História A nova geração (Harry Potter - INTERATIVA) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Arthur Weasley, Barão Sangrento, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Dino Thomas, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fleamont Potter, Fleur Delacour, Fred Weasley, Gina Weasley, Gregory Goyle, Grope, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lino Jordan, Lord Voldemort, Luna Lovegood, Merlin, Minerva Mcgonagall, Ministro Milicent Bagnold, Molly Weasley, Murta Que Geme, Neville Longbottom, Nymphadora Tonks, Padma Patil, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Personagens Originais, Pomona Sprout, Rita Skeeter, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Simas Finnigan, Ted Lupin, Valter Dursley, Vincent Crabbe, Zacharias Smith
Tags Bruxaria, Harry Potter, Interativa, Magia
Exibições 98
Palavras 2.407
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, gente!

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 3 - Prólogo - Hogwarts Express


Fanfic / Fanfiction A nova geração (Harry Potter - INTERATIVA) - Capítulo 3 - Prólogo - Hogwarts Express

20 de novembro. Duas garotinhas praticamente iguais estavam sentadas no sofá, assistindo um programa qualquer. As duas tinham os cabelos loiros ondulados, os olhos claros, umas poucas sardas e a pele extremamente branca. De repente, uma coruja começou a bicar a janela, chamando a atenção de uma delas, que começou a gritar pelo tio.

- Tio Liam! Tio Liam! Vem cá! – A pequena gritou.

Nesse momento, um homem de aparência velha e acabada apareceu na sala. O mesmo utilizava roupas estranhas para qualquer outra pessoa, porém para as meninas já era comum.

- Emma! O que aconteceu, Megan? – O homem perguntou, apoiado na parede.

- Coruja! As cartas devem ter chegado, tio. – Megan apontou para a janela enquanto Emma batia a mão na testa. A expressão do tio mudou de cansada e confusa para misteriosa.

- Hum... – Ele abriu a janela e a coruja adentrou o cômodo, deixando duas cartas no colo das meninas. – Sabem o que é isso? Vamos, leiam!

Assim que abriram as cartas, as duas se entreolharam e começaram a dar pulinhos. Mesmo com os pais bruxos sendo mortos quando as duas ainda eram pequenas, Liam não cuidará delas como crianças normais. As duas sabiam exatamente o que aquela carta significava. Megan tomou fôlego e leu a dela, que era idêntica à da irmã.

- Cara Sra. Harper,

Venho, por meio deste documento, lhe informar que fora aceito na escola de magia e bruxaria de Hogwarts.

Nossas aulas começam dia 26 de novembro de 2016. Anexo a este documento está a Lista de Materiais do primeiro ano.

Estamos ansiosos e contentes em receber você e a toda a nova geração em nossa escola.

Atenciosamente, Diretor de Hogwarts, Alvo Severo Potter. – Ela terminou de ler com um sorriso no rosto. Já o tio, tinha os olhos arregalados.

- 26?! Mas isso é daqui seis dias! O quê Alvo está pensando? – Ele balançou a cabeça. – Meninas, arrumem suas malas. Amanhã às 14h estaremos indo ao Beco Diagonal.

[...]

Entravam no lugar quente e escuro, Liam junto com suas duas sobrinhas. As duas não estavam tão surpresas nem observavam o lugar. Não era como se aquela fosse a primeira vez que pisavam naquele estabelecimento. Já era comum o tio levar as duas ali para que pudesse seguir para algum lugar mágico o qual as duas ainda não poderiam frequentar. Joseph, o atual dono do lugar, servia bruxos e bruxas com Enogg.

- Sr. Harper! Megan! Emma! Como vão? Creio que irá a Gringotes, Harper? Pode deixar que eu fico com as meninas. – Joseph os cumprimentou.

- Desta vez não, Joseph. Irei levar as duas para fazerem compras. A lista de materiais para o primeiro ano de Hogwarts está imensa este ano! – Liam sorriu e olhou para as meninas, que estavam quase se matando de tamanha curiosidade.

- Mas já estão indo a Hogwarts?! Vou sentir falta das duas correndo por aqui e afastando a clientela... Bons tempos. – Joseph riu e Emma o acompanhou. – Mas, Boa sorte! Tenho certeza que serão grandes bruxas.

-Tá bom, tio Joseph. A gente vai te mandar cartas, e pra você também, tio Liam. – Megan assentia freneticamente.

- Tá certo... Bom, vamos indo. Tchau, Joseph! – Liam disse, por fim. Joseph deu um leve aceno de cabeça em resposta.

Tio Liam as guiou até um beco sem saída. As paredes eram revestidas de tijolos. Liam sacou uma varinha de seu paletó. Em seguida, tocou alguns tijolos numa sequência que Emma se esforçou para gravar, mas não conseguiu. Assim que tio Liam terminou, ele se afastou e os tijolos começaram a se mexer, formando um arco. Os três o atravessaram, chegando num lugar repleto de departamentos com dizeres que nunca ouviram falar anteriormente.

- Bom, pelo menos não teremos que parar em Gringotes. – Liam suspirou, aliviado.

- Gringotes? – Megan perguntou.

- O banco de bruxos. O único. É administrado por duendes. Só um louco tentaria roubar este banco. Gringotes é o lugar mais seguro do mundo para qualquer coisa que você queira guardar bem, com exceção de Hogwarts, talvez. Mas já estou com dinheiro aqui. Vamos logo, Emma, leia a lista, por favor.

- Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Uniforme.

Os estudantes do primeiro ano precisam de:

1. Três conjuntos de vestes comuns de trabalho (pretas).

2. Uma chapéu pontudo simples (preto) para uso diário.

3. Um par de luvas protetoras (couro de dragão ou similar).

4. Um capa de inverno (preta com fechos prateados).

As roupas do aluno devem ter etiquetas com seu nome.

Livros

Os alunos devem comprar um exemplar de cada um dos seguintes:

- Livro padrão de feitiços (1° série)

- História da magia

- Teoria da magia

- Guia de transformação para iniciantes

- Mil ervas e fungos mágicos

- Bebidas e poções mágicas

- Animais Fantásticos e onde habitam

- As forças das trevas: Um guia de autoproteção

Outros Equipamentos

- 1 varinha mágica

- 1 caldeirão (estanho, tamanho padrão 2)

- 1 conjunto de frascos

- 1 telescópio

- 1 balança de latão

Os alunos podem ainda trazer uma coruja OU um gato OU um sapo. – Emma finalizou a leitura, animada. - Tem escrito que a gente também não pode ter uma vassoura pessoal.

- Vou querer uma de natal! – Megan gritou e tio Liam assentiu.

- Bom, vamos começar as compras. Ali! – Tio Liam apontou para uma loja com os seguintes dizeres: “Caldeirões – Todos os Tamanhos – Cobre, Latão, Estanho, Prata – Automexediço – Dobrável.”. - Venham.

Começaram as compras.

[...]

- Vocês torraram meu dinheiro... – Tio Liam se lamentava, já na noite do dia seguinte. – Bom, faltam apenas 3 dias para o início do ano letivo. Aqui estão os passaportes para o Expresso Hogwarts. Vou levar vocês lá amanhã pela manhã, se aprontem logo.

[...]

Na manhã chuvosa do dia 25 de novembro, podíamos ver duas garotinhas de aparência semelhante caminhando lado a lado a procura da Plataforma 9 ¾. As duas conversavam alegremente entre si.

- Emma! Fale devagar, não estou entendendo. – A pequena disse a outra, que bufou de imediato. As duas aparentavam ter 11 anos.

- Presta atenção, Megan. Tio Liam disse que teremos que atravessar a parede. – Emma tentou explicar, e uma ruguinha surgiu na testa de Megan, mostrando sua confusão.

- Atravessar a parede?

- Sim, entre a plataforma 9 e 10. Vem, vamos juntas. – As duas deram as mãos e contaram até três. Logo depois, correram em disparada e atravessaram as paredes. Chegaram a um lugar muito semelhante e “Plataforma 9 ¾ - Expresso Hogwarts” estava escrito no letreiro acima de suas cabeças. Várias famílias de bruxos se despediam dos seus filhos que iriam para Hogwarts.

- Uau. – Megan sussurrou com os olhos azuis arregalados. Emma assentiu.

As duas subiram com as malas. Logo em seguida pegaram seus animais. Megan tinha escolhido um gato de pelos brancos com uns poucos laranjas, os olhos eram azuis como os dela e o pequeno só tinha 4 meses. Ela o apelidou de Bola de Neve, pela cor de seus pelos. Já Emma escolherá uma coruja branca que refletia a cor azul quando estava na luz, os olhos dela são claros e Emma o apelidou de Apolo, por motivo algum. As duas entraram em uma das cabines com suas bagagens.

- As malas com as roupas conferem? – Emma começou.

- Confere. – Megan respondeu.

- Livros?

- Conferem!

- Outros materiais?

- Confere! Espera... Cadê sua varinha?

-Tá aqui! – Ela puxou a varinha do bolso.

A varinha que escolherá Emma tinha 26 centímetros, farfalhante, feita de Salgueiro. Já a de Megan era feita de Videira e núcleo de corda de coração de dragão.

- Ah, Emma, melhor guardar... – Nesse momento, uma menina de cabelos ruivos entrou na cabine, chamando a atenção das duas.

- Posso me sentar aqui? Tá cheio. – Ela disse, por fim. Emma assentiu, um tanto indiferente.

- Emma Harper, prazer. – Ela apertou a mão da menina que se sentou em sua frente. – Ela é minha irmã gêmea, Megan.

- Isabela Madison Young.

Isabela tinha os cabelos ruivos cheios e os olhos castanhos. Megan tentou puxar assunto com ela diversas vezes, mas a mesma a cortava. Depois de certo tempo, uma mulher com um carrinho de doces parou na porta.

- Olá, crianças! Querem alguma coisa? – A mulher perguntou.

Emma pegou um saquinho cheio de moedas. Tirou de dentro 4 sicles, e conseguiu comprar boa parte dos doces. Jogou tudo nas poltronas da cabine e se despediu da moça, se sentando em seguida.

- Quer? Pode pegar! Fique a vontade. – Emma disse a Isabela com um sorriso, que a mesma retribuiu.

As três comeram os doces, e logo não tinha quase nenhum.

- Isabela, sua família é de bruxos? – Megan perguntou a menina que comia uma bomba de chocolate.

- Não toda. Meu pai é bruxo, da Sonserina. Minha mãe é trouxa. E a família de vocês? – Ela respondeu ao terminar mastigar.

- Papai e mamãe morreram quando a gente era bebê. Os dois são bruxos. A gente mora com tio Liam, ele também é bruxo. Tio Liam foi Sonserina mas nossos pais foram da Grifinória. – Megan disse com um semblante triste.

- Ah, meus pêsames. Ei, essa é sua varinha? – Ela tentou mudar de assunto.

- É sim! A sua está aí? – Emma disse, animada. Megan esboçou um sorriso.

- Tá aqui! – Isabela tirou a varinha da mala e a balançou um pouco. – Querem ver o feitiço que meu pai me ensinou?

- Sim! Mostra! – Megan disse e Isabela abriu um sorriso.

- Lumos! – Isabela sacudiu a varinha e a luz saindo da varinha clareou ainda mais o lugar.

- Uau. Eu não sei fazer nenhum. – Emma disse a menina e Megan assentiu.

- Lá em Hogwarts vocês vão aprender um monte! Meu pai disse que antes de chegar lá não sabia de nada.

- É a sua coruja? Qual o nome dela? – Megan perguntou.

- Sim, o nome dele é Castiel. – Isabela sorriu. Castiel era um Bufo de Bengalas. Era uma bela coruja, passou pela cabeça de Megan.

- Esse é Apolo, minha coruja. E este é Bola de Neve, o gato de Megan. – Emma apontou para sua coruja que dormia na gaiola e em seguida para o gatinho no colo de Megan.

- São lindos! – Ela exclamou.

Nesse momento, um garoto entrou na cabide. Sua pele era clara, tinha várias sardas em seu rosto e os olhos extremamente azuis.

- Ei, dá pra vocês calarem a boca? Tem gente tentando se concentrar na cabine do lado. – Ele disse e Isabela bufou, se levantando em seguida.

- Com um cérebro do tamanho do seu, nem com todo esforço do mundo você ia conseguir se concentrar. – Isabela começou e o menino revirou os olhos. – Não tem coisa melhor pra fazer não?

- Não tem coisa melhor pra fazer não? – Ele afinou a voz, tentando imitar a menina, que revirou os olhos em resposta. Em seguida, saiu da cabine, resmungando.

- Cada um que me aparece. – Isabela disse ao se sentar.

- Melhor a gente se vestir, devemos chegar em pouco tempo. - Megan comentou.

As três vestiram seus uniformes que seguiam o mesmo padrão. Megan notou o pequeno colar no pescoço de Isabela.

- Belo colar. – Disse por fim.

- Ah, Obrigada. Minha irmã gêmea me deu a um tempo.

- Onde ela está? Não vem para Hogwarts? – Megan perguntou, confusa.

- Não... Ela faleceu ano passado. – Isabela respondeu com o olhar perdido.

- Desculpe a pergunta. Não queria te deixar assim. – Megan disse ao receber um beliscão da irmã.

- Que nada.

Um homem que Emma deduziu ser um monitor adentrou a cabine.

- Olá, meninas. Acabamos de chegar. Peguem suas malas e saiam do veículo, por favor.

As três pegaram suas malas e se dirigiram para fora do trem. O menino de antes passou por elas conversando com dois garotos. Um deles tinha a pele clara, o cabelo castanho pro lado e os olhos cor de mel. O outro tinha algumas sardas, o cabelo meio loiro e os olhos castanhos. Antes que Isabela pudesse falar algo para o menino, ouviram a voz de um homem grande e barbudo falar.

- Alunos do primeiro ano! Alunos do primeiro ano! Fila em minha frente, vamos. – O homem dizia. Logo se formou uma fila. – Isso, sou Groyle Wood. Irei guia-los até Hogwarts. Sigam-me.

Em frente à Isabela estava o menino que viram anteriormente junto com dois meninos. Ele se virou para ela enquanto caminhava.

- Posso saber seu nome? – Ele perguntou.

- Você nem merece saber, mas vou falar para não parecer mal educada: Isabela Madison Young. – Isabela deu de ombros.

- Carl Riggs. – Ele disse de volta. Ela apenas deu de ombros e voltou a conversar com Emma e Megan.

Emma acabara de se esbarrar com uma menina. Esta tinha os olhos esverdeados, a pele clara e o cabelo loiro alaranjado.

- Me desculpe! – A menina se desculpou.

- Tudo bem. Qual seu nome? – Emma perguntou.

- Clara Christensen. – Ela respondeu com um sorriso.

- Emma Harper. Prazer.

- O prazer é todo meu.

Groyle guiou os novos alunos e, ao chegar em um lago onde várias canoas estavam encostadas na borda, já podiam ver um pequeno castelo que chamou a atenção de todos os presentes.

- 4 alunos por canoa. – Groyle avisou e os estudantes se dividiram.

Emma foi juntamente com Megan, Clara e Isabela. Na canoa ao lado foram os dois amigos dele, que Emma pudera saber que o de cabelo castanho era Lucas Willians e o loiro Max Turner, juntamente com Carl e outro menino.

Depois de um tempo, chegaram em Hogwarts. O castelo era imenso, todos mantinham suas bocas abertas e seus olhos arregalados. Podíamos ouvir uns cochichando com outros sobre o lugar.

- Vamos, saindo das canoas. Sigam-me e evitem se perder.

[...]

Todos seguiam Groyle. Adentraram o castelo, e vários “uau” puderam ser ouvidos. Logo em seguida uma mulher de nariz cumprido e aparentemente adquiria certa idade, apareceu no topo da escada, usando um chapéu preto pontudo e vestes longas.

- Boa noite, crianças. Bem – vindos a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Meu nome é Elisa Mashatson, professora de Herbologia e vice – Diretora da escola. Sigam-me, irei guia-los até o Salão Principal, onde saberão suas casas e terão o banquete de boas vindas. Venham. – A mulher disse e todos começaram a segui-la.

Chegaram a um grande portão. Logo ele se abriu, revelando o grande salão iluminado por velas flutuantes, e que parecia não ter teto.  


Notas Finais


Gente, os pessoas que me mandaram sua ficha a mais tempo apareceram no primeiro cap, porém as que me mandaram depois, acabaram não aparecendo, mas aparecerão no próximo cap, prometo. Ent... Oq acharam da historia? Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...