História A Nova Winchester - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Exibições 77
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


32 favoritos ❤😍😍❤ que alegria espero que estejam gostando da fanfic tanto quanto eu gosto de postar pra vcs e não sejam tímidos apareçam e me digam o que estão achando!!! As divas que sempre comentam e me animam a postar um agarro dos irmãos Winchester pra vcs 😘😘😘😘😘

Capítulo 9 - Asylum - Parte 1


Fanfic / Fanfiction A Nova Winchester - Capítulo 9 - Asylum - Parte 1

Eles pararam assim que chegaram a uma cidadezinha. Annie pagou ao homem pelo banheiro e foi tomar banho em um posto local enquanto os meninos abasteciam o carro e compravam comida.


Annie saiu do banheiro com os cabelos ainda molhados. Sentia-se bem melhor depois de um banho e de trocar de roupa. Já que estava frio ela colocou uma blusa de flanela com mangas e uma calça.


Entrou no carro e Dean lhe olhou de cima em baixo. No intimo ele agradeceu aos céus ela ter deixado o short de lado, pois eles eram uma verdadeira tentação quando no corpo dela.


__ Com fome?_ Dean lhe perguntou passando um embrulho__ Tem um sanduíche ai e aqui_ ele disse lhe entregando o copo__ Seu suco.


__ Nos não sabíamos do que você gostava então..._ Sam disse sem graça.


__ Adoro suco de manga. Obrigado_ ao ver que Dean se virava zangado disse__ Aos dois.


Dean lhe olhou pelo retrovisor e deu partida no carro ele parecia bem mais satisfeito.


__ Vocês não vão tomar café?_ Annie perguntou saboreando seu sanduíche.


__ Já tomamos_ Sam disse abrindo seu laptop.


Eles ficaram alguns minutos em silencio e Annie saboreou seu café SM nada dizer.


__ Acho que achei algo_ Sam mostrando para o irmão uma matéria de jornal onde mostrava a foto de alguns jovens desaparecidos__ Olha só eles entram em um hospício da cidade e nunca mais são vistos. Coincidência?


__ Ou não?_ Dean comentou olhando para o notebook.


__ Aqui diz que o local é freqüentemente arrombado por delinqüentes que procuram um lugar para consumirem drogas, fazerem orgias, e outras coisas... Só que então, eles nunca mais aparecem.


__ Ok, vamos investigar...


Sam disse o nome da cidade e nesse momento Annie resolveu intervir.


__ Peraí isso é do outro lado do país_ Annie disse se colocando no meio dos dois__ Já pensaram que isso pode ser apenas uma historia para assustar os moradores locais?


__ Como o espantalho?_ Dean perguntou perturbado pelo perfume do cabelo dela que lhe invadia naquele momento.


Sam olhou para ele zangado e depois sorriu para Annie.


__ De qualquer modo Annie pode ser verdade_ Sam disse gentil.


__ Tá bom vocês venceram_ Annie disse encostando-se ao banco.


Foram dois dias de viagem com paradas somente para necessidade. Annie estava exausta mais pelo menos eles brincavam e se divertiam em alguns momentos o que lhe mostrava que Dean não era tão carrancudo quanto queria ser.


__ Qual o nome do lugar Sam?_ Dean perguntou olhando algo a frente.


__ Roosevelt_ Sam respondeu olhando o jornal.


__ É Aqui então_ Dean disse estacionando.


__ Não era sem tempo_ Annie resmungou se espreguiçando.


Ao olhar pela janela viu um prédio altamente bizarro que parecia ter sido abandonado há anos. Já era noite o que contribuía para atemorizar o lugar.


Dean e Sam abriram a porta e saíram.


__ Você fica aqui_ Dean disse autoritário.


Annie olhou em volta e balançou a cabeça abrindo a porta e já saindo.


__ Você não me ouviu?_ Dean perguntou contrariado.


__ Nem morta que eu fico aqui sozinha_ Annie retrucou cruzando os braços__ Eu vou com vocês.


__ Nunca faz o que mando mesmo_ Dean reclamou pegando algo na porta malas do carro.


__ Você não manda em mim!


Dean passou por ela contrariado e Sam só suspirou seguindo-o.


Não foi preciso arrombar o cadeado que estava no portão de ferro, pois alguém já tinha feito isso antes deles. Dean olhou para Sam irritado por já haver alguém lá dentro. Ele odiava quando adolescentes arrumavam problemas principalmente sem saber no que estavam se metendo.


Annie andava atrás dos dois e ao olhar o prédio macabro que naquela hora da noite estava coberto pela escuridão não se agüentou e perguntou.


__ Tem luz lá dentro né?


Dean teve vontade de rir da inocência dela, mas achou melhor não assustá-la... Ainda.


__ Não tem Annie_ foi Sam que respondeu gentil__ Por isso olhe onde pisa.


__ E vê se não atrapalha_ Dean completou zangado.


__ Um amor de pessoa_ Annie resmungou atrás deles.


Annie percebeu que os dois haviam sussurrado. Tomando cuidado pra que? Não acordar os mortos?Quase gritou quando sua mão passou por uma teia de aranha. O Dean ia adorar gritos histéricos em um momento como aquele. “Se controla Annie!”


Ao chegarem ao que devia ser a recepção do grande hotel Dean e Sam acenderam suas lanternas o que não contribuía muito na iluminação do lugar.


__ Olha a decoração desse lugar! Não é a toa que eram todos loucos_ Dean sussurrou fazendo piada.


__ Tá legal agora vai dizer que o hospício deixava os loucos mais loucos?_ Annie perguntou surpresa por estar rindo.


__ Jura que vocês vão ficar fazendo piada numa hora como essa?


Antes que Dean pudesse responder ao mau humor de Sam um barulho fino chamou a atenção do trio. Annie se assustou a acabou por tropeçar em algo fazendo barulho. Dean a segurou antes que fosse de cara ao chão.


__ Por que não faz mais barulho? Acho que só os mortos não acordaram ainda?_ ele perguntou zangado.


Annie odiava ser um encosto para os dois e não gostava de atrapalhar, mas não tinha culpa se era a pessoa mais atrapalhada do universo, principalmente quando estava apavorada.


__ Você esta bem Annie?_ Sam sempre gentil.


Ela confirmou com a cabeça vendo Dean olhar zangado para o irmão não entendia suas mudanças de humor.


Andaram mais alguns corredores adentro do hospício ate que Sam parou apontando algo com a lanterna. Dean que era o mais próximo a Annie foi quem ordenou.


__ Fique aqui.


Logo ele e Sam iam para o fim do corredor em direção a uma porta. Pararam contaram até três e arrombaram a porta para ver não mortos ou fantasmas como Annie esperava, mas sim um casal se agarrando dentro do cubículo. Quem em sã consciência ia se agarrar ali? Annie se perguntou se aproximando.


__ Vocês são loucos?O que estão fazendo aqui?_ Dean perguntou exasperado procurando Annie com o olhar para ter certeza que estava bem.


__ Não atirem_ o imbecil do garoto pediu levantando os braços__ Na boa cara só queríamos um lugar pra ficarmos sozinhos.


Sam fechou a cara pegando o garoto pela camisa e o arrancando de dentro do cubículo.


__ Faça-me o favor de pegar sua namorada...


__ Amiga_ o garoto corrigiu fazendo Annie rir.


__ Não interessa. Dê o fora daqui com ela agora!


Sam viu os dois saírem correndo e depois olhou para Annie que ria.


__ O que é engraçado?


__ Tá me zuando né?_ ela perguntou ainda rindo__ Eles nem são namorados e aquela garota aceitou vir pra cá com ele. Não acha isso romântico?


__ Pelo menos alguém aqui assim como eu tem bom humor_ Dean disse rindo.


__ Desculpa se não acho nada engraçado em um hospício super escuro onde todo ano pessoas desaparecem


Dean sentiu Annie estremecer e deu um tapa na nuca do irmão.


__ Quem não tem tato aqui agora?_ Dean perguntou zangado por ele ter amedrontado Annie.


__ Desculpe Annie_ Sam pediu sem graça.


__ Tudo bem_ ela mentiu. Ele lembrar que ela estava em um hospício macabro não a deixava nada bem__ O que exatamente vocês estão procurando?


__ Algo estranho que se ligue aos jovens desaparecidos_ Sam explicou entrando com Dean em um dos quartos.


__ E tem como ficar mais estranho?_ Annie se perguntou esperando no corredor pelos dois. De repente sentiu um aperto no braço__ Não tem graça Dean esta me machucando.


__ O que disse?_ a voz de Dean ainda vinha de dentro do quarto. Então Annie abaixou os olhos para olhar o braço.


Arrependeu-se no mesmo.


__ Ahhhhhhhhhhhhhhh!





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...