História A ordinary life - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Changkyun, Monsta X, Romance, Wonho
Exibições 29
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oee ahuauh
eu disse que adicionaria tres capitulos seguidos!! esse é o segundo entao
espero que gostem

Capítulo 2 - Meu dia foi bom! Melhor que ontem ao menos...


Segundo dia de aula.Acordei na hora.Fiz minha higiene,me arrumei,tomei meu café e sai.

Nada de diferente aconteceu aquela manha.Meu irmão ainda não havia arranjado um emprego,minha mãe trabalhava duro na loja e eu havia saído para ir a escola.

Naquela manha só havia uma coisa em minha mente:Que hoje seja melhor que ontem.

Cheguei na escola e a primeira coisa que vi foram aquelas garotas atormentando uma outra garota.

Passei por elas que pareceram não me notar.Olhei para trás e reconheci a garota.Ela se chamava Yui,estávamos na mesma sala.Ela era parecida comigo em alguns aspectos,ficávamos sozinhas durante todo o tempo,tínhamos a mesma altura e éramos amedrontadas por aquelas garotas.

Ela olhou para mim e abaixou a cabeça.

As garotas olharam para mim e falaram algo como “nos vemos mais tarde”.

Por que elas me marcaram dessa forma? Não fui à única novata a chegar à escola esse ano.

Fingi que não olhava para elas e segui meu caminho.

Cheguei na sala e caminhei ate meu lugar.

O professor ainda não havia chegado e todos os alunos já estavam na sala.

De repente ouço alguém bater as mãos sobre minha mesa.

-Vim pegar o dinheiro mais cedo hoje.

-Ah não,vocês não...

-O que?

-Ah... Nada... Acho que pensei alto.

As garotas se entreolharam.

-Rápido,nos de o dinheiro.

-Eu não vou dar nada a vocês.

-Parece que você não aprendeu a lição.-Ela estalou os dedos.

As duas garotas se aproximaram ate que foram interrompidas por alguém.

-Esta com problemas Bi? Quer ajuda?

-Não Hyungwon.Não preciso da sua ajuda.-Disse a garota o encarando com raiva.

Hyungwon era um garoto alto,com os cabelos castanhos caidos sobre o rosto,ele não parecia ser uma pessoa muito amigavel.

O professor entrou na sala.

-Todos em seus lugares.

Bi olhou para mim e deu um sorriso de lado.

-Nos vemos no intervalo.

Hyungwon olhou para mim com raiva e sentou em seu lugar

Ótimo,aquele garoto também me odeia e eu não fiz nada para ele.

As aulas foram tranquilas,ate o intervalo chegar.

Caminhei ate o refeitório.No caminho vi Bi e suas amigas entrando no banheiro,consegui passar sem que elas me notassem e entrei no refeitório.

Fui ate a lanchonete comprar algo para comer.

Sempre tive vontade de comer um Dorayaki*,mas infelizmente eu não tinha dinheiro suficiente para comprá-lo e era o ultimo.

-Eu quero um dorayaki por favor.-Uma voz familiar surgiu ao meu lado.

Era o garoto que eu esbarrei ontem.

-Ah é você.-Ele me reconheceu.-Ia comprar esse?

-Na verdade não.

-Então pare de encarar como se fosse morder minha mão.

-Desculpe.

-Você quer um pedaço?

Eu olhei para ele desconfiada.

-Quero.

-Então chegue mais cedo amanha e compre antes que acabe.-Ele deu uma mordida,virou de costas para mim e saiu andando.

-Amanha irei comprar o ultimo e esfregar na sua cara.-Eu gritei com raiva.-Que garoto idiota.

-Esta falando sozinha?-Yui se aproximou.

-Não,só estava comprando algo para comer.

-Você conseguiu se livrar de Bi hoje?-Ela perguntou olhando a vitrine.

-Pelo jeito sim e você?

-Eu não tive a mesma sorte.

Ela pediu a comida mais barata dali.

-Eu lamento.

-Não precisa se lamentar por mim,mas comece a se lamentar por você.

-Por mim?

-Você encara ela,nega,você a enfrenta,ela vai te marcar pra sempre.

-Por favor,esse pensamento é muito infantil.

-Diga isso pra ela.

-Não,melhor não.

Eu olhei para trás e vi Bi e suas amigas sentadas em uma das mesas.

O sinal tocou,fim do intervalo.

O resto da aula foi tranquilo,tirando o fato de Bi e Hyungwon terem ficado a aula inteira me observando e às vezes tacando bolinhas de papel na minha cabeça.

Desci as escadas que dava para o pátio,pronta para ir embora quando vejo alguns garotos intimidando outro.

Parei e tentei me esconder.Observei o rosto de cada um deles,ate que reconheci dois,Hyungwon e o garoto que esbarrei ontem (preciso perguntar o nome desse garoto,to cansada de chamá-lo assim).Eles e mais dois garotos estavam intimidando um garotinho.

-Me dê o dinheiro.-Hyungwon dava tapas no braço do garoto.

-Não,por favor,pare.-O garotinho implorava.

-Por quê? Vamos no divertir.Você paga e nós nos divertimos.

-Não...

-Ate quando vai tentar se fazer de forte?-Ele agachou.-Você não durará muito.

Ele fez um sinal para os dois que começaram a bater no garoto.

Hyungwon parecia ser o líder,chefe ou algo assim.

-Eles não são diferentes daquelas garotas.

-Quem disse isso?-Hyungwon olhou para trás.

Eu coloquei as mãos sobre a boca e me abaixei.

-Tem alguém ali atrás.Changkyun vá lá ver e traga-o aqui.

Droga,acho que pensei alto outra vez,eu tenho que parar com isso.

O garoto subiu as escadas e parou na minha frente.

-O que você esta fazendo aqui?-Ele disse quase sussurrando.

Então o nome dele era Changkyun,não perdi meu tempo perguntando para ele.

-Não ouviu o que eu disse?

-Ah... É...-Eu gaguejava

-Quem esta ai Changkyun?

-Ninguém,acho que ouviu coisas Hyungwon.

-Hmm.-Ele olhou desconfiado.-Vamos embora.

-Podem ir na frente,tenho que resolver uma coisa primeiro.

-Estaremos te esperando no lugar de sempre.

Os três olharam para o garoto jogado no chão,deram um sorriso de lado e se foram.

Changkyun olhou para mim.

-Levanta.

Me levantei e olhei para ele.

-Eu não queria espionar vocês,eu...

-Eu sei.-Ele me interrompeu.-Fique longe da gente se não quer arranjar problemas e evite contato visual com a Bi se você quer ter uma vida escolar tranquila.

Ele é bem direto.

-Devia ter me avisado antes.-Disse baixinho.

-Não tem mais volta,ela fará da sua vida um inferno.

-Já está.

-Desculpe,mas não há nada que eu possa fazer por você.Se me der licença eu preciso ir.

Ele se virou e foi embora.

Por que ele esta com Hyungwon e aqueles outros garotos? Ele não parece ser um garoto ruim.

Peguei meu celular e havia uma mensagem.Era da minha mãe.

“Joohee,se puder vir rápido para casa eu agradeceria.Preciso de ajuda na loja,seu irmão arrumou um emprego.”

Preciso ir embora rápido.

                                                  -X-

Cheguei em casa ofegante,minha mãe estava atendendo um cliente.

-Joohee ainda bem que chegou,pode me ajudar aqui?

-Vou trocar de roupa primeiro,já volto.

Subi para meu quarto,deixei minha mochila no chão,troquei de roupa e fui ajudar minha mãe.

-Atenda os clientes,preciso preparar mais alguns Tteok*.

A loja estava lotada,a tempos não via ela assim.

Os doces acabaram rápido e tivemos que fechar a loja uma hora mais cedo por conta disso.

-Há tempos a loja não ficava cheia assim.-Minha mãe arrumava os pratos.

-É...-Eu limpava as mesas.-Mãe... Sobre o emprego do Kyu...

-Ainda não é fixo.-Ela me interrompeu.-Mas esta no caminho.Ele disse que vai tentar juntar dinheiro para pagar seus estudos.O salário dele é um pouco maior que o do emprego anterior,então já é um começo.

Minha mãe parecia tranquila,isso me deixou aliviada.

-Pode ir fazer suas lições,eu termino aqui.

Subi para o meu quarto para fazer minha lição.Não levei muito tempo,pois não tinha muita coisa.

De repente ouço alguém bater na porta.

-Sou eu.-Disse Kyu abrindo a porta.

-Oi.-Disse sorrindo.

Ele caminhou ate mim e sentou ao meu lado.

-Como foi à escola hoje?

-Foi bem...melhor que ontem,ao menos.

-Que bom.-Ele sorriu.

-Então realmente conseguiu um emprego?

-Mais ou menos.Eles disseram que é realmente difícil dar um emprego fixo a alguém que não terminou seus estudos,mas também disseram que se eu for bom o suficiente eles podem me dar o emprego definitivo.Irei tentar meu máximo.

Ele parecia contente e isso já era o suficiente para mim.

-As coisas finalmente irão começar a dar certo Joohee,então tente aguentar mais um pouco.

Ele deu um beijo em minha testa.

Minha mãe e meu irmão eram as pessoas mais importantes da minha vida,eu poderia aguentar qualquer coisa por eles.

Sinto que agora as coisas começarão a melhorar para nós.

 

*Tteok: Se trata de um bolinho de massa de arroz recheado de pasta de feijão doce.

*Dorayaki:é um doce feito por duas camadas da macia massa de bolo castela (influência portuguesa do século 16) com recheio de azuki, o feijão doce japonês.


Notas Finais


Obrigada por lerem ate aqui!
vejo voces novamente daqui a pouco :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...