comecei a descer as escadas o perfume dele veio ao meu encontro, e lá estava ele na sala de jantar, tinha música tranquila de fundo, uma baixa iluminação, e ele mais lindo que nunca me olhando de uma forma que eu nunca tinha visto.
-Parabéns, você conseguiu ficar mais linda ainda
-Você também também, tá mais lindo do que aquela noite no estacionamento do shopping

Ele me beijou, dançamos, jantamos logo ele se levantou da mesa e sentou próximo a mim, meu coração quase saia pela boca, ele também estava nervoso, era nítido, ele pegou em minha mão tremula e a beijou.
-Bruna, de todas as minhas certezas você é mais linda. Eu não vejo outro destino se não for ao seu lado. Quer namorar comigo?
Eu chorava, sorria, me sentia a mulher mais feliz do mundo
-Você não sabe como eu esperei por esse momento, eu quero ser sua namorada pra sempre.
Nos beijamos e logo em seguida subimos pro quarto, lá ele me presentou com um anel de compromisso, enquanto ele se ajeitava na cama eu fui para o banheiro e me troquei, ela a camisola mais linda que eu havia vestido na vida, aliás era a mais linda que eu já havia visto. Quando entrei no quarto ele me observava como uma fera apaixonada, dançamos uma última música juntos e nos rendemos ao fogo do amor e da paixão, fizemos amor como nunca havíamos feito antes, ele falava isso o tempo todo pra mim. No fim precisamos mesmo da banheira, pra relaxar o corpo e os ânimos.

Naquele instante eu passava a ser só dele, e ele somente meu...


Notas Finais


Espero que gostem ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...