História A Pior Festa da Minha vida - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Armação, Revelaçoes, Romance, Traição
Exibições 21
Palavras 1.620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee :v Oiah eu aqui , intãaaaaooooo gnt :3 tive um sonho muito bizarro com meu melhor amigo e o Amigo dele , ai euzinha aqui ,Resolvi escrever uma fic sobre eles <3 Amorzinho eu não ? entãooo a Fic é um modo da Maior indireta que eu quero os dois juntos u...u maaaaaaaas como a vida é triste , meu otp não é Real ( ainda :3 ) ... espero que gostem ... Beijo da tia Mey :*

Capítulo 1 - Primeira Parte


Fanfic / Fanfiction A Pior Festa da Minha vida - Capítulo 1 - Primeira Parte

Era exatamente 21 horas e não havia chegado ninguém, algo que deixou Rafael irritado, era a despedida de sua melhor amiga, e também seu aniversário de 22 anos, seus amigos tinham que pelo menos tentar chegar na hora certa uma vez na vida certo? Aquela era a última festa que Rafa passaria com a Vi, ela iria pra São Paulo na segunda e isso o estava deixando angustiado, e com o atraso do seus amigos, Rafael estava começando a ficar entediado e decepcionado, e para piorar tudo aparentava que iria chover:

- Rafael Mendes Ribeiro, para de andar de um lado para o outro, puta que pariu – Vi disse ao entra no cômodo do sitio onde rolaria a social que organizaram – vai acabar abrindo um buraco no chão e eu não estou nem um pouco a fim de explicar pra merda do dono o porquê de ter um buraco no chão da sala dele, então senta esse tu cu ai e para de agir como o veado que eu sei que você é, e tudo bem se eles não aparecerem, teremos nossa própria Pity Party!

- Nada de Melanie Martinez pra você anjo, pelo amor, até teu namorado está atrasado !!! juro que vou socar cada um deles, e esse clima atrapalhou tudo, porra, a gente está na verão, não era pra chover !! – Rafael exclama se jogando no sofá – e não, não vamos ter uma Pity Party, nem que eu tenha que caçar cada um daqueles filhos da puta e os arrastar até aqui, é sua festa de despedida, e ela vai ser, Legen... espera um pouquinho

– ... dária .... – dizem os dois – você tem que parar de assistir series, está afetando esse seu cérebro de minhoca Ribeiro – completou Vi sentando ao lado de Rafa no sofá – vou ligar pro Edu, ele deve estar ...

Antes de Vi terminar de falar, Edu, Robson e Kelly aparecem na sala, fazendo Vi abrir um sorriso e levantar correndo pra abraçar o namorado, e fazer Rafa levantar pra cumprimentar o casal de amigos que Vi fez questão de ignorar

- quanto tem Robin, Kelly – Rafa abraça os amigos – fico feliz que vieram ...

- Também fico feliz em te rever Rafa – diz Kelly olhando ao redor – gostei da decoração, mas sem ser muito incomodo, poderia me dizer onde fica o banheiro, sabe, gravidez ...

- tem um no quarto e outro no final do corredor – disse rafa fazendo gestos com a mão tentando explicar como chegar no outro cômodo, logo quando conseguiu a informação Kelly despoja um selinho em Robson e corre em direção ao banheiro mais próximo – ansioso para ser papai, Mané?

- nem um pouco, cara, eu gosto muito da Kelly, mas eu não a amo, e agora eu não posso abandonar ela, mas sinto que esse relacionamento só vem me feito mal e eu não sei o que fazer, e eu descobri estar apaixonado por outra pessoa recentemente, e isso é torturante – diz Robson arrancando um riso irônico de Vi ,já que a mesma não ia com a cara da namorada do amigo – Ria o quanto quiser , é horrível isso , mas o certo é cuidar do meu filho e a pessoa que eu amo , me vê só como amigo , então é melhor deixar desse jeito

  Rafael ia pronunciar algo quando Vi o interrompeu:

- bem feito, babaca, agora vai ter que ficar com a vadia já que ela está gravida, mas se formos ver o filho nem pode ser seu, já pensou em pedir um teste de DNA?

- Vi! –Ed chamou a atenção da namorada– vamos pro quarto Puddinzinho, hoje não é dia de briga e nem hipótese idiota

- Ok amore, vamos deixar esse Trouxa aqui – Vi beija Edu, olha pra Robson e abre um sorriso cínico –e ah... talvez a pessoa não te veja só como amigo, quem sabe ela até não te pegue no final da noite, só abre o olho, que eu não sou de ajudar mais de uma vez e Rafa – disse virando para o Ribeiro – quando o pessoal chegar, por favor, não deixe que nos atrapalhe, porque eu juro que se alguém ousar nos interromper naquele quarto, vai ver com quantos paus de faz uma canoa, bom estamos nos retirando.

Assim que Vi e Edu saíram, Rafael e Robson caíram na risada, por mais que Rafael estivesse curioso pra saber quem era a garota que roubara o coração de um dos seus melhores amigos, esperaria ele se sentir à vontade pra falar sobre, e sabia que não demoraria muito, já que Robson não conseguia guardar segredos, principalmente quando estava bêbado. Rafa se levantou e caminhou até a cozinha, já tinha desistido que apareceria mais alguém, pois já eram 21:30, então começou a fazer uma das coisas que ele mais amava na cozinha , Fazer sua Macarronada especial, Rafa pensou em como era fácil quando cozinhava, parecia que não existia mais ninguém no universo , além dele e da sua amada comida , enquanto na sala , Robson pensava em como reverter na burrada que seu coração entrara sem querer , ele iria ser pai , e tinha uma namorada que faria o mundo por ele , mas mesmo assim , fez a burrice de se apaixonar por alguém , e ele estava disposto a revelar seus sentimentos pra pessoa naquela festa .

 Quando a Macarronada ficou pronta, Rafael pegou duas taças e um vinho que no momento não se lembrara qual era o nome, e uma lata de refrigerante e levou para sala, onde Robson e Kelly se encontravam, Rafael sorri com a cena que encontra na sala, Robson conversando com a barriga de Kelly, sentia pena do amigo pois sabia como era estar naquela situação, já vivera um momento parecido, mas que não envolvia a parte da gravidez, colocou as coisas em cima da mesinha de centro que havia ali, e serviu seus amigos, e se sentou ao lado de Kelly

- Então, vocês tem notícias do pessoal do porque deles não terem chegado ainda?

- Eles ficaram presos no transito ai ele vão demorar um pouco mais pra chegar – Disse Kelly – Saíram atrasados de lá, é isso que acontece.

- Eles as vezes esquecem o que é compromisso, mas são meus amigos né – Rafael fala levando o primeiro garfo com macarrão a boca – hm ...isso está uma delicia

Kelly e Robson só concordaram e continuaram comendo em silencio, Rafa passa o olho pela casa e se perde olhando para porta do quarto em que Vi e seu namorado estava e começou a pensar no que eles estavam aprontando lá dentro. Kelly olhou para a latinha em sua mão e depois para Robson e para Rafa, ela sabia que seu amado não a amava mais e estava contando com que Rafael a ajudasse a descobrir quem fora a vadia que roubou o coração do seu homem. Robson olhava para o vinho que tomava, pensando em como iria lidar com os seus sentimentos e em como tentaria fazer isso sem afetar seu filho e lembrou das palavras da Vi, e se aquela criança não fosse mesmo dele? Era uma hipótese e cada um se perdeu em seu pensamento e então se instalou o silencio perturbador.

Rafael só se lembrou que estava em uma sala com outros dois seres vivos depois de 20 minutos, sabendo que ele era o anfitrião da festa, o dever dele era fazer as pessoas se sentirem bem ali e aquele clima já estava estranho e angustiante, então Rafa levantou e ligou o Som, colocando The xx – Angels pra tocar, chamando a atenção de Kelly e Robson pra si, ele sabia que aquela música era dos dois, e talvez isso fizesse melhorar o clima naquela sala porem só fez o lugar ficar mais pesado e sombrio, e ele sabia o porquê, sabia que o relacionamento do casal estava no fim então aquela música não seria mais a do casal, com isso Rafael mandou um olhar pro Robson chamar Kelly pra dançar e se retirou da Sala indo para o banheiro, se lembrando do seu termino com a Gabi, sentia falta dela e sabia disso, mas ela tinha o mandado embora pra ficar com outro e Rafa não podia fazer nada, assim que terminou de se olhar no espelho, voltou pra sala, apenas encontrando Robson lá

- Cadê a Kelly?

- Disse que estava cansada de ficar aqui, então foi dar uma volta pelo sitio pra conhecer o lugar – Robson responde desanimado

- Cara, eu acho que você devia contar pra ela, conversar, seria melhor – Rafa disse se sentando do lado de Robson – ela te ama, e isso é injusto com ela

- eu sei que é, eu amo a Kelly, mas a amo como amiga, e não consigo retribuir o sentimento que ela tem por mim – Robson olha para o chão e rafa repara que era um modo pra evitar olha-lo – seria mais fácil, se não houvesse um bebê envolvido, eu vou ser pai Rafa e eu estou cogitando a ideia de ir ficar com a pessoa que eu gosto e abandonar a mãe do meu filho e eu me sinto um monstro com por isso!!!

Rafa olha assustado pra Robson, nunca vira seu amigo tão perturbado assim

- Robin amigo – Robson olha pra Rafa esperando ele continuar a falar – Quem é a garota? ela vale tudo isso?

Robson ri e se aproxima de Rafael: - Eu estou apaixonado ...

- CHEGAMOS PESSOAL, BORA COMEÇAR ESSA FESTA !!!!!!!!!!!!!

 

 

 Continua... <3


Notas Finais


Entãao , vou dividir esse historia em três partes , espero que gostem >< obrigada por lerem <3 ....>< Bjs da tia :*
.... Fuiz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...