História A Origem dos Guardiões: O retorno do Rei dos Pesadelos - Capítulo 12


Escrita por: ~

Visualizações 230
Palavras 405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Princesa


            Emily sentou-se agitada em sua cama. Passara toda tarde com seus novos amigos: Jamie, Sophie e (quem diria!) Jack Frost. Esquiaram pelas encostas, guerrearam com bolas de neve e montaram os bonecos mais risíveis que já havia visto em toda sua vida.

-Ah, Canário. É tão bom ter amigos! –exclamou, rolando para cima do dragão de areia, que sentado em sua cama, balançava sua cauda, feliz por vê-la tão sorridente. –Não pareço muito afetada dizendo isso, pareço?

            O dragão fez que não com a cabeça e enrolou-a em suas asas.

-É a primeira vez que eu encontro alguém da minha idade que ainda acredita. Jamie me disse que já conheceu o Noel, a fada do dente, o coelho da páscoa e… -Emily soltou um suspiro. –será que um dia vamos vê-lo de novo?

            De repente as luzes do quarto baixaram e Canário rosnou. A mão acinzentada de Breu percorreu a escrivaninha até um relógio e, ao sair das sombras de um canto do quarto, ele anunciou:

-Já é hora de dormir, Emily.

-Breu!! –ela comemorou, animada. –Breu, foi incrível! Você sabia exatamente quais eram os medos deles, eu nunca me senti tão segura.

            Breu esforçou-se para dar-lhe um sorriso, mas a realidade era: estava muito irritado e ansioso. Ainda mais quando ela pôs-se de pé e correu para dar-lhe um abraço, seus cabelos castanhos brilhando em puro ouro de areia dourada.

-Obrigada Breu. Você é meu herói. –ela sussurrou, dando-lhe um beijo no lado do queixo.

            O beijo ardeu em sua pele e, não pôde evitar, afastou-a de si com firmeza pelos ombros. Sorriu para continuar em sua máscara, mas por dentro seu ódio e angustia cresciam.

-Certo, certo. Agora seja uma menina boazinha, Emily, e vá dormir. –disse, acariciando seus cabelos, que ao seu toque iam perdendo o brilho.

            Seu corpo virou sombras e elas carregaram Emily para a cama. Reassumiu sua forma para cobri-la e beijar sua testa. Aquele beijo espalhou areia negra para seus cabelos.

-Obrigada Breu. –disse, bocejando. –Boa noite.

            Enquanto seus olhos iam fechando, Breu caminhava de volta para as sombras e, aos guinchos, Canário ia sendo arrastado com ele. Mas a areia cobria os olhos e ouvidos de Emily.

-Boa noite… Princesa dos Pesadelos. –sussurrou Breu, e agarrou a cauda de Canário enquanto desembainhava sua espada.

            O dragão urrou uma ultima vez e o quarto escureceu. Dois pontos amarelos, brilhantes e sombrios, iluminaram-se. Um hálito fervente invadiu o quarto


Notas Finais


E o próximo capítulo ja está ali em baixo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...