História A Ômega - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Abo, Cio, Gaino, Naruhina, Naruto, Sasusaku, Sexo
Visualizações 647
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olaaaa gente demorei um pouco mais cheguei, primeiro gostaria de agradecer a todos os favoritos e os comentários amooo o incentivo de cada um de vocês então muito obrigada . E muitoooooo obrigada pelos 100 favoritos sinceramente estou vibrandooo com isso. Sem mais delongas bom capítulos a todos.

Capítulo 11 - Capitulo 11


Fanfic / Fanfiction A Ômega - Capítulo 11 - Capitulo 11

 

Pov. Sasuke

Caralho, tenho certeza que essa garota quer me mata, primeiro o vestido curto, depois o fato de estarmos sozinhos na casa dela, fazendo o trabalho em seu quarto, fico muito claro pra mim que os Deuses estão a meu favor, enfim Sasuke Uchiha começa a jogar.
Mesmo que ainda ela não tenha passado pelo cio não faz mal brincar um pouco, começo a deslizar a parte superior do seu vestido e já consigo sentir minha boca salivando com o desejo de me enterrar no vale dos seus seios, sinto ela ficar tensa e travar ainda em meu colo, afastando seu rosto de perto de mim em um movimento súbito, com isso volto a realidade pelo menos a tempo de ouvir claramente a voz masculina falando:
- Sakura querida, chegamos ... 
Arregalo tanto meus olhos que por um minuto acho que vão pular do meu rosto , e ela não está muito diferente.
Com um pulo ela já tentava fechar o vestido e seguia pra frente do espelho para arrumar o cabelo e conferir se tudo estava no lugar, fico encarando ela correr de um lado pro outro arrumando o chão e recolhendo minhas coisas.
O que essa doida vai fazer - penso comigo e como se me ouvisse ela vira seu olhar com uma cara interrogativa e diz ( lê-se sussurra) :
- o que está fazendo aí parado?anda logo - mal termina de falar e já está me puxando de sua cama, ainda perdido com a situação sinto minha mochila ler pressionada contra meu peito ainda nu e ela me empurra em direção à sacada.
Não ... ela só pode estar brincando.
- o que diabos você tá fazendo? - digo já alterando meu tom de voz, o que a deixa ainda mais desesperada.
- shiiiii quer que eles te ousam? Meu pai vai arrancar sua cabeça se te ver aqui e desse jeito - comenta enquanto coloca o dedo indicador em frente à boca como uma ordem de silêncio, rolando meu olhos e soltando minhas coisas novamente no chão digo.
- Já penso em falar que estávamos fazendo o trabalho? E eu só visto minha camisa de novo? - comento o óbvio enquanto ela franzi o cenho, como se não tivesse pensando naquilo antes .
- Mas é claro que não, minha mãe vai surtar achando que eu encontrei um Alpha e papai é hiper ciumento, vamos seguir meu plano você pula da sacada - diz voltando a me empurrar. 
Já em sua sacada viro em sua direção com o meu melhor olhar de indiferença e digo:
- Sakura eu não vou pular - falo de forma calma e continuo - você está sendo irracional e toda essa correria está me broxan... - antes mesmo que eu terminasse sinto ela me empurrando com uma força considerável pra me desequilibra, ainda descrente sinto meu corpo se inclinar para trás pronto para cair daquela merda de sacada, lanço um olhar pra Haruno como se pedisse ajuda e a única resposta obtida é um sorriso de lado e um thauzinho com as mãos.
Durante o curto tempo de minha queda só consigo pensar em uma coisa, a cabeça da Haruno em uma bandeja de prata . Sinto a dor no meu corpo pelo choque com a superfície dura de seu jardim e ainda por cima cai de mal jeito em cima do pulso, quando ergo meus olhos para olhá-la, Sakura já tinha voltado para o quarto, levanto de forma desengonçada pela dor da queda e grito em alto e bom som ( quero mais que ela se foda) :
- Minha roupas e bolsa ainda estão aí sua idiota - ao termina passo minha mão boa no cabelo tirando o cabelo do rosto.
Em seguida me desequilibro novamente caindo sentado com minha bolsa nos braços e minha blusa caída aos meus pés, essa vadia está cavando a própria cova. Ela se inclina sobre o parapeito da varanda e sussurra de uma forma que eu consiga ouvir:
- Ja mandei falar baixo seu bastardo, eu deveria não ter misericórdia de vc e deixar meu pai palitar os dentes com seus ossos, mas hoje me sinto muito solidária então vaza daqui Uchiha - termina cerrando os dentes.
- Você ainda não me deu a minha jaqueta - respondo agora um pouco mais baixo apesar de estar contendo a raiva que tô sentindo.
- E nem vou dar, gostei dela um presente por ter que olhar pra sua cara feia a tarde toda - da um sorriso sapeca pela minha reação.
- Haruno ... - começo mas sou interrompido.
- Agora vai logo meu pai está subindo - e fecha a posta de vidro da varanda.
Otimo essa filha da puta me largo aqui fora  sem minha jaqueta favorita justo quando começa a ventar, mas tá tudo bem respira Sasuke, não vale a pena perder sua vida por homicídio. Vou em direção a moto e percebo que não consigo pilotar com o pulso machucado, bufando sigo em direção q minha casa, pensando de qual maneira sórdida eu iria me vingar.
Talvez os Deuses não estivessem tanto assim a meu favor.

Pov. Sakura 

Não acredito que fiz isso, eu Sakura Haruno acabei de emburrar Sasuke Uchiha da minha varanda, eu estou tão fodida ... mas pelo menos ganhei uma jaqueta muito top.
Sento na cama segurando aquele pedaço de pano que tem o cheiro dele impregnado e por mais que machuque admitir é delicioso. Levo a veste até meu nariz e inspiro toda sua essência, e começo a refletir sobre o que acabei de fazer com ele . 
Certamente ele irá se vingar, e eu terei de ser cuidadosa a partir de agora sem contar a aposta com a loira que agora eu tenho certeza ser macumbeira.
Cada vez eu consigo me foder mais.
Saiu de meus devaneios com o barulho da porta sendo aperta coloco rapidamente a jaqueta embaixo do meu travesseiro e sigo até a porta, vejo meu pai colocando a cabeça dentro do quarto.
- Oi anjinho tudo bem ? - meu pai diz enquanto passa os olhos pelo meu quarto - ouvi você falando com alguém - diz como quem não quer nada, dou um sorriso forçado.
- Tudo sim papai, como foi a noite? Eu estava falando com a minha amiga do colégio a Ino lembra que eu falei dela ? - que coisa feia Sakura Haruno mentindo a cara larga. 
- Foi uma noite agradável, já estamos nos recolhendo bom descanso - finaliza se aproximando e beijando suavemente minha testa.
Apos ele se retirar, começo a me arrumar para dormir, deito em minha cama trazendo as cobertas para cima do meu corpo e abraçando a jaqueta do Uchiha, apesar se achar que estou enlouquecendo por isso, deixo um sorriso singelo nascer em meu lábios ao mesmo tempo que fecho os olhos sentindo o sono pesar sobre meu corpo.
- Espero que esteja bem, boa noite Sasuke.


Notas Finais


Volteiiii espero que tenham gostado aguardo os comentários de cada um, obrigadaaa por acompanharem até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...