História A nova Acessora - Jungkook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Biakook Armys
Exibições 42
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Spoiler: primeiro beijo.

Capítulo 4 - Eu me apaixonei por você....


- Sarra, Sarra, Sarra!- comecei a cantar a parodia de Baepsae de WTF bangtan, um canal de zoeiras MT mitosas!

- os Armys inventam cada coisa!- comentou Rap Monster concentrado em algo no celular.


Eu já trabalhava com o Bangtan a um mês e dezoito dias. Posso dizer com todas as palavras que esses foram os melhores dias da minha vida. E pra melhorar, minha melhor amiga, Jennie, que estudava comigo esta vindo trabalhar também com o Bangtan, como estilista. Eu disse que não tinha amigos... Mas Jennie era mais para irmã, sempre me ajudando e tirando de encrencas.


- sim. - concordei. Estávamos na sala de ensaios da BIGHIT a mais ou menos três horas com os meninos treinando para alguns shows que irão apresentar, e eu, em uma tentativa muito falha de ensinar algumas coisas em português para os garotos, o que dava mais trabalho era o TaeTae. - Tae, vamos, "como você esta?"- perguntei em português.

- aah, estou Bein.- respondeu melhor que outras vezes.- e V-voce?

- "SIM!"- exclamou. Essa foi a primeira vez que ele falou certo.- você esta melhorando. Falei tomando os cadernos que estava em suas mãos e corrigindo os exercícios que eu tinha passado a todos.- até agora, se vocês se ler de em no Brasil iriam no mínimo saber onde estavam, menos o Namjoon, ele sabe quase tudo.

- só isso? O Namjoon? - disse Kookie. Eu e kookie... Bem... Deu pra perceber que ele sente algo a mais por mim doque só amizade. E eu me sinto estranha, confusa. Uma parte de mim quer ir lá e dizer tudo o que estou sentindo. Mas outra diz para agir normalmente como se nada estivesse acontecendo. 


Eu queria muito, muito mesmo... Era ir lá e agarra-lo na frente de todos. Dizer que eu só consigo pensar nele. Me incomoda vê-lo flertando no fansting. Odeio quando ele me ignora porque acabo tomando um toddynho dele. Me odeio ainda mais por estar gostando dele.


- sim. O melhor é o Namjoon. - respondi vendo a covinha aparecer na bochecha direita. - amanhã treinamos mais. Eu não vou estar saindo de um lado para o outro para traduzir. - me levantei da cadeira batendo as mãos na nova mesa que tinha arrumado para colocar na sala. - "vamos para casa?" - perguntei em português.

- "claro, aproveitamos e passamos na lanchonete para pedir um lancho."- respo deu Rap Mon se atrapalhando apenas na última palavra.

- é "Lanche".- corrigi. O meninos se levantaram de forma rápida e saindo correndo ate a nova Van da BIGHIT disposta ao BTS. 

- Bia.- sua voz foi como um tiro no escuro. Eu pensava que ele tinha saido com os outros. Respirei fundo ajeitando a papelada restante para o Tour Mundial Wings.

- sim? - tentei ser o mais profissional possível.

- aconteci algo?- perguntou. Não sabia se ele estava ali por estar oi se estava realmente preocupado já que eu nem conseguia sustentar o olhar.

- não aconteceu nada. - respondi curta. Senti sua respiração perto do Maui pescoço. Eu estava de costas para ele.- m-melhor irmos, não?

- Bia! Não tente fugir. Temos que conversar.- disse suspirando e fazendo sua respiração bater ainda mais contra mim causando arrepios no minimo bons.

- não temos nada o que conversar!- disse.- será que pode ser mais tarde? Temos que ir.


Vencido ele só me deu passagem para passar e me seguiu ate a Van onde o resto do Bangtan estavam. 


- BIA!!!- ouvi gritar meu nome. Uma voz doce e ao mesmo tempo feroz. Jennie estava correndo em minha direção. Quando chegou ate mim me deu seu super abraço de urso.

- Jennie!!! Porque não me avisou que chegaria hoje? - perguntei fazendo uma cara triste.

- desculpa, baby, era pra ser surpresa. Não vai me apresentar?- me perguntou olhando em direção a V.

- oh, sim...- essa ai viu.- Bangtan, essa é a nova estilista de vocês, Jennie Wailland, tem vinte anos, se não me engano faz mês que vem,certo?

- sim. Prazer em conhece-los garotos.- disse simpática.- iam comer algo? Poderiamos sair e nos conhecer melhor já que irei morar com vocês.

- claro!!- disse Tae. Dois seres humanos que mal se conhecem e já querem se comer!- íamos comprar um lanche e ir para casa.


O caminho em si foi muito bom. Jennie era um tipo de pessoa que queria ver o outro rir a qualquer custo. Pedi o que os meninos pediram e não demorou para que chegasse. Comemos os lanches em quase total paz se Taehyung e Jennie não parassem de conversar.


- ai meu Deus!- Exclamei em português fazendo os outros se assustarem.- Jennie, cala a boca!!! - disse a fazendo rir e levando os outros juntos. O único que dava poucas risadas era o Jeon, que fazia questão de me encarar a todos estante me fazendo ficar nervosa.

- Nonna, você e a Bia são amigas a muito tempo? - perguntou V.

- sim. Desde os seus treze anos. - disse e fez uma careta como se lembrasse de algo.

- Bia. Vamos!- Assim que a Van parou Jeon me pegou pelo pulso me puxando para o apartamento.

- Jeon Jungkook. O que é?- ele não respo deu até chegarmos ao meu quarto. 

- porra, Bia. Desde o dia em que eu te vi, no segundo em que ouvi tua voz... Me deixou extasiado. Como pode ser tão cega? 

- kookie.- suspiros.- não tem como. Jamais daria certo.

- eu sei que o amor é um grito no vácuo e que um dia o sol vai engolir a única terra que temos, mas... Eu Estou Apaixonado por Você.- disse me surpreendendo ao me puxar pela cintura fazendo meu corpo chocasse ao seu. - eu só... Quero te ensinara amar. E quero ser amado. - disse selando nossos lábios. Um beijo calmo. Lento. Suculento. Onde diria que o Kookie poderia ser tão direto e ... Sexy.


Naquele momento só existia nós. Sem os outros. Sem problemas. Um universo onde nos perdiam os um na boca do outros e solo mando cada cantou da galaxia.

Não sei quanto tempo durou mais foi o bastante para que nosseparassemos a procura de ar.


- kookie... Eu...- tentei dizer..- eu me si to confusa.- na verdade muito confusa.- eu nunca fiz isso. Eu tenho... Medo.

- o medo só nos torna fracos. Tive que matar o meu medo para que eu estivesse aqui.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...