História A nossa música _(Yoongi;Suga)_ - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Álcool, Bts, Drogas, Min Yoongi, Mistério, Morte, Romance, Suga, Violencia
Visualizações 22
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de séculos,voltei 🙃

Sorry pela demora❣❣

Capítulo 9 - Celular?


Fanfic / Fanfiction A nossa música _(Yoongi;Suga)_ - Capítulo 9 - Celular?

-Você mantinha um silêncio durante a chamada, até voltar pra realidade novamente-

S/n

-É um colega meu do curso, ele deve ter mandado alguns equipamentos pra minha câmera que eu tinha pedido emprestado.(Fica meio angustiada depois de mentir)

Mãe

-Ta bom então.Eu vou deixar no seu quarto,pra quando você chegar.

S/n

-Ok, obrigada mãe,daqui a pouco eu já tô aí.A gente já tá indo embora, tchau.(Desligando a ligação,e se aproximando deles novamente)

Ellen

-Você deveria fazer algumas aulas de teatro sabia.(Sarcástica)

S/n

-Haha, você é muito engraçada Ellen.

Ellen

-Eu já disse pra você muitas vezes já,que não quero estar envolvida nessas mentirinhas suas pra sua mãe,se não eu que ainda vou me ferrar no final disso tudo.(Te olhando séria)

S/n

-Ok ok,me desculpa tá.Mas eu preciso ir rápido pra casa agora.(Se afastando um pouco)

Jm

-Aconteceu alguma coisa?

S/n

-Bom..Pelo jeito eu ganhei uma encomenda inesperada de um velho amigo nosso.

Ellen

-Pera, você está se referindo a quem eu estou pensando.

Suga

-Aconteceu algo com vocês?.(Se aproximando após pagar a conta)

S/n

-O Jeremy enviou alguma coisa, lá em casa.

Jm

-E pelo jeito,parece não ser algo bom.

Suga

-É,ele é persistente mesmo.Pelo jeito.

Ellen

-S/n a gente precisa ir logo na sua casa.

S/n

-Pera pera, vocês vão também?

Ellen

-Ele era o nosso amigo também!Eu não vou me esquecer disso.

Suga

-Olha sem querer me intrometer muito na conversa de vocês,mas eu preciso voltar agora.

Jm

-Sério, não quer ir com nós não?

Suga

-Desculpa,mas eu estou atrasado já,pra um lugar.Obrigado pelo convite do sorvete.(Se despedindo e indo embora).

Jm

-Ele é direto hein.(Observando ele se afastando)

S/n

-Você se acustuma.

Ellen

-A gente vai ou não logo hein.(Impaciente)

S/n

-Ok, vamos logo,mas se minha mãe perguntar algo, só mintam bem tá.

Ellen

-Você tá falando com a profissional querida.(Se gabando ao seu lado)

S/n

-Que você esteja certa então.(Ri )

__Na sua casa__

S/n

-Fiquem a vontade,eu acho que minha mãe deixou lá em cima o pacote.(Começando a subir as escadas)

Mãe

-Finalmente você chegou né mocinha.(Atrás de vocês)

Ellen

-Olá senhora Samantha.(Descendo rapidamente e a cumprimentando)-O seu cabelo está mais bonito do que da última vez que eu vim aqui.(Sorrindo)

Mãe

-Ah, obrigada Ellen, você é mesmo um amor.(Olhando pra cima)-Pelo jeito dessa vez o Jimin também veio,tá ficando cada vez com o rosto do seu  pai.

Jm

-Obrigado senhora Samantha.

S/n

-Mãe,se não se importa a gente vai pro quarto agora.A gente vai discutir um pouco sobre o trabalho da faculdade .

Mãe

-Claro sem problemas.Se ficarem com fome ou precisarem de algo eu tô aqui embaixo.

S/n

-Ok obrigada mãe.(Sorrindo falso,e voltando a subir)

__No seu quarto__

Ellen

-Não sei por que,reclama tanto da sua mãe.Ela é um amorzinho.(Se deitando na sua cama)

S/n

-Quando você é o puxa saco dela,ela é um amorzinho mesmo.

Ellen

-Claro,ela tem que pensar que eu sou uma boa pessoa né.Se não pega mal.Ainda mais quando ela conhece a minha mãe.

Jm

-Interesseira mesmo.(A olhando)

Ellen

-Eu diria esperta.Isso sim.

S/n

-Ok, vocês já terminaram o papinho aí.Pois tô precisando de uma ajuda pra abrir essa caixa.(Tentando tirar a fita sem sucesso)

Jm

-Deixa que eu faço isso vai.(Tirando a fita,mas acabando rasgando um pedaço da caixa também)

Ellen

-É... Parabéns cara.

Jm

-Pelo menos abri.

S/n

-Vê logo o que tem aí dentro!

Jm

-Calma..(Te olhando,e fuçando a caixa )-Bom tem (Tirando a mão )-Um celular?

Ellen

-Celular?sério isso.

S/n

-Vê se ele tá ligado!.

Jm

-Calma calma.É um celular antigo,tem que ter paciência.(Ligando)-Ainda tá com bateria.

S/n

-Isso tá muito sem sentido.Por que ele mandaria um celular.(Se levantando)

Ellen

-Talvez pra se passar de misterioso na historia.(Dando de ombros)

Jm

-Esse celular parece o primeiro que tive (Enquanto mexia no aparelho)-Estranho, não tem nenhum vídeo,algum áudio ou...(Ficando em silêncio)

S/n

-Que foi?.(Se aproximando)

Jm

-Tem algo escrito no bloco de notas.

Ellen

-O que?.

S/n

-Avenida dos anjos, número 127, às 23:30.

Jm

-Um endereço?.(Olhando pra vocês confuso)

S/n

-Não sei,acho que sim.Mas por que ele mandaria um endereço pra gente?.

Ellen

-(Em silêncio por algum tempo)-Eu conheço este nome, é num bairro perto do subúrbio da cidade...Gente não é óbvio.Ele quer nós encontrar ou algo assim.

Jm

-Eu sei,mas isso é muito óbvio.

Ellen

-Óbvio é a lerdice de vocês.Ele quer se encontrar com a gente.

Jm

-Isso é o que ele pensa.A gente não vai se encontrar com ele.

Ellen

-Vocês não tão vendo.Ele talvez só queira sei lá,falar com a gente.

Jm

-Você disse bem "Talvez". Não se lembra do que a S/n disse de como ele tava diferente quando encontrou ele.

Ellen

-Mas ele pode..(Interrompida)

S/n

-O Jimin tá certo Ellen.Isso não tá cheirando bem.E aposto que não vai ser uma boa conversa se formos pra lá.

Ellen

-Meu Deus vocês são muito pessimistas também.Ok,a gente não vai pra lá..Mas o que a gente faz com o celular?.

S/n

-Eu penso em algo depois.Mas vou deixar isso longe de nós.

Jm

-Essa cara me irrita mano.(Suspirando)-Aliás o que ele quer com a gente hein.Pensei que tivesse nós esquecido.

Ellen

-Eu também..(Olhando pro chão)

Jm

-Olha,eu acho que já vou pra casa,esfriar um pouco a cabeça.Tchau gente.(Saindo do quarto).

Ellen

-Pelo jeito,ele tá mesmo puto.

S/n

-Sim.(Falando baixo)-Eu já não sei mais o que pensar.(Com as mãos sobre a cabeça)

Ellen

-Eu acho melhor,a gente só esquecer essa história por enquanto.

S/n

-É que eu não entendo.Ele disse pra mim,que era pra ficarmos longe dele mas..Ele quer se aproximar da gente.Isso não tem sentido.

Ellen

-Também acho.(Ouvindo a notificação no celular e pegando o mesmo)-Olha foi mal,mas eu preciso ir,minha mãe tá me chamando.

S/n

-Sem problema.Vai antes que ela se estresse.(A abraçando e bagunçando seu cabelo)

Ellen

-Aff, idiota..Mas tenta esquecer um pouco isso tudo ok.

S/n

-Ok,relaxa.

Ellen

-Sim eu preciso relaxar mesmo.Sabe ficar uns 2 meses sem aula.(Fingindo estar cansada)

S/n

-(rindo)-Assim até eu preciso né.

Ellen

-Tchau sua louca.(Saindo)

S/n

-Vai logo retardada mental.(A seguindo).

--Algum tempo Depois, enquanto você estava preparando algo pra comer,na cozinha--

S/n

-(E se ele quiser falar algo importante só.Ou sei lá...Ele pode estar diferente,mas se for pra entregar algo,ou...Ah,isso não faz sentido...)

--Se apoia sobre o balcão, até sentir seu celular tocando--

S/n

-Alô?.

Jm

-Oi, é o Jimin.

S/n

-Ah sim,oi .

Jm

-Eu não quero parecer meio diferente ou louco.Mas preciso falar com você sobre o negócio lá do Jeremy.

S/n

-Ok, só espera um pouco.(Olhando pra escada e vendo se sua mãe estava perto.E em seguida saindo pro jardim e fechando a porta)-Pode falar agora.

Jm

-Eu sei que parece loucura.Mas..Eu acho que a gente deveria ir até aquele endereço.(Dizendo com insegurança na voz)

S/n

-Você tá tentando ficar que nem a Ellen hoje cedo?! Você tá louco mesmo.

Jm

-Não é isso.É que eu parei pra pensar um pouco,e acho que se a gente passa-se um pouco perto de lá só.Ou tentasse..(Interrompido)

S/n

-Não,a gente não vai pra lá cara.Esquece isso.

Jm

-E se só eu fosse.(Com uma forte estabilidade na voz)

S/n

-Por favor, não faz isso.. Você não entende.Ele não é o mesmo cara que você conheceu ano passado, você não tá entendendo.

Jm

-(Em silêncio)

S/n

-Sério Jimin.Por favor não vai, por favor,eu tô dizendo isso por que te conheço a muito tempo já,e sei do que você é capaz de fazer.(dizendo sem muita estabilidade na voz)-Sério... Você não sabe o que eu vi, naquele dia que eu fui no parque com o Suga.. Você não sabe aonde vai estar se metendo.

Jm

-Ok..Me desculpa,eu acho que fiquei pensando muito,nesse assunto e acabei pirando um pouco.(Suspirando fraco)

S/n

-Agora parece o jimin que eu conheço.

Jm

-(Ri fraco)-Olha eu preciso ir jantar agora,meus pais tão me esperando.

S/n

-Ok,mas esqueçe um pouco esse assunto tá?

Jm

-(Encerra a ligação)

S/n

-Esses dois ainda vão me matar do coração.(Voltando pra dentro de casa)

__Algumas horas depois,em um lugar distante dali__

???

-(Se aproximando do barracão abandonado,e cheio de poeira com antigas ferramentas e móveis,no meio do lugar.Até parar em um canto o olhando )

Jeremy

-(Sorri)-Sabia que você viria até aqui.(Apoiado numa mesa antiga)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...