História A Nova Princesa - A Seleção - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Tags América, Katherine, Kriss, Maxon, Nicholas, Selecao, Zachary
Exibições 211
Palavras 1.974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Uhuul to conseguindo postar mais ou menos regular kkk só demorou duas semanas... Eu amei esse capitulo gente ;) e para aquelas que queriam temos momentos de Edlícia como já diz um certo alguém kkk e que momentos rsrs... Bom boa leitura ;)

Capítulo 44 - Capítulo 44


*****Beatrice*****

            - Vocês já souberam? – Gritei entrando no quarto da Kath sem pensar, e acabei dando de cara com ela e meu irmão na cama – Que horror, se vistam! – Disse tapando meus olhos.

- Da próxima vez bata na porta antes de entrar, senão corre o risco de ver o que não quer – Meu irmão disse.

- Já estou vendo o que não quero.

- Pronto Bea, pode abrir – Kath disse e eu tirei a mão do rosto, ela estava levemente corada, mas sorria.

- E se fosse um de nossos pais? Seu pai Kath?

- Eles não entram aqui sem bater – Ela disse e eu dei língua para ela.

- Sim... Agora fala, e espero sem bem importante para ter nos interrompido – Zack disse levemente consternado.

- Okay, mas é melhor sentarem – Mas antes que eu pudesse dizer algo, Edward e Alícia entraram.

- Fui no seu quarto te procurar Zachary, o que faz no quarto da minha irmã tão cedo? – Ele disse perguntando, para depois olhar os roupões dele e de Kath, com certeza sabendo que não tinham nada por baixo – Ah deixa...

- Posso falar agora?

- Fale Bea, anda, temos um baile de Natal hoje ainda.

- Sim, okay, lembra que os pais da Alessia iam pensar em uma punição para ela?

- Sim, o que houve?

- Eles decidiram e vocês não vão acreditar – Eu disse fazendo um suspense e meu irmão rolou os olhos – Ela vai casar!

- Essa vai ser a punição? Casamento? Zachary quase morreu! – Kath gritou estridente.

- Eu não terminei... Eles arranjaram um marido para ela, lembram-se do Conde de Southern? – Eles assentiram – Ela vai se casar com ele.

- Mas ele tem o dobro da idade dela!

- Sim, se quer saber bem merecido, tenho pena do Conde.

- Mas ele é tão vil como elas lembram-se da ultima esposa dele? – Katherine perguntou e nós assentimos. Conde Lars Southern era um homem frio, já tinha se casado três vezes, as duas primeiras esposas morreram, provavelmente de desgosto e a ultima ficara tão abalada que fugira com o jardineiro. Ser casada com ele era um castigo bem merecido para Alessia.

- E mais, se casando com ele, ela perde o titulo de princesa e passa a ser uma condessa, o que a impede de algum dia assumir o trono suíço, mesmo que toda sua família morra.

- Nossa, por essa eu não esperava. Mas pelo menos isso vai acabar – Zack disse e nos concordamos.

- Mas bom, Kath, não demore, hoje temos que escolher seu vestido e provar os nossos, além do bolo claro – Eu disse animada e ela sorriu, eu estava muito feliz pelo seu casamento, não via a hora do meu chegar.

                                                      *****Katherine*****                       

- Eu ainda mato minha irmã – Zack disse depois que todos saíram e eu ri.

- Foi até bom, tenho muita coisa pra fazer hoje para que possamos nos casar em algumas semanas.

- Hum... Sabe a gente podia tomar banho...

- Com certeza, mas eu no meu banheiro e você no seu.

- O que? Por quê?

- Porque senão vamos nos atrasar, estou morrendo de fome.

- Quando você não está?

- Quando estou com sono – Eu disse e ele riu. Fui para o meu banheiro e quando sai as meninas estavam lá com minha roupa para o dia, saia e blusa. Fizeram uma trança e desci para o salão de jantar, tomamos café e depois fui com minha mãe, tia Kriss, Bea e Ally para a sala de estar onde continuaríamos os preparativos para o casamento.

Alícia e Beatrice amaram o vestido que escolhi para as madrinhas, enviei uma cópia para Beatriz e Lindsay, e elas adoraram também, era de um tecido bem leve e solto de um rose incrível. Escolhemos o bolo também, que teria cinco andares cada um com recheio diferente, de champanhe, chocolate, chocolate branco, nozes e avelãs, cada andar seria decorado com flores marfim e rosa, descendo em cascata. Os convites já estavam prontos e seriam enviados no final da semana. Por fim foi a hora de escolher meu vestido. Eu tinha amado um catálogo de uma boutique aqui de Illéa mesmo, era pequena e não muito famosa, mas seus vestidos eram lindos, entramos em contato com a proprietária que ficou extremamente honrada e prometeu fazer um exclusivo para mim. Tínhamos nos reunido logo depois do meu aniversário para ela saber o que eu gostava, e hoje estava aqui com cinco modelos feito especialmente para mim.

- Devo dizer que estou extremamente honrada por ter escolhido minha boutique alteza.

- Seus vestidos são maravilhosos, Danna, eu amei cada um deles, e como sabe, por enquanto manterá sigilo, mas após meu casamento o palácio divulgara uma nota sobre meu vestido e claro você será citada.

- Eu só posso agradecer por isso alteza, o prestigio que vou ter por confeccionar o vestido da princesa será enorme. Mas está pronta? Espero que um deles lhe agrade.

E então ela mostrou um por um. O primeiro era maravilhoso e Alícia e Tia Kriss amaram, o segundo era lindo, mas o primeiro ainda era mais, minha mãe se apaixonou pelo terceiro e Bea quase me obrigou a escolher o quarto. Mas foi quando ela revelou o quinto e eu provei que eu definitivamente senti meus olhos se encherem de lágrimas, refletida no espelho estava uma Kath que eu nunca tinha visto, olhei para trás e todas as mulheres estavam boquiabertas com lágrimas nos olhos, mas quando Danna colocou o véu encaixado na minha tiara, a mesma usada pela minha mãe no seu casamento, as lágrimas realmente desceram, eu estava linda, eu não conseguia falar, apenas assenti e sorri, ao que todas bateram palmas e eu abracei uma surpresa Danna.

- Eu sabia que escolheria esse princesa, na verdade foi o primeiro que confeccionei – Danna disse sorrindo.

- É maravilhoso.

- Está linda filha, não acredito em como esta passando rápido – Minha mãe disse me abraçando. Depois Tia Kriss veio e me abraçou também dizendo que estava radiante.

- Realmente Kath está maravilhosa – Bea e Ally disseram.

- Obrigada gente, eu não acredito que isso finalmente esta acontecendo. Mas bom, Danna tem mais um detalhe, e eu preciso que não conte para ninguém, por favor.

- É claro, alteza.

- Bom, você terá que fazer hum... Ajustes no vestido ao longo do tempo... Bem, eu estou grávida.

- Uau, parabéns princesa, que noticia ótima, não se preocupe, manterei segredo, pode confiar em mim. E esse vestido é bem fácil de alargar.

- Obrigada Danna – eu disse sorrindo – Acho que não quero tira-lo – Disse e todas riram.

*****Alícia*****

Passar a tarde com Kath nos preparativos do casamento dela me deixou muito ansiosa para o meu, não via a hora de estar casada com Edward e mostrar para todas as atiradas que ainda dão em cima dele, mesmo estando comprometido que ele pertence a mim, principalmente para uma tal de Charlotte.

- Como foi seu dia? – Ouvi sua voz, enquanto seus braços me envolviam.

- Hum... Muito bom, não vejo a hora de planejar o nosso casamento.

- Quer adiantar ele? Já tem bastante coisa pronta não é? Podemos nos casar uma semana depois do Zack e da Kath.

- Sério?

- Claro que sim! Não vejo a hora de tê-la só pra mim.

- Bom... Temos um tempo antes do baile... – Não precisei concluir a frase, sua boca já reivindicava a minha com voracidade.

Tiramos a roupa apressados, tamanho era o nosso desejo um pelo outro, Edward corria as mãos por toda a extensão de meu corpo, enquanto as minhas se entrelaçavam em seus cabelos, bagunçando-os. Pegou uma de minhas pernas e a enrolou em sua cintura, me sustentando e me levantando enquanto envolvia a outra. Edward me prensava contra a parede, e segurava minha cintura tão forte que tinha certeza que deixaria uma marca, eu arranhava suas costas enquanto ele deixava vários beijos no meu pescoço, o que me fazia gemer, tinha certeza que os guardas fora da porta do meu quarto estavam nos ouvindo, mas naquele momento eu não me importava, alias o que me importa quando tenho Edward assim tão entregue a mim, me beijando violentamente? Nada, eu o sentia cada vez mais excitado, a parte de sua anatomia que aprendi a amar tanto pressionando com força minha barriga.

Quando dei por mim, Ed já me levava para a mesa que tinha no quarto, jogando no chão o que tinha em cima dela e me colocando lá, logo abrindo minhas pernas e se posicionando. Joguei o corpo para trás segurando na ponta da mesa, enquanto ele devorava meus seios.

- Ah Ally, tão deliciosa...

- Por favor, eu não aguento mais...

- Só mais um pouco querida – Ele sempre fazia isso, adorava me torturar desse jeito.

Quando nem ele aguentava mais, ele entrou, implacável como sempre, mas ao mesmo tempo gentil, eu tentava ficar quieta, mas era difícil com ele me amando daquela forma, comecei a senti que estava chegando lá e quando aquela maravilhosa sensação chegou eu gritei seu nome, e senti que ele chegou junto com um grunhido igualmente alto.

- Devem ter nos escutados – Eu disse depois de recuperarmos o fôlego.

- Quem se importa? – Ele disse saindo de dentro de mim – Precisamos de um banho - Aguenta mais um round?

- Sempre – Disse já o puxando para o banheiro.

*****

O baile estava maravilhoso, eu amava o Natal, era minha festa preferida, todas as luzes e as pessoas felizes, eu adorava isso, ainda mais que eu podia ver Edward, eu ansiava as festas e sempre que podia pedia a minha mãe para organizar uma, nem sempre Ed podia ir me ver, como herdeiro ao trono ele vivia ocupado. Era para eu assumir o trono como filha mais velha, na Itália, assim como na Inglaterra não tem essa determinação de ser homem o herdeiro e sabia que Kath e Zack iriam fazer isso com Illéa também. Então quando fiquei oficialmente noiva de Edward abri mão do trono para meu irmão. Eu até fiquei feliz, diferente de minha mãe, eu não queria comandar um país.

Olhei em volta e vi minhas amigas conversando, mas quando estava quase chegando perto delas, uma mão me puxou.

- Charlotte – Disse friamente a olhando de cima a baixo, estava com um vestido decotado de mais.

- Alícia querida, quanto tempo.

- Nem, tanto, sua cabeça ainda dói querida? Eu pensei ter sido bem delicada...

- Escuta aqui garota...

- Não escuta você! Edward não quer nada com você, ele te despreza...

- Não pareceu, sabe tivemos uma noite maravilhosa, você nunca vai poder tirar isso de mim.

- Você pode até ter sido a primeira dele Charlotte, mas eu sou a ultima, é a mim que ele procura, é comigo que ele alcança o prazer, é o meu nome que ele grita quando chega lá – Disse bem baixo, não queria que outras pessoas me ouvissem, mas ela ouviu perfeitamente, seu rosto ficou pálido e seus olhos se arregalaram – Alias, ele sugeriu adiantarmos o casamento, sabe não pode esperar para me ter livremente, como eu disse, ele é meu Charlotte, aceite isso de uma vez por todas, alias nossa tarde foi bem prazerosa, se é que me entende. Passar bem – Disse seguindo para onde Ed estava e dando um beijo na frente de todos, logo virando para Charlotte e mandando um beijo.

- O que foi isso? – Ele perguntou.

- O que? Algumas culturas chamam de beijo.

- Alícia...

- Apenas te digo que não vão nos incomodar mais – Disse e ele olhou para onde eu olhava e vimos Charlotte com o rosto vermelho de raiva e saindo do salão – A proposito, quer dá uma escapulida?

- Com certeza – ele disse e saímos do salão discretamente, afinal meu futuro marido é muito gostoso, e ele era todinho meu.

 

 


Notas Finais


Bea interrompendo... Hot Edlicia... Charlotte vadia... Precisa de mais? kkk

Nos falamos nos comentários bjkas ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...