História A polícia secreta - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens 96Neko, Akita Neru, Fukase, Gakupo Kamui, Gumi Megpoid, Haku Yowane, Hiyama Kiyoteru, IA, Iroha, Kaai Yuki, Kaiko, Kaito, Kasane Teto, Len Kagamine, Lily, Luka Megurine, MAYU, Meiko, Miku Hatsune, Mikuo Hatsune, Oliver, Personagens Originais, Rin Kagamine, SeeU, Utatane Piko, VY2 Yuma
Tags Gumixpiko, Lukaxlily, Mikuxlen, Rinxmikuo, Vocaloid
Exibições 23
Palavras 1.838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, FemmeSlash, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oieee!! Desculpem se demorei, mas é que estava ocupada com minha outra fic de vocaloid, então, foi mal.

Capítulo 33 - Rosas na Ventania Parte 3 ( Final)


POV Lily:

Minha respiração era visível por causa do frio.

Ela estava ofegante, os cabelos rosados caindo no rosto.

Eu:- Luka-chan, o que queria me falar?—Estava um tanto assustada.

Luka:- Lily-san... Eu preciso te contar uma coisa... Que eu não posso esconder mais.- Gelei, ela roubou alguma coisa e quer a minha ajuda?—Quanto mais tempo eu fico perto de você, mais sei que é esse o meu destino.—KE?—Quando eu senti o seu olhar, eu senti conforto e carinho, coisa que só consegui anteriormente com minha família.—KE?—Eu me apaixonei a primeira vista por você!—UAU! Espera. KE?!—Era como se eu tivesse encontrado meu lugar no mundo! Ao seu lado!—Estava imóvel—E, no começo era só pela sua forma. Depois, eu fui me apaixonando por seu jeito de falar, pelo que você gostava, por cada expressão sua.—Isso está realmente acontecendo.—Eu me sinto muito feliz ao seu lado cada dia mais e aproveito muito sua companhia! Eu realmente amo você! – Ela tirou uma caixinha rosa com uma fita das costas—Eu fiz pra você! --- Ela olhou pra mim.—Eu sei que pode ser estranho, porque, somos mulheres, mas, eu ainda sim continuo te amando, e, eu vou entender se não me corresponder.—Ela desviou o olhar.

Eu simplesmente estava travada, não sabia oque falar. Era estranho pra mim, mas, eu também me sentia feliz perto dela.

Fui caminhando lentamente até ela. Peguei a caixinha de suas mãos.

Eu olhei fixamente em seus olhos, sorrindo.

Eu a puxei pra um beijo.

No começo parecia novo, tanto pra mim quanto pra ela, mas, depois, foi acalmando.

Nos separamos coradas.

Eu:- E-Eu também me sinto muito feliz ao seu lado, eu também amo você, mesmo que, eu só tenha descoberto agora. Luka-chan, você... Quer ser minha namorada?- Perguntei, apreensiva.

Luka:- Sim! Com certeza!- Ela disse sorridente.

 

 

POV Tei:

A porta do contêiner se abriu.

Hora de ir brincar!!!

 

POV Miku:

Nos sentamos á mesa.

Kaiko:- Você está muito linda Miku-san! De verdade!- Sorriu.

Eu:- Você também, Kaiko-san! Linda mesmo!- Devolvi o elogio.

Kaito:- Obrigada por ter vindo, Miku-chan!- Ele parecia nervoso.

Eu:- Obrigada pelo convite.—Sorri.

O clima parecia tenso.

Começamos a comer a comida que o Kaito-nee havia preparado.

Eu;- Você tem muito talento pra cozinha, Kaito-nee!- Elogiei.

Kaito:- Ah, obrigada.

Kaiko não estava comendo muito. Ela variava seu olhar pra o relógio e pra nós.

 

POV Gakuko:

Já estava de camisola. Os cabelos soltos no frio, eu olhava pra o relógio.

Já peguei tudo oque precisava e meu irmão não está em casa. Claro que está na Força Secreta. Pergunto-me como ele achava que eu era esse lixo de idiota.

Bem, agora é só esperar o sinal das Rosas e da Marionete.

 

POV Teto:

Estava sentada em cima da mala.

Comia chocolate com pedaços de Oreo.

O frio era de matar.

Vi a sombra correndo na noite.

Tei:- MARIONETE VERMELHAAA!!!!- Sutileza: 0

Eu:- Silêncio!- Sussurrei.

Tei:- Ahhnnn!!!!- Ela disse.—Tá!—Sussurrou.—E aí, tá prontinha?—Sorriu. Ela estava bonita, toda de branco e com uma faca grande de açougueiro da cintura.

Eu:- Sim.—Eu sequer aguentava olhar pra ela. Ela não ligava, mas, eu estou triando pessoas que me acolheram. Eu sou um monstro!—Vamos logo!—Não vou deixar ela me ver chorando.—Vamos buscar as outras.

 

 

POV Miku:

O relógio marcava 20:00.

Estávamos na sobremesa.

Eu:- Muito obrigada novamente.—Está tudo seguro, me arrependo de ter trazido meu bastão de segurança portátil na bolsa! Puxa, que viagem, como se eu precisasse.

Kaiko:- Bom, muito obrigada por tudo.—Ela se levantou apoiando as mãos na mesa.—Mas nosso jantar acaba aqui.—Ela tinha uma expressão séria no rosto.

Kaito:- Como assim, nee-san?—Tanto ele como eu estávamos confusos.

Eu:- E a sobremesa?—Perguntei.

Kaiko:- Parem de ser estúpidos—Ela disse num tom de voz rude.—É o seguinte, é o último jantar de vocês.—Ela disse, debochando. De debaixo da mesa, ela tirou uma pistola. Apontando primeiro pra mi e depois pra Kaito-nee—Otários.— Ela fitou a janela aberta. Tirei meu bastão portátil na bolsa, ativando-o.

Kaito:- Não! Miku-chan! Não faça isso!—Ele pediu desesperado.

 Kaiko:- HÁ! Nii-san, você sempre foi tão estúpido!—Ela apontou a arma pra ele.—Boa viagem só de ida pra o inferno!—Ela atirou, mas, pegou em seu ombro. Ele caiu  no chão com o impacto. – Boa noite!—Tentei ir atrás, mas Kaito-nee segurou meu pé. Reparei que ela pegou uma maleta preta antes de sair.

Kaito:- Não, por favor...- Ele dizia fraco. Ela saltou da  janela, Corri até lá, mas ela estava numa plataforma, com uma garota de cabelos brancos e uma garota de costas, de cabelos lilases como o Gakupo-nee, a plataforma sumiu no ar, como sendo levada por um helicóptero.

Voltei pra ajuda-lo a se levantar.

Eu:- Kaito-nee! Você está bem?!—Perguntei, nervosa.

Ele desmaiou.

 

POV Gakupo:

Todos estavam no instituto, cuidando de Kaito.

Ele foi traído pela própria irmã.

Kaito estava deitado na maca, com o ombro esquerdo enfaixado.

Lá, estavam os médicos, Meiko-san e Miku-san, se preocupando com ele.

Lily-san e Luka-chan estavam abraçadas.

Aproximei-me pra escutar.

Lily:- E então, como vamos contar pras crianças? Elas vão ficar confusas com nosso namoro.

Me afastei na hora.

Namoro?!

Como assim?!

Saí dali na mesma hora, com uma raiva indominável.

 

POV Miku:

Meiko-san foi com os médicos pra fora do quarto. Só ficamos eu e Kaito-nee.

Olhamo-nos.

Aproximei-me.

Eu:- Sinto muito. Não tinha como saber.—Ele se levantou com cuidado, se sentando.

Kaito:- Tudo bem, Miku-chan—Dava pra ver que ele estava abalado.—Como eu não notei?!—Ele estava desolado—Ela estava em coma e nem precisou de fisioterapia! Eu fui um tolo!—Me sentei ao seu lado.

Eu:- Ainda sim, nós vamos encontra-la e vai poder saber de tudo.—Acalmei.

Ele me olhou com esperança.

Ele começou a se inclinar pra mim.

Nossos lábios estavam quase se tocando quando o afastei bruscamente, sem querer, tocando sua ferida.

Ele deu um grito de dor, meio baixo.

Ei:- Me desculpe!—Disse, primeiro.

Kaito:- Não, eu não sei oque deu em mim..- Ele desviou o olhar.

Eu:- Eu sinto muito Kaito-nee! Está confuso, tudo bem, mas, isso...- Suspirei—Nós, não vai dar certo.—Disse, por fim, querendo acabar com qualquer ilusão restante.

Ele desviou o olhar pro chão.

Kaito:- M e desculpe Miku-chan. Você tem razão.  Eu sou muito velho e...—Ele me olhou com um sorriso modesto—Você é você...- Rimos.

Eu:- Ei!- Desaprovei.—Mas, eu sei que vamos poder encontra-la.

A televisão do hospital, ligada no jornal, mostrava a mulher falando:

Namine Ritsu, acusada de se infiltrar num hospital pra encobrir seus crimes, foi detido pela policia. Uma garota menor d idade, não foi identificada, mas a prisioneira a indicou como companheira amorosa. Namine foi condenada á dez anos de cadeia, começando hoje.”

Kaito:- É ela! Ela é quem cuidava da Kaiko! Eu tenho que falar com ela!- Ué?

Eu:- Nossa viagem é amanhã! É um milagre ter tido autorização pra ir, Kaito-nee! O tiro não foi fundo, então vai se recuperar logo! Depois pode ir vê-la! Tem dez anos pra isso.—Sorri.

Kaito:- Acho que tem razão.—Ele olhou pra baixo—Acho melhor eu dormir um pouco.—Ele me olhou—Quando sair, pode apaga a luz?—Assenti, me retirando.

 

Fechei a porta atrás de mim, me deparando com Len.

Ele estava todo agasalhado, se assustou comigo.

Eu:- Ele está descansando agora—Disse.

Len:- Ah, sim, eu soube do que aconteceu...—Ele desviou o olhar.—Ainda abem que ele vai poder ir a viagem.—Ele parecia desconfortável.

Eu:- É, eu também estou meio assim—Disse, me referindo á sua expressão.

Len:- Estão servindo chocolate quente.—Ele não olhava em meus olhos.

Eu:- Ah! Legal! Vamos juntos?—Perguntei. Ele sorriu, assentindo, olhando pro chão.

Fomos caminhando com cuidado.

Silenciosos, nem parece o Len que eu gosto tanto.

Eu:- Ei, ele vai ficar bem.—Consolei.

Ele assentiu.

Len:- ótimo, não posso perder meu companheiro de brincadeiras.—Deu de ombros.

Voltamos a caminhar, até onde estavam os chocolates quentes.

Lily:- Ham, eu e Luka-chan temos algo a contar.—Elas estavam de mãos dadas. Hum... – Eu e Luka...—As crianças endireitaram suas posturas—estamos namorando.—Elas coraram.

Iroha:- Mas, isso quer dizer que você vai ficar com a gente?—A ficha provavelmente não caiu.

Luka:- Não.—Sorriu.

IA:- Parabéns.—Disse, se voltando pra o vídeo game. Mayu:- É, de verdade, sejam muito felizes.—Ela sorriu.

Todos bateram palmas.

Len:- Podia ser a gente, mas você não colabora—Sussurrou pra mim. O empurrei de leve, rindo.

Desviei o olhar e Neko-san olhava de um lado pra o outro, assim como Rin e Mikuo parecia preocupados.

Neko:- Eu sinto muito em atrapalhar, meus parabéns, mas, vocês viram a Teto-san? Ela sumiu!—Rin e  Mikuo assentiram.

Rin:- A gente vem procurando, ligando, mas ela sumiu!—Alegou.

Gumi:- Gakupo-nee também foi embora e não voltou!—Acrescentou.

Espera! Aquela garota! Eu soube que a irmã do Gakupo-nee também voltou!

Não!

Len:- Miku-chan?—Notou minha preocupação.

Eu:- Eu vi uma garota de cabelos lilases iguais aos do Gakupo-nee, quando eu vi a Kaiko-san fugindo. – Eu disse.—Mas não tenho certeza se era ela!—Defendi.

Meiko;- Isso é muito sério. Kaiko levou os documentos secretos que precisavam de revisão, não sabemos oque ela quer. E agora, Teto e Gakupo sumiram. Só podemos supor que Teto, ou foi sequestrada, ou é aliada deles. – Ela estava séria—Contatem Kiyoteru!—Ela se virou, séria.

Piko:- E agora?—Perguntou, confuso.

Eu:- Agora temos que nos preparar pra viagem e ver oque pode acontecer.

 

POV Gakuko:

Sobrevoando um beco, vi meu irmão chutando latas de lixo com uma raiva enorme.

Eu:- Tei! Desce aí!—Avisei.

Tei:- Certo, Gakuko-chan!—O helicóptero liberou uma escada.

Kaiko:- Cuidado com oque vai fazer!—Ela disse, séria.

Eu desci em frente á ele.

Estava detonado.

Gakupo:- Nee-san! Você! Está com o inimigo!—Ele suspirou, chutando mais uma lata.

Eu:- Chance única, vem com a gente.—Disse, de cara.

Ele me olhou de olhos arregalados.

Ele suspirou, pisoteando uma lata.

Gakupo:- Não tenho mais nada pra fazer aqui. Eu vou—Ele disse. – Vamos logo.

 

POV Narração:

As catacumbas de Paris, por mais sinistras que fossem, atraíam a atenção da ruiva.

Ela ia logo atrás de sua mestra, andando sem vontade.

- por que temos que nos mudar de novo? Podemos contra-atacar!—Ela demonstrou o tentáculo laranja fogo, assemelhado á uma cauda.—Podemos lutar por onde moramos!—A mulher que ia a frente riu.

- Se lutarmos, vamos provar que somos ameaças. Ande logo—A ruiva bufou andando mais rápido.

 

A albina olhava com anseio, até ver as figuras chegando.

Ventania Lilás, Rosa Branca, Rosa Azul, Marionete Vermelha e o homem alto vendado.

- Como podem trazer um estranho pra cá?- Ela perguntava indignada.

Kaiko:- Ele quis vir conosco.

A mulher de ombros.

- Se é assim...—Ela lançou seu olhar pra Kaiko e depois e Teto.—Os documentos?—Perguntou As duas mostraram.—Ótimo. Todos pra o avião. O protótipo também. Vamos rápido.—Ela disse determinada. 


Notas Finais


E então??? Gostaram?? Comentem por favor oque acharam!!! Até o próximo cap!!!
Bjs!!!!!

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/9e/c1/87/9ec187825cc663e098237cbb4e64b74e.jpg Gakuko camisola

http://static.zerochan.net/Kagamine.Len.full.107829.jpg Len


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...