História A novata inexplicável - Bori - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Victorious
Personagens André Harris, Beck Oliver, Cat Valentine, Jade West, Tori Vega
Tags Bori, Drama, Romance
Visualizações 35
Palavras 577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu só tenho uma leitora,até então, e esse cap é especialmente para ela
~Nandy_Candy.

Capítulo 3 - A grande noite S2


Fanfic / Fanfiction A novata inexplicável - Bori - Capítulo 3 - A grande noite S2

E então, infelizmente a música acabou, naquele momento a minha vontade era de dar uns belos socos na cara do Ed Sheeran ,por não ter feito uma música maior, por não ter feito músicas como as da Legião Urbana.

Tori estava desconsertada, ela não sabia o que fazer, mas eu não a culpo, eu também não sabia , a única coisa que eu tinha certeza naquele momento, é que eu não queria larga – la.Mas infelizmente não foi possível:

-Beck, estão todos olhando – Como ainda estávamos colados, Tori cochichou em meu ouvido.Olhei em volta e estávamos rodeados de olhares curiosos, provavelmente a maioria das pessoas ali não sabiam que eu tinha terminado com a Jade.

O sinal tocou, e Graças ao bom Deus, nos salvou daquele momento desconcertante.

-Tori está na hora do intervalo, gostaria de comer um burrito.-perguntei com as bochechas levemente coradas.

-Está me chamando para sair?-ela me perguntou sorrindo.

-Não posso convidar uma amiga para lanchar?-revidei

-Depende, você tem outras intenções?-essa me pegou de surpresa, mas respondi a altura.

-Interprete como quiser. -Disse abrindo o meu famoso sorriso galanteador,e pareceu funcionar porque sua bochechas estavam levemente rosadas.

Eu não a conhecia direito, mas ela era diferente, era divertida e também era um livro aberto, não tinha vergonha de abrir a história da sua vida para um completo desconhecido.Mesmo namorando com a Jade por 3 longos anos, eu sentia que com a Tori eu tinha mais liberdade, e em tão pouco tempo ela me fez rir como não faço a muito tempo.

-Vai ficar aí olhando para o nada ou vamos comer um burrito bem apimentado para depois ficarmos com dor de barriga- diz Tori me tirando de meus devaneios e me fazendo rir, de novo.

-Então vamos –eu disse com um belo sorriso, estendendo a mão,ela a segurou e eu as entrelacei ,não era nada de mais, éramos apenas amigos.Por enquanto...

                                                                      ...

Chegamos no pátio, pegamos alguns burritos e fomos sentar em uma mesa vazia.

-Você senta sempre sozinho?-disse Tori curiosa.

-Em primeiro lugar eu não estou sozinho,e em segundo quando eu namorava a Jade as coisas eram complicadas as pessoas preferiam manter distância – Na última parte minha voz saiu meio falhada, demonstrando a minha tristeza.

Tori lançou para mim um olhar de pena, com um pouco de hesitação aproximou suas mãos devagar e afagou o meu cabelo.

-Eu sinto muito deve ter sido difícil pra você- me mantive calado, estava aproveitando cada momento- Vamos fazer um acordo, de agora em diante não falaremos de coisas do passado ou de qualquer coisa deprimente . É uma ordem. -ela disse sorridente. Concordei com a cabeça.

-Tori, tem um karaokê aqui perto e  eu  queria saber se você gostaria de ir comigo?-Não riam de mim, tive que criar muita coragem para dizer isso.

-Agora você está me convidando para sair?-perguntou presunçosa.

-Vai ser o que você quiser que seja. -Disse  enigmático.

-Bom, então definitivamente é um encontro. -Involuntariamente eu deixei escapar um sorriso enorme, ela queria sair COMIGO. Deus existe.!!!.

-Fico muito feliz que pense assim.

                                                                             ...

Naquela noite eu levei pelo menos umas  3 horas para me arrumar, eu queria estar perfeito, eu queria que a noite fosse perfeita.Eu estava de carro na porta da sua casa as 20:00 em ponto.Vai dar certo!Vais dar certo!!, Repetia para mim mesmo.

Quando ela saiu de sua casa não pude conter o sorriso, ela estava radiante, me aproximei e lhe dei um longo abraço,eu estava feliz ,e muito,muito ansioso.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...