História A Policial e o Serial Killer-Imagine Jungkook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 2.239
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Policial, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - O destino as vezes brinca com a gente


Fanfic / Fanfiction A Policial e o Serial Killer-Imagine Jungkook - Capítulo 4 - O destino as vezes brinca com a gente

S/n: É.... T-tudo bem pode me dar licença por favor

Jk: Não- disse sem expressão nenhuma

S/n: Não? Da licença cara

Jk: E se eu não quiser 

S/n: Se você não quiser, eu também vou fazer uma coisa que eu não quero

Jk: O que?- sorriso malicioso

S/n: Isso- Dei um chute em seu saco que fez ele ajoelhar no chão de dor

Jk: Filha da puta!

S/n: Eu avisei! Tem comida aqui?

Jk: Garota você é estranha

S/n: Falou a pessoa mais normal né, o cara que matou mais de 80 pessoas - ri

JK: 105 vítimas

S/n:Piorou! Falo nada seu psicopata- Ele riu

Jk: Você é doida! Ninguém nunca falou assim comigo- Falou rindo

S/n: Existe primeira vez pra tudo, tem comida aqui? ou vou ter outra descoberta de que você não come comidas normais, que você devora suas vítimas que é um canibal- disse sendo irônica e rindo e ele ri junto

Jk: Sou canibal sim e te trouxe aqui pra te devorar- Arregalei meus olhos e sai correndo e gritando pela casa e ele saiu correndo atrás de mim rindo com uma risada assustadora, por mais que ele fosse bonito ele conseguia a ser assustador

S/n: SOCORROOOOOOO! - Digo correndo e ele rindo

Ele me alcança pega na minha cintura e me puxa mais pra perto dele me abraçando por trás

Jk: Te peguei mocinha, agora eu vou te devorar- disse ele tentando segurar a risada

S/n: Não faça nada comigo- digo meio assustada e ele me virou fazendo eu ficar de frente pra ele

Jk: Você acha mesmo que eu sou um canibal? - disse rindo

S/n: Não duvido nada!

Jk: Eu tava te zuando- começou a rir - S/n pra uma policial você é muito burra, desculpa

S/n: Por que fez isso então?

JK: Foi engraçado

S/n: Você é retardado?- ele começou a rir

Jk: As vezes sim- disse rindo

S/n: É sério agora eu quero comer, tem comida aqui?

Jk: Você só pensa em comer! Vai na cozinha e faz qualquer coisa

S/n: É assim que você trata suas visitas?

Jk: É.- disse curto e grosso sentando em um sofá e mexendo em um celular, e eu fiquei o fitando sem querer por tempo demais, como pode um psicopata que mata por prazer ser tão bonito? 

Jk: Eu sei que eu sou lindo mas vai ficar ai me olhando ou vai fazer alguma coisa pra comer- disse sem olhar pra mim e continuando mexendo no celular

S/n: Tava assustada com a sua feiúra- Falei e ele riu

Jk: Você só pode ser lésbica não é possível!

S/n: Por que acha isso?

Jk: Primeira mulher que não se jogou pra cima de mim

S/n: Eu não sou igual as outras Jungkook, bom vou fazer o que eu iria fazer- sai e fui pra cozinha, quando fui abrir a geladeira só tinha toddynho e uma garrafa de coca cola e eu comecei a gargalhar muito alto

Jk: Que foi em? Não toma meus toddynho!

S/n: Como você quer que eu te leve a sério? O "JK" Serial Killer mais procurado do mundo é viciado em toddynho- comecei a rir

Jk: Não ria de mim, me respeite, eu posso te matar se eu quiser

S/n: Nossa que medo!- comecei a rir mas minha risada parou na hora que eu vi uma faca voando em minha direção e eu por conta de vários treinamentos no exército consegui desviar da faca e a faca ficou cravada na parede

S/n: Você ficou maluco?

Jk: Agora já sabe do que eu sou capaz- falou sério e eu engoli um seco e ele saiu pra sala sem falar nada e eu fui atrás

S/n: Jung... Jungkook- ele não respondeu - Olha eu não queria rir de você ok? Me desculpe mas mesmo assim não tinha motivo pra atirar aquela faca em mim Eu que tenho motivo pra te matar e não ao contrário 

Jk: Eu não preciso de motivo

S/n: Não da pra conversar com você, desisto! Vou comer que eu ganho mais- saio bufando

Fiz um macarrão coloquei no prato e quando eu ia comer Jungkook veio com um garfo arregalei os olhos porque achei que ele iria me matar, mas não ele começou a comer o macarrão do meu prato

S/n: Ei eu fiz pra mim, seu folgado! Pega um prato pra você- Ele riu e me ignorou e continuou comendo - Jungkook! - ignorada- Kookiezinho- ri

Jk: Quer levar outra facada? Dessa vez você não vai desviar!- disse me lançando um olhar assustador

S/n: Eu não tenho medo de você, pior que eu não te acho tão monstruoso 

Ele riu

Jk: Você é estranha 

S/n: Por que acha isso?

Jk: A única pessoa que sabe quem eu sou e não tem medo de mim, a única mulher que ainda não se jogou pra cima de mim, a única pessoa que não tem medo de falar o que pensa pra mim, e isso é tão diferente e engraçado, você é diferente

S/n: Ah... Você também é bem diferente dos homens que eu já conheci pode ter certeza- ri e ele ficou me olhando mas dessa vez não foi um olhar pra me botar medo e sim um olhar diferente 

S/n: É.... Eu vou pegar algo pra beber- ele assentiu e fui pegar

Voltei com coca cola e dois copos, coloquei a coca nos dois copos dei um copo pra ele e fiquei com o outro, e ele estendeu o copo pra mim

Jk: Vamos brindar?

S/n: Brindar o que? Só aconteceu desgraça na minha vida, perdi meu emprego, e agora sou foragida da polícia, e estou na mesma casa junto com o Serial Killer mais procurado do mundo que pode me matar a qualquer momento e o pior que eu não sinto medo

Jk: Perto do homem mais lindo que você ja viu

S/n: ahã- Ri e Brindei nossos copos

S/n: Engraçado né

Jk: O que?

S/n: Eu deveria estar te prendendo agora, mas não! Eu estou brindando com o cara que eu estava encarregada de prender, o destino é bem irônico

Jk: Eu estou brindando com uma policial, quem diria- começou a rir

S/n: O destino as vezes brinca com a gente

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...