História A Origem dos Guardiões: O retorno do Rei dos Pesadelos - Capítulo 14


Escrita por: ~

Visualizações 95
Palavras 225
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey pessoal, tudo bom?
Não sei se vocês notaram, mas eu ando misturando aspectos do filme "A origem dos Guardiões" com os livros "Os Guardiões" do William Joyce. Bom, eu ainda não li todos (Ainda não chegaram aqui no Brasil, e eu não tenho muita coragem de lê-los em inglês), mas tem coisas que eu já sei que vão acontecer (ah, spoilers).
Mas eu queria esclarecer o seguinte. A maioria das coisas aqui são inventadas (pela minha dumb head mesmo), então não precisam se preocupar muito com spoilers.
Ah, eu recomendo a leitura dos livros, são muito bons!
Bom, espero que estejam curtindo. Abraços!

Capítulo 14 - Quarta parte:Coelhão mantém viva a esperança


O prato favorito de Sophie eram ovos: Ovos mexidos, ovos batidos, ovos poche… no café da manhã , almoço e jantar. Mas havia um ovo em especial que Sophie esperava durante todo o ano: o delicioso ovo de chocolate da páscoa!

            Um dia, quando a páscoa chegava, Sophie encontrou um globo de neve e… BUM! Foi parar na terra da páscoa! Ovinhos simpáticos esperando para serem pintados e escondidos. E lá estava ele! Enorme, amigo e protetor: O Coelhão!

Passaram aquele dia todo da páscoa brincando juntos e pintando ovinhos. Mas por algum motivo, quando voltou para casa, todos queriam convencê-la de que ele não existia! Até o irmão parecia começar a duvidar.

O que o Coelhão nunca soube é que foi o amor de Sophie que o impediu de sumir naquele dia. O que Sophie[5] nunca soube é que a esperança de Coelhão a manteve invisível para Breu. Mas os dois sempre souberam que se amavam muito.

Depois daquele dia Sophie nunca mais parou de achar ovos pela casa.

            O Coelhão sempre mantém viva a esperança.

[5]Na primeira vez em que Breu atacou no filme, restaram apenas duas crianças que ainda acreditavam no coelhão. Jamie(que chegou a duvidar, não fosse por Jack Frost) e Sophie. A tendência era o Coelhão diminuir até desaparecer por completo,mas a crença dos dois o manteve como um coelhinho.


Notas Finais


O próximo capítulo está logo ali!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...