História A place in the sun - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, F(x), SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Henry Lau, J-hope, Jimin, Jin, Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, Jungkook, Kai, KiBum "Key" Kim, Krystal Jung, Lay, Minho Choi, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Taemin Lee, V, Xiumin
Tags Amizade, Aventura, Bts, Comedia, Drama, Exo, Romance, Shinee
Exibições 37
Palavras 3.547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá leitores maravilhosos!!!!

Que bom que consegui achar um tempinho para postar mais um capítulo! Estou feliz!
Pois é people, lembram que eu falei que a partir deste cap as coisas iriam começar ficar diferentes? pois é! É HOJE O DIA QUE TANTO ESPEREI!

Pergunta: Qual foi a música do album "Wings" que você mais se identificou? Eu amei "Begin"! Ela se encaixa tão bem comigo que parece até que foi feita pra mim! >.<

observação: este é o capítulo mais longo que escrevi kkkkkkk sorry guys... ainda amo vcs! E a capa mudou! se não gostarem, podem falar viu!

ESPERO MUITO QUE GOSTEM!

BOA LEITURA!

Capítulo 20 - Let's fix it... Wait, Inkigayo?!


Fanfic / Fanfiction A place in the sun - Capítulo 20 - Let's fix it... Wait, Inkigayo?!

Emily POV

19 de Setembro, 2016.

- Vamos embora garotos, o ensaio está cancelado. – Tak sunbae entrou na sala com expressão irritada. Obviamente estava tomando aquela decisão contra a vontade do coreógrafo. Mas desde quando aquele indivíduo possuía autoridade maior que dos managers? – Onde está o Kai e o Hyunkyun?

- Hyunkyun sunbae o levou para casa, ele não se sentia bem... – Respodeu Suho com expressão tensa. Aquele clima estava de dar nos nervos.

- Fez certo. Seunghwan leve-os para o dormitório. – Disse sério. O outro apenas assentiu pedindo que todos o seguissem. Como não tinha mais nada para fazer ali, segui em direção ao elevador.

- Senhorita Farias? – Disse me encarando. Ai droga! Dei meia volta e fui ao seu encontro. O mesmo me esperou a sala esvaziar antes de falar algo.

- Eu vi que nos seguiu. – Olhava nos meus olhos, engoli seco.

- Desculpe-me senhor Tak, não deveria ser tão intrometida. – Curvei-me envergonhada.

- Não. Pensando bem, aquilo não foi ruim... – Falou com expressão pensativa, logo voltando a encarar-me. – Eu vi o que fez ao nos seguir. Seja lá o que você estiver planejando fazer, não tenha medo, apenas faça. Você tem o meu apoio.

Surpresa e medo, essas palavras me definiam bem naquele momento.

- Obrigada senhor. – Curvei-me novamente e fui embora.

Kai POV

Um dia depois...

- Aish!  - Reclamou Emily prestes a atender mais uma ligação. – Alô? Oh! Senhor Russein! É uma honra receber uma ligação de vossa senhoria! – Saiu do quarto falando ao telefone.

- Essa já é a...

- Nona vez, eu também contei... – Interrompi Chanyeol enquanto acompanhávamos Emily sair do quarto com os olhos.

- Ela vai enlouquecer assim. Todo esse alvoroço por causa de um dia sem trabalhar! Aigo! – Respondeu indignado.

Assim que cheguei ao dormitório, Emily e os meninos me obrigaram a visitar o hospital. Não tive escapatória, ao realizarem os exames, os médicos me mantiveram em cárcere privado, o que eles preferem chamar de “em observação”. Ou seja, sem previsão de alta.

- Ai que tédio!!! – Reclamei recostando-me na cama.

- Há algo em que possa fazer pra te ajudar, hyung?

- Não Sehun-ah, eu estou bem.

Chanyeol e Sehun estavam conosco desde que cheguei aqui. Esses idiotas precisam estar no estúdio em duas horas, mas passaram a noite em claro comigo e a Emily. Nem louco que o Chan me deixaria sozinho com ela. Não depois do que viu. Emily cancelou todas as suas atividades até amanhã e por tal motivo estava fazendo e recebendo inúmeras ligações para reorganizar sua agenda pelo resto da semana.

- E então? Ela já soltou o vídeo no fancafe? – Chanyeol perguntou a Sehun.

- Ainda não, ela estava prestes a postar no momento que o tal Russein ligou.

- Ah... Então vamos continuar esperando. – Disse enquanto lia algo no celular.

- Do que vocês estão falando? – Questionei.

- Fica de olho no nosso fancafe que você vai ver. Emily resolveu liderar uma guerra. – Disse Sehun.

- Apontem suas armas para a capital! Apontem suas armas para Snow! – Exclamou Chanyeol, refazendo a saudação dos rebeldes na saga Jogos Vorazes.

- Ou para Lee SooMan... – Provocou Sehun.

Meus olhos arregalaram ao imaginar qualquer loucura proveniente daquele pequeno ser. Minutos depois um alvoroço é formado na nossa fanpage causado por um perfil fake, o que é comum entre as fãs, exceto pela publicação feita por tal perfil. Cliquei para ver o conteúdo. Era uma conversa entre o Tak sunbae e o Seo Kwang, provavelmente de ontem, durante a pausa no ensaio.

- Ela só pode ser louca! – Exclamei ao ver que muitas fãs já haviam compartilhado na rede e outras comentavam loucamente. Até mesmo hashtags foram criadas.

- Conte-me uma novidade, Kim Jongin! – Respondeu Sehun em meio a gargalhadas com o hyung. Como eles não se preocupam com isso? Será que eu sou o único que não sabia de nada?

- Olá babies! – entrou no quarto com três copos de cappuccino, entregando dois aos meninos e tomando um consigo.

- O que você acabou de fazer Emily Farias?!

- Confusão...? – Respondeu obvia.

- Meu Deus! Vo...

- Relaxa, eu criei o perfil apenas para isso, nunca descobrirão a fonte. Agora é só deixar o resto para as EXO-Ls. Aquele idiota vai sair da SM nem que seja a ultima coisa que ele faça.

- Aquele idiota é sobrinho do presidente da SM. – Retruquei.

- Mais um motivo para tirá-lo! Ele pode ser filho do Bud... – Um barulho forte é ouvido na porta do quarto, interrompendo a fala da menor e revelando uma Krystal com expressão assustada.

- Jongin! – Disse com voz embargada.

- Eu... – Respondi friamente, desviando o olhar para a janela. Ouvi um pigarrear vindo da Emily

- Meninos, vocês precisam ir, certo? Deixe-me acompanhar vocês! – Levantou-se ao chamá-los.

- Podemos ficar mais um pouco, Em, não precis...

- É! Estamos atrasados! – Interrompeu Sehun, levantando-se e estapeando a nuca do hyung.

- Ahhh... – Respondeu ao entender o recado. Emily ria baixinho da burrice do Chanyeol.

- Por que não me contou nada? – Perguntou preocupada.

- Você andava estressada demais para me ouvir. – olhei em seus olhos, que marejavam.

- Eu sei que errei Kai. Prometemos um ao outro que não misturaríamos nosso relacionamento com nosso trabalho, mas isso aconteceu. Eu deixei o estresse e o cansaço influenciar nossa relação. Olha aonde chegamos... – abaixou o olhar. Permaneci em silencio a encarando, esperando que continuasse. – Eu não consegui parar de pensar em você por um momento sequer. – aproximou-se, sentando-se ao meu lado. – Eu fui uma grande idiota em pensar que poderia te esquecer tão facilmente. Por favor, me perdoa por tudo, eu preciso de vo – Pus o indicador em seus lábios.

- Fomos grandes idiotas. – Um sorriso meigo brotou em seu rosto. Deslizei meus dedos pelo seu rosto, acariciando sua bochecha. – Eu também preciso do seu perdão, nessa história eu não saio por inocente.

Passamos um bom tempo nos entreolhando, desci meu olhar para seus lábios levemente rosados que me chamavam atenção. A mesma percebeu e aos poucos aproximou nossos rostos até colarmos nossas testas. Nos amamos há tantos anos... Onde eu estava com a cabeça em achar que poderia esquecê-la? Seus olhos curiosos fitavam os meus.

- Eu senti sua falta... – Disse antes de colar nossos lábios, beijando-a de forma delicada e necessitada. Aquele momento poderia durar a eternidade. Eu não reclamaria.

- Krystal aqui está o... Fiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiu – Emily abriu e fechou a porta novamente enquanto assobiava por surpreender-se com a cena.

A reação dela nos fez rir no meio do beijo, a posição em que estava me permitia ver o rosto cômico da Emily no momento que entrou de supetão e saiu, me causando altas gargalhadas e contagiando a Krys.

- Kai, por favor, pare. Estava tudo lindo e maravilhoso até você começar a gargalhar... – Emily entrou novamente nos fazendo rir.

[...]

Autora POV

23 de Outubro, 2016...

Um mês depois, as coisas haviam melhorado muito, os fãs se revoltaram contra a SM, o que os obrigou a expulsar o sobrinho do Lee Soo Man, Lee Seo Kwang e diminuir a carga horária de Jongin, fazendo com que sua saúde melhorasse bastante.

O mesmo estava namorando novamente a Krystal, graças à Emily, que contou-lhe toda a história e cooperou para que a mesma aparecesse naquele dia, no hospital.

 Tudo estava correndo normalmente como de rotina. Como todos os domingos, Emily estava voltando da igreja quando recebeu uma ligação do Baekhyun.

- Alô?

- Oi Emily! Temos um convite pra você, agora só vale se você aceitar agora! – O mesmo falava alto graças ao barulho que estava do seu lado da linha.

- E que tipo de convite seria este?

- Eu sei que você vai berrar um “por que não me chamou com antecedência?!”, mas foi meio de ultima hora. É o seguinte: Vamos apresentar no Inkigayo hoje, e acabamos de receber um crachá a mais, então tivemos a ideia de te chamar para vir nos fazer companhia e assistir as apresentações. Quer vir?

- Por que não me chamou com antecedência?! É... Não tinha como. – riu. – Que horas devo estar aí?

- Em no máximo duas horas. Se chegar mais tarde nós estaremos ocupados e você vai ficar vagando sozinha pelo estúdio. Você sabe onde fica o estúdio da SBS não sabe?

- Sei sim. Duas horas é pouco tempo! Nem saí da igreja ainda! – Disse dando partida no carro. – Mesmo assim eu vou. VOCÊS SÃO UNS ANJOS! OBRIGADA OPPA!

- Não precisa agradecer Emmie! Até mais tarde!

[...]

- Essa não... Essa também não! AISH! – Exclamou puxando os cabelos sem paciência. – Olá Jurema! Quanto tempo! Vou usar você! – Disse ao ver um look que havia preparado para um evento e não usou.

 Lembrou que havia guardado para ocasiões de pressa como este. Consistia em uma blusa cor nude de mangas 3/4 e gola canoa, acompanhada a um colar que fazia parte da própria gola; uma saia listrada preta e branca e sapatos boneca de cor vermelha. Correu para o banho, o estúdio não era nada perto. Fez uma maquiagem simples e saiu. Depois de dirigir por cerca de 40 minutos, Emily chegou ao estúdio. Seunghwan havia avisado que a esperaria próximo ao estacionamento, para dar o crachá que lhe permitia a entrada, então a mesma o enviou uma mensagem notificando de sua chegada próxima.

Ao chegar próximo ao portão, viu um segurança aproximar-se e olhar para dentro do carro.

- Boa tarde. – Disse Emily com um sorriso no rosto.

- Desculpe senhorita, mas não podemos permitir sua entrada. – respondeu áspero.

- Ah! Se for por causa do crachá, ele não está comigo agora, mas eu já entrei em contato com a pessoa que o tem. – tentou justificar-se.

- Sinto muito, a entrada é permitida apenas para funcionários e convidados, não pessoas como você. – Encarou-a com nojo. Emily tombou sua cabeça para o lado, tentando assimilar o que estava acontecendo. Ela estava sendo vítima de xenofobia*?

- Desculpe senhor, mas o que quis dizer com “pessoas como você”? Por acaso isso tem algo a ver com meu tom de pele? – percebeu o rosto envergonhado no homem. – Ou será pelos meus traços não asiáticos? Algum problema com minhas características estrangeiras senhor?

- NÃO! B-bem... Você não tem identifi...

- Ela está comigo. Lee Seunghwan, manager do EXO. – Estendeu sua identificação e outra de visitante, no caso, da Emily. O manager tinha uma expressão de revolta.

- Ah! Você está com o EXO?! - Disse assustado. – P-Pode entrar senhorita, tenha uma boa tarde! – Seunghwan deu meia volta, sentando-se no banco de passageiro do carro.

- Igualmente, senhor!  - Continuou sorrindo.

- Tradicionalista medíocre. – Resmungou o manager irado.

- Onde vocês estacionaram?

- Segue por aqui. – Indicou com a mão. – Esta van é nossa. – Emily seguiu suas instruções, estacionando ao lado da van.

- Chegamos!

- Você está bem Em? Podemos denunciá-lo.  – Disse pondo a mão em seu ombro.

- Está tudo bem sunbae, eu realmente não me importo. Apesar de não suportar preconceito. – sorriu.

- Aquele cara vai ter o que merece. – disse ao sair do carro.

- Você não precisa pedir para o demitirem, pense na família que ele precisa sustentar. Vamos entrar? – o manager concordou.

Enquanto andavam pelos corredores em direção ao camarim onde artistas da SM se encontravam, Emily encontrava outros artistas de outras empresas.

- Olha só que obra de arte... – declarou Emily mordendo o lábio inferior ao ver Jackson do GOT7 passar em outra direção.

- Você não tem jeito. – riu.

Prestava tanta atenção na beleza alheia que não percebeu quando esbarrou no ser que seguia ao seu encontro.

- Emily!

- Taemin sunbae!

- Kai me disse que viria.  – Disse com um enorme sorriso. – Você está linda!

- Obrigada. – Sorriu tímida.

- Os meninos amaram o jantar que você fez no nosso dormitório com as meninas! Até hoje eles comentam. Principalmente o Key e o Minho. – Emily riu ao lembrar-se de como a noite foi louca. Não era lenda, Key bêbado era uma peça.

- A feijoada?

- Sim! Isso mesmo!

- A propósito, acho que esqueci um relógio na bancada da cozinha. Tirei para cozinhar e esqueci-me de pegar de volta.

- Estava apenas esperando você tocar no assunto. – riu. – Nós trouxemos, eu entreguei ao Kai, ele disse que lhe devolveria.

- Muito obrigada sunbae! – o mesmo acenou e cada um seguiu seu trajeto.

- Aqui. – Seunghwan apontou para uma porta com a placa rosa e logo da SM Town.

- Obrigada! – Respondeu. O mesmo assentiu com um sorriso.

- CHEGOU! – exclamou Chen enquanto corria para abraça-la.

- Oi oppa! – Correspondeu o abraço. – Yixing oppa! Você voltou da China! – correu para abraça-lo também.

- Emmie! – abraçou-a apertando suas bochechas. Os staffs riam da algazarra.

- Queremos explicações... – Chanyeol apareceu ao lado de Sehun e Baekhyun, o maior balançava um objeto dourado no ar. Seu relógio.

- Hehe... – Os outros riam dos ciúmes alheios. – Bem, digamos que eu recebi um convite do Taemin para fazer um jantar no dormitório do Shinee... – Chanyeol estreitou os olhos. – Mas eu não era a única garota! A Luna, a Krystal e a Sunny também estavam lá! Eu fiz a feijoada e fui embora!

- Mentira! Você voltou comigo e com a Krystal. – Esclareceu Kai.

- Shhh! – Fez sinal de silêncio.

- Você viu o Key sunbae bêbado?! – Sehun perguntou. Emily assentiu, fazendo-os gargalhar. – ele não deu em cima de você enquanto bêbado, deu? – perguntou disfarçadamente.

- Não! – respondeu com certeza. – Mas ele fez strip-tease enquanto dançava musicas de girl groups. – Falou em seu ouvido, fazendo-o arregalar os olhos e rir descontroladamente, logo parando para fazer outra pergunta.

- VOCÊ VIU?! – Deixou sua voz sair mais alta que o normal, o que deixou rosto(s) alheio(s) vermelho(s) de raiva, insinuando do que a conversa se tratava.

- NÃO SEU BOBO! – Retrucou com o rosto enrubescido de tanta vergonha. – E saí na hora. – riu novamente.

- O importante é que no fim tudo acabou normalmente bem pessoal! Vamos fazer a maquiagem! – Uma staff falou.

- Concordo com ela! Vão logo! – Emily disse e os outros riram.

- Já fiz a minha! – disse Baekhyun deitando-se em um dos sofás ali. – Vem Emmie! – a mesma o seguiu e sentou-se ao seu lado.

- eu conheço um homem que se maquia melhor que eu... – disse Emily forçando uma expressão de inveja. Riram.

Continuaram conversando por vários minutos. Em certo momento todos se encontravam em círculo conversando, brincando e cantando musicas novas e antigas suas.

- “Soneul naemin neol jikireo igoseul; Chaja hemaetdeon neoreul wihan savior...” – Emily cantava a parte de D.O. na canção “Lightsaber”.

- Sou apaixonado por essa voz! – comentou Baekhyun.

- Quero ver fazer meu rap! Duvido que consiga chegar até a metade! – Chanyeol desafiou.

- Desafio aceito. – Emily falou, fazendo os outros animarem-se. Esperou alguns segundos até que o momento chegasse. – “Here we go!

Danger, wiheomhae, eodume bicci bakhin moyangsaen. Deo seodulleo, meondong teugi jeon nugudo mot boge neoreul deryeowa nae yeope…” – Ao ver que a mesma estava conseguindo, começaram a gritar. Chanyeol arregalou os olhos admirado. Ela não apenas acompanhou sem erros, como levava jeito com as expressões e forma de entonação das palavras, como se treinasse para isso.

- Eu disse que ela conseguia! – Comemorou Xiumin.

- Capricha no final! – Gritou Chanyeol já entusiasmado.

- “...Gogael sugyeo hayahge taneun naui geurimjareul ttaraomyeon dwae gwedohaneun sigong sogeseo jogeumssik seonmyeonghaejineun chalna nuneul gama jamsi!”. – Caiu no sofá ofegante, causando risadas entre eles.

WOOOOOOO!!!! – Gritavam entre si.

- Morre não hein... Isso não é nem o começo. – disse Chanyeol aos risos enquanto massageava as costas da pobre Emily que tentava recuperar o fôlego.

- Meninos! Preparem-se, estaremos no ar em cinco minutos! – O manager falou. Os meninos começaram a testar os microfones e fazer os últimos reparos.

- Estamos indo Emmie! Torça por nós! – Falou Chanyeol. – Pode ficar por aqui... Tem uma tv logo ali, você pode nos assistir! – apontou.

- Certo. Fighting oppas! – todos corresponderam sorridentes.

- Não escuta esse besta! Vem comigo! – Disse Lay arrastando-a para o lado de fora da sala. – Você pode ficar nesses assentos perto dos bastidores, é mais emocionante! – Guiou-a para um dos assentos e indicou que sentasse. – Tem até uma TV suspensa no teto olha! – Apontou para o televisor no meio de um corredor paralelo. – E você aproveita para pegar uns idols... – Cochichou no seu ouvido, fazendo-a rir.

- O que você está fazendo Yixing hyung? – perguntou Chanyeol voltando para onde os dois estavam.

- Nada de mais... – Saiu rindo.

- Seja lá o que ele falou, não siga os conselhos dele, ele é má influência! – Chanyeol falou alto o suficiente para Lay ouvir, o outro por sua vez entrou nos bastidores a gargalhar.

- VAMOS! – Um staff berrou e Chanyeol saiu correndo.

Emily permaneceu ali sentada assistindo a apresentação de seus oppas pela TV. Em frente a outro camarim no corredor paralelo, Emily era observada.

- Que garota fofa...Olhem só esses cabelos! De onde vocês acham que ela é? – Disse o loiro.

- Sei lá... Acho que ela é americana. – O de cabelos arroxeados chutou.

- Filipina! – O de cabelos castanhos disse. – Que lindinha! – disse ao vê-la sorrir para algo na TV.

- Não! – Os outros dois responderam.

- India! – o castanho disse com uma voz engraçada, saindo um pouco mais alto que o normal. Emily apenas não percebeu porque o corredor não estava vazio.

- Não sei... Acho que ela é Latina. – Dise o loiro novamente.

- Porque vocês não perguntam? – Retrucou o castanho.

- Vai você! – O arroxeado falou.

- Ele não consegue... – o loiro zombou. – Ele fica mudo quando chega perto de garotas.

- EU CONSIGO SIM!

- Prove! – o loiro continuou a provocação.

O castanho por sua vez levantou-se e saiu andando enquanto dizia “Eu tenho lábia! Vejam só!”, deixando seus companheiros na gargalhada.

Emily notou uma presença masculina ao seu lado, mas estava focada na apresentação dos meninos. Torcer por eles era importante. Depois de longo tempo ela ouve uma voz trêmula.

- O-oi... – Emily virou-se para ver quem falava com ela, surpreendendo-se com a figura tímida de terno esverdeado e sorriso delicado.

- Jeon Jungkook? – Disse admirada. Ele era lindo de longe e deveras maravilhosamente lindo de perto.

- Você me conhece? – Disse surpreso.

- Claro que conheço, sou Army! – Disse com um sorriso enorme no rosto, fazendo-o sorrir junto. “que sorriso fofo!” pensou.

- Qual o seu nome? E de onde você é?

- Emily Farias, sou do Brasil. – Estendeu a mão.

- Emily... Belo nome! – disse correspondendo e logo brincando com as mãos.

- Obrigada. – Emily não tirava o sorriso do rosto.

- Você é legal... – disse evitando olhá-la nos olhos, por pura timidez.

- Obrigada! Você também! – deu um olhar de relance na TV ao ver que a apresentação estava por acabar.

- Você está com eles? – apontou para a TV.

- Sim, vim com eles. Eles não são legais?! – falou admirando seus oppas no televisor.

- São sim! Eles são demais! – Disse entusiasmado.

Ao perceber o tipo de assunto para puxar com o garoto, viu que os meninos do EXO saiam dos bastidores, indo a sua direção. A mesma levantou-se para ir até eles.

- Amei te conhecer Jungkook! Infelizmente preciso ir agora... – disse fazendo um bico.

- Tudo bem Emily! Foi ótimo te conhecer! – disse indo em direção ao seu camarim, já que o manager o chamava para. – Tenho que ir também! – Falou apontando para a porta do camarim. – Entramos depois dos comerciais.

- Vocês vão arrasar! Fighting! – Emily exclamou à medida que ele se afastava, o mesmo correspondeu o sinal sorrindo.

Emily entrou no camarim da SM antes dos meninos, esperando por eles para elogiá-los por maravilhosa apresentação e continuarem as conversas. Os meninos voltaram cansados, mas energias ainda tinham de sobra, pois suas bocas não paravam. Alguns brigavam de um lado, alguns tentavam assistir ou cochilar do outro. Tentavam.

- Esse comeback do Bangtan Sonyeondan ficou muito perfeito! – Sehun assistia com a Emily em um canto.

- Eles são perfeitos... – dizia para provocar. – Aigo! – reclamou ao receber um tapa.

- EU sou perfeito! Quando olho no espelho a única coisa que sai da minha boca é “Ei! Você é gostoso!”.

- Pffff... – Emily prendeu o riso para não explodir em gargalhadas.

- Mentira sua! Eu não chorei quando vi a barata voar! – Baekhyun berrava em sua defesa.

- Chorou sim! – Chanyeol gritou de volta.

- Calem a boca! – Xiumin exclamou, tentando voltar a cochilar em um canto de um dos sofás.

- Aish! – Baekhyun olhou para o lado da porta quando de repente viu alguém abrir.

- Com licença... – Entrou olhando ao redor. – Omma!

- Filho! – Baekhyun correu para abraçar seu dongsaeng. V do BTS.

- Olá! – O mais novo cumprimentou todos ali com seu sorriso quadrado. – por acaso você é a Emily? – Perguntou apontando para a garota sentada em um dos sofás.

- Sim, sou eu. – respondeu tímida enquanto levantava para apresentar-se.

- Prazer! Será que eu posso te apresentar aos meus hyungs? É rápido! – sorriu fofo.

- É... – olhou para os meninos como se esperasse alguma aprovação.

- Vem comigo! – Saiu puxando a garota para fora da sala, fazendo-a rir da sua atitude.

- Mas o que acabou de acontecer aqui? – Questionou Chanyeol com ar de riso.

- Vai saber... – Kai soltou uma risada baixa, voltando para o seu celular.


Notas Finais


*Xenofobia: A xenofobia como forma de preconceito se caracteriza pela aversão e a discriminação dirigidas a pessoas de outras raças, culturas, crenças e grupos. Essa aversão pode desenvolver sentimentos de ódio, causando animosidade e preconceito com tudo o que ela julga ser diferente. (Fonte: Brasil Escola)

Uh papai chegou!

Para aqueles que achavam que não fazia sentido algum uma pessoa começar uma fanfic com a categoria BTS e não mencionar nada, gostaria de agradecer pela paciência de esperar os boys aparecerem kkkkk

Gostaria de saber o que vocês estão achando! Podem esculachar a unnie kkkk
(Tô meio hiperativa hoje né... Pois é...)

Até a próxima!!!
KISSUS NO HEARTEU! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...