História A Novata Rebelde - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Camila Cabello, Fifth Harmony, Originais, Shawn Mendes, Taylor Swift, The Vamps
Personagens Personagens Originais
Tags Camren
Visualizações 59
Palavras 988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então gente aqui está a continuação do capítulo 2 e continuação da discussão camren, então é isso espero que gostem

Capítulo 4 - Camila vs Lauren


Fanfic / Fanfiction A Novata Rebelde - Capítulo 4 - Camila vs Lauren

Anteriormente 

"...mas ninguém grita comigo.. "

Camila P.V 

Eu - primeiramente quem você pensa que é para gritar comigo? Vc pelo menos sabe quem eu sou?  - Perguntei indignada com a atitude dela de gritar comigo, a mesma cuja eu não sei o nome veio na minha direção. 

Desconhecida -eu sou uma pessoa que está tentando dormir e você é uma patricinha metida que ACHA que pode fazer o que quiser e na hora que quiser, mas não pode. - Ela praticamente guspio tudo isso na minha cara, eu no começo fiquei sem reação, mas depois me recompus e xinguei ela também. 

Eu - você presta atenção no que você fala sua criatura rebelde, você é uma aberração, grossa e sem educação. - Eu falei olhando no fundo de seus lindos olhos, que não carregavam brilho e sim raiva e.. tristeza?  

Ela simplesmente me empurrou para sair da frente da porta e saiu sem dizer nada e sem olhar para trás 

Normani - nossa Mila Eu acho que você pegou pesado em, chamou a pobre garota de aberração. - Assim que a Mani falou isso eu fui perceber a burrada que eu tinha acabado de fazer, mas fala sério eu não sou assim só que essa garota gritou comigo e ninguém grita comigo. 

Eu - ah Mani foi mal você sabe que eu não sou assim só que a menina me irritou ela me chamou de patricinha metida e eu não sou. - Eu disse cabisbaixa,  eu realmente tinha vacilado com a minha colega de quarto. 

Normani - calma fica tranquila quando ela voltar você fala com ela e pede desculpas ok?-ela disse e eu assisti - mas então vc reparou nela é mó gata. - Mani diz sorrindo 

Eu - realmente ela é bonita, mas o que ela tem de bonita tem de grosseria. -Digo me sentando novamente na cama 

Depois disso eu e a Mani continuams falando das férias 

Enquanto isso Lauren Pov 

Raiva, tristeza e lembranças ruins passavam pela minha cabeça fala sério eu não pedi pra nascer assim mais que saco que garota estúpida quem ela pensa que é para me chame de aberração ela me fez lembrar de quando eu sofria bullyng, saiu dos meus pensamentos após esbarrar em uma pessoa e sentindo um líquido gelado caindo no meu corpo sujando todo a minha camiseta. 

Eu - PUTA MERDA, você é cega? Perguntei berrando praticamente 

Desconhecida - nossa foi mal,você tá bem?

Eu. - claro que eu estou bem, estou em um lugar que eu não gosto, minha colega de quarto é uma patricinha e você acabou de jogar suco em mim. - Eu digo isso em um só fôlego olhando para garota linda e alta na minha frente. 

Desconhecida - primeiro eu também não queria estar aqui, eu não tenho culpa se sua colega de quarto é patricinha, eu não joguei nada em você eu só não te vi e para de descontar a sua raiva nos outros, porque isso é feio e fora de classe. 

Depois disso eu vejo o que estou fazendo e como eu estou tratando a pessoa que eu nem conheço 

Eu - nossa verdade desculpas, você não tem culpa nenhuma, e prazer Lauren Jauregui. 

Desconhecida - Dinah Jane,  e prazer só na cama. - Diz ela com um sorriso malicioso no rosto. 

"Essa é das minha " Penso 

Eu - eu tenho que ir, depois a gente se fala. - Digo indo em direção ao meu quarto 

Dinah - tá bom palmito depois a gente se fala. 

Eu olho pra ela e dou risada e continuo andando até encontrar minha amiga no corredor do seu quarto 

Eu - Vero eu não aquento mais ficar nesse lugar minha colega de quarto é um monstro. - Eu digo e a mesma da risada, piranha ela acha que eu estou brincando. 

Verônica - o que ela fez pra vc. 

Eu - ela não me deixou dormir e me chamou de aberração. - Eu digo já sentindo meu olhos lacrimejar 

Verônica - pera ela sabe que você é intersexual?  - Ela pergunta e eu nego então ela continua - nossa que susto pensei que eu ia ter que ir bater nela igual eu fazia na sexta série lembra?.

Ela me perguntou rindo,eu ri fraco lembrando que ela sempre me defendia quando as pessoas faziam bullyng comigo por eu nascer diferente. 

Eu - obrigado Vero tenho que ir tchau. - Digo abraçando ela forte 

Vero - tchau.. 

Após chegar no meu quarto vejo o ser insignificante parada na frente do banheiro, eu a ignoro eu vou pegar minha roupa, depois vou para o banheiro só que tem um encosto na minha frente 

Eu - sai - Digo brava 

Patricinha - só saiu se você falar com educação. 

Ela fala isso me olhando e cruzando o braço, a fala sério, a empurro e abro a porta 

Patricinha - ai...sua idiota me machucou. -diz ela colocando a mão não braço 

Eu - ai sério que machucou, nem ligo. 

Vou é fecho a porta do banheiro e escuto ela resmungar alguma coisa kkkkkk menina boba e bonita, tenho que admitir que ela é uma coisa muito excitante, mas é muito mimada não tenho paciência pra pessoas assim. 

Tomo um banho rápido e saiu do banheiro olho para o lado e vejo a Praga mechendo no notebook, nem ligo pra ela e vou logo deitar. Eu estava quase pegando no sono quando a mesma me chama 

Patricinha -você ficou triste por eu ter te chamodo de aberração?. - Sério agora que ela se importa. 

Eu - não. - Minto - nem ligo pra você e muito menos para o que você fala. 

Patricinha -nossa sua grossa idiota. - Ela diz brava e fecha a notebook e se deita 

Será que eu fui grossa com ela?  A mas também ninguém mandou ela me chamar de aberração, ela mexeu em uma ferida minha. 

Resolvo ir dormir, porque amanhã o dia promete. 




Notas Finais


Então gente oq acharam?

Dinah como sempre dando apelidos estranho pra Lauren

Espero que tenham gostado assim que der eu continuo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...