História A Perdição - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Bardroy "Bard", Ciel Phantomhive, Elizabeth Midford, Finnian "Finny", Grell Sutcliff, Mey-Rin, Personagens Originais, Sebastian Michaelis
Tags Kuroshitsuji, Lemon, Sebaciel, Yaoi
Exibições 81
Palavras 997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá minhas crianças, vocês têm dormido bem a noite?

Bom então temos aqui o capítulo 7, estava previsto pra sair ontem mas minha internet não colaborou nem um pouco. Eu decidi continuar, maaaaaaaas, eu percebi que depois que eu sumi por um tempinho os comentários tem diminuído. Eu não pretendo forçar ninguém a nada porém eu quero ler a opinião de vocês, quero saber se vocês querem que eu continue ou não. Então por favor deixem suas opiniões aqui nos comentários!
Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 7 - Alice no País das Maravilhas (parte 1)


    ◦    Capítulo 7: A Perdição. 

"Ficou ali sentada, os olhos fechados, e quase acreditou estar no País das Maravilhas, embora soubesse que bastaria abri-los e tudo se transformaria em insípida realidade..."

~ Alice no País das Maravilhas.
    
 -----------٩(๑❛ᴗ❛๑)۶-----------

~1 Hora depois~ 
 

- Ciel? ~Sebastian havia retornado a mansão.

Procurou pelos quartos, banheiros, jardim, na cozinha, e até mesmo no sótão. Havia revistado toda a casa, e o menino não estava em nenhum cômodo, o que acho foi Mika dormiu abraçado a um gato. 

-Onde será que ele está?

~Ciel on~

-Quando eu resolvi fazer a trilha dos anjos eu não pensei que seria tão difícil assim.
Agora eu estou perdido no meio do mato, e não sei nem onde o Sebastian está. Bom eu estou no sul e preciso ir pro Oeste? 
Eu já não sei mais onde eu estou, na verdade não sei onde eu estou desde que entrei nessa trilha. "Não eu não vou entrar naquela trilha, eu já conheço tudo. Qual a graça?"
E ainda por cima está chovendo.

~Ciel off~

O menino estava sentado no tronco de árvore velho, era fácil saber que o jovem estava com fome, sua barriga o denunciava com roncos altos de quem não havia comido nada desde o almoço. A única coisa que poderia fazer era esperar, já que estava chovendo e o menino já se encontrava igual a um pintinho sem mãe na chuva. 
O céu já estava escurecendo, a chuva ficava cada vez mais forte. E essa era uma tempestade daquelas enormes. O menor tinha pavor de tempestade desde pequeno, mas nunca havia ficado sozinho numa delas. Sua única opção era retirar o tapa-olho e chamar por Sebastian. Num piscar de olho o mesmo estava ali com o olhar de quem havia finalmente achado sua criança.
 
~On...........~

-Até que enfim o menino está sozinho...

~Of...........~

-Finalmente eu te achei. ~Ele disse abraçando o menino e depositando um beijo nos lábios do mesmo.~ Nunca mais faça isso.

-Me leve para casa. ~O garoto disse soluçando agarrado aos braços do mais velho.~ Nunca mais me deixe sozinho.
 
~On..........~

-Quando conseguirei esse menino só pra mim? 

O animal disse se transformado em um homem do qual foi embora.

~Of..........~


O mordomo concordou e sentiu pena do garoto por estar daquele jeito. Ciel estava molhado e chorando como uma criança de cinco anos de idade, Sebastian sabia que o menor morria de medo de tempestades porém não a esse ponto. Pegou a criança frágil a sua frente nos braços e a abraçou, um abraço quente e confortante, bastou um estalar de dedos e ambos estavam na mansão dentro do banheiro da suíte da casa. Sebastian colocou água quente na banheira e colocou o menino dentro. Em momento algum Ciel havia soltado dele, parecia estar traumatizado por ter ficado sozinho numa tempestade e ainda por cima dentro da mata. Ficaria ainda mais se tivesse visto o lobo que o observava de longe, mas por sorte Sebastian chegou antes de qualquer movimento brusco do animal.

-O que de fato aconteceu, Ciel? ~O Michaellis perguntou sério.

-Eu fui a cidade fazer compras, passei praticamente o dia inteiro lá. Comprei roupas, comida, um gato, comida de cachorro e surpresinhas. Quando cheguei em casa como vi que você ainda não tinha chegado, decidi fazer a trilha dos anjos sozinho. ~O menino disse observando a água cheia de espuma da banheira.

Sebastian apenas se calou e foi preparar a comida.

~On Sebastian~ 

Como eu sou insolente. Deixar Ciel sozinho? Eu o amo e fiz isso, acho que preciso me tratar com um psicólogo. É impossível um demônio experimentar o amor, mas eu não sei o motivo e nem como eu tive esse privilégio. O famoso arcanjo Gabriel quer realmente que eu volte para os céus, afinal conseguiu fazer um cupido atirar uma flecha em alguém quem não tem sentimentos, e mesmo sendo as chances de 0,01% eles conseguiram fazer com que eu me apaixonasse. Mas como irão me aceitar de volta? Eu me apaixonei por um menino, sou um demônio e não pretendo nem que me peçam de joelhos deixar Ciel Phantomhive sozinho. É meio difícil ser aceitado depois de ter me revoltado totalmente contra qualquer coisa que habite o lugar perfeito.

~Sebastian of~ 

A comida estava pronto e menino já havia saído do banho. Depois de um banquete feito por Sebastian o menino foi para o quarto e Sebastian para o escritório, ainda tinha que resolver os problemas da filial no Japão.  

Mika estava brincando com Sorata. Mesmo falando que cachorro e gato são grandes inimigos, os mesmo teriam se dado bem. Sebastian estava apaixonado pelo filhote, mesmo que não gostasse de cachorros também havia adorado Mika. Continuou sentado ao lado do lugar onde os dois animais estavam, quando viu a porta se abrir. Ciel entrou e jogou uma sacola no quarto, sem falar nada fechou a porta e saiu. Sebastian andou até a sacola e pegou o pequeno bilhete que estava ao lado da sacola.

"Que tal nos divertimos depois de um dia tão cansativo como esse? Bom se você quiser isso me encontre a meia noite no aquário da casa, e vista a roupa da qual está dentro da sacola. Beijos de seu amado." 

-Esse menino ainda me enlouquece.~ O maior disse abrindo a sacola.

Mexeu nas roupas dentro da sacola, as mesma constatavam com um terno, orelhas de coelho, um relógio e um lubrificante com a palavra "use-me". Sabia que aquela noite estava prestes a começar.
Vestiu a roupa e levou os objetos que estavam dentro da sacola até o aquário, os objetos que estavam lá dentro eram: o lubrificante, um pequeno vibrador, uma algema e junto com tudo isso algumas essências de morango. 
Adentrou o cômodo e encontrou Ciel numa roupa de Alice totalmente sexy e uma sala totalmente decorada como reino da rainha de copas.

-Bem-vindo ao País das Maravilhas...~ O menino disse.~ Está atrasado para o chá.

Aquela noite estava prestes a começar.

Continua no próximo capítulo... 

(● ˃̶͈̀ロ˂̶͈́)੭ꠥ⁾⁾


Notas Finais


FINALMENTE...
AGUARDEM O PRÓXIMO
Produção solta a musiquinha de suspense
~tananananannan~
٩(๑❛ᴗ❛๑)۶


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...