História A Outra - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori
Exibições 34
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Harem, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Dark III


Fanfic / Fanfiction A Outra - Capítulo 4 - Dark III

A loira apenas com passos leves e expressão despreocupada rondava a poltrona vazia, e às vezes mexendo seus dedos como costume.

─ Quem são vocês? ─ indagou e ao mesmo tempo parara na frente dos seis irmãos com um sorrisinho típico da mesma ─ E é óbvio que eu não estou perguntando o nome de ninguém ─ mandou seu olhar para Laito, que estava prestes a fazer uma brincadeira com sua pergunta.

O moreno que até alguns minutos mantia sua postura e aura séria, acabou por soltar uma risada abafada, mas que não fora passado despercebido por ninguém. 

─ "Quem são vocês?" ainda pergunta ─ arrumou seus óculos, e logo tratou de voltar a seus comportamento refinados ─ Quem primeiramente deveria se apresentar seria você. 

Komori apenas conseguiu suspirar, de certa forma, a atitude desse homem lembrava seu pai... Era desagradável.

─ Claro... As apresentações ─ a loira revirou os olhos ─ Eu sou Komori Yui, e... É isso, caso seja algum tipo de sequestro, boa sorte, porque minha família agradeceriam a vocês por terem sumido comigo.

Yui virou o rosto para o lado cansada, de repente ela acabou desviando da questão principal.

─ Uou... ─ ouviu uma risada, e claro, era do desconhecido que a chamara de "sem peito" ─ Cadê aquele pai católico que você tanto amava? ─ zombou.

A mesma decidiu por ignorar, primeiro era rosário, e agora pai católico. Isso claramente não era sua vida.

─ Alguém tem um espelho, ou algo que mostre o reflexo? ─ pediu calmamente, e como resposta teve um objeto jogado em sua direção.

Mesmo com a surpresa, Yui conseguiu pega-lo sem dificuldade.

─ Um celular ─ levantou as sobrancelhas ─ Agradeço a delicadeza ─ sorriu sarcástica para o ruivo mais velho que apenas devolveu a mesma expressão.

Apenas moveu seu olhar para todos presentes naquela sala, e em questão de segundo reparara que a maioria estava atento em sua ações. Ainda que desconfortável apenas revirou os olhos e colocou o celular a sua frente, recebendo rapidamente a visão de seu reflexo...

─ Mas.. O quê...

.

.

.

─ Reiji-san! O que está acontecendo?! ─ a garota loira agarrou desesperada o jaleco do doutor, se esforçando ao máximo para se manter ajoelhada no chão ─ Q-Quem é aquela garota?! D-digo... Q-quem sou eu?!

O moreno logo se mostrou preocupado, e passou de leve a mão pelo seus cabelos.

─ Tente se acalmar Komori-san, provavelmente devido a queda você pode estar com amnésia ─ com facilidade o mesmo puxara a garota no chão pelos braços colocando-a sentada em cima da cama ─ Tentarei avisar para seu pais, então deite-se e descanse por enquanto.

Os olhos de Yui brilharam ao ouvir a palavra "pai", mas essa esperança se desfez em segundos ao lembrar do reflexo da garota que vira no espelho. Abaixou seu olhar fitando em tristeza ambas suas mãos.

─ Essa não sou eu... ─ suspirou e se jogou na cama do hospital com o semblante triste e perdido
─ Eu nem sei quem é aquele "Reiji-san"... Aonde eu estou...?

Yui podia tentar pensar em milhares de teorias naquele momento, mas a mesma não podia negar que certamente esse era um outro lugar. E o melhor, ela estava livre daquela mansão, mas Komori sabia que essa "vida" não era dela, e ainda assim ela não queria voltar, e era isso que a deixava mais triste e desapontada consigo mesma...

Podemos enganar facilmente nossa mente e dizer:

" Isto é errado, essa 'Yui' não sou eu "

Mas quando se trata de seus sentimentos, ele está gritando:

" Eu nunca mais irei voltar "

.

.

.

Ainda que tenha sido um murmuro, para a audição de vampiros, isso não fora passado despercebido... Principalmente a a face surpresa da garota.

─ Algo errado? ─ indagou Reiji com um suposto tom sarcástico em sua voz séria.

Yui apenas abaixou o celular normalmente, e com um sorriso e o olhar calmo, virou-se para o moreno.

Tuudo ótimo ─ enrrolou a ponta de seu cabelo ondulado no dedo mudando com o tempo seu sorriso calmo, para um malicioso ─ Apenas me assustei com a palidez



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...