História A nova geração: Imprevistos - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Fred Weasley Ii, Hugo Weasley, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Minerva Mcgonagall, Murta Que Geme, Personagens Originais, Rose Weasley, Scorpius Malfoy, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr.
Tags Harry Potter, Hogwarts
Exibições 22
Palavras 1.802
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Acho que sou uma criatura da noite para ficar postando os capítulos essas horas kkkkkkjk

Capítulo 9 - Quem sou eu


As vezes me questiono como sou dramática, deixou Scorpius para trás antes que ele possa falar qualquer coisa, pensei em voltar e deixar de birra mas eu tinha encontrado Kelsi no colo do garoto com que ela estava ficando, a puxei bruscamente quase a fazendo cair.

- Que violência amiga. - ela reclama se recompondo e revirando os olhos - Aconteceu alguma coisa?

- Sim! Eu não estragaria seu momento de propósito. - foi minha vez de revirar os olhos.

- Certo - ela faz um biquinho e deixa um beijo casto nos lábios do garoto - Nos vemos nais tarde.

O garoto apenas consentiu e quando ele já estava totalmente afastado levantei uma das sobrancelhas em direção a minha amiga.

- Resolveu seguir os passos de Rebekah? - perguntei com um sorrisinho irônico.

- Rebekah me deu boas dicas de como sair beijando geral. - ela ri pondo a mão em frente à boca.

- Escutei meu nome? - a loira se intromete com um sorriso de bochecha a bochecha.

- Estava querendo falar com as duas. - começo.

Contei tudo a elas, desde as sensações de estar sendo observada até o que aconteceu minutos atrás, as flores e a Voz. Minhas amigas nem omitiram a expressão assustada e nervosa, o que me deixou para neurótica do que já estava.

- Keith não tem nada haver com isso, ok, mas e agora? Com a Voz nos ameaçando vai ficar difícil esconder o fato que viajamos no tempo sem permissão e que mudamos completamente a história. - Rebekah falou ficando aflita após eu terminar de falar.

- Temos que nos acalmar e pensar numa saída. - mordo o lábio inferior e notei que a Lily havia chegado agora. - Por que demorou para chegar?

- Estava conversando com o Scorpius... - a ruivinha disse com cautela me medindo com o olhar.

- O que ele queria? - Kelsi perguntou antes de mim.

- Nada. - Lily deu de ombros e cruzou os braços. - Contou a elas?

- Contei - deixei um suspiro sair por entre meus lábios.

- Meninas, e agora? Quem é essa nova Voz e o que ela vai ganhar nos ameaçando? - Kelsi se abraça. - Isso está parecendo muito um déjà vu, já passamos por isso antes, o que muda agora é o motivo tão perigoso.

- Não vamos perder a cabeça e nos aclamar como Rose mesmo disse - Rebekah faz gestos largos - vamos encontrar a pessoa por trás dessa brincadeira de mal gosto e tudo vai ficar bem.

- Falar é fácil. - resmungo.

- Menos pessimismo. - Lily afaga meus braço.

Ficamos paradas ali por vários minutos, cada uma olhando para um canto pensando em prováveis suspeitos. Eu não deveria estar com cabeça para aquilo, tinha que organizar um baile fútil de Halloween no qual com certeza vai acabar mal, estava na cara. Estava prestes a falar do baile quando um garotinho veio correndo na nossa direção, devia estar no 1°ano, ele era loiro com várias sardas pelo rosto rechonchudo.

- Quem aqui é a Rose? - ele perguntou um pouco ofegante.

- Eu. - digo me colocando a frente.

Ele me entregou um pedaço de pergaminho um tanto hesitante e me deparei com uma caligrafia fina torta e tremida como se quem escreveu estivesse temendo por suas palavras.

  Vocês terão um mês, caso contrário o segredinho será espalhado, vocês perderam suas varinhas e serão expulsos de Hogwarts e/ou do mundo bruxo!
  ~S

Era só o que me faltava.

- Ei, quem enviou isso? - perguntei mas o garotinho já estava longe para me ouvir.

-S? - Kelsi quis saber. - Quem diabos assina com uma letra?

- Não sei... - li de novo a carta e franzi a testa reparando nos pequenos detalhes. - L, a mesma pessoa que me entregou o buquê é a pessoa que sabe do segredo.

Lily tomou o pergaminho de minhas mãos e arregalgou os olhos ao perceber a coerência.

- Verdade. É a mesma letra fininha.

- É a letra de um garoto. - Beky opinou ao olhar o pergaminho por cima do ombro de Lily.

- Por que acha isso? - questionei franzindo o cenho.

- Só um garoto escreve assim.

- Nada haver.

- São duas pessoas agora, ou a Voz também é S? - Kelsi pergunta pondo uma das mãos no queixo.

- Não há motivos para uma única pessoa se comunicar conosco de duas formas distintas, creio serem duas pessoas atuando juntas. - digo cruzando os braços.

- Se são duas pessoas a probabilidade de estarem nos observando de perto são maiores, temos que tomar cuidado mais a partir de agora, com o que falamos ou agimos. - Rebekah disse e baixa mais seu tom de voz. - Podemos estar sendo observadas agora mesmo.

Como se fosse para confirmar um estrondo ecoou de algum ponto perto de nós nos fazendo sobressaltar com o som repentino. James apareceu vindo do local onde supostamente saiu o som, ele olhou para trás e logo se jugou a nós.

- Aconteceu alguma coisa? Estão com uma cara de quem viu a morte. - James sorriu de canto. Lhe mostrei o pergaminho e James só franziu o lábio. - Isso é muito estranho.

- A Voz te ameaçou? - Lily pergunta fitando seu irmão de uma forma suspeita.

- Não. - James deu de ombros e franzindo o cenho logo em seguida. - Ela ameaçou vocês? Só pode ser a Keith querendo aparecer de novo.

- Não é ela, já perguntamos. - falei recebendo um muxoxo em resposta de Lily.

- Perguntamos vírgula, você quase partiu para cima dela. - ela retruca.

- O quê está rolando? - Fred pergunta aparecendo de repente.

Uma das coisas mais bizarras que pude ver após o retorno daquela viagem no tempo que mudou completamente o nosso presente foi me encontrar com meu primo novamente. Estranho e anormal ver Fred vivo, ele morreu na minha frente, primeira vez que presenciei a morte. Agora tudo está acontecendo como se nada tivesse ocorrido naquele cemitério em meus quatorze anos, desde aquela época minha vida em Hogwarts não era nem um pouco calma e pacifica como deveria ter sido.

Quando meus tios souberam da verdade consequentemente Fred também soube, afinal ele estava mesmo estranhando a forma como o estávamos tratando e meu primo agiu melhor do que pensávamos, ele não gritou ou exclamou, apenas deu de ombros e aceitou a história numa boa.

Contamos para ele agora das novas confusões que estávamos metidos, de que adiantaria omitir? Fred também é da turma.

- Isso é loucura, cara. - Fred disse passando a língua pelos lábios. - A Voz novamente os ameaçando..

- Temos que descubrir quem é. - Kelsi completou balançando a cabeça afirmativamente.

- O Teddy sabe? - o ruivo perguntou.

- Ainda não tivemos a oportunidade de contar nada, aconteceu tudo meio que de repente. - conto dando de ombros.

- Então quando contarem podemos retomar a turma e que os velhos tempos da Voz original nos ameaçando. - Fred diz e deposita ri - Bem, foi isso que James me contou que aconteceu na outra linha do tempo, que havia uma Voz em nosso encalço.

- Esses vilões sem criatividade. - James murmura negando com a cabeça.

- Turma você quer dizer os Marotos? - perguntei com brilho nos olhos, desde a morte de Fred na outra linha do tempo meio que desistimos da idéia pois não teria mais graça.

- Não sei por que pararam. - meu primo ri.

- Vamos ver agora quem são os melhores Marotos, os originais ou nós. - James segura a gola de sua blusa num gesto esnobe arrancando risos nossos.

- E não vamos nos esquecer das nossas fiéis ajudantes. - digo olhando para minhas amigas.

- O que seria de vocês sem nós? - Rebekah ergue o queixo e põe a mão na cintura sendo seguida por Kelsi.

- Provavelmente iguais pois sou tão inteligente quanto as duas, talvez até mais? - imito o gesto da loira.

- Não estrague nosso momento, Rosie. - Kelsi empurra meu ombro.

 Rimos com gosto, eu sentia falta daquilo, de estar com meus amigos todos reunidos, porém faltava Scorpius... Olhei para trás a procura dele mas não o achei e alguém achou por chamar o James, ele foi para dentro do castelo mas continuamos a conversa, até que ouvimos a conhecida risada maligna que faz um frio descer pela espinha.

- ORA, ORA. - a Voz começou. - VEJO QUE NÃO VÃO DESISTIR DE SAIR IMPUNE, MAS ISSO NÃO VAI ACONTECER VOCÊS SERÃO PEGOS ANTES DE PODEREM PENSAR NUM PLANO PARA DESCOBRI QUEM SOU EU! NÃO SE ESQUEÇAM JAMAIS QUE SEMPRE ESTOU UM PASSO A FRENTE, SOU QUEM MAIS OBSERVA, ESTOU PRESENTE DESDE ANTES DA JORNADA PELO TEMPO COMEÇAR E SEI CADA SEGREDO DE VOCÊS, NÃO ESPEREM ACHAR QUE ESTARÃO LIVRES DE MIM MESMO NO BANHEIRO!

Com um som esganiçado a Voz sumiu e nos deixou tensos e aflitos. Dúvidas e suposições criaram em minha mente mas um coisa na fala dela chamou minha atenção.

- Ela disse errado. - comentei distraída.

- O quê? - Fred pergunta arqueando as sobrancelhas.

- Ela disse "descobri quem sou eu" o certo é "descobri quem eu sou". - respondo ainda distraída.

- Tanto faz. - Lily murmurou. - Argh! Se ao menos pudéssemos reconhecer se a Voz é garota ou garoto...

- Com um feitiço de mudança de voz fica realmente difícil. - Kelsi resmungo.

- Por que eu acho que a Voz é a Naara? - Rebekah faz um biquinho a olho atravessado - O quê? Oras Rose, é viável, a garota estava presente antes da viagem no tempo.

- Isso não quer dizer nada.

- Ela tem razão. - Kelsi se intromete - Naara pode ser sua amiga, mas ela sempre anda meio suspeita como se estivesse escondendo algo.

- Não é bem assim. - retruco trocando o peso de uma perna para a outra.

Antes que eu possa usar qualquer argumento que fosse um garota extremamente loira de olhos um de cada cor entra em meu campo de visão.

- Oi galera. - Lindy cumprimenta ao se aproximar com um sorriso nos lábios rosados

- Sua boina está do avesso. - Rebekah observa apontando para a cabeça da garota.

- E quem eu sou para falar da sua? - Lindy debocha indicando que a boina da minha amiga estava igual.

A garota com heterocromia se afastou e Rebekah rapidamente ajeitou sua boina azul-escura.

- Ela disse quem eu sou - disse num murmúrio. - Ela trocou...

- Parece que alguem não sabe usar o inglês como se deve. - Rebekah resmunga.

- Como a Voz. - Kelsi observa causanso expressões desconfiadas.

Lindy seria a Voz?


Notas Finais


Hummmmmmmmmmmmm, S? Mais um para vocês se corroerem de dúvidas e curiosidade? SIMMM

Desta vez a Voz não afirmou ser amiga do nossos protagonistas, mas sim uma observadora...... Humm Seria Naara uma suspeita? Seria James uma também, afinal ele não escutou a Voz em nenhum momento até agora? Seria Scorpius o S mesmo que seja óbvio de mais?


Perguntas e mais perguntas que amo fazer hahahahahha

Até a próxima Baes ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...