História A Nossa História (Um Romance Sasusaku) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Madara Uchiha, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, Tsunade Senju
Visualizações 23
Palavras 2.476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!
Essa fanfic é sobre um dos meus casais favoritos, ela foi inspirada na minha one shot Eu culpo você.

Chega de conversa e vamos a fanfic!💞

Capítulo 1 - O Início


Sakura 25 anos on

Acordei cedo hoje para encontrar as meninas no parque, combinamos de fazer um pic-nic debaixo das cerejeiras em flor na primavera e aqui estou eu caminhando por essa rua cheia de flores que deixam sua beleza e perfume tornar tudo mais poético.

Vesti um vestido vermelho comprido até os joelhos de alcinha com um decote discreto, calcei sapatilhas pretas e estou levando um casaco branco para o caso de esfriar, tenho certeza de que a Ino, Karin e Temari já estão no parque reclamando por eu estar atrasada, na verdade hoje eu gostaria de ter ficado em casa, os últimos meses tem sido tão cansativos com a entrega dos últimos trabalhos, realizações de provas e preparação para a defesa do meu TCC, finalmente terei meu diploma de médica, tanta coisa mudou na minha vida, quem diria que eu seria amiga da Karin e que eu seria médica, antes tudo que passava pela minha mente e tudo o que eu queria era quem nunca olhou para mim da forma que eu sempre esperei que olhasse, às vezes eu me arrependo de ter escrito aquela carta e pedido para que o Naruto entregasse ao Sasuke, nem sei se ele realmente entregou e se o fez, nem sei se o Sasuke a leu, já faz dois meses que a escrevi e até agora nenhuma resposta, as meninas dizem para eu esquecê-lo, afinal são três anos sem notícia e o único com quem ele fala é o Naruto e eu soube isso pela Hinata antes dela viajar para Londres.

Sinto meu celular vibrar na bolsa, atendo e do outro lado da linha ouço a voz da Ino.

- Haruno, porque a senhorita ainda não chegou? Eu já estou com fome.

- Estou chegando Ino! - falo rindo - Não deixa a Karin comer tudo antes de eu chegar.

- Não me chame de gulosa rosada. - fala Karin tentando fazer voz de brava.

- Estou chegando meninas, até daqui a pouco.

Desligo o celular, guardo na bolsa e continuo o meu caminho, quando estou andando e admirando as cerejeiras, ouço uma voz e meu coração aperta e sinto um leve frio na barriga, eu me viro e vejo um homem de olhos e cabelos negros, alto, pele branca, usando uma calça jeans, blusa branca, uma jaqueta azul e tênis, eu não podia acreditar que ele estava ali.

- Oi Sakura! - fala com uma voz grave que me traz lembranças belas e também tristes.

A única coisa que consigo falar ao vê-lo é seu nome.

- Sasuke Uchiha.

Sakura 25 anos off

Oito anos antes *

Sakura 17 anos on

Que manhã linda, sempre amei a primavera tudo fica mais bonito com essas flores, mas agora não é hora de ficar apreciando a beleza das flores, preciso andar mais rápido, não quero chegar atrasada na escola.

 Quando chego no portão vejo a Karin ao lado do Sasuke e dos amigos dele.

- Não fica encarando Haruno. - fala Ino 

- Ah! Oi Ino, bom dia para você! - falo um pouco desanimada.

- Não fica assim por causa do Sasuke, você merece alguém melhor.

- Não estou assim por causa do Sasuke.

- Vou fingir que acredito, ah! olha a Hinata.

Hinata vem em nossa direção sorrindo, ela sempre foi minha amiga desde o ensino fundamental, no tempo em que a Ino vivia implicando comigo. 

- Bom dia meninas! - fala Hinata com uma voz suave, eu me pergunto como alguém consegue ser tão fofa assim!

- Vamos para a sala meninas. - fala Ino.

- Antes eu vou ao banheiro, vejo vocês na sala. - digo e sigo em direção ao banheiro.

Quando estou lavando minhas mãos, vejo Karin estrar no banheiro e passar batom.

- Olha quem está aqui, Sakura Haruno.

- Oi Karin! - vou em direção a porta, mas Karin larga o baton na pia do banheiro e segura meu braço.

- Espera aí coisa rosada, eu vi você olhando para o meu namorado.

- Você viu errado, eu não estava olhando para ele. - solto meu braço.

- Eu sei muito bem o que eu vi, melhor ficar longe dele entendeu?

Ino entra no banheiro nesse momento e fica entre mim e Karin.

- Eu sabia que você iria vir aqui no banheiro ameaçar a Sakura, você não cansa de ser tão clichê Karin? - diz Ino com deboche.

- Não sei o porquê de você andar com essa garota ridícula.

- Não interessa com quem eu ando, ah! O Sasuke sabe que você anda dizendo por aí que é namorada dele? Pelo que eu sei ele não tem namorada nenhuma.

- Você não sabe de nada Ino, afinal você foi só um brinquedinho dele no passado não foi?!

Percebo que Ino fica irritada e eu a seguro, Karin ri, pega o seu baton e sai do banheiro.

- Essa garota é uma vagabunda.

- Esquece ela Ino. 

- Esquecer?! Essa garota decidiu fazer sua vida um inferno desde o ano passado e você não faz nada.

- Não quero confusão, você sabe que eu sou bolsista, não posso aceitar as provocações dela, isso seria pior para mim.

- Você também é aluna e tem direitos Sakura.

- Esquece isso, vamos para a sala.

Formos para a sala, Ino fez questão de encarar a Karin e a mesma a olhou com um sorriso irônico, eu me concentrei na aula de matemática, que nunca foi uma das minhas aulas favoritas e na qual eu estava tendo dificuldades esse ano.

No intervalo eu fiquei conversando com a Hinata, já que a Ino foi se encontrar com o Sai na sala de artes, apesar de gostar da Escola Sarutobi que é uma das melhores escolas de Tóquio, às vezes me sinto deslocada aqui, se não fosse a Ino e a Hinata eu me sentiria perdida e solitária nessa escola, todos aqui são de famílias tradicionais e ricas, eu só fiz questão de estudar aqui para tentar me aproximar do Sasuke, mas ele nunca olhou para mim.

- Sakura vamos ao shopping hoje depois da aula? Eu preciso comprar um presente para o meu primo Neji.

- Ah! Esse é o seu primo que mora na Inglaterra, não é?!

- Sim! Mês que vem é o aniversário dele, quando mamãe viajar para Londres quero que ela entregue meu presente para ele.

- Vou sim! Vamos chamar a Ino.

Depois da aula eu e Ino formos até o shopping com a Hinata, ela andou por várias lojas e acabou não comprando nada, paramos para comer alguma coisa e Ino teve uma idéia.

- Já sei! Vou ligar para o Sai com certeza ele vai nos ajudar.

- Será?! - pergunta Hinata. 

- Vai sim! Ele e o Neji são amigos, ele vai nos dar algumas dicas.

Ino liga e ele atende no segundo toque, ela fala sobre o presente e ele diz que está perto e logo chegará no shopping.

- Daqui a pouco ele estará aqui! - diz Ino.

- Eu queria ter um namorado assim. - fala Hinata 

- Ino tem certeza que a gente não está incomodando ele?! - pergunto.

- Não! Relaxa, ele disse que está aqui perto junto com alguns amigos.

Ficamos conversando e dez minutos depois Sai chega com os seus amigos, que é claro só podiam ser Naruto e Sasuke, fiquei gelada quando vi o Uchiha, eu sou muito burra mesmo, quando a Ino falou amigos é óbvio que seriam Naruto e Sasuke, afinal eles vivem juntos.

- Oi meninas! - diz Naruto sorrindo e sentando ao lado da Hinata e de frente para mim, Sai puxa uma cadeira para ficar ao lado da Ino, Sasuke ficou em pé por um tempo e depois sentou ao meu lado.

- Que bom que vocês também vieram meninos, a Hinata precisa de ajuda para comprar um presente para o Neji. - fala Ino.

- Não sou bom com presentes. - fala Naruto apoiando o queixo no braço direito com uma expressão pensativa.

- Desculpa por incomodar vocês. - fala Hinata com o rosto corado.

- Não precisa pedir desculpas Hinata, o Neji é o nosso amigo, já que estamos aqui também deveríamos comprar algo para ele. - diz Sasuke 

Eu fico calada, a presença do Sasuke fez com que a minha voz sumisse e Ino percebeu, então ela fez algo que eu não sabia se era bom ou ruim. 

Que tal nos separarmos? Eu e Sai vamos pesquisar algumas coisas, Naruto você vai com a Hinata.

- Está bem! - Naruto olha para mim e percebo que ele fica desanimado.

- Sasuke você acompanha a Sakura. conclui Ino

Arregalei os olhos e balancei a cabeça, mas não adiantou muito, pois Ino levantou da mesa e seguiu com o Sai, o mesmo fizeram Hinata e Naruto.

Sasuke levantou e eu fiquei sentada, ele andou um pouco e quando percebeu que eu ainda estava sentada, ele olhou para mim e franziu o cenho.

- Você não vem? 

- Ah! Sim, eu vou! - levanto e vou na frente e ele me segue.

- A Ino sempre consegue o que quer... - fala Sasuke.

- Sim!

- Não gosto muito de shopping, você gosta?

- Sim!

- Acho que deveríamos comprar livros para o Neji, ele gosta muito de ler ou uma presilha para ele amarrar aquele cabelo dele que ele nunca corta.

- Sim!

- Sim?!

- Sim! 

- Você gosta de filmes pornôs?

- Sim!

Sasuke começa a rir e eu percebo que só falei sim e com certeza disse sim para algo que não deveria.

- O que você falou? - pergunto. 

- Não importa, eu sei que você não responderia sim, se estivesse prestado atenção no que eu estava falando.

- Por favor diz o que você perguntou.

- Um dia eu falo! Sabe eu não estou afim de procurar presentes

- Então porque você veio?

- Sai veio correndo quando a Ino ligou e o Naruto ficou animado para vir, acabei acompanhando eles.

Vejo uma livraria e entro, Sasuke me segue.

- O Neji gosta de livros? Pergunto.

- Você não estava mesmo me ouvindo  - ele fala e sorri - Sakura Haruno é o seu nome não é?! 

- Sim! Como você sabe?

- Estudamos juntos! Na mesma escola e na mesma sala, seria estranho se eu não soubesse.

- Ah! Verdade! - sei que a pergunta foi idiota, mas nunca pensei que ele me notasse naquela escola.

- Acho que aqui não há nada de interessante para o Neji, vamos em alguma loja. - diz Sasuke.

- Vamos! - quando estamos saindo vejo um livro de poesias do Fernando Pessoa, sempre fui uma fã dele, mas o livro era bem caro, então paro de desejar o livro e saio.

O telefone do Sasuke toca, ele fica um pouco sério, olha para mim e se afasta um pouco, percebo que ele fala irritado ao celular, depois de um tempo ele desliga e vem em minha direção visivelmente aborrecido.

- Desculpe Sakura, mas tenho que ir, te vejo amanhã na escola, tchau! - fala e sai mexendo no celular. 

- Tchau! - digo, mas creio que ele nem tenha ouvido.

Meu celular toca e é Hinata, atendo e ela diz que é melhor deixarmos a compra do presente para outro dia, uma vez que, está ficando tarde e ela tem que acompanhar sua mãe a um jantar beneficente, ela diz que já ligou para a Ino e que nos encontraremos na praça de alimentação.

Sigo para a praça de alimentação e espero as meninas que não demoram para chegar junto com o Naruto e Sai.

- Cadê o Sasuke? - pergunta Naruto.

- Ele já foi! - respondo 

- E deixou você sozinha? - diz Ino 

- Sim, ele parecia apressado. - respondo 

- Talvez ele tenha que ir ao mesmo jantar que eu. - diz Hinata - a família Uchiha, Hiuga e Uzumaki foram convidadas.

- A minha também, mas eu não vou! - fala Ino, um pouco irritada por me ver sozinha.

- Vamos eu deixo vocês em casa, eu estou de carro hoje. - diz Naruto todo sorridente.

- Vamos! - fala Sai - eu ainda tenho que terminar uma tela que estou pintando.

Saímos do shopping, vamos até o estacionamento, entramos no carro e seguimos primeiro para a casa da Ino, ela faz com que o Sai desça do carro e vá para a casa dela, depois deixamos Hinata  em sua casa ela se despede e fica corada quando Naruto sorri para ela.

Passo para o banco da frente, vou calada e no caminho o carro fica parado no trânsito.

- Você não precisa se incomodar, daqui eu posso ir andando. - falo enquanto tiro o cinto de segurança, mas sou impedida pelo Naruto.

- Não, eu vou deixá-lá na sua casa! - diz o loiro.

Quando o trânsito finalmente agiliza, seguimos para a minha casa.

- Obrigada! - digo e saio do carro.

- Espera! - Naruto sai também. - você não me deu seu número. 

- Quê?!

- Número do seu celular Sakura, estudamos a três anos juntos e você é a única garota daquela escola que eu não tenho o número.

- Não decorei o número ainda. - minto, pois não quero amizade com o Naruto.

- Não sei se acredito em você Sakura chan.

- Sakura chan?! Ninguém me chama assim!

- Agora alguém chama! Eu! - diz  Naruto que entra no carro que sorri para mim. - Tchau Sakura chan.

Ele vai emboa e eu fico olhando o carro se afastar, eu realmente não quero me aproximar dese cara.

Sakura off 

Autora on

Sasuke desce do táxi irritado e entra em uma mansão e vai direto para  o escritório do seu pai que está conversando com Madara.

- Isso são modos Sasuke, bata antes de entrar no meu escritório - Diz Fugaku.

- Eu falei que não iria nessa festa e o senhor ainda me coloca na lista como acompanhante da Karin - diz Sasuke furioso 

- Ela é sua namorada não é?! - Pergunta Fugaku.

- Não, ela foi um dia e hoje não é mais.

- Calma Sasuke, seu pai não sabia disso, anime-se será um evento divertido e seu irmão também irá - diz Madara.

- Eu vou falar com o Itachi, até depois tio - Sasuke sai do escritório.

Fugaku e Madara continuam a conversa.

- Quero que Sasuke cuide das empresas aqui de Tóquio e Itachi das empresas brasileiras, mas essa rebeldia do Sasuke me preocupa. 

- Eu falarei com ele Fugaku, não se preocupe.

- Obrigado irmão! Você tem me ajudado muito, e Sasuke só ouve você.

Quando fica sozinho Madara observa todo escritório luxuoso do irmão, senta em sua cadeira, olha ao redor e diz.

- Em breve isso tudo será meu...

 

Continua...

 


Notas Finais


É isso gente! 😘 beijinhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...