História A novata - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 802
Palavras 1.683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nem demorei tanto, vai? Bom, acho que vocês vão amar e odiar esse cap ao mesmo tempo :)
Enjoy Kids

Capítulo 15 - Ele voltou


Confusão.

Era isso que passava pela minha cabeça, junto da raiva, ódio e angustia.

Na minha frente, voltando ha alguns minutos atrás eu via a afigura de Alejandro e minha mãe. Se beijando. Juro que era o ultimo jeito que eu pensaria que iria reencontrar ele.

- Kaki, se acalme.- Minha mãe que estava em estado de choque disse.

Minha mãe, a pessoa que eu mais amei na minha vida toda, fez a única coisa que mais me machucaria. Mais que palavras, xingamentos, espancamento, morte. A pior coisa que ela poderia ter feito na vida seria voltar a falar com esse idiota e o pior, nas minhas costas.

Direcionei o meu olhar para o homem a minha frente, gordo e com uma aparência bem mais velha do que ele realmente tinha. Barba por fazer, marcas no rosto. O mesmo rosto que eu não me importaria que sumisse.

Bem na minha frente, estava o homem mais covarde na face da terra, que teve coragem de abandonar uma criança e uma mulher grávida sem pensar nas consequências,o primeiro homem que me chamou de aberração e deixou claro que eu não significava nada para ele, o mesmo homem que culpou minha mãe por estar grávida, o mesmo homem que queria abortar Sofia, o mesmo homem que me machucou pela primeira vez, o mesmo homem que me fez pensar que eu não deveria existir.

Ele me analisava de cima a baixo, acompanhando cada movimento que eu fazia, assustado e sem reação, junto a minha mãe.

Uma raiva foi subindo por minha veias  e uma vontade de vomitar terrível. E então eu peguei a faca que estava comigo, assustando os dois que estavam a minha frente. Minha vontade? Era de tacar essa maldita faca na garganta desse desgraçado, mas eu apenas segurei forte nela e respirando fundo diversas vezes, para apenas soltar a faca no chão e sair dali o mais rápido que pude. Ouvindo minha mãe gritar meu nome.

Sai de casa e corri. Sim, corri para bem longe dali, sentindo grossas lágrimas descendo pelo meu rosto, de decepção, de raiva, de medo... Sim eu tenho medo desse homem, do que ele pode fazer, ele pode tentar querer a guarda de Sofia, ele já me odeia  e já ferrou comigo uma vez, qual seria o problema de me ferrar de novo? E minha mãe? Como ela pode voltar com esse traste, e é tão idiota que nem uma maldita explicação eu quero, eu só quero que tudo se exploda.

Quando finalmente cheguei ao meu destino, me encostei na arvore e gritei, chorei.  Isso não pode estar acontecendo.

Já era noite quando eu consegui controlar minha lagrimas e por a minha cabeça um pouco no lugar. Flashbacks de tudo que aconteceu na minha vida, mas apenas das ruins. Das surras que já levei, humilhações, dos meus pais brigando. Imagens também foram sendo colocadas na minha cabeça do que pode acontecer, e nenhuma delas eram boas.

- Camila?!- Ouço a voz da... Lauren?- Camila.- Abro meus olhos e me deparo com Lauren. Com uma feição completamente brava e preocupada, eu juro que ela estava prestes a me dar um bronca, mas quando ela me olhou e viu a situação que eu estava, sua feição ficou completa de preocupação.

- Lo.- Chamei seu nome como em um sussurro e ela logo se aproximou me abraçando forte, meu sem jeito por eu estar sentada. Quando em agarrei a ela, tudo voltou. Comecei a chorar como um criança, agarrada a sua cintura e com a cabeça em seu pescoço.

- Shh, vai ficar tudo bem Camz.- Ela começou a fazer carinho em meus cabelos e me balançar, como se tivesse me ninando.

- Ele voltou!- Digo com todo rancor possível e agarrando ela ainda mais.- Ele voltou Lo.- Tiro meu rosto de seu pescoço e a encaro, demonstrando todo o meu desespero com a situação.

- Ele quem Camz?

- Alejandro.- Solto seu nome com todo o desprezo que  eu tinha e a aperto forte contra mim. Lauren se ajeitou melhor em meu colo e coloca a as mãos em meu rosto.- E-ele vai ti-tirar a S-sofi de mim Lo.

- Ninguém pode fazer isso meu anjo.

- E-ele pode e vai.- Começo a chorar compulsivamente.- E é tudo c-culpa minha.

- Não fala isso Camila!

- Mas é verdade.- Rio sem humor e fungo, sentindo suas mãos pararem de alisar meu rosto.- Se eu não fosse uma aberração ele nunca teria ido embora, minha mãe nunca teria ficado doente, Sofia teria uma figura paterna, ele só saiu por minha causa. Eles sempre quiseram ter um segundo filho, mas ele desistiu a partir do momento que me teve. Eu estraguei a minha fam...- Antes que eu pudesse terminar de falar senti algo macio contra os meus lábios me calando e quando eu me dei conta Lauren estava me beijando. Meu coração disparou quando eu percebi o que estava acontecendo e queria saber se realmente era real. Fiquei fora de órbita e não tive nenhuma reação, foi apenas um selinho, um logo e demorado selinho.- Lolo, o que você esta f-fazendo?

- Provando que você não é uma aberração.- Dito isso ela colou nossos lábios de novo, mas dessa vez pediu passagem com a língua que eu prontamente dei. Minhas mãos foram para a sua cintura  e eu comecei a acariciar aquela parte de seu corpo. Eu sentia o sangue correndo pelas minha veias, meu coração cada vez mais disparado, a sensação de ter minha garota nos meus braços com seus lábios macios contra os meus, era simplesmente a melhor sensação. Sua língua brincava com a minha, e cada vez que elas se tocavam eu sentia algo diferente, eu podia sentir todo meu sangue indo pra região sul. Obvio que isso ia acontecer, eu sou virgem e estou com Lauren Fucking Jauregui no meu colo me beijando. Quando ela separou ela me olhou profundamente em meus olhos e me deu um selinho.- Eu queria poder provar que você não é uma aberração de um jeito muito mais gostoso, mas não acho que esteja preparada para isso e acho que esse beijo já te confundiu o bastante.

- La-laur...

- Shh.- Ela pôs o dedo indicador em meus lábios.- Eu não consegui achar outra maneira de te calar que não fosse essa. Camila, você tem noção o tanto que você batalhou pela sua irmã e pela sua mãe?

-M-mas.

- Mas nada Camila, primeiro que você não tem a menor culpar de ter nascido assim e segundo que não tem nada de errado, muito pelo contrario porque agora eu to um tanto de pensamentos impróprios te sentindo em baixo de mim.- Ela deu um risinho e eu fiquei completamente sem graça e vermelha.- Você e linda Camz, cada detalhe seu, cada parte do seu corpo. Você é linda por dentro e por fora e é por isso que Keaton sempre foi esse babaca com você. Ele sabe que nunca conseguirá ser nem um por cento do que você é. Eu tenho orgulho de você e eu nunca mais te quero pensando algo assim. Entendeu?- Ela pergunta olhando nos meus olhos que no momento tinham lágrimas. Eu sou muito apaixonada com essa garota e eu me perdia olhando nessas esmeraldas verdes.

- Eu to com medo Laur.- Confesso olhando pra baixo e ela dá um beijo na minha testa.

- Vamos pro meu apartamento ok? Você precisa se distrair antes de ficar pensando muito e ter que encarar o babaca. Mas eu te garanto que ninguém vai tirar a Sofi de você entendeu?

- Eu tenho que voltar Lo! Eu não quero que ela veja ele sem mim, ele vai encher ela de coisas na cabeça e...- Antes que eu terminasse de falar, senti seus lábios novamente contra os meus se movendo lentamente, até ela terminas com uma leve mordida no meu lábio inferior, o que me fez arrepiar vergonhosamente.

- A Sofi tá na casa de uma amiga e só vai ir embora amanhã. Eu não quero que você volte pra casa nesse estado, eu vou ficar preocupada e eu quero cuidar de você little girl, entendeu?- Sorri com o apelido e a abracei forte sentindo ela esconder seu roso em meu peito.

- Obrigada por ter entrado na minha vida Lo.

- Obrigada por ter me deixado entrar nela.

Ficamos mais um tempo abraçadas, apenas sentindo o calor uma dá outra. Mas acabamos indo pro carro dela e logo indo em direção ao seu apartamento.

Quando chegamos, eu estava exausta fisicamente por ter andando até aquele lugar depois de me recuperar de tudo que aconteceu. E exausta emocionalmente por tudo o que aconteceu. Lauren apenas fez um sanduiche para nós comermos e logo fomos para o seu quarto.

- Eu lembro a primeira vez que vim aqui.- Comentei distraída me aconchegando em seu peito.

- Eu também lembro...- Ela suspirou.- Eu fiquei morrendo de medo de você sair correndo quando eu encostei minha cabeça em seu ombro.

- Eu tinha ficado tensa porque era bom.- Disse escondendo meu rosto na curva do seu pescoço.

- Bom?

- Ter você perto de mim, eu assustei como era bom ter esse contato mais próximo. Por mais que tenha sido uma coisa boba.

- Awn isso é fofo!- Ela disse fazendo uma voz de criança.

- Para Lo.- Eu peço sem graça e encaro seus olhos verdes.- Eu tenho que parar de ficar hipnotizada toda vez que te olho.- Ela sorriu e me deu um selinho demorado.

- Você tem que descansar Camz, tudo bem?- Seus olhos me olhavam de maneira preocupada, podia ver que ela estava angustiada, então eu apenas suspirei.

- Boa noite Srta. Olhos Verdes.- Digo e ouço ela rir com o apelido que eu a dei no primeiro dia em que nos conhecemos.

- Boa noite garota misteriosa.- Ela sorriu e me deu um ultimo selinho.

Logo eu me aconcheguei em seus braços e abracei  sua cintura tentando a ter o mais próxima possível, e com o carinho que ela fazia em meus cabelos, eu logo peguei no sono.

Ao menos tentei...


Notas Finais


Então? Como se sentem sobre a evolução Camren? E essa volta do Alejandro?
COMENTEM DAIJSDIAOJDOA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...