História A pequena loba - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Cidade das Sombras
Tags Romance, Terror
Exibições 9
Palavras 660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa história já passou várias e várias vezes por minha cabeça
...

Capítulo 1 - Os primeiros dias


Fanfic / Fanfiction A pequena loba - Capítulo 1 - Os primeiros dias

 Eu sou uma  garota, que mora em uma cidade pequena dos Estados Unidos, meus pais querem se mudar para  Mystic Falls, eles querem.. Eu?.. Não..

Mas eu tenho um pequeno desejo de se tornar uma adolescente normal. Algum dia eu vou tomar coragem e desabafar com alguém que eu confio de verdade.. Bom meu segredo e isso mesmo, sou um lobo incrível né? Pois é pra mim não. Esse é meu diário escrevo tudo o que ocorre na minha vida. Até que algu..

-Anny, filha, já comece a arrumar suas malas.

-Tá bom mãe..

Eu dizia na minha mente.. : Pelo jeito vou ter que acabar por aqui.. Amanhã tem muita coisa a se fazer.

Eu pego minhas roupas, e guardo , me jogo na cama e me coberto, enquanto isso.. Só escuto a chuva cair. É.. Durmo.

Minha mãe me acorda, já me levanto e vou direto pro carro, meu pai começa pegar estrada, estava chovendo muito, com bastante neblina.. Demorou bastante para chegar-mos  a nova casa. Eu entro e vou direto para o quarto porque eu estava muito cansada,  eu pego meu cobertor e deito no chão, e durmo novamente 

Quando acordo já era de manhã, casa já estava arrumada, vou descendo as escadas com cuidado e escuto minha mãe e meu pai comentar sobre a minha nova escola : 

-Vou arrumar uma nova escola amanhã, qualquer uma vai dar para ela se adaptar. Eu tenho certeza.

-Se for assim, depois de tarde eu vou dar uma volta pra ver se arrumo uma escola boa.

Respiro fundo e vou para o meu quarto, fico me olhando no espelho, e vendo meus defeitos me sinto culpada por nada. Porque eu sempre fui assim. Horrível do jeito que sou, imperfeita, e.. não sou comum igual as adolecentes.

Primeiro dia de aula.. Não estou muito feliz, só estou desesperada, só um pouco.Entro na sala todos me olham como se eu fosse algo incrível, me sento rápido em um lugar e quieto. Quando bate o sinal do intervalo, passam 3 garotas e começam e me perturbar:

-Ah! Você e a novata né? Bom pensamos que a tal novata iria ser mais de classe. Não é mesmo? 

Elas me empurram bem forte e caio no chão, isso foi na frente de todo mundo, eu  corro para o banheiro e me tranco. Começo a chorar muito, fiquei trancada  por horas, perdi 2 aulas.. no segundo intervalo, me destranco e vou para a sala, enquanto passo pelos corredores, vejo elas, dou meia volta e pego outro caminho.

-Achou que iria se escapar né? 

Elas me zoam denovo, eu me seguro para nao descer nenhuma lágrima sequer. 

-Você não vai falar nada é?Sua estúpida me responda!

Uma delas de aproxima de mim para me dar um tapa, eu não me controlo, até que eu empurro ela bem forte  ela bateu  de costas pra outra parede e cai no chão, todo mundo olha  e se afasta, as outras duas garotas se afastam com cara de medo e ódio. Eu abaixo minha cabeça e aperto minhas mãos.. Me senti culpada por aquele devido momento, o medo  circulava sobre a minha mente, o sinal bate o todos retornam para suas salas, eu fico sozinha no corredor, mas depois retorno para minha sala.

Chegando o final do dia  já era noite, estava ventando muito estava querendo chover, eu andava pelas ruas desertas, perto da floresta, até que  vi um vulto preto passando entre as matas.. Eu atrevida fui ver oque era, vou andando pela floresta sem olhar para trás, aquela mata me lembra a 10 anos atrás quando morava na pequena cidade eu tinha 8 anos.. quando brincava com Matte, nois corria-mos pelos matos da floresta, caçavamos coelhos e viramos lobos.

Eu estava andando até que alguém com roupa preta me puxa pela cintura e  enfia uma agulha no meu pescoço. Eu acordo em um quarto quase vazio, eu estava acorrentada no chão, não tinha como eu falar minha boca estava tampada com fita, estava chovendo muito mesmo, até que alguém abre a porta..





Notas Finais


Não aconteceu nada de violencia, suicidio, romence e outras coisinhas porque e o primeiro capitulo, prometo que no segundo vai ser maior e mais violento ect..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...