História A Novata Virgem - 1Temporada - Capítulo 113


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ecchi, Harem, Hentai, Original, Yuri
Visualizações 31
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Harem, Hentai, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 113 - Anne POV - Parte 3


Anne POV – Parte 3

(Los Angeles – Califórnia)

 No começo, pensei que não daria certo.

 Tive uma longa conversa com meus pais adotivos, eles tinham razão.

 Então decidi vim morar em Los Angeles.

 Tive que refazer meus estudos.

 Passei com sucesso, conheci novos amigos.

 Mais foi ai que algo incrível aconteceu, conheci cara chamado Nathan.

 Eu e ele éramos da mesma sala, tínhamos nos formado juntos.

 Mais que eu não esperava fosse me apaixonar por ele. Rapaz bonito elegante de uma ótima família. Claro antes de começarmos namorar verdade. Contei que eu fui antes de conhecê-lo. Tive medo de contar a ele saber da sua reação. Mais foi totalmente ao contrario.  Ele me apoio. Então? Passamos namorar.

 Quando entrei na faculdade, eu já tinha tudo em mente. Queria ser médica. Esse foi caminho que eu segui. Foi difícil. Complicado, por varias vezes eu passava horas em meios de livros a trás de livros. Indo e vindo de palestras etc... Até deixei de namorar para focar nos estudo.

 Só que Nathan, era brilhante. Seus pais eram médicos, era quase uma tradição passa de pai pra filho. Dava tudo de si dava para ver realmente queria seguir essa profissão e eu seguia atrás dele. Tanto que nos formamos juntos... Quase não acreditei que eu tava aqui recebendo meu diploma de médica... Foi dia maravilhoso para mim grande conquista.

 Alguns anos passaram... Pai de Nathan nos chama para trabalhar no hospital dele o que eu não estava esperando. Começo foi também complicado. Mais fui aprendendo com outros médicos até que peguei jeito. Comecei como substituta... Até ficar como médica geral.

 Meu sonho foi realizado, compramos uma bela casa na cidade. Ele queria aquele tal apartamento mais eu disse que não. Já estava de olho numa perto de frente ao mar e ele acabou aceitando comprar. Mais sentia que ele estava agindo estranho como se quisesse contar algo.

 Tivemos um jantar só nos dois em um restaurante, foi então que ele me pediu em casamento. Todo esse tempo vinha tentando dizer. Claro eu aceitei... Quando gente se casou? Foi dia lindo e incrível. Passamos lua de mel foi numa vila no mar caribe e que era para ser uma viagem legal, fico pouco estranha.

 Vinha sentindo certos enjôos, tanto que teve um luau nem conseguia comer direito e Nathan já vinha suspeitando. De que eu estava grávida. Quando disse isso eu quase não acreditei. Vê que tomávamos cuidado para evitar esse tipo de coisa. Gente foi a um medico local. Fiz uns exames resultado foi positivo.

 Meses foram passando... Sentia na pele como ser mãe, aquela barriga grande mais no final? Karolyn nasceu. Posso dizer que fiquei emocionado ao tê-la meus braços e Nathan quase não saia do meu lado... Pude vê-la crescer... Dar seus primeiros passos mais tudo passa muito rápido...

 Quando percebi...? 15 anos se passaram...

 Nathan herdou hospital do pai dele, foi algo que nem ele esperava.

 Fama? Inesperada.

 Gente não queria nada disso acontecesse, mais foi por causa de uma entrevista que a gente fez para uma revista que nossa fama aumento. Queríamos muito nossa filha ficasse fora disso. Mais Nathan insistiu. Quando tiramos a foto foi uma das revistas mais comprada do momento.

 Agora ela tem 15 anos, fizemos grande festa de aniversario para ela e seus amigos da escola. Claro sempre estou de olho nela. Foi por isso que anda com uma empregada chamada Kenzie cuida dela e da nossa casa e também me conta tudo que eu preciso saber. Quero que ela faça tudo diferente, não seja como eu fui antigamente.

 Mais essa decisão não vem a mim. Mantenho-a na linha do jeito que eu posso e se caso alguns dia aconteça? Tenho certeza vai vim falar comigo primeiro. Hoje ela saiu pouco mais cedo, disse que teria fazer trabalho. Entraria mais tarde, então eu a levei para biblioteca no centro.

Karolyn: Não precisava vim, podia ir de ônibus.

Anne: Por que não? Como vai escola?

Karolyn: Bem, talvez eu me escreva-me para ser uma líder de torcida.

Anne: Líder de torcida? Por quê?

Karolyn: Mãe eu sou bonita?

Karolyn: Claro que é... Tem que ser bonita para entrar?

Karolyn: Pouco... Queria ser como senhora, eu nem tenho tanto peito como você.

Anne: Hahahaha. Eu também não quando tinha sua idade ter peitos grandes ou não que importa serão suas habilidades.

Karolyn: Fale isso para minha amiga Kendra, são tão grandes que causam inveja.

Anne: Ela puxou mãe... Mais isso não importa, como eu disse.

Karolyn: Eu meus não são tão grandes, mais chamam atenção não acha?

Anne: Se você diz... Concordo com você.

Karolyn: Sabe...? Estava no porão e encontrei uma foto, da senhora com uma garota bonita... Quem e ela?

Anne: Você andou mexendo lá de novo?

Karolyn: Foi sem querer mãe... Tava pegando uma caixa e ai eu encontrei.

Anne: Ela e uma antiga namorada minha.

Karolyn: Namorada? Tipo mulher com mulher?

Anne: Exatamente, mais e uma longa historia para outro dia.

Karolyn: Hmm... Papai sabe?

Anne: Claro que sabe, foi primeira coisa que eu contei.

Karolyn: Oh, lá está ela...

Anne: Kenzie vai vim te pega, cuidado em garota.

Karolyn: Pode deixar mãe, só que eu também quero saber.

Anne: Talvez pense nisso, agora vá.

Karolyn: Tá.

 Devia ter jogado fora aquela foto mais por algum motivo eu mantive guardada lá no porão. Assim que ela entrou na biblioteca fui direto para hospital. Hoje era noite do meu plantão.

 Abri meu armário, coloquei meu jaleco o crachá e fui falar com ele no escritório do quinto andar do hospital. Saindo do elevador algumas pessoas saíam de lá, eu esperei eles entrarem para eu ir até lá.

Anne: Posso?

Nathan: Claro, então?

Anne: Deixei na biblioteca, quem eram aquelas pessoas?

Nathan: São da OGL, lembra? Convenção que vai acontecer em Nova York?

Anne: Ah sim... Lembrei, quando vai ser?

Nathan: Estamos pouco atrasados, pegaremos avião amanha a noite.

Anne: Amanhã?

Nathan: Eu não posso ir então você ira no meu lugar. Kayla vai ficar no seu lugar enquanto estiver por lá.

Anne: Claro... Devia ter dito antes, ai ficaria preparada.

Nathan: Vai apenas cinco dias, poderá rever seus pais.

Anne: Ok...

Nathan: Karolyn está de férias, está louca para ir Nova York.

Anne: Está bem... Vou levá-la comigo.

 Por essa não esperava.

 Hoje meu turno foi tranqüilo, pude sair mais cedo.

 Em casa eu fiz as malas ela também. Na manhã seguinte recebi uma ligação falando que mudaram meu voou. Sairia depois do almoço. Disseram foi por causa de uma tempestade estava caminho.

 Deixei casa e a chave do carro com Kenzie, entramos no táxi seguimos e direto para aeroporto. Essa séria primeira viagem que gente faria juntas. Tinha umas pessoas a nossa espera. Embarcamos no avião e seguimos rumo a Nova York.

 Espero que tudo corra bem... Mais sinto algo vai acontecer.


Notas Finais


Tres POVS concluídos.
Helena, Nisha e Anne em Nova York!
Como vai ser esse reencontro?
Bom? Ou ruim?
Que acham?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...