História A nova vida de uma pequena shinigami - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach, Gintama, Naruto
Personagens Byakuya Kuchiki, Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Hanatarou Yamada, Hinamori Momo, Hisana Kuchiki, Hyōrinmaru, Ikkaku, Izuru Kira, Kaname Tousen, Kazeshini, Kenpachi, Kenpachi Zaraki, Kurama (Kyuubi), Mayuri, Nanao Ise, Nemu Kurotsuchi (Nemuri Nanagou), Personagens Originais, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Retsu Unohana, Rukia Kuchiki, Sajin Komamura, Senbonzakura, Shunsui Kyouraku, Shuuhei Hisagi, Soi Fong "Soifon", Toushirou Hijikata, Toushirou Hitsugaya, Ukitake, Yumichika, Zabimaru
Tags Bleach, Byakuya, Gintama, Hijikata Toushirou, Hisagi Shuuhei, Hitsugaya Toushirou, Kyouraku Shunsui, Naruto, Ukitake
Visualizações 27
Palavras 2.101
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura🌸

Capítulo 38 - Permita-me agradecê-la, Harumi san...


Fanfic / Fanfiction A nova vida de uma pequena shinigami - Capítulo 38 - Permita-me agradecê-la, Harumi san...

No dia seguinte Ukitake acordou cedo, estava disposto como há muito tempo não se sentia, estava realmente bem.

 Tomou um belo café da manhã e seguiu pro seu esquadrão, Sentarou e Kyione o encontraram no caminho e se apressaram a ir falar com ele:

Kyione: taichou! Ohayo, como está?

Ukitake: ohayo Kyione, estou ótimo!

Kyione: que bom taichou! Ficamos felizes que esteja bem!

Sentarou se aproximou dele.

Sentarou: ohayo taichou, que bom que está bem!

Ukitake: hai, arigatou Sentarou, bom, será que eu posso deixar o esquadrão com vocês hoje? Tenho algumas coisas a resolver

Kyione: hai taichou! Não se preocupe!

Ukitake: arigatou, então até mais!

Ukitake seguiu em direção ao esquadrão do seu melhor amigo,já que não era muito longe do seu resolveu ir andando, pouco tempo depois chegou em frente do esquadrão de Kyouraku. Entrou e o encontrou junto de Nanao no seu escritório, ao vê-lo, diz:

Ukitake: Kyouraku, ohayo

Kyouraku: yo Ukitake, está melhor?

Ukitake: hai hai, estou ótimo

Kyouraku: que bom, fico feliz, então o que te traz aqui hoje?

Ukitake: bom eu vim convidar vocês pra um jantar hoje a noite, se vocês quiserem ir é claro

Kyouraku: jantar? Yare, o que acha Nanao chan?

Nanao: acho ótimo taichou, vejo que o Ukitake taichou tem algo em mente

Ukitake: hai, também irei convidar a Harumi san e o Hisagi kun, e o Sentarou e a Kyione também irão comigo

Kyouraku: parece que vai ser bem animado, tomara que a Harumi chan esteja animada pra beber sakê comigo!

Nanao: taichou!

Kyouraku: calma Nanao chan! Não fique brava hahahaha

Ukitake sentiu um frio na barriga quando ouviu Kyouraku falar no nome dela, não sabia o que significava aquilo, mas por um momento se sentiu inseguro quando ouviu de seu amigo que o mesmo também esperava que ela fosse, voltou a si ao ouvir a voz de Kyouraku:

Kyouraku: não fique com ciúme Nanao chan, você sabe que o meu coração só tem espaço pra você, além disso... parece que a Harumi chan já tem um pretendente...

Nanao: não estou com ciúme! Pretendente? Quem seria?

Kyouraku: ora, vai me dizer que não sabe? O que me diz Ukitake? Está afim dela?

Ukitake corou violentamente

Ukitake:  o quê?!?! O que está falando Kyouraku?!

Kyouraku: ora, não fique nervoso! Hahaha, estava só brincando, mas você ficou vermelho... bom pode contar com nossa presença, iremos sim!

Ukitake: arigatou, espero por vocês às 8 então, vou indo, ainda tenho que passar no 9° esquadrão

Kyouraku: vou lhe acompanhar até a porta

Ao caminharem juntos Kyouraku diz:

Kyouraku: vejo que você está realmente bem, isso é ótimo, o que te fez ficar assim?

Ukitake: diferente do tratamento da Unohana taichou, o da Harumi san me deixou muito melhor, esse jantar é pra agradecê-la por tudo que ela fez por mim ontem

Kyouraku: entendo, então você está mesmo afim dela... Bom isso é ótimo, ela é uma ótima pessoa

Ukitake: E-eu não estou afim dela Kyouraku! N-não entenda errado!

Kyouraku: hai hai, bom de qualquer forma não se distraia, senão um certo tenente pode acabar tomando ela de você, até mais! Bye bye!

Ukitake não sabia de onde Kyouraku tinha tirado aquilo, mas seus sentimentos por ela tinham sim mudado, isso ele não podia negar.

Mudou seu rumo e seguiu em direção ao 9° esquadrão.

(...)

Harumi estava cumprindo sua rotina de sempre, não estava sentindo nada de errado e já tinha acabado os treinamentos do dia, Hisagi tinha saído pra fazer alguns favores mas já tinha voltado, estava acompanhado dela assinando os documentos. Mesmo tendo usado uma grande quantidade de reiatsu na noite anterior ela se sentia bem, estava até estranhando a sua "boa saúde".

(...)

Ukitake chegou enfim ao 9° esquadrão, falou com um dos oficiais que logo bateu na porta do escritório.

- Harumi taichou, o Ukitake taichou está aqui e quer falar com você, posso permitir sua entrada?

Harumi: hai, pode liberar

- Hai!

Voltou pra onde Ukitake estava.

- Ukitake taichou, pode entrar!

Ukitake: arigatou

Ukitake então abre lentamente a porta do bantai e veê os dois assinando a papelada, via que ela estava bem, o que o deixava imensamente feliz

Harumi: ohayo Ukitake san, como está?

Ukitake: muito bem, graças ao seu tratamento, arigatou, mas e você? Como vai?

Harumi: fico feliz em saber, estou ótima, arigatou por perguntar

Ela então deixa tudo que estava fazendo e se levanta , indo em direção à ele.

Harumi: o que lhe traz aqui?

Ukitake: bem, eu pensei numa forma de lhe agradecer pelo que fez por mim ontem, então queria convidar você e o Hisagi kun pra um jantar especial hoje a noite, também convidei o Kyouraku junto da tenente Ise, e levarei o Sentarou e a Kyione comigo, o que acha?

Harumi olhava pra ele surpresa

Harumi: ora, não precisava se incomodar, o que eu fiz não foi nada demais, não pense que tem alguma dívida comigo ou algo do tipo, mas aceitarei o convite, o que acha Hisagi?

Hisagi: a-h, acho ótimo taichou..

Ukitake: que bom, fico muito agradecido que aceitem, bom, então vejo vocês hoje a noite às 8.

Harumi: hai, estaremos lá!

Nisso Ukitake voltou ao seu esquadrão, deixando Harumi e Hisagi sozinhos.

Hisagi: taichou, me perdoe a curiosidade, mas porque o Ukitake taichou estava tão agradecido a você?

Harumi: apenas retribui o favor, fiquei sabendo que ontem a noite ele não estava se sentindo bem, então fui ao 13° esquadrão e usei meu ninjutsu médico, que surpreendentemente reagiu super bem ao corpo dele, por isso ele está assim tão feliz

Hisagi: entendo, não é pra menos, é raro ver ele tão disposto assim...

Harumi: tem razão

(...)

O resto do dia foi completado por assuntos exclusivos do bantai, Harumi sempre tinha muito trabalho a fazer, felizmente Hisagi sempre tinha a boa vontade de ajudá-la, e assim passaram o resto do dia, quando o relógio bateu às 17:30 Harumi liberou Hisagi.

Harumi: por hoje é o suficiente Hisagi, você está liberado, vejo você no jantar mais tarde

Hisagi: hai, você quer que eu passe aqui pra buscá-la?

Harumi: não, não precisa se incomodar hoje, pode ir direto, nos encontraremos lá

Hisagi: hai, como quiser

Hisagi então seguiu pra o seu alojamento, ainda faltava um bom tempo até o horário marcado então decidiu descansar um pouco.

Harumi por sua vez ficou pensando em Ukitake, de como ele tinha ficado feliz na noite anterior ao saber que estava curado, e em como chegara tão entusiasmado ali naquele dia, não sabia explicar muito bem, mas o simples fato dele sorrir a deixava imensamente feliz. Ela não queria que ele pensasse que tinha algum tipo de débito com ela, pelo contrário, ela jamais faria algo esperando uma retribuição, apenas decidiu ajudá-lo já que podia fazer isso sem maiores complicações.

(...)

Como o jantar era "pra lhe agradecer" decidiu que se arrumaria de uma forma especial, foi em direção ao banheiro onde passou cerca de 40 minutos tomando uma bela ducha, lavou os cabelos usando sua fragrância favorita, hidratou a pele e os lábios, saiu do chuveiro em direção ao seu quarto.

Se pôs em frente do espelho pra ver como estava, vestia apenas um kimono de banho, então decidiu que começaria arrumando seus cabelos, ainda eram 18:40, pegou então o secador e começou a secar suas longas madeixas. Cerca de 20 minutos depois seus cabelos já estavam secos, ela havia enrolado levemente as pontas, algo que a deixava com um ar ainda mais delicado, prendeu a parte da frente em um topete deixando alguns fios soltos ao lado de seu rosto, foi até seu armário e observou até decidir o que vestiria, no fim, não queria algo muito chamativo, escolheu então uma roupa discreta, porém elegante, vestiu um vestido preto que ia até a metade de sua coxa, uma meia calça da mesma cor e um par de botas de salto grosso, que a deixavam mais alta, fez uma leve maquiagem e passou um batom vinho, que ao contrastar com a cor branca de sua pele a deixava inegavelmente sensual, por fim, borrifou um pouco de seu clássico perfume e separou um casaco longo, também preto, já que era pouco tolerante ao frio, ao se olhar novamente no espelho viu que estava quase pronta, faltavam apenas os acessórios, decidiu então usar um colar com um cristal e o famoso anel de seu clã, que era dourado com um rubi no centro.

Ao olhar novamente o relógio viu que faltavam apenas 10 minutos pra as 8, foi fechando o esquadrão até que ouviu batidas na porta.

Havia dito a Hisagi que não era necessário que ele fosse até la pra acompanhá-la, por isso não fazia ideia de quem seria, já que não sentia um reiatsu específico, foi então em direção a porta.

Harumi: " será que é o Hisagi? Eu disse a ele que iria sozinha..."

Ao abrir a porta ficou paralisada com o que viu, não era Hisagi, mas um belo capitão de cabelos brancos que ao vê-la, abriu um belo sorriso.

Harumi: U-ukitake san...eu não sabia que era vc...

Ukitake: boa noite Harumi san, estou atrapalhando?

Harumi: claro que não, apenas não senti seu reiatsu

Ukitake: queria fazer uma surpresa, aliás, você está lindíssima...

Dizia ao olhar Harumi e ver que ela estava super diferente de quando usava seu haori de capitã, diria até que ela estava com um ar mais de "mulher". Ele por sua vez não ficava muito atrás, vestia uma camisa de mangas longas preta acompanhado de um blazer branco com as mangas dobradas até o cotovelo, calça preta e também sapatos pretos, estava lindo...

Harumi: você também está lindo Ukitake san

Ele corou ao ouvir aquilo

Ukitake: a-arigatou...

Ela sorriu ao vê-lo envergonhado e disse: 

Harumi: entre, estou acabando de fechar o bantai , já já saimos

Ukitake: hai

Ela então seguiu fechando as janelas, enquanto falava.

Harumi: foi realmente uma surpresa você ter passado aqui, não esperava, pensei que fosse o Hisagi

Ukitake: estava esperando por ele?

Harumi: não, eu disse que ele não precisava vir, mas ele nem sempre me ouve...

Ukitake: entendo, bem, eu achei que seria bom acompanhá-la, espero que não tenha feito mal

Harumi: claro que não, fiquei muito feliz por você ter vindo

Ela enfim terminou de fechar o bantai e disse:

Harumi: bom, podemos ir?

Ukitake: hai, mas antes eu queria que você viesse aqui um momento

Ela sem entender foi até ele, que estava sentado mas levantou ao ver que ela se aproximava

Ao ficar frente a frente com ele viu que ele tirou do bolso uma pequena caixinha 

Ukitake: sei que você disse que eu não tinha nenhuma dívida com você, mas eu não poderia deixar de retribuir de alguma forma, então depois de pensar muito vi que o jantar não seria o suficiente, então eu comprei isso pra você, espero que goste...

 Entregou a caixinha a ela, que ao abrir ficou sem palavras com o que viu, era um lindo anel de prata com um diamante no centro, ela ficou sem palavras...

Harumi: U-ukitake san...

Ukitake: por favor aceite, pode não ser grande coisa pra você o que fez ontem, mas pra mim com certeza foi, você me proporcionou uma nova vida, um jeito de ver as coisas de uma forma diferente, algo que eu jamais pensei que fosse possível, nada que eu faça será suficiente, só posso dizer muito obrigado...

Ela ainda estava sem palavras, mas conseguiu responder depois de um tempo

Harumi: é lindo, arigatou...

Ele sorriu

Ukitake: me permita colocá-lo...

Ele então pegou a caixinha e tirou o anel, pegou a mão direita de Harumi e botou o anel no dedo médio, depois segurou com suas duas mãos e deu um beijo na mão dela

Ukitake: veja, ficou lindo...

Harumi: realmente você tem muito bom gosto...

Ukitake: arigatou, então, vamos? Acho que já devem estar nos esperando

Harumi: hai, vamos sim

Harumi fechou a porta da frente e seguiu ao lado de Ukitake Sereitei a fora.

Fazia uma bela noite, o céu estava limpo e estrelado, era uma noite pouco movimentada, o vento batia no cabelo de ambos, fazendo-os esvoaçarem.

Harumi: hoje está pouco movimentado não é?

Ukitake: hai, parece que Sereitei está descansando hoje... você está com frio?

Dizia ao ver Harumi andando encolhida ao seu lado, mesmo com casaco a tolerância dela ao frio era realmente baixa.

Harumi: hai, um pouco... não sou muito tolerante ao fri-

Parou de falar ao sentir um braço a puxando pra o lado, ao notar o que estava acontecendo viu que Ukitake havia passado o braço em torno de seus ombros, afim de aquecê-la.

Harumi: Ukitake san...

Ukitake: permita-me aquecê-la, você está ficando gelada

Ao caminharem mais um pouco Ukitake diz:

Ukitake: como anda sua saúde Harumi san?

Harumi: estou bem, já faz algum tempo  que não sinto nada grave, apenas sintomas de rotina, nada a se preocupar no momento.

Ukitake: que bom, veja...parece que chegamos...

                                         Continua...


Notas Finais


Segura o coração! 😅😥😁❤ Será que o shipp vai ser real?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...