História A nova geração: Imprevistos - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Fred Weasley Ii, Hugo Weasley, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Minerva Mcgonagall, Murta Que Geme, Personagens Originais, Rose Weasley, Scorpius Malfoy, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr.
Tags Harry Potter, Hogwarts
Exibições 32
Palavras 1.706
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu bem que poderia postar esse capítulo no dia 31 de outubro msd eu teria que começar as postagens da fanfic agora é sei que vocês não iriam deixar kkkkkkk

Capítulo 10 - Halloween


- Não pode ser a Lindy. - conclui após minutos de silêncio.

- Concordo, ela é muito improvável, nem a conhecemos então ela não tem motivos para fazer isso, fora que ela nem sabe o que aconteceu. - Kelsi comenta dando de ombros.

- Cometer erros no inglês não é algo tão anormal. - Fred concorda pondo as mãos no bolso da calça.

- Certo, então quem é? - Lily quis saber fazendo novamente aquela pergunta sem resposta.

- Fala aí, galera. - James se aproxima novamente.

- Você. - Fred anuncia.

- O que tem eu?

- Você é a Voz, você é o único que ainda não ouviu as ameaças dela.

- Ah sim, óbvio. - James ri negando com a cabeça.

- É claro. - murmurei. - Quando você saiu a Voz nos ameaçou, aí você chega e a Voz some.

- Pelo amor de Merlim, gente. - Rebekah exclama descrente. - O James ser a Voz é a mesma coisa que dizer que Voldemort vai voltar.

- Se está defendendo ele então vai ver você é S, seu segundo nome não é Sarah? - pergunto em tom de brincadeira, entretanto ela não pareceu perceber.

- Me diz, por que faríamos isso se também seremos prejudicados? - Rebekah começou a perder a paciência e a fazer gestos largos.

- Porque eles estão tirando uma com a nossa cara, Rebekah. - James respondeu por nós percebendo nossos sorrizinhos mínimos. - Você acha mesmo que eles acham que eu sou a Voz você o S?

Começamos a rir e Rebekah ficou tão vermelha que saiu batendo o pé.

- Que menina sensível, nem sabe brincar. - Fred reclama olhando para onde Beky tinha ido.

- Pois é... - Tiago murmura passando a mão pelo cabelo perpetuamente despenteados. - Agora tenho que ir lá tentar acalma-la.

- Boa sorte, mano. - Lily deseja lhe olhando com pena.

 - Vou precisar. - James suspira e sorri de canto indo atrás de sua namorada.

Quando meu primo entrou no castelo logo cada um de nós se dispersou para um canto, havia muita coisa a que se pensar e mesmo que várias cabeças pensam melhor junto é bom ter algumas suposições sozinhos. Lily foi a última a sair do pátio ela sorriu para mim e se juntou ao um grupo de estudantes de sua idade, estava quase fazendo o mesmo quando uma garota morena da minha idade com vestes da Gryffindor veio em minha direção.

- Precisamos de ajuda para a decoração do baile. - ela disse com a vez tediosa e se afasta comigo logo atrás.

Com tanta coisa na cabeça havia completamente me esquecido desse baile que obviamente vai dar errado, pode até ser um pensamento pessimista, mas bailes nunca dão certos é já de esperar algo ruim. Scorpius se junta a nós e ele entrelaça seus dedos com os meus, ele pareceu hesitar ao fazer isso como se temesse eu recuar, mas não iria fazer isso.
 
- O baile é nesse sábado. - ele comenta me olhando de soslaio.

- Daqui dois dias. - concordo fazendo Scorpius colocar seu braço envolta do meu ombro para eu poder passar o meu em sua cintura.

O local onde estavam arrumando o baile era em um salão na parte leste do castelo, este estava quase completamente decorado, só faltava abrir as abóboras e colocar as velas dentro. A monitora-chefe da Gryffindor se juntou com o da Hufflepuff e antes que eu possa me afastar, Scorpius me segurou firme junto a ele.

- Espera Rosie. - ele pede me fazendo sorrir de canto.

- É um milagre você me chamar por Rosie. - disse arqueando as sobrancelhas.

- É que não tem graça chamar-te por Rô se você não estiver falando comigo.

- Estou falando com você agora.

- Você entendeu.

É claro que entendia, Scorpius sorriu para mim e ficou difícil ouvir minha razão quando o coração fica contrariando e acelera a cada toque seu.

- Porque a gente vive brigando? - ele pergunta acariciado minha bochecha com seus dedos largos.

- Por que intensifica o Scorose. - respondo dando de ombros.

- Sco o quê? - Scorpius ri baixinho.

- Uma bobagem que minhas amigas inventaram. Scorpius + Rose, Scorose. Entendeu?

Scorpius sorriu e passou suas mãos pelo meu pescoço e me beijou, retribui na hora, meu coração naquele momento parecia que ia saltar pela minha boca. Em meio ao beijo ele se encosta numa parede me pegando no colo e foi escorregando até o chão. Sorri em algum momento e Scorpius morde o meu lábio inferior.

Eu não queria sair dali tão cedo, eu sentia falta dos beijos e toques dele em minha pele. Não sei porque por tanto tempo fingia que não sentia nada quando era claramente uma mentira. Teríamos ficado ali por muito tempo caso o outro monitor-chefe não tivesse se aproximando de repente.

- Ops, estraguei o clima? - ele perguntou timidamente e desviando o olhar.

- O que você acha, cara? - Scorpius pergunta com um sorriso irônico.

- Foi mal, mas realmente precisamos de ajuda.

Nos levantamos e adentramos mais ainda no salão. Fomos para uma mesa e começamos a abrir as abóboras. Quando ninguém estava olhando jogávamos o miolo um no outro, até que se transformou numa guerra de miolo de abóbora envolvendo os quarto monitores-chefes. Nossas risadas ecoavam alto pelo salão e meu olhar se encontrou com o do Scorpius

Foi então que percebi que nós não éramos apenas namorados, éramos também amigos, o que era ótimo, pois o sentimento é enorme de vários aspectos e me faz sentir mais confortável quanto a ele.

[...]


 
Daquela vez por estarmos mais velhas no dia 31 de outubro eu e as meninas não ficamos histéricas quanto a nós arrumar. O que até foi melhor assim é fora que desta vez eu teria de fato um acompanhante, um que eu amo de todas as formas possíveis.

Minutos antes do baile iniciar estávamos no meu dormitório na Sala comunal dos monitores-chefes terminando de nos arrumar.

Rebekah usava um vestido branco um palmo acima do joelho, usava sandálias de salto alto verde, seus cabelos loiros estavam cacheados nas pontas e a maquiagem leve destacava suas feições suaves. Já Kelsi usava um vestido tomara que caia rosa-claro na altura do joelho, sapatos de salto alto brancos como pérolas, o cabelo castanho-claro estava preso em um coque complicado, deixando só a franja solta. E eu usava um vestido rosa-claro com um sinto preto na cintura, usava sandálias de salto alto pretas com tiras prateadas, meu cabelo ruivo estava liso e solto.

- Será que está bom? - perguntei quando terminei de passar o rímel e ne virando para minhas amigas

- Está ótimo, mas não entendo porque usa cílios postiços se o seus naturais já são volumosos e longos. - Kelsi pergunta sem tirar os olhos do seu espelhinho, apenas dei de ombros.

- Você vai com o Scorpius, Rosie? - Beky pergunta o óbvio.

- Desta vez eu não poderia ir sozinha. - respondi com um enorme sorriso. - E você  com o James, claro.

Rebekah enrijeceu os ombros e deixou um longo suspiro doloroso sair por onde seus lábios, ela faz um gesto para nós aproximarmos.

- Aqui entre nós, eu acho que James está me traindo. - sua voz saia num tom afetado como se estivesse contendo q vontade de chorar.

- Por que acha isso? - Kelsi pergunta preocupada.

- Porque ele anda meio distante, seu lá... Quando pergunto o que houve ele se recusa a dizer. - o olhos da Beky se encheram de lágrimas fazendo-a olhar para o teto.

- Ah Beky, talvez não seja nada, provavelmente só são as provas, tipo estamos no último ano... - quando tentei terminar a frase a loira me interrompeu um largos gestos.

  - Aí que tá! - ela exclama. - Último ano, James nunca se preocupou com isso e... - ele engole em seco - James é da Gryffindor, ele talvez queira uma namorada da mesma casa que ele para poderem ficar de paquera no meio das aulas.

- Se ele ainda não fez isso então não vai fazer. - Kelsi garante sem convencer a loira. - Ele te ama, não precisa se preocupar.

- Então - tentei mudar de assunto. -, Kelsi, com quem você vai no baile?

- Com o Fred. - ela murmura desviando o olhar.

Eu e Rebekah gritamos de empolgação e começando a pular na minha cama, sabíamos que os dois uma hora iam ficar juntos, afinal no baile do quarto ano os dois foram juntos e estavam meio que ficando, depois do que tudo aconteceu Kelsi foi a que mais ficou feliz com a volta do Fred.

- Espera, espera. - Beky pediu parando de pular. - O que aconteceu com o Jeremy?

- Terminou comigo. - Kelsi deu de ombros.

- Você não tem sorte mesmo com garotos. - falei.

Kelsi me jogou um travesseiro.

- Pelo menos Fred voltou, eu estava realmente sentindo a falta dele.

- Awn que lindo.

Saímos do quarto rindo e na sala se entrada Scorpius, Fred e o James nos esperavam. Cada uma foi para seu respectivo par e fomos para o salão onde aconteceria o baile. Estava tocando uma música agitada, todos estavam dançando e puxei Scorpius para um canto onde começamos a nos beijar sem nós importar com mais nada.

Entretanto em algum momento do baile as luzes se apagaram e música parou, me forçando a afastar de Scorpius, que este me envolveu em seus braços no momento que a risada maléfica tornou a me deixar assustada.

- VOCÊS NÃO FAZEM IDEIA DO QUANTO EU ODEIO FESTAS E O QUANTO EU AMO ACABAR COM UMA! - uma pausa para ela ri novamente - UM AVISO A TODOS, SEIS ALUNOS ENTRE VOCÊS ESTÃO ENVOLVIDOS NUM ASSASSINATO, PODE SER SEU PAR, SEU MELHOR AMIGO OU ATÉ MESMO O CASAL AO LADO DO SEU, FIQUEM ESPERTOS! LOGO ELES PODEM AGIR NOVAMENTE E OS APUNHALAR PELAS COSTAS!

A Voz sumiu, eu fiquei apavorada, se ela era capaz de impor medo na frente de todo mundo, principalmente dos professores, então eu sem sabia o que mais ela é capaz de fazer.


Notas Finais


Quem aí odeia a Voz levanta a mão! Hahahaha ai ai ai adoro

Uma dica: a Voz e S são pessoas distintas que nem se conhecem e nem sabem das atitudes do outro :3


Até a próxima Baes!!! ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...