História A outra Sakamaki - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Tags Misterios, Sakamakis
Exibições 154
Palavras 524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - I'm Afraid.


Fanfic / Fanfiction A outra Sakamaki - Capítulo 2 - I'm Afraid.

Eu odiei aquela saia e aqueles sapatos,substitui por uma calça jeans rasgada e um all-star,coloquei uma make escura,fiz babyliss,peguei meu psp,headphones,celular e mp3,pintei minhas unhas de preto,coloquei meu crucifixo negro e um chanel n5,fui correndo pro carro,Karl e Kino já estavam lá.

Eu: Oi.

Kino: Atrasada.

Trouxa

Karl: 2 horas e você mesmo assim se atrasou.

Eu: Claro,vc só me deu 2 horas.

Karl: Aff,adolescentes.

Eu: Eu já tenho 18(1800)

Kino: E ele 2000,quer comparar ?

Eu: Baka.

{acidente de carro}

Karl: Tá todo mundo bem ?

Eu e Kino: Meu celular!,ah não,tá aqui comigo,de boas.

Karl: Bom,eu acho que n tem escola hoje.

Eu: Ah,mas eu tô tão linda. Falei manhosa.

Kino: Você tá sempre linda maninha. Disse acariciando meu rosto.

Eu: Corrida até o cinema.

Saí correndo e Kino veio atrás de mim,resultado;Nós dois caimos no chão e acabamos nos beijando.

Eu: Será que ele viu ?

Só ouvimos o som de passos largos no concreto.

Karl: Sim,eu vi.

Nos levantamos imediatamente,eu abri a boca pra falar mas o medo foi maior e eu fiquei só mexendo os lábios sem sair nenhuma palavra.

Karl: Conversamos em casa. E sumiu

Comecei a ficar tonta,de novo isso,minha visão começou a falhar,me encostei em uma parede.

Eu: Droga!

Kino: Você está bem ?

Eu: Eu preciso sair daqui,agora.

Kino: Calma,se controle.

Eu: Eu não consigo,argh.

Sinto uma pontada de dor na barriga e caio de joelhos.

Kino: Calma,olha pra mim - ele segurou meu ueixo me fazendo o-encarar- Isso,não tire seus olhos dos meus.

Ele me levantou,acho que ele está me hipnotizando.

Eu: Estou com medo Kino.

Kino: Respira,confia em im,não vai acontecer nada com você.

Flashback on

Eu estava encolhida embaixo de uma árvore,ferida e cercada por lobos,com certeza aquela seria a minha morte e então ele apareceu,Karlheinz,eu não sabia se ele estava aqui para me matar ou para me salvar,de qualquer modo pensei no pior,detrás dele surgiu um garoto de uns 12 anos,eu tinha 5.

Karl: Kino,cuide da garota.

Kino: Hai.

Ele se aproximou de mim,em resposta eu me encolhi mais contra a árvore.

Eu: Você vai me matar ? Ele riu

Kino: Não,meu nome é Kino e o seu ?

Eu: Juliet.

Kino: Bom,Juliet,eu vou te ajudar.

Um lobo avançou mas Karl o-impediu de chegar até nós,algumas gotas de sangue caíram sobre nós.

Eu: Estou com medo,kino.

Kino: Vai ficar tudo bem,você está ferida ? - Assenti - Deixe-me ver.

Tirei a mão de meu ferimento,que se localizava na barriga,e sua expressão de calma se desfez.

Eu: Kino,eu vou morrer ?

Ele me abraçou.

Kino: Confia em mim,não vai acontecer nada de mal com você,apenas,durma.

Tudo ficou escuro

Flashback off

Kino: Viu,eu não disse que ia ficar tudo bem.

Eu o-abracei.

Eu: Obrigada,por me salvar.

Kino: Eu só fiz minha obrigação maninha,vamos.

Ele segurou a minha mão.

Eu: Aonde vamos ?

Kino: Eu tava pensando em,hm,sorvete.

Eu: Uhuu,sorvete.

Kino: não,vc ficou feliz demais.

Eu: Ah,vai,por favor Kino.

Kino: Com uma condição.

Eu: Qual ?

Kino: Você sabe.

Eu: Você tem sorte que eu gosto disso.

Kino: Eu sei.

Depois disso fomos ao cinema,tomamos sorvete,fomos pra casa,ele me torturou,tomei um banho e dormi.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...